Técnica para Equilibrar as Contas sem Alterar o Padrão de Vida – Universidade do Investidor ► AULA #04

Técnica para Equilibrar as Contas sem Alterar o Padrão de Vida - Universidade do Investidor ► AULA #04

 

Esse final de semana eu tive uma conversa longa e prolongada com o Zequinha, né? Porque, ao final das contas, na AULA 3 eu passei para vocês a Técnica Do Envelope e como conseguir manter, fazer o Controle Financeiro.

Então, vocês vão escrever no envelope aquilo que vocês acham que vocês vão gastar. Vão colocar os recibos dentro dos respectivos envelopes e ao final de 30 dias vocês vão pegar os recibos e vão somar. E vocês vão comparar essa soma que deu com o que vocês achavam que vocês gastavam.

Para que isso? Para vocês conseguirem saber qual item que você está controlando que está mais descontrolado, vamos dizer assim, tá?

E hoje eu estou aqui de camiseta vermelha porque hoje é dia de puxão de orelha né. O Zequinha errou. Vamos dizer assim: errou feio. Aquilo que ele achava que ele ia gastar com aquilo que realmente aconteceu.

E, antes de mais nada, para quem está vendo essa aula agora, é a aula número 4. A gente está acompanhando a trajetória do Zequinha, que é um cara de 24 anos, mora sozinho, ganha lá seus 3 mil por mês, não tem controle nenhum de finanças. Almeja ser um investidor. Almeja receber juros, mas está até aqui né, de dívida, enroscadaço.

Pedi para ele fazer o envelope e a gente vai simular agora que se passaram 30 dias e eu vou puxar a orelha do Zequinha porque não tá legal, né?

Inclusive, ele tem uma dívida que não havia me falado. Bora para minha lousa, então?

Vamos lá. Muito bem, tem dois tipos de controle que vocês podem fazer, tá?

  1. O primeiro controle é se você está endividado e
  2. O segundo é se você não está endividado.

Daqui a pouco vocês vão ver que o Zequinha está endividado.

Quando você está endividado, o ideal é que 20% do seu salário líquido, você já separe para pagar dívida, você tem que conseguir para a dívida não aumentar. 20% nesse caso para quem tem dívida é obrigatório! Separar 20% do salário líquido para pagar dívida e 80% para gastos mensais.

Para os Endividados: 5 Formas Infalíveis e Necessárias Para Escapar do Cheque Especial

Se você não tem dívida, que não é o caso do Zequinha ainda, a gente vai fazer com que ele chegue nesse nível, aí você vai trabalhar com outra realidade. Aí você vai utilizar 70% do seu salário líquido para gastos mensais, 20% para uma reserva de emergência, para que serve essa Reserva De Emergência? Para evitar que quando aconteça alguma coisa que você não está esperando, você não tenha dinheiro guardado e tenha que pegar do banco de novo e voltar a fazer dívida.

Descubra Como Sair das Dívidas Usando o Cartão de Crédito – Universidade do Investidor ► AULA #01

Porque tem algumas coisas, pessoal, que fogem do nosso controle, por exemplo: Funde o motor do carro, fura o pneu, você não está contando com isso, você perde o seu emprego, né? Apesar de você ter lá o seu seguro desemprego, mas, isso vai gerar um estresse, né? Então… Alguma cirurgia que você tenha que fazer que o seu plano não cobre.

Você está sem emprego? Se sim, leia este artigo até o final que vamos te ajudar a manter suas finanças em dia mesmo sem um salário fixo mensalmente. Agora, se não está desempregado, a leitura também vale para você. Isso porque, conforme uma pesquisa da Manpower Group, entre abril e junho deste ano, o recrutamento em todo o país deve ser negativo, o que também deve gerar novos desempregos. Isso torna esse texto imprescindível para você que se preocupa com o futuro e com o seu bem-estar financeiro. Leia essa notícia na íntegra!! 7 Passos Fundamentais para Manter o Controle Financeiro Pessoal mesmo Desempregado

Esses são pontos que costumam dar problemas, são pontos que fazem com que 66 milhões de brasileiros estejam endividados, porque acontecem coisas que as pessoas não imaginam que vão acontecer. Isso vai acontecer, vai acontecer, tá?

Então, você tem que se preparar para você não precisar pegar dinheiro do banco, pagar juros, você vai formar a sua Reserva De Emergência.

E essa reserva é para você não mexer. Quando eu falo emergência, não é assim: “Ah, eu vou comprar uma calça, vou usar essa reserva”. Não, para isso aí você vai entrar nos 70% dos gastos mensais.

Reserva De Emergência é para uma situação assim, desesperadora: perda de emprego, um acidente, poxa, venceu seu seguro do carro hoje e roubaram seu carro, vou ter que renovar, sabe aquelas coisas assim que você fala: “Caraca, não estava esperando por isso, não estava contando com isso”, então é coisa que não é para gastar, mas não é para agora essa aula ainda, só salvem aqui que a gente vai por enquanto focar na situação do Zequinha.

Definição de Dinheiro para Reserva de Emergência: O desempregado precisa, necessariamente, ter um dinheiro guardado para as despesas, como falado no tópico acima. Porém, além disso, sempre que possível é preciso fazer alguns investimentos para retomar a carreira, seja com especialização ou cursos, por exemplo. Entenda!

Então, para a situação de quem está endividado, se esse for o seu caso: 80% do seu salário líquido vai ser para gastos mensais e 20% vai separar para pagar dívida, tá bom?

Vamos quitar dívida. Parar de fechar no vermelho, aí sim vai colocar 70% no gasto mensal, 20% reserva de emergência e 10% para investir.

Então, são dois planos diferentes: o primeiro plano é para quem tem dívida, que é o caso do Zequinha, decepcionou. E o segundo plano é para quem não tem dívida, tá?

Então, a conversa que eu tive com o Zequinha é a seguinte: “Zequinha nos envelopes quanto você acha que você vai gastar e aí depois de 30 dias, a gente vai somar os recibos, É para ver se te batendo, né”?

E não bateu, né?

Provavelmente vai ser o seu caso também. O primeiro mês costuma ser um mês assim: mais triste. Só recapitulando que alguns envelopes vocês podem e devem colocar no porta-luvas do carro ou na bolsa (no caso as mulheres) tá?

Se você acha que dinheiro ainda é tabu para mulheres, precisa ler essas 3 notícias super atuais acerca do tema:

E que envelopes são esses que vão estar sempre juntos com vocês? Envelope do supermercado, então, sempre que vocês forem fazer uma compra, esse envelope tem que estar na mão ou no porta-luvas do carro ou na bolsa. Envelope de compras, de supermercado e o envelope de carro. Vai abastecer, vai colocar o comprovante lá dentro. É, furou o pneu… manu… A revisão do carro… vai pagar IPVA … vai pagar um seguro, perfeito? Esses envelopes você deixam no porta-luvas do carro ou na bolsa, tá bom?

Notícia que você NÃO pode deixar de ler: 7 Maneiras de Economizar Dinheiro com o Carro, um dos grandes vilões do orçamento doméstico?! “Com essa crise, muitas pessoas já tiraram filhos das escolas particulares e cortaram plano de saúde, mas ainda mantém o carro próprio, sem perceber que ele é um mal para o orçamento de quem precisa economizar”, comenta a planejadora Marcia Dessen, do IBCPF. A especialista fez uma simulação com um carro de 35 mil reais para ver qual é o gasto dele no ano. Leia!

E o restante pode ficar em casa, tá?

Então, agora vamos ver, vamos ver, comparar então o que o Zequinha tinha escrito nos envelopes, o que ele achava que ele iria gastar e o que realmente ele gastou. O que ele achava que ele ia gastar ele escreveu em azul e o que ele gastou de verdade está em marrom, tá?

Com relação à carro, o Zequinha tinha estipulado aqui que gastaria aqui 150 reais, na verdade ele gastou 230, passou um pouquinho. Educação, não está fazendo curso nenhum por enquanto. Saúde, errou por pouco, achou que gastava 60. O que que entra saúde aqui? Basicamente no caso do Zequinha é remédio, tá?

É… plano de saúde, isso é um assunto que a gente vai falar mais para frente. Mas, recomendação, tá? Eu vou falar pela minha experiência, eu trabalho com estatística, se você não tem histórico de doença grave, você… eu estou falando: se você não tem histórico de doença grave, é inviável, não vale a pena você pagar plano de saúde antes dos 40 anos porque dificilmente você vai utilizar esse dinheiro e vai estar enriquecendo alguém.

Então é legal você pegar isso aí e deixar, por exemplo, no fundo de emergência, porque se um dia você precisar, o seu dinheiro está rendendo. É bem diferente de você estar pagando um plano e não estar utilizando, tá? Mas isso aí é assunto que a gente vai falar mais para frente.

Então, se você tem abaixo de 40 anos e não tem um histórico grave de doença. É… Se você com 20 anos teve que fazer uma cirurgia cardíaca, não! Aí é outra realidade, tá? Mas se você não tem problema, é estatística, pessoal. A partir dos 40 começa a surgir os problemas, é claro que o plano fica um pouco mais caro, mas aí vai fazer jus ao que você está pagando, tá?

Ah, então a saúde aqui é porcariada, né? Remédios para dor de cabeça…

Supermercado aqui ele errou feio, né? Ele gastou o dobro do que ele imaginava. Zequinha falou para mim que gastava 300 e gastou 580. (Leia Também – 13 Maneiras Eficazes de Fazer o Vale Alimentação Durar até o Final do Mês)

Compras, também foi muito alta as compras, né? Achou que gastava 200 e gasta 315. (Leia Também – 30 dicas práticas para economizar no dia a dia)

Contas da casa, essas são mais fáceis de controlar, geralmente, água, luz, telefone, isso aí não tende a fugir muito, se você é uma pessoa controlada, tá? No caso dele que ele mora sozinho. Então, a média aí fica muito parecida, o aluguel também não varia, só vai mudar uma vez,  quando vira o ano né, no caso do IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado) que você vai ter aquele ajuste, né? (Leia Também – Veja Como Economizar Dinheiro com a Decoração, Ar-Condicionado e com a Luz)

Então, tranquilo.

10% do salário o Zequinha não consegue guardar ainda. E dívidas se existir, existe, né? Aí tem 450 conto que o Zequinha tem de cartão de crédito e pior, estava pagando o mínimo da fatura, estava pagando em torno aí de 60 reais por mês. Esse é o ponto que eu puxei a orelha do Zequinha, por isso que eu estou de vermelho hoje, tá, que é o ponto perigoso que vocês tem que se atentarem.

Aprenda a Poupar 10% do seu Salario… É a hora de receber juros!

Cuidado com aquela teoria de que: “Ah, a parcela é pequenininha, Trovó, não pesa, vou pagar o mínimo do cartão porque dá para eu pagar”.

Não. Na primeira aula quem não viu, veja. Eu provei por A + B,que você pagar o mínimo da fatura do cartão, a sua dívida multiplica por 7, por 7. Então no caso do Zequinha a gente vai parar com isso aí.

Eu falei para ele: “Esquece esse negócio de pagar o mínimo do cartão, cara. Você vai pagar à vista… você vai pagar à vista, quanto mais rápido possível”.

Como o Zequinha está endividado, a regra é clara, né? O salário líquido aqui é 2.190, ele estimou gastar 1.910, e está gastando na verdade 2.070, e tem dívida no cartão: 450. As contas não fecham, né?

Então, o que a gente vai fazer?

Como o Zequinha está endividado, 20% do salário líquido dele, automaticamente, vai ser para pagar dívida. Não vai mais pagar mínimo, por que o que acontece: a dívida vai aumentando e apesar de ser um valor pequenininho, pô, daqui a pouco você paga, paga, paga, paga, paga e a dívida continua igual, está pagando só os juros.

E é o que o Zequinha falou para mim: “Pô Trovó, eu estou pagando, pagando, estou indo para o 5º mês e a dívida não diminui”. Não diminui mesmo, os juros do cartão é absurdo. Então, eu vou orientar o Zequinha a fazer o certo. E se você estiver nessa situação, faz a mesma coisa, tá?

A partir de agora 20% do seu salário líquido tem que reservar para pagar a dívida, quanto antes paga a dívida melhor, menos juros você paga. Lembre-se toda vez que você paga juros, você está caminhando para a pobreza, você não vai enriquecer.

Mesmo que você tenha um “baita” salário. Se quiser enriquecer, tem que começar a receber juros e para receber juros não pode ter dívida. Então, começar a receber juros para ser um investidor, tem que quitar a dívida o mais rápido possível, tá bom?

Então, o Zequinha errou, está gastando bastante né? Praticamente está gastando aquilo que ele ganha, não vai sobrar nada, literalmente. O salário líquido dele é 2.190, está gastando 2.070, mais o mínimo do cartão, praticamente o salário dele está indo para o sal. E não está conseguindo quitar dívida.

Então, agora a gente vai ajustar a vida do Zequinha, tá bom?

Então, eu vou colocar aqui o planejamento do Zequinha. Planejamento AULA 4.

Muito bem. O Zequinha está aqui. Vamos fazer as contas então: 2.190, tá? É o líquido do Zequinha. 2.190 vezes 0,2. 20%. 438 reais. Ele já vai para o mês seguinte e já vai guardar. Vou colocar aqui em vermelho. Isso quer dizer praticamente ele vai quitar o cartão no próximo mês, ele vai parar de pagar o mínimo, vai quitar a dívida.

A prioridade sempre tem que ser quitar dívida porque os juros são absurdamente altos, tá?

Se algum dia você gastou mais dinheiro do que ganhou e precisou cair na besteira de fazer um empréstimo financeiro ou mesmo se ficou tentado em comprar um carro através do financiamento, você sabe bem qual a sensação de parecer estar pagando o dobro ou o triplo do valor que, teoricamente, deveria pagar > 6 Dicas para entender Como Calcular os Juros Compostos e Ficar Milionário!

Nada de falar “Ah mais a prestação é baratinha, cabe no bolso”. Não, não façam isso. Prioridade sempre é quitar dívida, tá? E aí 2.190. 2.190 menos 438, que é o que vai sobrar para o Zequinha: 1.752… 1.752. (colocar em verde aqui). Isso é o que ele pode gastar. 1.752. 1752. Anota esse número aí. Isso é o que o Zequinha pode gastar. 1.752, e ele está gastando 2.070. Então, vamos reduzir aí. Menos 1.752. Ele tem que achar um jeito de economizar 318 reais.

Agora é a hora dos cortes, tá? 318 reais ele vai começar a cortar. Dívida é prioridade. 20% do seu salário líquido você vai reservar para a dívida, tá? Tem que cortar rapidinho, não pode deixar crescer. Se você quer começar a receber juros, bicho, tem que parar de pagar juros para o banco.

Sobre os Bancos:

  1. Em ranking de 10 empresas que mais valorizaram em 2016, 5 são bancos!
  2. 7 Mentiras que os Bancos Contam e Como não Cair nessas Conversas Fiadas
  3. Serviços, Taxas, Pacotes, Contas Grátis, Gerentes… Veja um Guia Completo de como se comportar com o seu banco!

Então, o Zequinha aqui ia ter que controlar gastos. Muito bem, 318 reais. Da onde que a gente vai cortar esse dinheiro? Que é o que está indo para o ralo aqui. Vamos lá. Qual é o envelope mais preocupante aqui? Agora vocês vão ver o porquê do envelope. Tem 2 aqui que estão… Que estão chatos, né?

A dívida ele vai quitar, praticamente, vai conseguir quitar já no mês seguinte, vai quitar tudo. Ele estava pagando só juros, agora vai começar a quitar dívida. É compras e supermercado, né? Os 2 aqui estão terríveis, terríveis.

Precisa tirar 315 aqui, dos 2. Carro dá para reduzir aqui. Vamos começar a ajudar o Zequinha então, vamos reduzir aqui, 20 reais aqui do carro mais ou menos, tá? Então, o Zequinha de 230, vamos colocar 200 para ele. Eu vou colocar em verde aqui a meta para o Zequinha para o próximo mês, tá? Então vai ser 200 para carro. O Zequinha está do meu lado aqui, qualquer coisa ele xinga eu.

Ele gastou… estava gastando 230. Vai dar uma economizadinha aí, 200 reais. Ele contou para mim que ele estava indo muito na padaria de carro, a padaria é 2 quarteirões da casa dele. “Zequinha, faz exercício. Cara, essa caminhadinha que você vai economizar 2 reais para pegar o pão, você economiza 30 reais no mês aí, faz muita diferença” e ele concordou.

Você precisa Ler: 10 vícios que podem acabar com o seu dinheiro, entre eles, o cigarro que pode custar mais de 7 milhões de reais durante a vida toda e o cafézinho nosso de cada dia, que pode chegar à 140 reais por mês! Leia na íntegra10 vícios que podem acabar com o seu dinheiro!

Está precisando fazer exercício, né? Beleza.

Saúde está legal, acho que não dá muito para mexer.

Supermercado aqui, o Zequinha achou que gastava 300, está gastando 580, eu vou colocar uma meta para ele aqui de 420, tá? Está de bom tamanho. Vamos ver se vai fechar as contas em, vamos lá.

Compras vai reduzir bastante aqui. Pode colocar 200 que é o que ele tinha almejado mesmo. A conta da casa tá legal. E a dívida ele vai quitar, tá? Eu vou salvar aqui. Então agora vamos somar o que está em verde aqui, tá? Para ver se a gente conseguiu. A soma disso aqui tudo tem que dar 1.752, que é o que está em verde, que é os novos gastos que o Zequinha vai ter.

200… O que eu não alterei, fica igual. 200 mais 75, de novo alteração. Mais, vamos fazer a conta inversa, tá? 1.752 que é o que ele pode gastar, menos 200 do carro, menos 75 da saúde, menos 300 do supermercado, menos 200 da compra, menos 900 da casa. Sobrou 77 reais.

Top. Esses 77 reais que sobrou, ele pode estar jogando na compra ali, tá? Ou na saúde se der algum problema.

Então, nesse momento aqui a gente conseguiu EQUILIBRAR AS CONTAS DO ZEQUINHA SEM ALTERAR O PADRÃO DE VIDA dele.

7 Passos Para Atingir Sua Independência Financeira

Detalhe mais importante de todos: Já vamos cortar o envelope fora, que é o envelope da dívida porque a partir do mês que vem o Zequinha não mais terá dívida do cartão de crédito, então vocês podem perceber que foi só um ajuste…

O Zequinha falou para mim aqui: “Poxa Trovó, esses 580 aqui quebra as pernas né?”

Geralmente é guloseimas, tá? É aí que mora o perigo. Você sabe aquela coisa de você pegar 50 reais, enquanto fica na carteira está tudo certo, a hora que você troca esse dinheiro começa a ir embora, você não vê. É 2 reais aqui, é 3 reais ali, é 5 reais ali e “boom”, desaparece. Esse é o problema do Zequinha e é o problema de muitos de vocês também.

Então, tem que ter uma meta! A partir de agora o Zequinha tem as metas ali, ó. Supermercado 420, não vai poder fugir disso e compras 200.

Agora tem um pulo do gato legal.

Agora muda, o primeiro mês é o mês para você saber quanto você gasta, o segundo mês agora você vai fazer diferente. Você vai pegar esse envelopinho, esse envelope de 420, do supermercado e se você é mulher fica até mais fácil. Coloque esse dinheiro dentro do envelope. Quando você for ao supermercado, você vai pega o envelope, o dinheiro dentro do envelope, coloca dentro da carteira, tá?

Quando você for pagar no supermercado, você não vai pagar com o cartão de crédito, você vai pagar com o dinheiro que está dentro do envelope. Então, você só pode usar o dinheiro que está dentro do envelope.

Toda vez que você for ao supermercado, no caso do Zequinha que ainda tem 420 reais aqui dentro, ele só pode pegar desse dinheiro. É claro que no começo vai ser assim… Hoje já existem vários cartões de crédito pré-pago, existe um monte que você pode fazer isso, te dá esse controle, mas como eu falei, o envelope para começar, para quem está endividado, quando você sente o dinheiro.

Cada vez que você abre o envelope e você tem que arrancar uma nota lá de dentro. Cada vez que você abre, tem que arrancar uma nota lá de dentro para pagar a conta, dói. Porque o envelope vai esvaziando, lembra? Você está com dinheiro ali dentro.

Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo

Pô, então você não gosta disso aí, é ruim. Vai fazer isso a vida inteira? Não! 1 ou 2 meses só, depois você pode usar um cartão de crédito pré-pago, você recarrega o cartão e usa o cartão. Mas para isso, você tem que ter uma ideia quanto você gasta, e você sentir no bolso. Quando você pega o dinheiro no bolso e fala: “Aí Caraca, mais cinquentinha que está saindo do envelope”, e o envelope está ficando vazio, você vai começar a economizar e é “batata”, você consegue bater a meta.

Então, eu combinei com o Zequinha aqui, dá para manter a meta tranquilamente.

O objetivo agora é pagar dívida e não mexer no poder aquisitivo dele. Vai quitar a dívida, tranquilo. Eu acredito que ele vai conseguir. No próximo mês aí vai reduzir um pouquinho mais os gastos dele porque agora ele gasta 80%, como ele vai ser controlado, ele vai passar a gastar 70. 20% do líquido vai para a reserva de emergência para nunca mais entrar em dívida e 10% vai começar a ir para investimento, tá bom?

Invista de Maneira Simples e Eficaz com a Segurança das Rendas Fixas! Ainda não conhece nada sobre elas? Leia esse e-book GRATUITO!

Então, essa é a técnica que eu passei para o Zequinha e que eu espero que você possa fazer em casa também, para que vocês nunca mais precisem pegar dinheiro do banco. Depois que você pega dinheiro do banco, você está pagando juros, você está enriquecendo o banco. Tem que enriquecer vocês. Show de bola então?

E, antes de sair, dê um joinha, compartilhe, deixa no comentário se você está seguindo o envelope e como está sendo a experiência. É importante, tá? O seu feedback é super importante. Teoria sem prática não funciona, tem que colocar a mão na massa. Tá bom? Um abraço.


Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimentos que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop gratuito.

Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos. São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro. Então aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever.

Te espero lá, um grande abraço. Tchau

Revelada a Fórmula para Investir Dinheiro mesmo Ganhando Pouco – Universidade do Investidor ► AULA #02

Revelada a Fórmula para Investir Dinheiro mesmo Ganhando Pouco - Universidade do Investidor ► AULA #02

 

Boa noite, sejam todos bem vindos ao segundo dia da “Universidade do Investidor”.

Estou super feliz. Ontem realmente foi fantástico: a gente teve quase 1,6 mil pessoas participando até o final da primeira aula. Estou super contente e lembrando que é um projeto para toda a família, então, se você está na sua casa agora, pega o papai, mamãe, namorada, namorado, marido, esposa, filho, os amigos, os vizinhos. Traga todo mundo aqui para aprender.

Como eu falei ontem, o objetivo da “Universidade do Investidor”…

Hoje a gente está de camisa nova, camisa branca, lembrando que sempre que for branca vai ser sobre dicas, tá? Vermelha vai ser puxão de orelha, a branca vai ser dica e a verde vai ser conteúdo.

A gente criou aqui um personagem, chamado Zequinha. O Zequinha é um personagem que representa o povo brasileiro, então ao longo desta série de vários vídeos da “Universidade do Investidor”, a gente vai estar acompanhando a trajetória do Zequinha.

Hoje, o Zequinha é uma pessoa endividada, como a maioria dos brasileiros. Hoje, infelizmente, ele não ganha muito e a gente vai acompanhar a trajetória dele desde quando ele sai das dívidas.

Todos os conteúdos, toda a sabedoria que ele vai precisar ter, todos os macetes para:

  • Conseguir sair da dívida,
  • Começar a sobrar dinheiro,
  • Começar a escolher uma corretora,
  • Começar a investir,
  • Parar de pagar juros e
  • Começar a receber juros.

Então, essa é uma trajetória super bonita, super bacana e se o Zequinha vai conseguir, vocês também conseguem, tá?

Então, é bacana estar acompanhando aula a aula, não perder nenhum capítulo porque as aulas são todas sequenciais para que vocês possam realmente acompanhar a trajetória do Zequinha desde o comecinho, que é endividado, né, até o pescoço. Aqui de dívida. Até onde ele consegue o sucesso dele, a independência financeira dele.

Está com a Corda no Pescoço? Leia Agora!

Ahn… Ontem a gente falou um pouquinho…

Antes de a gente começar a falar da trajetória do Zequinha, a gente falou um pouquinho ontem sobre o grande perigo, o grande vilão do brasileiro, principalmente, que é com relação a empréstimo. O descontrole na hora de adquirir o cartão de crédito! Esse é o grande problema.

Ontem, eu comentei sobre o perigo de estar pagando o mínimo da fatura, vocês viram lá que a maioria dos bancos, ao longo de 1 ano, com você pagando o mínimo da fatura, a sua dívida multiplica por 7. Então, se você porventura, faz um empréstimo e sai gastando tudo, gasta lá seus 10 mil reais no mês e a partir daí começa a pagar o mínimo da fatura, ao final de 1 ano, a sua dívida que era de 10 mil reais passa a ser de 70 mil reais e aí dificilmente você consegue sair.

Leia Também: Vilão FinanceiroNovas Regras passam a valer para o Cartão de Crédito, entenda como elas funcionam!

O Zequinha não está em uma situação tão ruim assim, mas a partir de amanhã a gente vai começar já a mostrar a situação que ele se encontra, a gente vai começar a alinhar, passar as dicas para ele, o que ele precisa fazer.

E quem estiver na mesma situação pode seguir a trajetória do Zequinha, tá?

O objetivo é que ao final da “Universidade do Investidor”, o Zequinha, que começou endividado, começou sem saber nada, totalmente confuso, nunca teve noção nenhuma de educação financeira, vai chegar lá no último capítulo e ser um investidor top, conseguindo receber juros com as suas aplicações.

E hoje, como eu prometi, eu falei que eu ia dar algumas dicas para vocês de como escapar, como não pagar o mínimo da fatura do cartão, tá? Então, a gente tem que tentar pagar a fatura integral e começar a fazer alguns controles em cima disso.

Dei para vocês também ontem duas atividades:

1 – Que vocês entrassem no nosso blog: Trovoacademy.com/dinheiro e fizesse o teste de perfil para vocês se situarem aonde vocês estão. Como eu falei, o nosso personagem que é o Zequinha, ele está num perfil devedor, a gente vai acompanhar toda a trajetória dele durante todos esses capítulos, até o ultimo dia, onde ele vai conseguir se tornar um investidor top, tá?

Então, é importante vocês fazerem esse teste de perfil lá no nosso blog, na trovoacademy.com/dinheiro, para vocês se identificarem aonde que vocês se encontram nessa trajetória aí. Vai ser uma trajetória bem bonita, bem bacana, bem prática. Então, para você que nunca ouviu falar sobre investimento, também está com dívida que não sabe por onde começar, acompanhe todos os episódios.

A gente começou ontem. Se você está chegando agora, eu recomendo que você pause esse vídeo, assista o vídeo 1 para entender toda a sequência e a partir daí começa a assistir as aulas na sequência, tá bom? Assista o 1º Vídeo da Série Universidade do Investidor!

Então, hoje, conforme prometido, a gente vai passar o “macetinho” para vocês de como escapar de pagar o mínimo da fatura. E a partir daí, é onde a gente vai começar a ajudar o Zequinha a escapar da dívida até conseguir chegar à sua independência financeira. Como eu falei, as aulas são super curtas, mas super práticas. Com situações reais, que eu vou estar passando para vocês aqui, para que vocês possam estar aplicando dinheiro, tá?

E a primeira dica que eu vou passar hoje é uma dica para vocês começaram a aplicar amanhã para controlar a fatura do cartão de crédito. Para evitar pagar o mínimo da fatura… Se pagar o mínimo da fatura o que acontece ao final de 1 ano? A dívida multiplica por 7. Então, dificilmente vai conseguir sair. Show de bola?

Vamos, então, para as dicas.

A primeira dica né, que tem até algumas regras de ouro para que vocês não paguem o mínimo da fatura. A primeira dica, a dica mais importante, vou pegar o exemplo aqui do Zequinha, que é o nosso exemplo, que a gente vai acompanhar o Zequinha até o final da “Universidade do Investidor” é você saber o seu salário líquido, tá?

Porque que eu falo isso?

Muitas pessoas falam assim: “Ah Trovó, eu ganho 3 mil reais, só que quando eu vou ver lá no banco só tem 2 e pouco”. Então seu salário não é 3 mil reais, infelizmente. Você recebe bruto isso, mas uma boa parte é para imposto, é descontada. E hoje um dos impostos mais caros que existem no nosso país é o imposto de renda, ele pesa para chuchu.

Então, você não pode contar com esse dinheiro, você não pode contar com esse dinheiro. Então é muito bonito você falar assim: “Nossa, meu salário é 3 mil reais, Trovó”, só que você não tem 3 mil reais. No caso do Zequinha, ele ganha 3 mil reais bruto, então, a gente vai começar a acompanhar a trajetória dele desde já.

Então, o que eu tenho que descontar aqui é… Como ele já ganha acima de 3 mil reais, vai pagar aí o máximo de imposto de renda, né: 27,5%! Então, vamos contar já. Vamos ver quanto que realmente sobra de dinheiro para ele, tá? 2.190 reais… 2.190,00 reais!

O salário bruto do Zequinha é 3 mil reais, só que ele não pode contar com isso; e o líquido é 2.190 reais: esse é o dinheiro que o Zequinha vai poder utilizar.

Primeira regra, mesmo para você que está endividado, é super importante começar já – eu sei que é difícil, eu sei que é complicado, mas começar já – a criar o hábito de começar a separar uma parte do seu dinheiro, pelo menos 10% do seu salário para começar a investir.

Por quê é importante começar a investir?

Quando você quitar as dívidas, provavelmente, esses seus 10% vai passar a ser 20, 25% do seu salário e esse aporte mensal, esse montante, que você começa a depositar todo mês da sobra do seu salário vai fazer muita diferença na sua vida financeira lá na frente, mas muita mesmo, tá?

Aprenda a Poupar 10% do seu Salario… É a hora de receber juros!

Então, no caso do Zequinha, a gente já vai orientá-lo a estar investindo aqui 10% do salário bruto, que é o que realmente sobra para ele.

Então, vai ser 2 mil reais… 2 mil reais não né: 219 reais. Isso é o que o Zequinha vai separar para começar a receber juros. E ele não sabe ainda como fazer, não sabe onde colocar o dinheiro, não sabe que corretora escolher, não sabe nada, mas ele vai aprender ao longo dessa trajetória junto com vocês, tá bom?

Por enquanto, o que ele sabe é o seguinte: Zequinha, não vamos mais pagar o mínimo da fatura do cartão, vamos já começar a encaixar os pingos nos i’s.

Ponto número 2! Então, 10% do salário reservar para o recebimento de juros.

Ao longo dos próximos capítulos, a gente vai aprender juntos aonde colocar esse dinheiro, como escolher renda fixa, como escolher corretora, como abrir corretora, porque não ficar no banco, etc, etc… Aguardem! Enquanto isso, leia o nosso e-book GRATUITO e COMPLETO de como investir nas Rendas Fixas!

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

Passo número 3! Essa aqui é uma dica super importante. Se você mora de aluguel ou se você paga o financiamento de uma casa, não importa … Não importa. O ideal é que você utilize no máximo 30% do seu salário bruto, então, 30% do seu salário bruto pode (até 30%) pode ser utilizado para pagar aluguel ou pode ser utilizado para financiar uma casa, nunca mais do que 30% do bruto e não do líquido.

Se você levar em consideração o salário líquido, lá na frente a conta não vai fechar. Porque os 3 mil reais que o Zequinha achou que ele ganhava, na verdade ele só pode usar 2.190 reais, o resto foi embora, desapareceu para o governo. Então, 30%!

Vamos ver, então, quanto que o Zequinha pode pagar de aluguel, tá?

Por enquanto, o Zequinha está morando de aluguel. O que é melhor: aluguel ou financiar uma casa? Isso é um assunto mais para frente que a gente vai comentar. Por enquanto vamos apenas ajustar o montante do Zequinha, vamos lá então. A conta é o seguinte: 30%. 2.190 reais. 657 reais. Esse aqui seria o valor máximo de aluguel que o Zequinha poderia estar pagando.

Comprar Casa é para Otário! Será mesmo?

Ah Trovó, não tem como, não acha casa nesse valor”. Acha sim, pode procurar, tá? Eu fiz uma pesquisa, acha casa de… Você não pode achar a casa dos seus sonhos que você quer morar, mas você encontra sim muitas casas boas, muitas casas boas nesse valor. Casas aí, com 2 dormitórios, banheiro, algumas até com 2 banheiros, tá? Sala, cozinha.

É claro que cada cidade é uma realidade, mas se a sua situação financeira é essa, você não pode ultrapassar esse valor porque você não vai conseguir fechar no azul. Você vai ficar… O que a gente não quer? O que a gente quer fazer nesse momento: tirar o Zequinha daquele grupo de 66 milhões de brasileiros que estão endividados.

E por que estão endividados? Porque estão desequilibrados com as suas finanças. E, infelizmente, essa é uma realidade, tá? Hoje a grande maioria dos brasileiros… Os casais acabam se unindo para dividir as contas, tanto as contas da casa quanto as contas de plano de saúde, etc, etc. Isso é super importante, acho super válido isso.

Inclusive, se você estiver assistindo esse vídeo sozinho, chama seu companheiro, sua companheira para estar aqui junto. Em família tudo é mais fácil, é tudo mais prático. É super importante que vocês tenham esse contato, tá? Então vamos lá.

Problemas com Dinheiro é a principal causa dos divórcios: 3 passos para ter um Bom Planejamento Financeiro Familiar em 2017

Então, no caso aqui do Zequinha, qual é a situação dele? Ele pode estar pagando 657 reais em financiamento.

Amanhã eu vou apresentar a “planilhinha” do Zequinha, a situação que ele se encontra e a partir daí a gente vai começar a seguir as regras, tá? E o restante, 70% do salário, pode ser gasto com coisas do dia a dia, plano de saúde, passeios, etc. Vamos ver quanto sobra nessa brincadeira, então. Então, 2.190 reais. 70%. 1.533 reais.

Vamos confirmar, então: 2.190 reais vezes 70% é igual 1.533 reais. Na teoria, tá? Esse é o valor que o Zequinha poderia estar pagando na fatura do cartão de crédito dele. Se ele precisasse usar o cartão de crédito, o máximo que ele poderia utilizar seria 1.533 reais. Por quê? Dessa forma, ele vai conseguir pagar a fatura integral. E nessa fatura aí estaria tudo, né? Estaria compras no supermercado, abastecimento de carro, passeio, presente, plano de saúde, manutenção do carro, etc, etc, etc.

Tem que caber tudo dentro desses 1.533 reais, tá? Vou voltar aqui para minha cara, então. Vocês estão vendo, pessoal: essa é uma situação real em que vamos estar acompanhando desde o início da situação do Zequinha até a hora que ele consegue realmente ser um cara que vai ser um baita investidor, que vai conseguir sair dessa situação super complicada.

Então, com o salário de 3 mil reais bruto, ele só pode usar 2.190 reais. Desses 2.190 reais:

  • Ele vai reservar 219 reais para investimento (que ele ainda não sabe o que fazer com o dinheiro, mas ele já vai reservar),
  • 657 reais para financiar uma casa ou para pagar um aluguel (a gente vai discutindo isso ao longo de todos os episódios) e
  • 70% do salário bruto, 1.533 reais ele poderá estar usando da forma que ele quiser (inclusive se ele quiser usar o cartão de crédito ele pode, desde que não ultrapasse esse valor).

E quando vencer a fatura dele, próxima de 1.533 reais, ele vai pagar a fatura integral porque ele não vai mais enriquecer os bancos, tá bom? Então, está aqui uma situação real de um personagem hipotético que a gente vai estar acompanhando ao longo de toda a série.

A dúvida do Zequinha agora é a seguinte: “Trovó, como é que eu vou fazer para me virar com 1.533 reais”? Amanhã vou passar uma dica para vocês de como fazer esse controle para que vocês consigam viver tranquilamente sem precisar desesperar com apenas 70% do salário bruto.

E, a partir de agora, vocês vão começar a acompanhar a trajetória do Zequinha e vocês vão ver que eu vou colocar aqui exemplos bem reais, bem compatíveis com a situação do nosso “Brasilzão” até o último capítulo, onde ele vai saber, exatamente, o que fazer:

  • Como controlar finanças,
  • Como parar de pagar juros,
  • Como investir,
  • Onde investir,
  • Qual corretora escolher,
  • Quais ações comprar,
  • Quais riscos correr, etc.

Já adiantamos uma coisa: Veja Como Investir sem Risco com esse Curso Gratuito!

E não esqueça, então de curtir esse vídeo, que é super importante, compartilhar com o amigo, convidar a família e principalmente se inscrever no canal, tá bom? Daqui a pouquinho, conforme o Zequinha for evoluindo na sua trajetória, ao longo desses dias, vão haver alguns bônus, alguns prêmios para quem estiver ao vivo aqui participando da “Universidade do Investidor”, show de bola?

Então, amanhã não percam o próximo episódio que eu vou ensinar para o Zequinha e para vocês como conseguir equilibrar, para conseguir viver, ter uma vida bacana com apenas 1.533 reais, que é 70%.

Vamos voltar aqui para finalizar: que é 70% de tudo aquilo que o Zequinha tem, que ele pode usufruir, para que ele não se endivide. É claro que todo mundo quer ter aquela vida de bruxo, né? Quer ter um casão, quer ter um carrão. Isso pode acontecer? Isso é legal? Isso é legal, mas isso tem que vir com o tempo, vocês tem que caminhar juntos, tá? Caminhar no passo a passo sem desesperar. Esse é o ponto mais importante. Show de bola?

Então, amanhã é o dia que eu vou ensinar para vocês o que fazer com os 70%, como controlar. Vou colocar aqui a situação do Zequinha, uma planilhinha e todos os gastos dele.

A gente vai começar a cortar aquilo que é supérfluo, aquilo que ele pode economizar, aquilo que ele pode gastar um pouquinho mais, para caber dentro desses 1.533 reais e, a partir de agora, a gente vai ajudar o Zequinha a começar a sair da dívida, começar a sobrar dinheiro para começar a caminhar rumo à independência financeira dele; é claro que isso não é do dia para noite, vão ser vários episódios, vários capítulos e eu espero que você não perca nenhum, tá bom?

Então deixa um joinha aqui no vídeo, compartilhe e se inscreva no nosso canal gente.


Recado do Trovó: Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimento que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop gratuito.

Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos.

São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro. Então aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever.

Da Redação