Conheça essa técnica japonesa para economizar dinheiro sem privações!

ANÚNCIO

Você tem o péssimo pensamento de achar que para economizar dinheiro vai ter que se privar de tudo na sua vida? Saiba que essa não é uma verdade única, apesar de muita gente optar por esse caminho. Existe uma técnica japonesa para economizar dinheiro que comprova isso.

Isso porque o processo de economizar dinheiro pode ser comparado ao processo de emagrecimento. Hoje em dia tem quem prefira se privar de comer o que gosta para ter um corpo mais magro. Só que esse não é o mais recomendado pelos médicos.

ANÚNCIO

Conheça essa técnica japonesa para economizar dinheiro sem privações!

O aconselhável é diminuir as porções maiores e adicionar alimentos mais saudáveis à dieta alimentar diária. Isso sem se privar de comer isso ou aquilo. A ideia é diminuir, é reduzir, é reequilibrar. Mas, nunca se privar de algo.

E o motivo parece ser bastante simples. Quando a gente se priva de algo, o efeito acontece no formato “rebote”. E quando a pessoa desiste, a primeira coisa que quer fazer é sair comendo tudo o que ela foi privada de comer. No caso das finanças, a ideia é a mesma.

ANÚNCIO

Por isso, a técnica japonesa para economizar dinheiro que vamos citar hoje tem a ver com a economia sem privações. Ficou interessado no assunto, não é mesmo? Continue lendo para saber como ela funciona e saiba como aplicar no seu dia a dia.

O erro!

Por um lado, o erro do emagrecimento é querer perder tudo de uma só vez e cortando aqueles alimentos que trazem mais prazer. Do lado das finanças, talvez o maior erro seja o de pensarmos que a economia tem que vir no fim do mês.

Na verdade, você deveria pensar o contrário: em economizar dinheiro antes de tudo, logo quando recebe o seu salário ou a sua renda mensal. Veja o que diz sobre isso o autor de livros de finanças Luis Pita.

“Quando recebemos o nosso salário mensal, a gente vai somando todos os gastos que temos ao longo do mês. E o que sobra no final, a gente pensa em economizar. Esse método é fracassado. Porque, como a gente sabe, nunca sobra nada no fim do mês, né”.

Outros erros!

Além disso, o autor ainda cita outros erros que a maioria das pessoas comete. Um deles é o de deixar o dinheiro que vamos economizar parado na conta corrente. Lá ele não rende nenhuns juros.

A melhor opção é a poupança. Só que hoje em dia tem opções ainda melhores do que a poupança, viu.

Você pode começar a pesquisar alguns investimentos financeiros da renda fixa, como os CDBs. Ou buscar informações sobre as contas digitais que permitem rendimentos diários, como é o caso da Nuconta.

O outro erro está em gastarmos um dinheiro que a gente não precisaria porque acabamos comprando algo que não tenha o seu devido valor.

“Vivemos em uma Era de modernidade onde se o meu vizinho comprar um iPhone X, existe uma probabilidade alta de que eu também queira comprar um. A gente se adapta ao nível de gastos das pessoas que estão ao nosso redor em ver de focarmos em nós mesmos”.

E a técnica japonesa para economizar dinheiro?

Conheça essa técnica japonesa para economizar dinheiro sem privações!

Agora, que você considerou esses erros que são bastante comuns, deve estar se perguntando onde entra a técnica japonesa para economizar dinheiro. E a gente vai explicar agora mesmo.

O nome é Kakeibo! E a técnica tem feito muito sucesso no país oriental justamente por ser simples e eficaz. Isso nada mais é do que anotar em um caderno todos os gastos que temos no mês. E precisa ser feito no caderno para que tenhamos uma melhor visualização deles.

E a gente tem que anotar também quanto de dinheiro a gente ganhou no mês e quanto queremos economizar em um período de tempo.

Isso nada mais é do um verdadeiro diário de economia pessoal. E tem o mesmo efeito de um diário de calorias que a gente conta quando começamos a praticar o processo de emagrecimento. No fim, acaba sendo uma forma de motivação, além de ser também um sistema de anotações de receitas e despesas.

Pita comenta o sucesso dessa técnica da seguinte forma: “Isso traz visibilidade, pois permite que você perceba que está gastando muito em determinadas coisas e possa fazer algo a respeito”.

Descubra 3 formas de evitar gastar dinheiro em bancos!

Como funciona?

Fumiko Chiba é o autor dessa ideia. Ou, pelo menos, é uma das pessoas que concordam com ela. Ele conta como funciona a técnica japonesa para economizar dinheiro e fala sobre o resultado dela no Japão.

“No Japão, um proprietário usa o diário no dia de pagamento e planeja, com muito cuidado, o quanto de dinheiro vai entrar e o quanto ele pode gastar”. Assim, com os ganhos reunidos, ele divide isso em várias categorias, sendo: aluguel, contas, mantimentos, lazer, viagens, etc”.

Aí vem a dica de Pita, que diz que o método é ótimo, mas só funciona para quem atua focado. Assim, a pessoa que tem mesmo o interesse em economizar precisa ser perseverante, dedicado e muito disciplinado também.

“Esses métodos requerem que a cada dia você revise os seus gastos e tome novas decisões. Há uma pequena porcentagem da população que é muito disciplinada e consegue resultados ótimos. No entanto, não é o caso da maioria, que não dedica muito tempo a isso”.

Curiosidade – quanto economizar!

É muito difícil responder uma pergunta sobre quanto se deve economizar no mês. No entanto, a gente pode usar como base alguns números. Na Espanha, por exemplo, a economia das pessoas é de 6,5 euros a cada 100 euros que chegam na conta.

No entanto, não são todos os espanhóis que conseguem esses números. A cada 10 nativos de lá, apenas 4 conseguem fazer essa boa economia. E no Brasil, ao que tudo indica, os números são bem piores do que isso.

ANÚNCIO