Confira esse texto sobre liberdade financeira e descubra os 3 pilares da riqueza

ANÚNCIO

Você pode até não saber o que é liberdade financeira, mas com certeza está em busca dela há muito tempo e nem se tocou. Por isso, a gente focou em produzir um texto sobre liberdade financeira que seja bem sincero, objetivo e prático.

Aqui, não vamos considerar os achismos e nem mesmo a opinião de pessoas que estão de mal com a vida. O papo é reto: a liberdade financeira é um sonho de quase todo mundo. E, por incrível que pareça, é acessível para quase todo mundo.

ANÚNCIO

Só uma coisa muda entre quem atinja tal sonho e quem fica para trás: os passos trilhados. Como prometemos ser práticos, vamos lá: você tem ganhado dinheiro? Está conseguindo poupar? E investir? Se respondeu “não” alguma vez, então, a liberdade financeira é só sonho.

O que é a liberdade financeira?

O sonho é aquilo que a gente quer muito que aconteça. Mas, o que é a liberdade financeira? É algo que vai possibilitar que você viva a sua vida sem ter que “morrer trabalhando” ou sem ter que “se preocupar tanto em cumprir a jornada de trabalho”.

Logo, podemos resumir em algo como “ter uma renda satisfatória para arcar com todas as despesas sem ter que trabalhar”. Então, você tem a liberdade de viver a sua vida livremente. Uai, isso é mesmo possível?

ANÚNCIO

Claro que é. Vamos supor que você tenha investimentos que tenham rendimentos de R$ 5 mil no mês. Então, se você tem um consumo de vida em até R$ 5 mil no mês, então, você tem liberdade financeira. Entendeu?

E tem ativo que rendeu tudo isso? Claro que sim. Tudo vai depender do quanto você tem acumulado, do seu ativo escolhido, do rendimento dele, das taxas, etc. Mas, de forma definitivamente, dá sim para viver de renda, ou melhor, ter independência financeira.

Conheça os 3 pilares da liberdade financeira

Parece ser incrível alcançar essa tal liberdade, né? E realmente é. Aliás, como vimos é possível alcançar esse sonho. No entanto, isso não vai ser fácil. Logo, será preciso força de vontade e organização financeira. Aqui entra o famoso trio: ganhar, poupar, investir.

Até mesmo porque tudo tem um começo, meio e fim. E para você entender melhor sobre o assunto, explicamos mais como alcançar esse objetivo desde o começo. Assim, aqui está a parte do texto sobre liberdade financeira mais importante. Leia com atenção.

1 – Ganhar

O primeiro pilar é sobre ganhar dinheiro. Sim, você já sabe como fazer isso, não sabe? Só que o segredo não é apenas sobre a quantidade que se ganha e sim sobre o quanto se gasta e se investe – como falaremos mais adiante.

Para esse tópico, considere que quanto mais fontes de rendas ou mais dinheiro você ganhar, então, mais simples serão os próximos passos. Basicamente, fonte de renda é qualquer situação que está lhe renda uma grana.

O seu salário é um bom exemplo disso. Mas, se você ganha dinheiro ao alugar a sua casa, de uma previdência de aposentadoria, de pensão e até mesmo o lucro dos seus investimentos, então, você tem outras ótimas fontes de renda, também.

Os tipos de renda

Aqui, vale a gente criar um mini tópico para explicar um pouco melhor sobre os tipos de rendas que se pode ter na vida: principal, extra e passiva.

A renda principal é a maior entrada de dinheiro que tenha na sua casa. Normalmente, o salário da pessoa. O ideal é conseguir sustentar todos os seus gastos com ela. Procurar um emprego melhor ou cortar gastos é uma forma de equilibrar melhor essa conta.

Qualquer dinheiro além desse, que possa vir de uma hora extra, vendas de produtos fora do horário de trabalho ou prestação de serviço é a renda extra. Já a renda passiva acontece quando você ganha juros de investimentos ou de aluguéis, por exemplo.

E por que é importante saber sobre todas as rendas? Porque quanto mais renda você tiver, maior a possibilidade de você aportar mais recursos na sua liberdade financeira.

2 – Poupar

Você já entendeu que é fundamental aumentar sua renda. Agora, vamos ao próximo passo desse texto sobre liberdade financeira, que é o de poupar dinheiro. Afinal, somente ganhar dinheiro não vai te levar a realização do seu sonho.

Imagine só ganhar R$ 10 mil por mês e gastar R$ 11 mil no mesmo período. Obviamente, você vai empobrecer ao invés de ficar independentemente rico. Aliás, o que adianta dobrar os ganhos se não guardar nada desse todo?

É preciso deixar claro a necessidade de gastar menos do que você arrecada, pois, a ideia de ganhar mais é para que aquilo que sobre dos seus gastos fixos, seja poupado para aumentar a sua riqueza.

A forma de poupar

Por outro lado, comprometer sua qualidade de vida para poupar mais, também não é uma escolha adequada. Saiba ter um equilíbrio sobre isso. Logo, para conseguir poupar, crie um projeto que englobe todas as pessoas da sua casa.

Primeiramente, descubra todos os seus gastos e veja quais podem ser cortados, identifique se tem muitos serviços similares, crie algumas regras para consumir menos produtos, controle impulsos, diminua uso do cartão, compre mais vezes a vista e renegocie dívidas.

Existem muitas outras formas de poupar além dessas. Inclusive, usando aplicativos, fazendo planilhas e criando desafios. No entanto, seguindo essas citadas acima já é um bom começo.

3 – Investir

Você começou a ganha melhor e aprendeu a poupar também. Ótimo, 2 degraus dessa escada foram criadas. Porém, somente isso também não vai te fazer chegar ao objetivo final. Falta ainda o último passo, que é o que vai significar a sua virada de vida.

Até mesmo porque a sua riqueza não aumenta na velocidade que espera. O que fazer? Chegou a hora de aprender a investir dinheiro. O primeiro passo é aprender sobre investimentos, descobrir seu perfil financeiro e identificar quais as melhores oportunidades para você.

Busque por uma segurança financeira, que é conseguir pagar seus gastos e ainda ter um dinheiro para investir. Depois, crie uma reserva de emergência, que tenha um valor capaz de cobrir de 6 a 12 meses dos seus gastos, para eventuais imprevistos.

Tome cuidado com esses 9 comportamentos que atrapalham os investidores

O próximo passo a alcançar é a independência financeira, que nada mais é que conseguir juntar recursos em um investimento capaz de suprir suas necessidades de segurança, mesmo sem precisar trabalhar. Normalmente, esse é o resultado da renda passiva com o lucro.

Fim do texto sobre liberdade financeira

Assim, a gente encerra esse texto sobre liberdade financeira. Seguindo apenas esses 3 passos acima, sem dúvidas, você vai conseguir chegar a esse sonho, que parece distante da realidade de muita gente, mas não é.

texto sobre liberdade financeira

Vale lembrar que você não tem que guardar R$ 5 mil por mês – se isso for possível, ótimo. Mas, se puder guardar ao menos R$ 100, considere que já vai ter dado os primeiros passos. Até mesmo porque quanto mais tempo você tem, amis chances de ficar rico.

Porque a riqueza é justamente isso: ter liberdade financeira para escolher o que quer fazer da vida, o tipo de trabalho que quer ter, o tipo de compra que quer fazer.

ANÚNCIO