O que é a Taxa Referencial?

ANÚNCIO

Ainda que não seja o ideal, sabemos que muitos brasileiros aplicam dinheiro na poupança, então, esse artigo é importante para sabermos o que é a Taxa Referencial, usada como remuneração nesse tipo de “investimento”.

Logo, a Taxa Referencial foi criada no Plano Collor II e tinha como objetivo ser uma taxa básica referencial dos juros que seriam praticados em um determinado mês. Assim, essa taxa não iria refletir a inflação do mês anterior, já que naquela época havia um grande descontrole de preços. Um mal que assolava a economia do país.

ANÚNCIO

Para se ter uma ideia, nos anos 90, um produto que começou o ano custando 100 reais poderia chegar ao final dele com um valor acima de 1,7 mil reais. Isso tudo fazia parte de um ciclo vicioso: os preços subiam, os salários também. Aí, os preços subiam e os salários precisavam subir também. Em uma constante infinita.

Os cálculos da Taxa Referencial sofreram algumas alterações desde a criação e, nos dias atuais, ela é calculada a partir da remuneração mensal média dos Certificados e Recibos de Depósitos Bancários, com o prazo variável de 30 e 35 dias e emitidos pelas 30 maiores instituições financeiras do Brasil.

Certificado de Depósito Bancário, o que é: O CDB (Certificado de Depósito Bancário) é um ativo de Renda Fixa, sendo assim, é um empréstimo que uma pessoa física ou jurídica faz a um banco. Essa ação gera um lucro para o investidor, que ao final do prazo de duração do investimento, recebe de volta o valor aplicado acrescido de juros proporcionais. Saiba Mais!

ANÚNCIO

Tudo o que você precisa saber para Investir em CDB (Certificado de Depósito Bancário)

A Taxa Referencial leva em consideração um redutor do Banco Central, que depende da Taxa Básica Financeira. Esse redutor pode ser alterado sempre que for necessário, desde que tenha a finalidade de garantir a competitividade da poupança frente aos demais produtos financeiros.

Por fim, é possível concluir que além de ser uma variável importante para o cálculo do rendimento mensal da caderneta da poupança, a Taxa TR também é utilizada como um indexador das prestações dos empréstimos do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), já que os recursos são provenientes da poupança e destinos à construção de imóveis.

Depois de 2012, com uma nova regra, a nova poupança, todas as vezes que a taxa Selic fica menor que 8,5% ao ano, então, passou a valer apenas 70% da Selic, somada á TR. Vamos supor que a Selic fique em 7% (o que é quase impossível de acontecer), então, nesse novo molde, a poupança renderia 0,49%, mais a TR.

Sobre a Poupança

A poupança, ainda, é considerada uma das formas mais seguras e popular de investimento. Porém, pouca gente saber como funciona a TR. Isso explica também porque ela ainda é a mais popular, já que a rentabilidade é bem menor do que em outros tipos de investimentos.

Ao investir na poupança, o cliente terá um montante de uma taxa ao mês, somada com uma correção monetária que está atrelada à TR, assim, os rendimentos são creditados mensalmente e contados a partir do saldo menor no período.

TR para Correção Monetária

Há tempos que se fala que a TR teria que ser utilizada para fins de correção de taxas de juros como as do FGTS, poupança e o Financiamento Imobiliário. Porém, ela nunca foi usada como taxa de correção monetária.

Para ter essa função, o mais sensato seria usar o índice de inflação. Logo, se o salário comprava X produtos em 2016 e depois de 1 ano os preços subiram 10% (inflação), então, o salário teria que ser corrigido em 10% e não pela TR.

Assim, é notável que a TR é uma ferramenta criada na época da hiperinflação e que persiste até hoje, usada para remunerar a poupança, o FGTS e os financiamentos imobiliários.

4 Opções de Investimentos para Juntar Dinheiro e dar de entrada na Compra do Imóvel: Se existe o Jeito Correto para comprar uma casa é juntar o dinheiro suficiente para pagar tudo à vista. No entanto, sabemos que não é fácil conseguir poupar uns 100 ou 200 mil reais de uma só vez. Por sinal, isso poderia demorar meses, anos, décadas. Então, dependendo da renda mensal, pagar aluguel pode ser muito mais vantajoso do que financiar uma casa ou um apartamento. Leia Mais!

4 Opções de Investimentos para Juntar Dinheiro e dar de entrada na Compra do Imóvel

Isso explica, por exemplo, porque o rendimento do FGTS é considerado tão baixo. Enquanto todos os meses o trabalhador tem descontado 8% do seu salário, o rendimento é de 3% ao ano somada à TR.

Saiu o calendário do FGTS Inativo: chegou a sua hora de ganhar dinheiro!

Por sinal, os títulos de capitalização também se baseiam na TR, por isso, sempre comentamos que não é um bom produto bancários. E, bem resumidamente, funciona assim: quando você compra o título, que pode ser pago mensalmente, o seu dinheiro fica em poder do banco até o vencimento.

Depois, no resgate, há uma atualização do período com a TR, o que deixa o rendimento abaixo da inflação.

Quer saber como Transformar 1 mil reais em 26 mil reais? Pegue o dinheiro do FGTS Inativo e Invista…

Em termos comparativos, para se ter uma ideia do PORQUE É IMPORTANTE SACAR O FGTS PARA INVESTIR, trouxemos alguns números! Confira os rendimentos conforme as aplicações, com bases nos últimos meses:

  • Fundo de Garantia – 5%
  • Poupança – 8,3%
  • Tesouro Direto (Selic) – 10,3%
  • Carteira Diversificada – 12%

Bem, a oportunidade está aí, na palma da mão! E os números mostram as vantagens numéricas, assim, não há mais desculpas ou “mimimi” para não investir no mercado financeiro.

Mas, se mesmo assim, você ainda tem alguma dúvida, listamos as 5 Desculpas Mais Esfarrapadas que Você está Contando para Você Mesmo! Veja se você se enquadra no perfil!

Leia essa notícia na íntegra:

Como Transformar 1 mil reais em 26 mil reais? Pegue o dinheiro do FGTS Inativo e Invista! Saiba como…

TR também se aplica em Títulos Públicos?

Os títulos do Tesouro Direto são oferecidos em várias modalidades e tem rentabilidades prefixadas, pós fixadas e híbridas. Hoje em dia há 5 títulos principais que está à venda, mas nenhum com relação à taxa TR.

Porém, no passado haviam 2 que funcionam com base na Taxa Referencial, os NTN-H e o NTN-P, que possuíam remunerações determinadas justamente pela variação da TR. Esses títulos não estão mais disponíveis para a compra, no entanto, alguns investidores ainda possuem em sua carteira, aguardando o vencimento.

Selecionamos os 3 principais títulos atuais e que, convenhamos dizer, são mais rentáveis:

  1. Prefixado LTN ou NTN-F: O investidor sabe quanto vai receber ao final do investimento, pois o mesmo tem uma taxa definida no momento da compra.
  2. Pós-Fixado Tesouro Selic LTF: A rentabilidade é aplicado conforme uma variação da taxa da Economia, nesse caso, a Selic. Nessa opção, o investidor não sabe quanto vai receber de renda, porém, é possível ter uma estimativa.
  3. Híbrido Tesouro IPCA NTN-B: Tem uma taxa de juros prefixada no momento da compra e uma pós-fixada que, normalmente, é atrelada ao IPCA.

Esqueça a poupança e aprenda a investir seu dinheiro no Tesouro Selic

Você é daquelas pessoas que insistentemente tem aplicado o dinheiro na poupança? Em

O que é a Taxa Referencial?
Reprodução: Google

caso positivo, aposto que você, muito provavelmente, já notou que não está fazendo um bom negócio, não é? Pois é, de fato, está acontecendo o que você já imaginava: você está perdendo dinheiro.

Essa descapitalização acontece porque a rentabilidade da poupança é tão baixa, mas tão baixa, que perde para a inflação. Ah, e tem outro motivo que talvez você não saiba, mas que fará você desistir da poupança: ela tem a mesma garantia da Renda Fixa. Sim, sim, sim! Se você acha a poupança segura, então as Rendas Fixas também são. Quer saber por quê?

Leia! > Renda Fixa pode ser mais segura do que a poupança!

Com informações do infomoney e profelisson

ANÚNCIO