Qual é o seu Perfil Para Investir?

Qual é o seu Perfil Para Investir?

 

Essa semana bombou na internet um teste que a Trovó Academy desenvolveu para descobrir qual é o seu perfil para investir: você é devedor, acomodado, poupador ou investidor?

Quer saber qual que é o seu perfil de verdade? Então, vou colocar o teste aqui para vocês!

Funciona assim: vão aparecer na tela as perguntas. Peguem papel e caneta porque vocês vão precisar escolher cada uma das quatro alternativas de cada pergunta.

Para você ter um exemplo, vão ter perguntas assim:

Qual o seu animal de estimação favorito?

  • Alternativa A – Cão Rabugento!
  • Alternativa B – Gato de Botas!
  • Alternativa C – Grenlins!

Você vai lá e escreve a alternativa que melhor te representa no papel!

Entendeu?

Você vai escrever somente a alternativa no papel, bora lá?

Vou colocar, para vocês, o teste na tela!

Prestem atenção ein! Afinal, o perfil que vocês têm é super importante para determinar o sucesso que vocês vão ter no mundo das finanças!

Eu Descobri o Motivo de Você Não Ser Rico!

Muito bem!

1 – Sobre o seu salário…

  • Alternativa A – “Não dá para pagar as contas, Trovó. Não sobra nada”.
  • Alternativa B – “Trovó, dá para pagar as contas e só”.
  • Alternativa C – Paga as contas e sobra um dinheirinho no final do mês.
  • Alternativa D – “Trovó, o salário é apenas parte da renda já que eu possuo rendas de outros investimentos”.

Veja qual que é o seu perfil e anote no papel qual que é a alternativa: A B C ou D?

2 – Quando surge um gasto inesperado – como comprar remédios, uma doença, conserto do carro, mecânico – o que você faz?

  • Alternativa A – “Procuro um empréstimo ou crédito para pagar e, assim, eu crio uma nova dívida no banco”.
  • Alternativa B – Você precisa reduzir gastos supérfluos – como cerveja com os amigos e cafezinho – e aí sim, você consegue pagar.
  • Alternativa C – Consegue utilizar algum dinheiro que você tem reservado.
  • Alternativa D – Geralmente nem sente falta quando aparece algum empecilho, já que sempre sobra algum dinheiro do seu salário ou do seu investimento.

Anotaram?

3 – Para gastos mais caros – como aquisição de um carro novo, reforma de uma casa e compra de uma geladeira – o que você faz?

  • Alternativa A – “Financio o máximo que dá, Trovó, De preferência, em várias prestações que caibam no meu bolso”.
  • Alternativa B – Você financia e passa a se planejar para economizar.
  • Alternativa C – Você se planeja financeiramente para comprar à vista.
  • Alternativa D – Você utiliza a renda de algum investimento para fazer essa compra.

4 – O que você faz quando você ganha um dinheiro extra – como um bônus da empresa ou um prêmio de 13º salário?

  • Alternativa A – Você paga as dívidas.
  • Alternativa B – Você compra algo que deseja muito.
  • Alternativa C – Gasta uma parte e economiza a outra.
  • Alternativa D – Investe este dinheiro.

5 – Para você, que está vendo esse vídeo aqui e fazendo esse teste, economizar 10% do salário…

  • Alternativa A – “É impossível, Trovó. Não consigo”.
  • Anota lá no papel!
  • Alternativa B – “É muito difícil. Eu precisaria parar de fazer algumas compras”.
  • Alternativa C – “É algo que eu sempre faço e coloco na poupança o que sobra”.
  • Alternativa D – “É o valor mínimo que eu utilizo para investir, Trovó. Já faço isso a um bom tempo”.

Show de bola!

Agora, o pulo do gato: vocês vão pegar e vão somar a pontuação que vocês tiveram cada alternativa!

Veja a tabela de pontos:

  • Alternativa A – 1 ponto.
  • Alternativa B – 2 pontos.
  • Alternativa C – 3 pontos.
  • Alternativa D – 4 pontos!

Vamos ao resultado, então!

De 5 a 9 pontos: Devedor!

Você precisa melhorar. Qual é a dica que eu dou aqui?

Para quem é devedor, procure apenas 70% de tudo que você ganha – o que vem do salário líquido – com gastos do dia a dia, tais como aluguel, água, luz, telefone, lazer, restaurante, guloseimas. E 20% desse salário você deixe guardadinho para uma reserva de emergência.

Conheça a técnica dos Envelopes: a melhor forma de fazer  o seu planejamento financeiro pessoal.

Lembrando que você tem que descontar todos os impostos! O salário que eu falo é aquele que realmente entra na sua conta no banco. É aquele que você pode utilizar.

Entre 10 e 13 pontos: Perfil acomodado!

Poxa! Você ainda não está devendo, mas não está sobrando dinheiro no final do mês, não é?

Dica que eu dou aqui: pegue 90% de tudo que você ganha e se esbalde! Vá para festas, brinque, viaje… Faça o que quiser!

Mas, 10% de tudo que você ganha, você precisa reservar para um investimento!

Saiba Como Poupar 10% do Seu Salário!

De 14 a 17 pontos: Poupador!

Está sobrando dinheiro para você no final do mês, o problema é que você continua investindo na poupança.

3 Motivos para Não Investir na Poupança.

Por que poupança investir na poupança é um problema? Gente, pelo amor de Deus. Vamos lá, em 2012 mudou a regra lembra? A poupança, com a regra nova, está perdendo para a inflação e se você perde para a inflação, você está perdendo poder aquisitivo! Se você está perdendo poder aquisitivo, você está caminhando para a pobreza. Então, o ideal é que você substitua a poupança por Renda Fixa, ok?

Como Escolher a Melhor Renda Fixa? Clique e descubra!

Acima de 17 pontos: Você tem o Perfil Investidor!

Você nunca fecha o mês no vermelho, dificilmente investe na poupança, dificilmente passa por apertos e sempre que tem uma emergência, você tem dinheiro sobrando.

Inclusive para emprestar para um amigo seu, mas, cuidado! Você não pode emprestar de graça, não! Tem que cobrar juros porque tudo que vem fácil, vai fácil!

6 Dicas para Calcular Juros Compostos e Ficar Milionário.

3 Motivos Para Não Investir na Poupança

3 Motivos Para Não Investir na Poupança

 

Olá pessoal, aqui é o Trovó e hoje a gente vai falar sobre 3 motivos pelos quais você não deve investir na poupança.

Investir na poupança é o que muitos brasileiros fazem. Aliás, você sabe Quantos Brasileiros Têm Dinheiro na Poupança? Descubra aqui.

Visto isso, hoje a gente vai entender o porquê investir na poupança é um erro!

1 – A rentabilidade da poupança perde para a inflação!

Para entender esse tópico, vamos, primeiramente, definir o que é a Taxa Selic: é a menor taxa de juros que existe.

Geralmente, é o valor que um banco cobra de outro. O empréstimo entre bancos costuma ser chamado de Taxa Selic, ok?

Detalhe: a Taxa Selic refere-se apenas ao empréstimo entre bancos. O empréstimo que você faz é outro. Você paga os juros propriamente dito e não a Taxa Selic. Então, não confunda porque o valor de juros que você paga é muito maior!

Eu pesquisei agora pouco e vi que hoje em dia a Taxa Selic está na média de 13,5%.

O que isso tem a ver com a poupança?

É que a partir de 2012 uma nova regra da poupança entrou em vigor e o resultado é o seguinte: quando a Taxa Selic estiver acima de 8,5%, a poupança vai pagar apenas 6,5% ao ano mais uma TR (pequena taxa).

Agora, você precisa de outro dado, que eu também acabei de consultar: a média da inflação em agosto desse ano estava em 8,84%.

Sabe o que significa isso?

Você vai perder, em média, 2% ao ano de patrimônio!

Você está descapitalizando!

Com a Taxa Selic em 13,5%, a poupança em 6,5% e a inflação em 8,8%… Você está perdendo dinheiro, definitivamente!

Em poucas palavras, você não está caminhando para a riqueza, e sim para a pobreza!

Saiba como funciona a pobreza

2 – A poupança tem a mesma garantia da Renda Fixa!

“Ah Trovó, a poupança é segura. Já me falaram que é tranquilo e seguro”.

Então, eu lhes digo: desde que seu banco não quebre, não é?

Em 2008, nos Estados Unidos, um banco gigantesco – 3 vezes maior que o Bradesco – chamado Lehman Brothers, quebrou!

Então, pense bem: se um banco gigantesco como esse pode quebrar em pleno Estado Americano, os nossos bancos também podem, obviamente!

Mas e se o meu banco falir?

Para você saber a resposta da pergunta acima, basta clicar no link. Mas, vou te adiantar aqui que: existe o famoso seguro, que é chamado de Fundo Garantidor de Crédito.

Ele te dá uma garantia de até 250 mil reais, para cada CPF (Cadastro de Pessoa Física) e por cada instituição financeira.

Você está protegido na poupança?

Da mesma forma que está na Renda Fixa!

Veja quais são os tipos de Rendas Fixas

A diferença é que na Renda Fixa você vai receber praticamente o dobro de juros do que você receberia na poupança!

E com a mesma garantia!

Como investir meu dinheiro?

Vale a reflexão: se a poupança e a renda fixa têm a mesma garantia, ambos com o Fundo Garantidor de Crédito, e os juros que você recebe na Renda Fixa são maiores do que na poupança, por que você vai continuar deixando o seu dinheiro na poupança?

3 – Na poupança você não recebe juros!

Recapitulando: qual é o caminho para riqueza?

Vocês se lembram do primeiro vídeo sobre pobreza e riqueza?

Riqueza:

1 – Você ganha mais do que você gasta.

2 – Sobra dinheiro.

3 – Você investe essa sobra em uma Renda Fixa.

4 – Você recebe juros!

Aprenda a poupar 10% do seu salário!

Nessa linha, você está caminhando para a riqueza.

E a pobreza?

1 – O dinheiro que você ganha é menor do que o que você gasta!

2 – Falta dinheiro.

3 – Para cobrir a falta dinheiro, você faz um empréstimo com o banco.

4 – Com o empréstimo, você paga juros!

Entendeu?

Então, Fuja dos Empréstimos dos Bancos!

Conclusão: o caminho para riqueza é receber juros e o caminho para a pobreza é pagar juros!

Quando você está na poupança, você não vai receber juros e, por isso, você vai perder poder aquisitivo!

Na poupança, você não vai aumentar seu patrimônio.

Poupança? Tô fora.

Então, a partir de agora, saiba que a Renda Fixa tem a mesma segurança da poupança!

A gente tem um grupo no WhattsApp na descrição do vídeo, para quem quiser participar do grupo de Renda Fixa.

É gratuito! É só se cadastrar, tá?

Se você gostou desse vídeo e quer aprender um pouquinho mais sobre investimento, e cadastre seu e-mail no curso gratuito “Como Investir Com Risco Zero”.

Um abraço!

Tchau