Técnica para Equilibrar as Contas sem Alterar o Padrão de Vida – Universidade do Investidor ► AULA #04

Técnica para Equilibrar as Contas sem Alterar o Padrão de Vida - Universidade do Investidor ► AULA #04

 

Esse final de semana eu tive uma conversa longa e prolongada com o Zequinha, né? Porque, ao final das contas, na AULA 3 eu passei para vocês a Técnica Do Envelope e como conseguir manter, fazer o Controle Financeiro.

Então, vocês vão escrever no envelope aquilo que vocês acham que vocês vão gastar. Vão colocar os recibos dentro dos respectivos envelopes e ao final de 30 dias vocês vão pegar os recibos e vão somar. E vocês vão comparar essa soma que deu com o que vocês achavam que vocês gastavam.

Para que isso? Para vocês conseguirem saber qual item que você está controlando que está mais descontrolado, vamos dizer assim, tá?

E hoje eu estou aqui de camiseta vermelha porque hoje é dia de puxão de orelha né. O Zequinha errou. Vamos dizer assim: errou feio. Aquilo que ele achava que ele ia gastar com aquilo que realmente aconteceu.

E, antes de mais nada, para quem está vendo essa aula agora, é a aula número 4. A gente está acompanhando a trajetória do Zequinha, que é um cara de 24 anos, mora sozinho, ganha lá seus 3 mil por mês, não tem controle nenhum de finanças. Almeja ser um investidor. Almeja receber juros, mas está até aqui né, de dívida, enroscadaço.

Pedi para ele fazer o envelope e a gente vai simular agora que se passaram 30 dias e eu vou puxar a orelha do Zequinha porque não tá legal, né?

Inclusive, ele tem uma dívida que não havia me falado. Bora para minha lousa, então?

Vamos lá. Muito bem, tem dois tipos de controle que vocês podem fazer, tá?

  1. O primeiro controle é se você está endividado e
  2. O segundo é se você não está endividado.

Daqui a pouco vocês vão ver que o Zequinha está endividado.

Quando você está endividado, o ideal é que 20% do seu salário líquido, você já separe para pagar dívida, você tem que conseguir para a dívida não aumentar. 20% nesse caso para quem tem dívida é obrigatório! Separar 20% do salário líquido para pagar dívida e 80% para gastos mensais.

Para os Endividados: 5 Formas Infalíveis e Necessárias Para Escapar do Cheque Especial

Se você não tem dívida, que não é o caso do Zequinha ainda, a gente vai fazer com que ele chegue nesse nível, aí você vai trabalhar com outra realidade. Aí você vai utilizar 70% do seu salário líquido para gastos mensais, 20% para uma reserva de emergência, para que serve essa Reserva De Emergência? Para evitar que quando aconteça alguma coisa que você não está esperando, você não tenha dinheiro guardado e tenha que pegar do banco de novo e voltar a fazer dívida.

Descubra Como Sair das Dívidas Usando o Cartão de Crédito – Universidade do Investidor ► AULA #01

Porque tem algumas coisas, pessoal, que fogem do nosso controle, por exemplo: Funde o motor do carro, fura o pneu, você não está contando com isso, você perde o seu emprego, né? Apesar de você ter lá o seu seguro desemprego, mas, isso vai gerar um estresse, né? Então… Alguma cirurgia que você tenha que fazer que o seu plano não cobre.

Você está sem emprego? Se sim, leia este artigo até o final que vamos te ajudar a manter suas finanças em dia mesmo sem um salário fixo mensalmente. Agora, se não está desempregado, a leitura também vale para você. Isso porque, conforme uma pesquisa da Manpower Group, entre abril e junho deste ano, o recrutamento em todo o país deve ser negativo, o que também deve gerar novos desempregos. Isso torna esse texto imprescindível para você que se preocupa com o futuro e com o seu bem-estar financeiro. Leia essa notícia na íntegra!! 7 Passos Fundamentais para Manter o Controle Financeiro Pessoal mesmo Desempregado

Esses são pontos que costumam dar problemas, são pontos que fazem com que 66 milhões de brasileiros estejam endividados, porque acontecem coisas que as pessoas não imaginam que vão acontecer. Isso vai acontecer, vai acontecer, tá?

Então, você tem que se preparar para você não precisar pegar dinheiro do banco, pagar juros, você vai formar a sua Reserva De Emergência.

E essa reserva é para você não mexer. Quando eu falo emergência, não é assim: “Ah, eu vou comprar uma calça, vou usar essa reserva”. Não, para isso aí você vai entrar nos 70% dos gastos mensais.

Reserva De Emergência é para uma situação assim, desesperadora: perda de emprego, um acidente, poxa, venceu seu seguro do carro hoje e roubaram seu carro, vou ter que renovar, sabe aquelas coisas assim que você fala: “Caraca, não estava esperando por isso, não estava contando com isso”, então é coisa que não é para gastar, mas não é para agora essa aula ainda, só salvem aqui que a gente vai por enquanto focar na situação do Zequinha.

Definição de Dinheiro para Reserva de Emergência: O desempregado precisa, necessariamente, ter um dinheiro guardado para as despesas, como falado no tópico acima. Porém, além disso, sempre que possível é preciso fazer alguns investimentos para retomar a carreira, seja com especialização ou cursos, por exemplo. Entenda!

Então, para a situação de quem está endividado, se esse for o seu caso: 80% do seu salário líquido vai ser para gastos mensais e 20% vai separar para pagar dívida, tá bom?

Vamos quitar dívida. Parar de fechar no vermelho, aí sim vai colocar 70% no gasto mensal, 20% reserva de emergência e 10% para investir.

Então, são dois planos diferentes: o primeiro plano é para quem tem dívida, que é o caso do Zequinha, decepcionou. E o segundo plano é para quem não tem dívida, tá?

Então, a conversa que eu tive com o Zequinha é a seguinte: “Zequinha nos envelopes quanto você acha que você vai gastar e aí depois de 30 dias, a gente vai somar os recibos, É para ver se te batendo, né”?

E não bateu, né?

Provavelmente vai ser o seu caso também. O primeiro mês costuma ser um mês assim: mais triste. Só recapitulando que alguns envelopes vocês podem e devem colocar no porta-luvas do carro ou na bolsa (no caso as mulheres) tá?

Se você acha que dinheiro ainda é tabu para mulheres, precisa ler essas 3 notícias super atuais acerca do tema:

E que envelopes são esses que vão estar sempre juntos com vocês? Envelope do supermercado, então, sempre que vocês forem fazer uma compra, esse envelope tem que estar na mão ou no porta-luvas do carro ou na bolsa. Envelope de compras, de supermercado e o envelope de carro. Vai abastecer, vai colocar o comprovante lá dentro. É, furou o pneu… manu… A revisão do carro… vai pagar IPVA … vai pagar um seguro, perfeito? Esses envelopes você deixam no porta-luvas do carro ou na bolsa, tá bom?

Notícia que você NÃO pode deixar de ler: 7 Maneiras de Economizar Dinheiro com o Carro, um dos grandes vilões do orçamento doméstico?! “Com essa crise, muitas pessoas já tiraram filhos das escolas particulares e cortaram plano de saúde, mas ainda mantém o carro próprio, sem perceber que ele é um mal para o orçamento de quem precisa economizar”, comenta a planejadora Marcia Dessen, do IBCPF. A especialista fez uma simulação com um carro de 35 mil reais para ver qual é o gasto dele no ano. Leia!

E o restante pode ficar em casa, tá?

Então, agora vamos ver, vamos ver, comparar então o que o Zequinha tinha escrito nos envelopes, o que ele achava que ele iria gastar e o que realmente ele gastou. O que ele achava que ele ia gastar ele escreveu em azul e o que ele gastou de verdade está em marrom, tá?

Com relação à carro, o Zequinha tinha estipulado aqui que gastaria aqui 150 reais, na verdade ele gastou 230, passou um pouquinho. Educação, não está fazendo curso nenhum por enquanto. Saúde, errou por pouco, achou que gastava 60. O que que entra saúde aqui? Basicamente no caso do Zequinha é remédio, tá?

É… plano de saúde, isso é um assunto que a gente vai falar mais para frente. Mas, recomendação, tá? Eu vou falar pela minha experiência, eu trabalho com estatística, se você não tem histórico de doença grave, você… eu estou falando: se você não tem histórico de doença grave, é inviável, não vale a pena você pagar plano de saúde antes dos 40 anos porque dificilmente você vai utilizar esse dinheiro e vai estar enriquecendo alguém.

Então é legal você pegar isso aí e deixar, por exemplo, no fundo de emergência, porque se um dia você precisar, o seu dinheiro está rendendo. É bem diferente de você estar pagando um plano e não estar utilizando, tá? Mas isso aí é assunto que a gente vai falar mais para frente.

Então, se você tem abaixo de 40 anos e não tem um histórico grave de doença. É… Se você com 20 anos teve que fazer uma cirurgia cardíaca, não! Aí é outra realidade, tá? Mas se você não tem problema, é estatística, pessoal. A partir dos 40 começa a surgir os problemas, é claro que o plano fica um pouco mais caro, mas aí vai fazer jus ao que você está pagando, tá?

Ah, então a saúde aqui é porcariada, né? Remédios para dor de cabeça…

Supermercado aqui ele errou feio, né? Ele gastou o dobro do que ele imaginava. Zequinha falou para mim que gastava 300 e gastou 580. (Leia Também – 13 Maneiras Eficazes de Fazer o Vale Alimentação Durar até o Final do Mês)

Compras, também foi muito alta as compras, né? Achou que gastava 200 e gasta 315. (Leia Também – 30 dicas práticas para economizar no dia a dia)

Contas da casa, essas são mais fáceis de controlar, geralmente, água, luz, telefone, isso aí não tende a fugir muito, se você é uma pessoa controlada, tá? No caso dele que ele mora sozinho. Então, a média aí fica muito parecida, o aluguel também não varia, só vai mudar uma vez,  quando vira o ano né, no caso do IGPM (Índice Geral de Preços do Mercado) que você vai ter aquele ajuste, né? (Leia Também – Veja Como Economizar Dinheiro com a Decoração, Ar-Condicionado e com a Luz)

Então, tranquilo.

10% do salário o Zequinha não consegue guardar ainda. E dívidas se existir, existe, né? Aí tem 450 conto que o Zequinha tem de cartão de crédito e pior, estava pagando o mínimo da fatura, estava pagando em torno aí de 60 reais por mês. Esse é o ponto que eu puxei a orelha do Zequinha, por isso que eu estou de vermelho hoje, tá, que é o ponto perigoso que vocês tem que se atentarem.

Aprenda a Poupar 10% do seu Salario… É a hora de receber juros!

Cuidado com aquela teoria de que: “Ah, a parcela é pequenininha, Trovó, não pesa, vou pagar o mínimo do cartão porque dá para eu pagar”.

Não. Na primeira aula quem não viu, veja. Eu provei por A + B,que você pagar o mínimo da fatura do cartão, a sua dívida multiplica por 7, por 7. Então no caso do Zequinha a gente vai parar com isso aí.

Eu falei para ele: “Esquece esse negócio de pagar o mínimo do cartão, cara. Você vai pagar à vista… você vai pagar à vista, quanto mais rápido possível”.

Como o Zequinha está endividado, a regra é clara, né? O salário líquido aqui é 2.190, ele estimou gastar 1.910, e está gastando na verdade 2.070, e tem dívida no cartão: 450. As contas não fecham, né?

Então, o que a gente vai fazer?

Como o Zequinha está endividado, 20% do salário líquido dele, automaticamente, vai ser para pagar dívida. Não vai mais pagar mínimo, por que o que acontece: a dívida vai aumentando e apesar de ser um valor pequenininho, pô, daqui a pouco você paga, paga, paga, paga, paga e a dívida continua igual, está pagando só os juros.

E é o que o Zequinha falou para mim: “Pô Trovó, eu estou pagando, pagando, estou indo para o 5º mês e a dívida não diminui”. Não diminui mesmo, os juros do cartão é absurdo. Então, eu vou orientar o Zequinha a fazer o certo. E se você estiver nessa situação, faz a mesma coisa, tá?

A partir de agora 20% do seu salário líquido tem que reservar para pagar a dívida, quanto antes paga a dívida melhor, menos juros você paga. Lembre-se toda vez que você paga juros, você está caminhando para a pobreza, você não vai enriquecer.

Mesmo que você tenha um “baita” salário. Se quiser enriquecer, tem que começar a receber juros e para receber juros não pode ter dívida. Então, começar a receber juros para ser um investidor, tem que quitar a dívida o mais rápido possível, tá bom?

Então, o Zequinha errou, está gastando bastante né? Praticamente está gastando aquilo que ele ganha, não vai sobrar nada, literalmente. O salário líquido dele é 2.190, está gastando 2.070, mais o mínimo do cartão, praticamente o salário dele está indo para o sal. E não está conseguindo quitar dívida.

Então, agora a gente vai ajustar a vida do Zequinha, tá bom?

Então, eu vou colocar aqui o planejamento do Zequinha. Planejamento AULA 4.

Muito bem. O Zequinha está aqui. Vamos fazer as contas então: 2.190, tá? É o líquido do Zequinha. 2.190 vezes 0,2. 20%. 438 reais. Ele já vai para o mês seguinte e já vai guardar. Vou colocar aqui em vermelho. Isso quer dizer praticamente ele vai quitar o cartão no próximo mês, ele vai parar de pagar o mínimo, vai quitar a dívida.

A prioridade sempre tem que ser quitar dívida porque os juros são absurdamente altos, tá?

Se algum dia você gastou mais dinheiro do que ganhou e precisou cair na besteira de fazer um empréstimo financeiro ou mesmo se ficou tentado em comprar um carro através do financiamento, você sabe bem qual a sensação de parecer estar pagando o dobro ou o triplo do valor que, teoricamente, deveria pagar > 6 Dicas para entender Como Calcular os Juros Compostos e Ficar Milionário!

Nada de falar “Ah mais a prestação é baratinha, cabe no bolso”. Não, não façam isso. Prioridade sempre é quitar dívida, tá? E aí 2.190. 2.190 menos 438, que é o que vai sobrar para o Zequinha: 1.752… 1.752. (colocar em verde aqui). Isso é o que ele pode gastar. 1.752. 1752. Anota esse número aí. Isso é o que o Zequinha pode gastar. 1.752, e ele está gastando 2.070. Então, vamos reduzir aí. Menos 1.752. Ele tem que achar um jeito de economizar 318 reais.

Agora é a hora dos cortes, tá? 318 reais ele vai começar a cortar. Dívida é prioridade. 20% do seu salário líquido você vai reservar para a dívida, tá? Tem que cortar rapidinho, não pode deixar crescer. Se você quer começar a receber juros, bicho, tem que parar de pagar juros para o banco.

Sobre os Bancos:

  1. Em ranking de 10 empresas que mais valorizaram em 2016, 5 são bancos!
  2. 7 Mentiras que os Bancos Contam e Como não Cair nessas Conversas Fiadas
  3. Serviços, Taxas, Pacotes, Contas Grátis, Gerentes… Veja um Guia Completo de como se comportar com o seu banco!

Então, o Zequinha aqui ia ter que controlar gastos. Muito bem, 318 reais. Da onde que a gente vai cortar esse dinheiro? Que é o que está indo para o ralo aqui. Vamos lá. Qual é o envelope mais preocupante aqui? Agora vocês vão ver o porquê do envelope. Tem 2 aqui que estão… Que estão chatos, né?

A dívida ele vai quitar, praticamente, vai conseguir quitar já no mês seguinte, vai quitar tudo. Ele estava pagando só juros, agora vai começar a quitar dívida. É compras e supermercado, né? Os 2 aqui estão terríveis, terríveis.

Precisa tirar 315 aqui, dos 2. Carro dá para reduzir aqui. Vamos começar a ajudar o Zequinha então, vamos reduzir aqui, 20 reais aqui do carro mais ou menos, tá? Então, o Zequinha de 230, vamos colocar 200 para ele. Eu vou colocar em verde aqui a meta para o Zequinha para o próximo mês, tá? Então vai ser 200 para carro. O Zequinha está do meu lado aqui, qualquer coisa ele xinga eu.

Ele gastou… estava gastando 230. Vai dar uma economizadinha aí, 200 reais. Ele contou para mim que ele estava indo muito na padaria de carro, a padaria é 2 quarteirões da casa dele. “Zequinha, faz exercício. Cara, essa caminhadinha que você vai economizar 2 reais para pegar o pão, você economiza 30 reais no mês aí, faz muita diferença” e ele concordou.

Você precisa Ler: 10 vícios que podem acabar com o seu dinheiro, entre eles, o cigarro que pode custar mais de 7 milhões de reais durante a vida toda e o cafézinho nosso de cada dia, que pode chegar à 140 reais por mês! Leia na íntegra10 vícios que podem acabar com o seu dinheiro!

Está precisando fazer exercício, né? Beleza.

Saúde está legal, acho que não dá muito para mexer.

Supermercado aqui, o Zequinha achou que gastava 300, está gastando 580, eu vou colocar uma meta para ele aqui de 420, tá? Está de bom tamanho. Vamos ver se vai fechar as contas em, vamos lá.

Compras vai reduzir bastante aqui. Pode colocar 200 que é o que ele tinha almejado mesmo. A conta da casa tá legal. E a dívida ele vai quitar, tá? Eu vou salvar aqui. Então agora vamos somar o que está em verde aqui, tá? Para ver se a gente conseguiu. A soma disso aqui tudo tem que dar 1.752, que é o que está em verde, que é os novos gastos que o Zequinha vai ter.

200… O que eu não alterei, fica igual. 200 mais 75, de novo alteração. Mais, vamos fazer a conta inversa, tá? 1.752 que é o que ele pode gastar, menos 200 do carro, menos 75 da saúde, menos 300 do supermercado, menos 200 da compra, menos 900 da casa. Sobrou 77 reais.

Top. Esses 77 reais que sobrou, ele pode estar jogando na compra ali, tá? Ou na saúde se der algum problema.

Então, nesse momento aqui a gente conseguiu EQUILIBRAR AS CONTAS DO ZEQUINHA SEM ALTERAR O PADRÃO DE VIDA dele.

7 Passos Para Atingir Sua Independência Financeira

Detalhe mais importante de todos: Já vamos cortar o envelope fora, que é o envelope da dívida porque a partir do mês que vem o Zequinha não mais terá dívida do cartão de crédito, então vocês podem perceber que foi só um ajuste…

O Zequinha falou para mim aqui: “Poxa Trovó, esses 580 aqui quebra as pernas né?”

Geralmente é guloseimas, tá? É aí que mora o perigo. Você sabe aquela coisa de você pegar 50 reais, enquanto fica na carteira está tudo certo, a hora que você troca esse dinheiro começa a ir embora, você não vê. É 2 reais aqui, é 3 reais ali, é 5 reais ali e “boom”, desaparece. Esse é o problema do Zequinha e é o problema de muitos de vocês também.

Então, tem que ter uma meta! A partir de agora o Zequinha tem as metas ali, ó. Supermercado 420, não vai poder fugir disso e compras 200.

Agora tem um pulo do gato legal.

Agora muda, o primeiro mês é o mês para você saber quanto você gasta, o segundo mês agora você vai fazer diferente. Você vai pegar esse envelopinho, esse envelope de 420, do supermercado e se você é mulher fica até mais fácil. Coloque esse dinheiro dentro do envelope. Quando você for ao supermercado, você vai pega o envelope, o dinheiro dentro do envelope, coloca dentro da carteira, tá?

Quando você for pagar no supermercado, você não vai pagar com o cartão de crédito, você vai pagar com o dinheiro que está dentro do envelope. Então, você só pode usar o dinheiro que está dentro do envelope.

Toda vez que você for ao supermercado, no caso do Zequinha que ainda tem 420 reais aqui dentro, ele só pode pegar desse dinheiro. É claro que no começo vai ser assim… Hoje já existem vários cartões de crédito pré-pago, existe um monte que você pode fazer isso, te dá esse controle, mas como eu falei, o envelope para começar, para quem está endividado, quando você sente o dinheiro.

Cada vez que você abre o envelope e você tem que arrancar uma nota lá de dentro. Cada vez que você abre, tem que arrancar uma nota lá de dentro para pagar a conta, dói. Porque o envelope vai esvaziando, lembra? Você está com dinheiro ali dentro.

Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo

Pô, então você não gosta disso aí, é ruim. Vai fazer isso a vida inteira? Não! 1 ou 2 meses só, depois você pode usar um cartão de crédito pré-pago, você recarrega o cartão e usa o cartão. Mas para isso, você tem que ter uma ideia quanto você gasta, e você sentir no bolso. Quando você pega o dinheiro no bolso e fala: “Aí Caraca, mais cinquentinha que está saindo do envelope”, e o envelope está ficando vazio, você vai começar a economizar e é “batata”, você consegue bater a meta.

Então, eu combinei com o Zequinha aqui, dá para manter a meta tranquilamente.

O objetivo agora é pagar dívida e não mexer no poder aquisitivo dele. Vai quitar a dívida, tranquilo. Eu acredito que ele vai conseguir. No próximo mês aí vai reduzir um pouquinho mais os gastos dele porque agora ele gasta 80%, como ele vai ser controlado, ele vai passar a gastar 70. 20% do líquido vai para a reserva de emergência para nunca mais entrar em dívida e 10% vai começar a ir para investimento, tá bom?

Invista de Maneira Simples e Eficaz com a Segurança das Rendas Fixas! Ainda não conhece nada sobre elas? Leia esse e-book GRATUITO!

Então, essa é a técnica que eu passei para o Zequinha e que eu espero que você possa fazer em casa também, para que vocês nunca mais precisem pegar dinheiro do banco. Depois que você pega dinheiro do banco, você está pagando juros, você está enriquecendo o banco. Tem que enriquecer vocês. Show de bola então?

E, antes de sair, dê um joinha, compartilhe, deixa no comentário se você está seguindo o envelope e como está sendo a experiência. É importante, tá? O seu feedback é super importante. Teoria sem prática não funciona, tem que colocar a mão na massa. Tá bom? Um abraço.


Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimentos que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop gratuito.

Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos. São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro. Então aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever.

Te espero lá, um grande abraço. Tchau

Descubra Como Sair das Dívidas Usando o Cartão de Crédito – Universidade do Investidor ► AULA #01

Descubra Como Sair das Dívidas Usando o Cartão de Crédito - Universidade do Investidor ► AULA #01

 

Primeiramente quero desejar os parabéns para todo mundo, por estarem aqui, em plena quarta-feira, 8 horas da noite. Poderia estar assistindo uma novelinha, estar assistindo um filminho, mas estão aqui, decididos a aprender. Isso é super importante, tá?

Para quem está vendo a gravação, saiba que a “Universidade do Investidor” é todo dia ao vivo, de segunda à sexta, às 20 horas. Ok? Então, para quem não está sabendo, vai ver a gravação depois e vai conseguir acompanhar a gente ao vivo, que ao vivo é diferente, né? É outra vibe, outra pegada.

O objetivo do projeto aqui, primeiramente, é tentar passar um pouco da minha trajetória, passar um pouco, vamos dizer assim, dos caminhos que todo mundo precisa percorrer para tentar atingir… Até almejar a independência financeira que é o que todo mundo busca.

7 Passos Para Atingir Sua Independência Financeira

Só que para poder chegar lá, primeiro a gente tem que saber em que situação a gente se encontra e esse é um dos pontos que eu vou estar focando bastante hoje.

  • Será que você é uma pessoa que tem o perfil de endividado?
  • Um perfil de acomodado?
  • Um perfil de investidor?
  • Qual o perfil que você está?
  • Qual perfil que você se encontra?
  • Será que você está se enriquecendo ou enriquecendo os bancos?

Isso é uma coisa super importante que vocês tem que estar ciente porque se você tiver enriquecendo o banco, com certeza você está caminhando para a pobreza.

E nessa primeira aula, de hoje, a gente vai falar exatamente sobre isso. Sobre parar de enriquecer banco para começar a enriquecer você, porque você tem que pensar em você, seu futuro, ó… Você piscou o olho, já está velhinho.

E quando você tiver velhinho, você tem que estar com tudo preparado. Não dá para esperar ficar idoso para poder correr atrás das coisas, você não vai ter fôlego mais, não vai ter saúde mais, poucas pessoas vão te ajudar. Então, é importante correr atrás agora, enquanto ainda tem pique.

Vamos lá, vamos conhecer os perfis, o perfil que você pode estar.

A gente, aqui na “Universidade do Investidor”… Vão ser algumas semanas de aulas ao vivo, a gente vai caminhar desde o perfil devedor, dando dicas, até chegar no perfil investidor, tá?

Então, existe uma etapa, uma trajetória, que a gente vai subindo a escadinha até chegar em como abrir conta em corretora, como que a gente faz, que papéis a gente opera, etc, etc.

Mas, para chegar lá, estar investindo mesmo, começar a receber juros, a gente tem que primeiro, fazer sobrar dinheiro no final do mês. E para sobrar dinheiro no final do mês, você não pode estar no perfil devedor.

E como é que você escapa do perfil devedor? Primeiro, eu preciso te conscientizar do que acontece quando você, por exemplo, paga o mínimo da fatura do seu cartão.

Leia Também: Está Atolado até o Pescoço? Respire Fundo e Saiba o que Fazer!

Tem um dado aqui, que é um dado um pouco assustador, mas é importante que vocês vejam. Aqui está o lucro, em bilhões. Bilhões de reais, dos 3 maiores bancos, tá? Do Brasil! Então, a gente tem aqui Santander, Itaú e Banco do Brasil. Vocês podem ver que desde 2015 praticamente, né? A gente está gerando aí em torno de 14 bilhões de reais de lucro para os bancos, esse é um dado assustador. É muita grana.

Sobre o Lucro dos Bancos:

  1. Em ranking de 10 empresas que mais valorizaram em 2016, 5 são bancos!
  2. Empresas de Capital Aberto somam lucro de R$ 25 bilhões e 4 são bancos
  3. 7 Mentiras que os Bancos Contam e Como não Cair nessas Conversas Fiadas
  4. 9 dicas realmente eficazes para renegociar dívidas com os bancos

Por outro lado, hoje, a população economicamente ativa é de 200 e pouco milhões de brasileiros, mas apenas  100 milhões geram receita. Desses 100 milhões, 66 milhões de pessoas estão no perfil devedor, estão endividadas. 66% da população economicamente ativa está endividada. Isso é um absurdo.

E porque que endivida tanto? Porque ainda acreditam que o banco é um amigo.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos

Poxa, quando eu tiver numa hora difícil, o banco que vai me ajudar, tem onde eu recorrer, inclusive eu converso com muitas pessoas que ainda acham que o rotativo, por exemplo, faz parte do salário, que o consignado faz parte do salário. O pessoal conta com esse dinheiro. Não pode ser assim.

Se não, o que acontece? Vai acontecer esse roubo aqui, ó. Vocês vão enriquecer os bancos.

Hoje, a gente vai ter 3 camisetas aqui na “Universidade do Investidor”, a vermelha que vai ser um sinal de alerta, vai ser o dia que eu vou estar puxando a orelhinha de vocês. Vai ter a branca, que vão ser dicas de investimento e vai ser a verde que vai ser conteúdo.

Então, hoje a gente vai começar inaugurando com a vermelha: puxando a orelha.

Como é que os bancos enriquecem? Quando eles emprestam dinheiro para você. E quando que eles emprestam dinheiro para você? Quando você, por exemplo, usa o seu cartão de crédito e paga o mínimo da fatura.

Sabe o que acontece quando você paga o mínimo da fatura? “Ah, eu pago o mínimo da fatura. Eu pago uma parcela que caiba no seu bolso … que caiba no meu bolso”. Teoricamente é isso. Geralmente, claro que depende de banco para banco, tá? Mas, geralmente, o mínimo da fatura equivale a 15% do valor total da fatura, tá?

Então se a fatura, por exemplo, for 1 mil reais total, o mínimo gira em torno de 150 reais. Aí o que começa a acontecer? Você fala: “Poxa, não tenho o dinheiro para pagar a fatura inteira, vou pagar somente o mínimo, vou pagar esses 15% do total”. E quando você faz isso, automaticamente, você está dizendo para o banco: “Opa, pode cobrar juros de mim”.

Na média… Na média, esses bancos aqui que vocês estão vendo, na média, a soma deles está dando por volta de 14 bilhões por trimestre, e eles cobram na média aí, vou falar bem devagar, 200% ao ano de juros. 200% ao ano de juros.

Para você ter uma ideia, hoje a Melhor Renda Fixa paga em torno de 13% ao ano. (Leia TambémComo Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo!)

Então, impossível você conseguir algo que vai conseguir competir os juros que você paga, não dá. Os juros que você recebe nunca vai ser igual, nunca vai ser igual, aos juros que você paga. É um absurdo.

E agora eu vou mostrar para você um absurdo maior ainda, quando você paga o mínimo da fatura do cartão. Usar cartão de crédito não tem problema nenhum, eu concordo que tem muitas facilidades. Ajuda no controle das finanças, você vai pagar as contas tudo de uma vez só, você vai conseguir ter um controle do que você está gastando, vai acumular milha. Um monte de coisa! O problema é se você vai ter disciplina para pagar o valor total da fatura.

A fatura chega dia 15, por exemplo, você vai lá e quita tudo. E recomeça.Não tem problema nenhum!

Se você paga o mínimo, olha o que acontece: Eu vou simular aqui para vocês um empréstimo de 500 reais, apenas 500 reais, pagando o mínimo da fatura do cartão de crédito. Olha o que acontece ao final de 1 ano, a sua dívida que era de 500 reais, vamos pegar por exemplo o Itaú, que é o que cobra a maior taxa e é o que ganha mais dinheiro, hoje ele é o banco que tem mais faturamento.

Um empréstimo de 500 reais, você está pagando o mínimo do cartão, em um ano, a sua dívida que era de 500 reais vai para 3,6 mil reais. Você praticamente multiplicou a sua dívida por 7. Agora eu vou colocar um exemplo um pouquinho mais pesado.

Se você gastar 10 mil reais no seu cartão de crédito. 10 mil reais no seu cartão de crédito e pagar somente o mínimo todo mês, em 1 ano a sua dívida, que era de 10 mil reais vai passar a ser 70 mil reais.

E aí, dificilmente você sai. E aí você vai fazer parte, infelizmente, da estatística dos 66 milhões de pessoas que estão devendo hoje no nosso Brasil. A dívida média gira em torno de 5 mil reais. É muita coisa, é muita coisa. Então, parem com esse negócio de ter que ficar pagando o mínimo porque cabe no bolso. Não! Vocês estão enriquecendo o banco, não tem condição. Em 1 ano aqui, ó, se você tiver no Itaú, por exemplo, a sua dívida multiplica por 7.

Então, você tem que mudar o conceito, você está caminhando… toda vez que você paga juros, você está caminhando para a pobreza.

Quando você recebe juros, independente do valor, está caminhando para a riqueza, está caminhando para a riqueza. Então para começar a enriquecer, o que tem que fazer? Parar de pagar juros e começar a receber. E para parar de pagar juros, primeiro tem que parar de pagar o mínimo da fatura. Esses dados eu sei que são assustadores e revoltantes, né?

Saiba Como Funciona a Pobreza – Genial

Porque quando você pega, por exemplo, é… Um lucro absurdo desses bancos e vê as pessoas hoje todas endividadas, chega a ser uma baita de uma sacanagem, então o que acontece? As pessoas, elas não são orientadas, né? Elas não são orientadas. Então, eu estou aqui para isso, para procurar orientar vocês, tá? Isso que é importante.

Então, tem que se sentir revoltado, tem que se sentir enganado e começar a pensar: “Poxa, será que vale a pena? Será que é isso que eu quero para mim?”. Daí você fala assim: “Não Trovó, o meu perfil é um perfil de investidor”. Aqui vai a primeira dica, a primeira tarefa de casa para vocês, tá?

Aqui é o nosso blog para quem ainda não conhece. Eu vou deixar aqui a descrição abaixo do vídeo: trovoacademy.com/dinheiro. Eu vou deixar o link aqui desse teste, que é um teste gratuito, com algumas perguntinhas, muitas, com alternativas que vai te dizer qual é o seu perfil, se é um perfil acomodado, se é um perfil poupador, se é um perfil de investidor ou se é um perfil devedor.

Descubra o Seu Perfil para Investir: 

Qual é o seu Perfil Para Investir?

Às vezes, a pessoa não tem essa consciência e com algumas respostas aqui, o teste vai conseguir te direcionar. O ideal é que você esteja num perfil investidor, já esteja parando de pagar juros e começando a receber, mas… a dica de hoje, tá?

A gente vai começar subindo escadinha, na última aula vocês vão estar analisando as ações já, analisando gráfico, abrindo conta em corretora, tudo certo. Mas, antes da gente começar é o seguinte, ó. Lição de casa, pegar a sua fatura do cartão de crédito e falar: “Pô, a partir de agora… a partir de agora nunca mais vou pagar o mínimo da fatura”.

Por quê? Eu não quero mais enriquecer o banco, eu quero eu enriquecer. Eu quero parar de pagar juros e quero começar a receber, tá? Então, é obrigatório.

Você está vendo essa “live” aqui, ao vivo, ou quem está vendo a gravação depois, tem entrar aqui no link, está na descrição do vídeo: Trovoacademy.com/dinheiro, fazer esse teste. Vou passar para vocês aqui ó, tem algumas perguntinhas, faça o teste e depois, analise o seu perfil. Pelos pontos que você fez, ele vai te dizer, vai te dar algumas orientações. Perfeito?

A “Universidade do investidor”, qual que é o objetivo? É estar conscientizando as pessoas no mundo dos investimentos. Eu sou de uma família super tradicional, onde desde criança, a gente não teve educação financeira e acho que a grande maioria de vocês que estão assistindo também não tiveram isso.

Então, a gente tem alguns conceitos, né? Por exemplo, casa própria é importante ter, um carro é importante ter. É… Investir na poupança é importante. Então, aos poucos a gente vai desmistificando tudo isso aí, tá? Eu prometo para vocês que eu vou dar a minha parte para fazer o melhor. As aulas vão ser super curtinhas, todo dia um pouquinho, mas super pontual.

Vou fazer igual quando você aprende com o idioma, você aprende pouco, mas com o contato diário, aí quando você soma tudo lá na frente, você vai ver a gama de conhecimento que vocês vão ter. Então para hoje, vocês tem 2 lições de casa:

  1. Fazer o teste no blog: trovoacademy.com/dinheiro, e
  2. Prometer para você mesmoque você vai parar de pagar o mínimo do cartão!

E na “live” de amanhã eu vou explicar para você algumas dicas de como conseguir pagar a fatura do cartão. Porque é muito fácil falar: “Ah Trovó, tem que pagar, mas eu não consigo. Por onde eu começo? Quais contas são mais importantes? Onde que eu consigo cortar gastos?”.

Então, a gente vai caminhando, conforme eu falei, em uma escadinha até conseguir chegar lá no perfil de investidor. As aulas vão ser diárias, vão ser aulas curtas, de 20 minutos, mas vão ser de extremo conteúdo prático.

O objetivo aqui, da “Universidade do investidor”, é fazer o conteúdo prático, para vocês estarem absorvendo, estarem crescendo e daqui a algumas semanas, estarem voando. Tá bom?

Então, eu espero que para os próximos você possa convidar a sua família, convidar o esposo, a esposa, os filhos, todo mundo para estarem participando. E a tendência, conforme vocês forem participando, a gente vai começar a interagir mais, tá bom, pessoal? Então, eu espero vocês amanhã às 20 horas para aula número 2.

Lição de casa, então: fazer o teste no nosso blog e conscientizar que não dá mais para pagar o mínimo da fatura porque multiplicar a dívida por 7 realmente não dá, né gente? É um absurdo. Virar a chavinha, parar de empobrecer para começar a enriquecer.

Para você começar a enriquecer tem que começar a receber juros e parar de pagar juros. Para parar de pagar juros o primeiro ponto é controlar o seu cartão de crédito. Tá bom?


Recado do Trovó: Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimento que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop gratuito.

Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos.

São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro. Então aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever.

Da Redação