Você sabe qual é a diferença entre DOC e TED? Descubra!

ANÚNCIO

Há algum tempo, a gente falava assim: “vou te depositar o dinheiro”. Mais, tarde, com o avanço da internet e da tecnologia dos bancos, a conversa era outra: “vou fazer a transferência”. Hoje, tudo isso acontece online, através de aplicativos e do internet banco.

Com isso, as palavras TED e DOC tornaram-se mais amigáveis, isto é, mais conhecidas. Mas, você sabe qual é a diferença entre ambos? Se tiver que pagar o seu funcionário ou pagar os móveis planejados do seu escritório ou fazer um depósito para a poupança… Como faz: no DOC ou no TED?

ANÚNCIO
Você sabe qual é a diferença entre DOC e TED? Descubra!

Sim, essas são boas opções porque são feitas online, sem que você tenha que sair de casa.

E no artigo de hoje a gente vai ver a qual é a diferença entre DOC e TED para você saber o que fazer e para você evitar confusão na sua conta, com o estorno de dinheiro, limite de valores, prazos para depósitos, tempo de transferência, etc.  

Vamos aprender de uma vez por todas quando usar um DOC e quando utilizar um TED.

ANÚNCIO

Afinal de contas, todo mundo que já realizou alguma transferência bancária alguma vez na vida ficou com dúvida na hora de escolher a modalidade. Isso porque além das tradicionais formas de depósito em caixa e eletrônico tem também as 2 opções que tem sido mais usadas e é tema deste conteúdo.

Elas são úteis para poder fazer uma transação bancária entre contas, através do que é chamado de DOC ou TED. Essas 2 ações estão disponíveis nos bancos brasileiros e podem ser feitas por meio do internet banking, seja em caixa eletrônico e também nos caixas residenciais.

Então, como é possível fazer essas 2 ações rapidamente? Muita gente tem dúvida em qual utilizar: se utiliza o DOC ou se utiliza o TED.

Vamos entender o DOC

O DOC é uma abreviação para Documento de Crédito e é uma transferência bancária limitada ao valor de R$ 4.999,99.

Vale dizer que só pode ser feita por instituições autorizadas pelo Banco Central e o valor é creditado na conta do beneficiado no dia útil seguinte para transações que são feitas até as 21h59. Após esse horário, o dinheiro será transferido no 2º dia útil.

Por exemplo, se você programa um DOC às 23 horas de uma segunda-feira ele só vai ser creditado na conta do beneficiário lá na quarta-feira. Mas, se você agendar as 21 horas, o valor estará na conta já na terça feira.

Atenção: se você quiser agendar um DOC em feriados ou fins de semana só vai conseguir programar a transação para o 1º dia útil seguinte e só depois de confirmado é que o prazo de crédito vai começar a valer.

Agora, vamos entender o TED

A outra transferência eletrônica disponível é o TED, que foi criada pelo Banco Central em 2002, ao passo que antes havia limite mínimo de transferência. Mas, desde janeiro de 2016 o cliente pode enviar qualquer valor através do TED.

Nesse caso, o valor é creditado na conta do beneficiário poucos minutos após a sua autorização – desde que feita até às 17 horas. Mas, se você agendar um TED epois desse horário, o valor só vai aparecer na conta do beneficiado no dia seguinte.

Já aproveitando o conteúdo, vamos ver aqui os dados necessários para as transações!

Dados para DOC e TED

Para poder fazer um DOC ou um TED, o emitente vai precisar de ter em mãos os seguintes documentos pessoais: o nome completo do beneficiário, o CPF ou CNPJ e os dados bancários (dados do banco, da agência e da conta e o tipo de conta – que pode corrente ou poupança).

Os bancos aceitam a transferência via TED para as contas poupança, mas nem todos permitem DOC para esse tipo de conta.

Agora, se por um acaso você errar um dado informado, o que acontece? O dinheiro volta para a sua conta no dia seguinte.  Caso não entre na sua conta e nem do beneficiário, o ideal é ligar diretamente no seu banco para ver o que aconteceu.

As taxas de DOC e TED

O Banco Central não determina os valores das transações para movimentações e transações bancárias desse tipo. Então, isso quer dizer uma coisa muito importante: que cada instituição cobra um valor que achar mais adequado.

Além disso, as taxas podem ser abatidas dependendo do pacote que você mantém com o banco, que é o famoso “relacionamento com o cliente”.

A sugestão é optar por fazer DOC ou TED em caixas eletrônicos ou na internet, já que ambas são altamente confiáveis e isso porque as taxas são mais baratos do que os realizados em um caixa presencial, por exemplo.

Então, essas taxas variam de banco para banco. E, incrivelmente, tem bancos que são isentos dessas taxas para os correntistas, como o banco Inter. Consulte a sua agência para ver qual taxa que estão cobrando tanto para DOC como para TED.

O TED é melhor?

Muita gente recomenda usar o TED para quem opta para que o dinheiro seja transferido na hora. Mas, tem um limite mínimo para a transferência dependendo de cada banco. Por exemplo, se o valor a ser transferido foi menor que o estabelecido como mínimo terá que usar um DOC na conta para o dia seguinte.

ANÚNCIO