3 Regras de Ouro para Viver de Juros para o Resto da Vida

Sabe aquela historinha que muita gente fala sobre fazer o dinheiro trabalhar para você. Então, ela realmente existe e funciona de uma forma muito simples. Mais simples, inclusive, do que você pode imaginar. A forma certa de fazer isso é investir dinheiro em aplicações financeiras que rendam juros e gerem um valor extra para o seu orçamento financeiro, o que permite, por sua vez, realizar os seus planos e acumular o patrimônio.

Esse é o conceito básico de Viver de Renda ou Viver de Juros, como queiram chamar!

Vamos falar de um jeito bem genérico aqui, sem levar em conta os valores exatos, mas tudo para que você tenha uma ideal global dessa fórmula mágica que é viver de juros. Vamos supor que você queira ter uma renda extra de 1 mil reais por mês. Logo, se pensarmos anualmente, você tem que ter 12 mil reais. Então, você, teoricamente, precisaria ter um investimento de 100 mil reais e que rendesse 12% ao ano para conseguir essa renda.

É simples demais, não é?

Ah, você com certeza está pensando: “Mas como vou conseguir 100 mil reais”? E aí que está a grande fórmula mágica, que são os juros compostos. Mas, aliás, você pode conseguir esse dinheiro com uma herança ou se ganhar na loteria, sabia? Mas, vamos ser honestos, o ideal é que você consiga com o seu próprio esforço.

6 Dicas para entender Como Calcular os Juros Compostos e Ficar Milionário

Como?

Então, os Juros Compostos funcionam assim: os juros são aplicados sobre os juros. Ficou confuso? Mas é fácil demais de entender. Se você tem 50 reais aplicados e ele rendeu 5 reais nesse mês, então, no próximo ele vai render mais do que 5 reais simplesmente porque você não terá apenas 50 reais investidos e sim 55 reais.

Agora você entendeu, não é?

Na teoria é muito simples mesmo. Mas e na prática? Bom, se você não tem um salário muito alto, como é o caso da maior parte dos brasileiros, então, vai precisa tomar algumas medidas mais sérias, mas que, sinceramente, também não são “coisas” de outro mundo.

A fórmula é mágica, simples e funciona assim:

ECONOMIZAR DINHEIRO + POUPAR DINHEIRO + INVESTIR DINHEIRO = VIVER DE JUROS!

Anotou aí? Nem uma receita de bolo de fubá é tão fácil quanto isso. É só investir dinheiro por um determinado período e depois aproveitar os recebimentos periódicos definidos por você. Isso significa que é possível viver de renda e, mais do que isso, é possível VOCÊ viver de renda. O que precisa é ter planejamento financeiro, economia de dinheiro e a cabeça no lugar.

3 Regras de Ouro para conseguir Viver de Juros para o Resto da Vida

Esse planejamento financeiro bem estruturado, vale dizer, também não é algo tão assustador assim. Você deve assegurar os recursos necessários no período em que está investindo e isso significa responder à 3 perguntas básicas, as quais vamos citar abaixo.

Quando você define essas questões, você passa a ter uma ideia do que fazer. Sabendo ainda que a grande vantagem em viver de renda é que você garante segurança financeira para você e para a sua família. Diferente do que muitas pessoas pensam, essa sim é a verdadeira forma de ter segurança financeira para o resto da vida.

Mais do que isso, você tem a sua própria Independência Financeira. Você terá uma aposentadoria tranquila, possibilidades de viajar para onde quiser e quando quiser. Enfim, se formos falar de todas as vantagens não vamos terminar hoje. Então… Vamos logo à prática: 3 Regras de Ouro para conseguir Viver de Juros para o Resto da Vida!

1 – Quanto

Se você quer Viver de Juros precisa saber quanto precisa para que isso aconteça. É o tal do Planejamento Financeiro, que envolve os objetivos que podem ser atingidos dentro da sua atual Realidade Financeira. De qualquer maneira, você terá que fazer esforços e quanto mais acumular, mais confortável será a sua vida no futuro.

3 Regras de Ouro para Viver de Juros para o Resto da Vida
Reprodução: Google

7 Pontos Importantes para Entender Perfeitamente Como Ficar Rico ao Juntar Dinheiro Rápido

Apesar de um pouco longo, esse artigo será muito objetivo. Aqui vamos falar sobre como Entender o processo de Enriquecimento e como é Importante Juntar Dinheiro Rápido para que isso aconteça. Se você está insatisfeito com a vida financeira que tem e quer realmente mudar de vida, precisa ler agora. Nunca se esqueçam: Investir Dinheiro é uma das maneiras mais honestas de Ficar Rico e Viver de Juros sem precisar “passar por cima” de ninguém. Continue Lendo…

2 – Prazo

Dentro do seu Planejamento Financeiro também deve estar o período que terá para reunir o capital e por quanto tempo vai utilizá-lo. Claro que isso é difícil de ser calculado, mas é possível ter uma prévia, uma simulação. Se você tem 30 anos de idade e quer se aposentador aos 65, são 35 anos para acumular o patrimônio.

Como Investir Dinheiro para Ficar Rico ganhando apenas um Salário Mínimo em #3 Passos

3 – Como

Como você vai acumular o patrimônio? Sabemos que não basta economizar dinheiro e poupar dinheiro. É preciso que o dinheiro seja corrigido pela inflação também, coisa que a poupança não faz. Você tem que encontrar formas de investir o seu dinheiro e receber juros por isso. Se você pensa em Viver de Renda, há muitas opções de investimentos no mercado.

  • Títulos Públicos – É para quem tem o perfil conservador e quer ver o dinheiro render mais do que rende na poupança. São opções seguras e garantidas pelo Governo Federal. O Tesouro Direto, por exemplo, paga rentabilidade melhor e tem investimentos a partir de 30 reais.
  • CDB – O Certificado de Depósito Bancário é um produto bancário e paga juros pelo empréstimo do dinheiro. Os CDBs costumam ter carência e é baseado no CDI, por isso, exige atenção do investir durante a contratação.
  • Letras de Crédito – Também são dos bancos e são como os CDBs, só que são usados para fins imobiliários e do agronegócio. Outra diferença é que não taxam sobre o imposto de renda, porém, os investimentos iniciais costumam ser mais altos, a partir de 20 mil reais.
  • Bolsa de Valores: É para quem tem perfil arrojado e está suscetível ao risco. Claro que, por isso, as rentabilidade são maiores também. Quando se tem conhecimento desse mercado, vale a pena. Em caso contrário, melhor ficar com as Rendas Fixas listadas acima.

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

Na prática…

No final do ano passado a UOL fez uma matéria sobre viver de juros e nós vamos citá-la aqui porque os dados são bastante interessantes já que as pessoas não costumam ter o hábito de poupar dinheiro. Mas, vejam só.

Conforme a pesquisa da UOL, para se aposentar com 2 mil reais de renda mensal aos 60 anos, você poderia seguir os seguintes caminhos:

  • Pessoas de 20 Anos precisariam aplicar 142 reais na poupança ou 22 reais no Tesouro Selic mensalmente durante 40 anos,
  • Pessoas de 30 Anos precisariam aplicar 311 reais na poupança ou 84 reais no Tesouro Selic mensalmente durante 30 anos,
  • Pessoas de 40 Anos precisariam aplicar 744 reais na poupança ou 335 reais no Tesouro Selic mensalmente durante 20 anos,
  • Pessoas de 50 Anos precisariam aplicar 2,3 mil reais na poupança ou 1,6 mil reais no Tesouro Selic mensalmente durante 10 anos.

E aí, qual a sua idade hoje? Quais das aplicações você achou mais vantajosa? É preciso lembrar que as contas foram feitas no final de 2016, mas os valores, mesmo que mudaram um pouco, tendem a mostrar a mesma proporção entre a poupança e o Tesouro Selic. Aliás, já está provado que Viver de Juros só depende de você, não é mesmo?

Você vai investir dinheiro em bancos? #3 Motivos para Não fazer isso se quiser Viver de Juros

Com informações do lseducação, ativainvestimentos e UOL