Você já ouviu falar em “Mente Milionária”, “Pecados Capitais no Mercado Financeiro” e “Arnold Schwarzenegger”?

ANÚNCIO

Mente Milionária” é uma frase que se tornou popular após a publicação do livro “Os Segredos da Mente Milionária”, escrito por T. Hard Eker. Antes disso, as pesquisas já existiam, porém não com esse nome. Dar Ariely, Brian Tracy e George Katona eram alguns desses pesquisadores. Além de Tom Corley, do qual já falamos várias vezes. (Relembre: Quer Ficar Rico? Descobrimos o que os Milionários fazem em comum para ganhar dinheiro).

A questão é que, com as pesquisas, a principal descoberta é: o cérebro deles é igual ao nosso, e qualquer um de nós, também podemos alcançar os mesmos resultados deles, que é o sucesso. Para isso, basta ter foco, planejamento e tirar da cabeça essa ideia de que só os ricos ficam ricos!

ANÚNCIO

Para ler agora: 4 notícias diretas da BM&FBovespa e 7 sobre o mercado de ações

Para comprovar a tese e com informações do MePoupe, selecionamos as 3 principais características das pessoas que tem “Mente Milionárias”, segundo as pesquisas, confira!

1 – Visão – Já falamos sobre isso quando citamos o filme “Truque de Mestre”. É assim: “Quanto mais perto você está, menos você vê”. É preciso ter visão geral e de longo alcance. As pessoas milionárias enxergam o futuro e, assim, conseguem projetá-la. Os imprevistos acontecem sim, com eles também, mas quem possui uma “Mente Milionária” se conecta com o destino e fazem dos imprevistos pequenos obstáculos.

Reflexão: O que você vai fazer daqui 5 anos ou daqui 1 década ou daqui 2 décadas? O que você gostaria de estar fazendo? Fale uma situação real, e um valor correto. Agora, se esforce para alcançar essa meta!

ANÚNCIO

2 – Foco – A grande maioria dos milionários são pessoas que não ligam para fofocas e, ao contrário disso, estão sempre disseminando conhecimento. Eles não se importam se você também vai conseguir chegar lá, porque, na real, isso não muda nada para eles. Por outro lado, quem não é digno dessa mente, só atrai pessimismo.

Planejamento financeiro definitivo: 7 passos para fazer sobrar dinheiro e investir

Reflexão: Do que você já abriu mão? E do que você já abriu quando as pessoas ao seu redor determinou essa ação? Os seus pensamentos e desejos precisam valer mais do que a opinião alheia!

3 – Responsabilidade – Milionários não culpam ninguém se houver deslizes ou fracassos. Na verdade, eles são sempre gratos à alguma coisa ou alguém. Que planos você tem para a sua vida, como está trabalhando, qual seu esforço diário, qual o seu relacionamento com pessoas de sucesso? Tenha responsabilidade sobre suas atitudes e repense sobre elas, sempre!

Reflexão: culpar o governo pela falta de dinheiro não te deixa mais rico, aliás, é impossível fazer as mesmas coisas e pensar que coisas diferentes vão acontecer.

Arnold Schwarzenegger e o Mercado Financeiro

Arnold Schwarzenegger ou Exterminador do Futuro ou Governador da Califórnia. É um cara que, mesmo após a idade adulta, continuou trabalhando, seja como empresário, fisiculturista ou na política. Mas não é sobre a vida do astro que viemos falar. E sim sobre algumas lições de finanças que podemos aprender com ele.

Você já ouviu falar em “Mente Milionária”, “Pecados Capitais no Mercado Financeiro” e “Arnold Schwarzenegger”?
Reprodução: Google
  1. Confiança – Quando falamos em dinheiro e riqueza, é preciso ser autoconfiante. Aliás, isso não é uma particularidade do Schwarzenegger, mesmo porque quem passa pelo tapete vermelho do Oscar, são pessoas de sucesso que não vacilam. Se você acredita que é capaz de fazer algo, faça.
  2. Regras – Ganhar um salário mensal, pagar com cartão de crédito, em prestações e pagar contas. É isso que a boiada faz, mas, o astro costuma quebrar regras e, por isso, é uma referência. Pode ser que seja essa a hora de quebrar regras e desfrutar de uma vida mais plena e verdadeira.
  3. Falhas – Quem quer ficar no controle da situação, precisa assumir os riscos, mesmo que em algum momento, aconteçam falhas. Economizar, por exemplo, requer decisões importantes, investir então… nem se fala.
  4. Pessimismo – Que não vai dar certo e que você nunca vai conseguir. Isso é comum os grandes astros ouvirem, tais como o Arnold.
  5. Esforço – Se é para fazer, faz direito. E se é importante, trabalhe para isso. Quem quer uma vida mais confortável precisa fazer valer a pena, então, força de vontade. O segredo do sucesso é identificar o que você faz de melhor.
  6. Retribuir – É fato, a cada nova conquista, retribua. Passe adiante lições que você aprendeu e torne a vida mais simples e o caminho para outras pessoas alcançarem também o sucesso.

7 Pecados Capitais do Mercado Financeiro

  1. Luxúria – É querer comprar tudo a qualquer custo, literalmente. Objetos de desejos, hoje em dia, ainda são os maiores sacrificadores do seu futuro.
  2. Avareza – Ainda que tenha valor e vá trazer benefícios, você prefere não abrir mão de uma coisa para investir naquilo.
  3. Inveja – Ele quer o que o outro tem, mas vive desqualificando o que o outro faz. Inveja é diferente de admiração, vale ressaltar.
  4. Gula – Ter o olho maior do que a boca vale para finanças também. Aliás, suas compras NUNCA podem ser maiores do que a sua conta do banco.
  5. Ira – Está com raiva? Tudo bem, só não desconte isso nas compras ou na fatura do cartão de crédito. Os sentimentos não podem influenciar negativamente a sua finança.
  6. Preguiça – Coragem para inovar. Já vimos que não adianta fazer o que outras pessoas já fazem se queremos resultados diferentes. Aliás, não deixe nada para amanhã, faça acontecer.
  7. Soberba – O ego deve estar abaixo do dinheiro, sempre.
Você já ouviu falar em “Mente Milionária”, “Pecados Capitais no Mercado Financeiro” e “Arnold Schwarzenegger”?
Reprodução: Google

7 Erros que comprometem seu planejamento financeiro

Por fim, mas tão importante quanto é dizer que, mesmo aprendendo com o Arnold, sabendo sobre o que faz uma Mente Milionária e quais os pecados capitais do dinheiro, você pode ainda estar preso à algum sintoma do mau planejamento financeiro. Vamos citar, então, 7 tópicos para você começar já a prosperar! Leia!

  1. Comprometimento do Salário – Você não pode e não deve fazer isso porque prejudica as suas finanças. Agir dessa maneira favorece a impulsividade, o que gera bagunças e perda de controle dos seus objetivos.
  2. Compras à vista – Tem que existir essa preferência e não o contrário. Comprar a prazo não traz nenhum benefício, sem contar com os altos juros. A ideia é planejar, organizar e comprar à vista.
  3. Gastar muito – Gastar mais do que ganha é o erro mais comum para os brasileiros. Pode parecer inofensivo e comum, mas pegar dinheiro emprestado é a pior armadilha. Com as dívidas, o negócio vai ficando cada vez pior.
  4. Consumir demais – O Consumo desnecessário é costume também aqui no Brasil. Mas, é um erro grave. Promoções e liquidações não devem ser vistas como oportunidades, se você não precisa de tal objeto.
  5. Registro – Para controlar o dinheiro, é preciso registrá-lo. Você sabe quando dinheiro entra e quanto sai das suas finanças, todos os meses? É uma resposta importante e você precisa ter. E a tecnologia pode até te ajudar nisso, mas a velha técnica do papel e do envelope nunca falha!
  6. Prioridades – O que é prioridade? Seu dinheiro precisa estar alocado no lugar correto, se não, a necessidade de fazer empréstimos (e perder dinheiro) vai se tornar uma infeliz realidade.
  7. Planejamento – Olhar para o futuro é importante, como já citado aqui nesse texto. Para isso, pesquisa sobre o assunto e conheça as opções de investimentos.

Leia TambémPlanejamento Financeiro Pessoal Simples e Eficaz Usando 10 Envelopes

Com informações da MePoupe

ANÚNCIO