Viver de renda na poupança com 1,5 mil reais por mês aplicando por 20 anos

Viver de renda na poupança com 1,5 mil reais seria algo que te deixaria feliz?

Afinal, esse valor equivale a 1 salário mínimo e meio mais ou menos, né.

O que já poderia te ajudar – e muito – financeiramente… Não poderia?

Esse aqui é um daqueles artigos que vai fazer te ficar pensando por muito tempo.

E não porque vamos colocar uma pedra no seu sapato ou te deixar com a pulga atrás da orelha.

Mas, porque seremos tão objetivos a ponto de você pensar: “isso realmente pode acontecer comigo”.

E o que é que pode acontecer com você?

Algo que muita gente sonha: viver de renda.

Que é o mesmo que viver de juros ou ter renda mensal para não precisar trabalhar mais.

Se você gostaria de viver de renda na poupança com 1,5 mil reais por mês, este conteúdo é especificamente para você.

E como falamos, vamos ser bastante objetivos.

Então, veja abaixo de que forma iremos falar disso:

  • Viver de Renda
  • Viver de Renda na Poupança
  • Viver de Renda na Poupança com 1,5 Mil Reais
  • Viver de Renda na Poupança com 1,5 Mil Reais Aplicando por 20 Anos

Sim, é isso, os assuntos estarão nessa mesma ordem.

E aqui o papo reto – sem pegadinhas, nem nada do tipo.

A ideia é citar um cronograma que fale sobre:

  • O sonho de Viver de Renda
  • Os tipos de Investimentos
  • A renda mensal que é possível ter
  • A importância do tempo para viver de juros

Então, sem mais delongas, vamos ao que interessa.

Viver de Renda

É bem fácil explicar esse tópico: o que é viver de renda?

É você ter plenas condições financeiras de receber uma renda sem que tenha que prestar algum serviço ou vender algum produto.

Por exemplo, depois que trabalhou por toda a sua vida, o aposentado pode ter a chance de ter uma renda que vem do governo – o INSS.

Isso é uma renda.

Mas, é uma renda que ele pagou durante a vida toda, né.

Ainda assim, ele pode ter essa renda sem precisar continuar trabalhando – é direito dele.

O que vamos falar aqui é algo parecido – mas, muito melhor.

Ao invés de depender do governo, você vai aprender a criar a própria renda.

E não vamos prometer muito: apenas uma renda mensal de 1,5 mil reais.

Se você acha que esse valor é pouco demais, tudo bem, pode abandonar a notícia. Mas…

Se acha que já é um bom começo para não ficar a mercê do governo, continue lendo.

Viver de Renda na Poupança

Claro que não!

A caderneta da poupança está longe demais de ser o melhor investimento do Brasil.

E por que usamos a poupança?

Justamente porque ela tem rendimentos baixos e estamos “chutando por baixo”.

Então, o que isso quer dizer?

Que se você conseguir encontrar um investimento mais rentável, vai ter resultados melhores.

Sim, você vai poder ter uma renda mensal de mais de 1,5 mil reais.

Mas, para simplificar e sermos mais assertivos, usaremos a média da poupança, que é um dos piores investimentos do Brasil – em termos de rentabilidade.

Aliás, com isso também vamos provar que é possível viver de renda na poupança, apesar de existir formas mais aconselháveis, né.

Está gostando do artigo? Tudo muito didático, né.

É hoje que você vai ver que ainda dá tempo e que ainda tem chance de mudar de vida.

Viver de Renda na Poupança com 1,5 Mil Reais

Agora, a ideia é explicar porque 1,5 mil reais e não porque 15 ou 150 mil reais.

Estamos focando no pequeno investidor, naquela pessoa que ainda está pagando dívidas…

E não naquelas que já são milionárias.

Então, vamos começar pequeno, tá?

Se hoje você vive apenas pagando conta, imagina ter uma renda a mais de 1,5 mil por mês…

Isso já é bastante bom, não é?

Bom, se você é jovem, se está entrando no mercado de trabalho, se quer mudar de vida, se quer juntar dinheiro em pouco tempo…

Este artigo é para você.

Agora, se você já é muito rico e já tem uma boa grana guardada… Pode fechar essa página.

É sério, não vamos ficar chateados.

Porque cada vez que criamos um conteúdo, pensamos em um público.

E hoje o público é o pequeno investidor, o pagador de dívidas, aquela pessoa que quer mudar de vida a partir de agora!

Se esse é o seu perfil, bora lá que estamos chegando ao ápice deste artigo.

Viver de Renda na Poupança com 1,5 Mil Reais Aplicando por 20 Anos

Por fim, o último ponto antes de falarmos exatamente sobre como viver de renda na poupança, nós vamos explicar porque 20 anos.

Acreditamos que esse é um tempo curto que pode ser considerado pela maior parte das pessoas.

Se você tem 18 anos até uns 80 anos vai poder considerar esse tempo. Entendeu?

Então, mesmo que você esteja perto de se aposentar, considere 20 anos como um prazo bom, afinal, a expectativa de vida aumenta de tempos em tempos, né.

Agora, se você é jovem, imagina ter uma renda a mais na sua vida de 1,5 mil reais.

Ótimo, não é?

Bom, quem sabe no futuro criaremos novos conteúdos para juntar dinheiro em menos tempo (talvez 5 anos). Ou em mais tempo (como 40 anos).

Mas, hoje, o artigo é para quem quer juntar dinheiro em 20 anos.

Viver de renda na poupança

As Contas – Anote Isso que é o Mais Importante

Aqui, para terminar o assunto, vamos tentar ser o mais breve possível.

Portanto, considere que na hora de assinar um contrato de investimento, você terá a missão de investigar por conta própria as suas taxas, rentabilidades, etc.

A ideia é apenas a de te mostrar como é possível viver de renda na poupança, está bem?

As contas são bem simples, mesmo porque já temos alguns dados:

  • Tempo de 20 anos,
  • Renda mensal de 1,5 mil reais,
  • Investimento na caderneta da poupança (rentabilidade de 0,5% ao mês).

Então, como é que podemos ter uma renda mensal de 1,5 mil reais na poupança?

É o seguinte…

Vamos separar o tempo em 2 partes: de 10 em 10 anos.

Então, nos primeiros 10 anos, o que você faz? Aplica 1 mil reais mensalmente na poupança.

Logo, ao final de 1 ano você terá 12 mil reais.

E no final da década (10 anos), você teria acumulado 120 mil reais e mais os juros.

Mas, vamos considerar só o que você juntou até aqui.

Então, em 10 anos, aplicando 1 mil reais por mês, você tem 120 mil reais.

A partir disso, temos que pensar nos juros, agora sim.

0,5% de rentabilidade sobre os seus 120 mil reais dá algo como 600 reais por mês.

Então, agora, você continuará investindo os seus 1 mil reais nos próximos 10 anos.

Mas, o seus 1 mil reais vão ser 1,6 mil reais. Sendo 1 mil reais seus e 600 reais dos seus juros que serão aplicados junto, automaticamente.

Então, em 1 década aplicando 1,6 mil reais você terá 192 mil reais.

Aí, basta somar os seus 120 mil reais que juntou no primeiro ano e mais os 192 mil reais – o que vai dar algo como 312 mil reais.

E isso porque estamos chutando por baixo, tá bom?

Agora ficou mais fácil: com 312 mil reais na poupança, o seu rendimento será de 1,5 mil reais.

Chutando por Baixo

Pessoal, mais uma vez vamos dizer que estamos chutando por baixo, está bem?

Você que entende muito sobre o mercado financeiro não precisa vir criticando a nossa simplicidade em fazer as contas.

A ideia é apenas uma: de mostrar que poupando dinheiro mensalmente você pode ir longe.

Tão longe que não vai precisar do governo federal para ter uma aposentadoria confortável.

De maneira geral, o que dá para notar é que se fizermos as contas mais exatas e considerarmos os rendimentos reais, com descontos e tudo mais, vamos poder ter resultados bem melhores.

Mas, a ideia é simplificar e mostrar que é possível.

Para você ter uma ideia do que estamos dizendo, ao simular investimentos em vários sites e propor o que falamos aqui, a suspeita é a de que o seu patrimônio acumulado será bem maior.

Alguns sites dizem que juntar 1 mil reais por 240 meses vai dar mais de 470 mil reais na poupança.

Então, com certeza, é um valor bem maior do que dizemos aqui né.

Porque 470 mil reais rendendo 0,5% ao mês vai dar muito mais do que os 1,5 mil reais por mês.

Portanto, não se limite a ficar apenas nos seus 1,5 mil reais.

Pode pensar grande sim.

O mais interessante aqui, porém, é você entender que é preciso começar.

Aliás, se você não consegue juntar 1 mil reais, pense em 500 reais por exemplo.

O começo é o mais importante.

Investir 500 reais por mês

Vamos exemplificar que você também pode viver de renda na poupança poupando apenas 500 reais por mês.

No mesmo período – de 20 anos – aplicando os 500 reais, você teria algo como 230 mil reais acumulados.

É um valor um pouco menor do que tínhamos antes, né.

Mas, 230 mil reais rendendo 0,5% por mês já vai te ajudar e muito financeiramente também.

E o segredo aqui, para tanto, não é exatamente sobre qual investimento escolher, e sim a necessidade de você começar a investir logo.

Porque estamos calculando tudo em cima de 20 anos, né.

Mas, imagine que você possa acumular dinheiro por 30 ou 40 anos… O resultado vai ser ainda mais promissor, concorda?

Por exemplo, os mesmos 500 reais investidos em um período maior, de 30 anos, vai te render algo como 520 mil reais na poupança.

Cara, imagina ter ½ milhão de reais na conta? Isso seria ótimo, não?

Então, para ficar rico, ter dinheiro guardado ou viver de renda na poupança…

Você não precisa de muito: comece poupando mensalmente.

Esse é o grande segredo.

Como investir bem?

Agora, se você já entendeu tudo isso e está em busca de encontrar os melhores investimentos, você pode ir mais afundo.

Este artigo está no fim e não vamos poder explicar tudo aqui, mas temos uma indicação para você.

O fundador desta página, Robinson Trovó, tem um curso que ensina exatamente isso.

Veja um pouco da história dele.

Como em 2007 me tornei um dos 05 brasileiros – Pessoa Física – a sair do ZERO e chegar ao meu PRIMEIRO MILHÃO antes dos 30 anos de idade e um dos 20 no mundo, a chegar aos R$ 10 MILHÕES antes dos 40…

Agora me responda… Quais são as chances verdadeiras de você descobrir algo totalmente novohoje, para mudar a sua vida definitivamente?

No entanto, eu posso garantir que você NUNCA viu algo, nem parecido, com o que eu estou prestes a revelar

Eu vou revelar pra você, o SEGREDO que ninguém conta sobre como investir no mercado financeiro pra você finalmente alcançar resultados INACREDITÁVEIS…

Primeiro eu quero te contar brevemente a minha história, pra que você entenda tudo o que eu passei pra chegar aonde cheguei…

Quem me vê hoje e sabe tudo o que consegui, acha que sou um gênio dos números… Na realidade, longe disso…

Sou um cara de criação simples que sempre amou a natureza e os animais… Cresci praticamente brincando no sítio, de pés descalços, rolando na grama… E essa minha paixão me motivou a estudar zootecnia…

Com muito estudo e muito esforço, entrei para uma das melhores faculdades do país, e achava que assim que me formasse, iria pro mercado de trabalho ganhando um absurdo!…

Nesse mercado não existe sorte…

Esse método é para pessoas que querem aprender e entender como o mercado financeiro funciona, querem ter o controle verdadeiro de suas finanças e finalmente chegar a resultados consistentes e muito lucrativos na Bolsa de Valores…

Se você se interessou, veja como fazer o curso.

Da redação