Conheça esse passo a passo para viajar em julho sem fazer dívidas

ANÚNCIO

Independente do seu estilo de vida, saiba que vão existir momentos que você vai querer fazer uma viagem para relaxar, descansar e conhecer a si próprio. Muitas vezes, isso tem data para acontecer. Mas, falta o dinheiro. Conheça esses passos para viajar em julho sem fazer dívidas.

Note que estamos considerando aqui diversas variáveis importantes para quem quer fazer uma viagem nessa época do ano. Dessa forma, viajar em julho tem os seus desafios e os seus benefícios. Por outro lado, é comum que as pessoas façam dívida para realizar esse sonho.

ANÚNCIO

A boa notícia é que nós fomos atrás de um passo a passo que pode te ajudar a realizar esse objetivo de viajar em julho sem ter que entrar em dívidas. Tudo começa com o planejamento da viagem, obviamente. Mas, há outras dicas importantes. Conheça-as.

ORÇAMENTO FINANCEIRO

Como todo projeto que temos na vida, o orçamento financeiro é uma das peças iniciais. O mesmo vale para quem quer viajar em julho sem fazer dívidas. Por exemplo, comece a pensar em quem vai viajar com você e para onde vocês vão.

Mais do que isso, tenha os detalhes da viagem, como dias, horários, hospedagens, voos. Tudo isso vai evitar que você seja pego de surpreso. Uma boa ideia é conhecer o destino, os pontos turísticos e até mesmo as dificuldades que são encontradas nesses lugares.

ANÚNCIO

Inclusive, ao orçar a sua viagem você vai ter uma ideia de quanto vai gastar. Aliás, você pode ter uma planilha de gastos bem perto da realidade, já que existem diversos blogs que indicam preços de hospedagens, passeios e transporte.

A partir do orçamento você vai ter diversas respostas que darão continuidade ou não no seu sonho. Por exemplo, se ver que o custo será muito alto perto do que você poderá juntar, o ideal é aumentar o prazo e agendar a viagem apenas para o próximo ano.

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Uma coisa é você orçar os gastos que terá e outra coisa é você se planejar para isso. Portanto, aqui temos mais uma das dicas para viajar em julho sem fazer dívidas. Assim sendo, já vamos começar o tópico dizendo que você tem que ter 20% a mais do que orçou.

Então, o orçamento é para te dar uma ideia dos gastos que vão vir. Porém, com a inflação e com alguns possíveis ajustes, você poderá ter mais gastos. Com isso, ter 20% a mais do que você orçou é importante para ter uma viagem segura.

Conheça esse passo a passo para viajar em julho sem fazer dívidas

Além do mais, o planejamento é o que vai te dizer quanto você deve juntar mensalmente para se chegar ao objetivo da viagem. Por exemplo, o seu orçamento ficou em R$ 3 mil. Então, você tem que acumular R$ 3,6 mil porque tem os 20% a mais.

Se você tiver 12 meses para fazer isso vai ter que juntar R$ 300 mensais. Já se tiver apenas 6 meses terá que juntar o dobro mensalmente, R$ 600. Mas, se tiver mais tempo, como 2 anos, então, poderá acumular apenas R$ 150 mensais para a viagem.

INVESTIMENTO FINANCEIRO

Outro ponto importantíssimo é você saber onde guardar o seu dinheiro. Isto é, aquele que você vai começar a juntar mensalmente. O ideal é que você tenha uma aplicação financeira para isso e que não seja a poupança.

Hoje em dia existem vários tipos de ativos que tem liquidez diária. Isto é: você pode sacar os recursos imediatamente ou em até 24 horas, exatamente como acontece na poupança. Além disso, também são opções seguras. Com a diferença de que rendem mais.

Se você não sabe muito bem por onde começar, saiba que dá para pensar no Tesouro Selic ou em CDBs com liquidez diária de pequenos bancos. Como mencionamos, são opções seguras e mais rentáveis do que a poupança.

Guia para você planejar uma viagem ao redor do mundo inteiro

A ideia é que o seu dinheiro que está sendo juntado não sofra com as oscilações que o mercado apresenta. Isso te ajuda a manter o seu poder de compra. Aliás, também te ajuda a ganhar alguns juros no tempo em que o dinheiro ficar alocado.

ESCOLHAS FINANCEIRAS

Para terminar o conteúdo, vamos dizer que viajar em julho sem fazer dívidas é possível. E uma das maneiras de fazer isso é optando pelas escolhas financeiras corretas. Por exemplo, na hora de comprar passagens aéreas ou de reservar um hotel.

É claro que nem sempre será possível aproveita promoções ou pagar à vista, mas sempre que isso acontecer você vai economizar dinheiro com certeza. Por isso, mantenha-se sempre bem informado e saiba onde pesquisar os preços online.

Considere que já mostramos aqui no blog, por diversas vezes, que uma pesquisa online pode te fazer economizar mais de 50% sobre um mesmo produto. Além do mais, nem sempre escolher o mais barato é uma escolha assertiva.

No caso de um hotel, o ideal é pensar no custo-benefício e na acomodação para a família. Há lugares que são baratos e bons. Mas, nem todos que são caros são bons ou nem todos que são baratos são ruins. Pense além disso e faça escolhas financeiras inteligentes.

ANÚNCIO