As 8 Dúvidas mais Frequentes sobre o Mercado Financeiro – Universidade do Investidor ► AULA #07

As 8 Dúvidas mais Frequentes sobre o Mercado Financeiro - Universidade do Investidor ► AULA #07

 

Boa noite à todos, sejam bem vindos à 7ª aula. Está passando rápido ein… Da Universidade do Investidor. A gente está acompanhando aqui, então, a trajetória do Zequinha, um personagem da classe C, começou endividado. Falei com o Zequinha hoje, ele está ó, ralando para conseguir bater a meta dos envelopes dele.

E se você não sabe nada do que eu estou falando agora, primeira coisa: se inscreva aqui no nosso canal para poder acompanhar desde o comecinho, não perder nada, nenhuma novidade. Curte esse vídeo, tá? E compartilhe com o amigo. Show de bola? Grupo 1 ein… Grupo 1.

Conforme prometido então,… Bati um papo com o Zequinha, teve algumas dúvidas que a gente conversou anteontem. Anotei aqui 8 perguntas que o Zequinha me fez, eu acredito que são as 8 principais, que são perguntas, inclusive, que eu recebo todo santo dia no meu e-mail, tá?

Vamos dizer assim: aquelas perguntas que eu acredito que ninguém responda ou ninguém quer responder e a gente aqui na Universidade do Investidor vai responder, tá bom?

A primeira pergunta que o Zequinha me fez, tá?

1 – “Trovó, eu estou agora fazendo os envelopes, vai sobrar dinheiro se tudo ocorrer bem. Vou ser disciplinado, vai sobrar dinheiro, qual que é o capital mínimo de dinheiro que eu preciso ter para fazer a primeira aplicação?”

Pergunta interessante. Será que é muito dinheiro? Não. Vocês vão ver que com apenas 30 reais – 30 reais – você já consegue emprestar dinheiro para o governo em troca de juros. “Aonde Trovó?” Essa é uma pergunta técnica que a gente vai ver ao longo da trajetória do Zequinha, quando for a hora de receber juros.

Conheça o Investimento Mais Democrático do Brasil: Tesouro Direto!

Mas, o que eu posso alertar para vocês é o seguinte: vocês vão ter tudo aqui. Vocês vão pegar desde do comecinho até o final, tá? 30 reais você já consegue investir. Só se atentem para o seguinte- e aqui vai uma dica, tá:

Quando vocês fazem TED, uma transferência, vocês tem que pagar uma taxa para o banco, aliás, é só para isso que serve o banco, pagar taxa. Às vezes, essa taxa fica mais cara que a própria transferência que você vai fazer, e aí, não faz sentido. Você vai transferir 30 reais, por exemplo, para a sua corretora e tem que pagar 15 de taxa.

Existe algo chamado conta digital. Conta digital. Podem anotar isso. Todo banco tem. É direito seu. Conta digital significa o seguinte: que você não vai pagar nada para fazer TED, DOC, transferência nenhuma, taxa zero, só que o seu banco nunca vai te informar isso.

Então, você vai até a sua agência, conversa com o seu gerente, fala assim: “Eu quero a minha conta digital, eu quero”. Porque, toda vez que você for fazer um DOC, um TED, uma transferência para outro banco, você não vai pagar taxa. Só que você tem que ir lá na agência conversar com o gerente.

Serviços, Taxas, Pacotes, Contas Grátis, Gerentes… Veja um Guia Completo de como se comportar com o seu banco!

E se ele vier falar assim: “Ah, não estou sabendo de nada”, você fala assim: “Estou sabendo sim, eu quero que chama o PROCON aqui”, e aí ele vai te dar porque é seu direito.

É que para o banco isso não é lucrativo, mas é seu direito, vários alunos nossos aqui da Trovó Academy já tem conta digital, a maioria. Então, você não paga taxa. Os principais bancos do nosso Brasil tem, tá? Então, vá a sua agência e converse com o seu gerente.

Então, respondendo à pergunta do Zequinha aqui… A partir de 30 reais já consegue investir. O importante é sobrar dinheiro, tá? “Trovó, eu ganho pouco”. 10%! É sempre 10% do que você ganha, tá bom?

Essa segunda pergunta aqui. Essa aqui é a típica pergunta de quem faz parte do grupo 2 e quem tem o pensamento mesquinho. Essa daqui é pensamento mesquinho mesmo.

2 – “Trovó, se você é tão bom, então porque que você ensina?”

Sabe o que eu fico pensando? Essa pessoa que pergunta isso para mim, eu fico olhando, falo: “Caramba, que será que passa na cabeça dela?” Imagine você, que você vai fazer uma faculdade de medicina e você vai ter aula. Vai ter aula com quem? Você acha que quem está ensinando na faculdade lá, os médicos que estão lá são médicos ruins? Se os médicos que estão lá são médicos ruins, então você vai ser um péssimo médico porque você vai aprender com eles.

Se quando você entrou na escola com 6, 7 anos de idade, as pessoas que estão ali são professores ruins? Você também é um cidadão ruim. Se você entrar em advocacia, por exemplo, direito e vai aprender na faculdade, quem está ali? São caras que estão te ensinando. Se eles são ruins, você vai ser um péssimo profissional.

Por que que brasileiro tem mania de achar que quem ensina não tem mérito, não tem competência? Não deveria ser ao contrário? Quem ensina é porque manja para “caramba”, que manja muito. Ensinar pessoal, é um dom.

Não tem nada a ver com fracasso, pelo contrário. Eu estou aqui, eu me divirto com vocês. Porque é gostoso e ainda vem na pergunta: “Ah, se fosse tão bom porque que você ensina, porque que você passa informação? Eu esconderia só para mim”.

Isso aí é típico de pessoa do grupo 2. Se você pensa assim, vou te dar mais uma chance, tá, para mudar esse pensamento. É pensamento muito mesquinho, cara, muito mesquinho. Ensinar não é para qualquer um. Você tem que ter muita experiência, tem que ter testado e aprovado tudo aquilo que você fala, ter um domínio absurdo, ter tempo, ter muita experiência, uma bagagem enorme para você poder transmitir.

Mas, eu entendo da onde vem essa dúvida. Infelizmente, tem algumas pessoas né, em todas as áreas, que se julgam “os caras” e resolvem ensinar, mas isso é uma minoria, pessoal. Professor é algo novo. Porque que eu falo isso?

A minha mãe é professora. Minha mãe é professora. Precisaria estar dando aula? Se matando, indo lá trabalhar? Não. Não precisaria. E dá aula no Estado ainda… Por quê? Porque é uma forma que ela encontrou de poder contribuir com a nossa educação. Porque ela entendeu que não adianta ela ficar reclamando, ficar xingando todo mundo. Ela tem que dar uma contribuição. Ela tem que ir lá e dar aula para ela entender o que está acontecendo. Ela está dando a parte dela. Isso é ser uma professora. Então, para mim isso é uma “baita” motivação.

Falei: “Caraca meu, vai lá, rala no Estado, não ganha muito, a troco de quê?” Porque gosta, está contribuindo. Eu estou aqui com vocês, eu estou contribuindo, perfeito? Então, parem com essa mania de achar que todo mundo que ensina é fracassado, pelo Amor de Deus. É ao contrário. É ao contrário. O cara que ensina tem que saber muito.

A diferença é que, às vezes, a pessoa manja muito e não tem facilidade para transmitir conhecimento, aí é um problema. Então, você conseguir aliar as duas coisas é super difícil, é super difícil. Eu falo pela minha área aqui: as pessoas que entendem dessa área falam aquele economês, aquelas palavras difíceis, não tem jogo de cintura, não sabe divertir, é sempre sério. É complicado, você começa a assistir, fala assim: “Está dando sono… Está dando sono, não consigo entender nada do que esse cara fala”.

Às vezes ele manja para “Caramba”, mas não sabe transmitir, tá?

Então, se você aprendeu algo novo, você tem… Sim, você tem que passar isso para frente, transmitir conhecimento. Grupo 1. Grupo 1. Isso é importante, tá? E outra, é igual jogador de futebol: você tem o seu auge, você tem o seu auge na carreira. Chega uma hora que você não quer mais saber de estresse, de correria, “pô”, você quer tirar o pé. Aí você vai ficar o quê? Folgado? Só recebendo juros? “Pô”, vamos aproveitar o tempo livre, então, para ajudar as pessoas que querem fazer a mesma coisa.

7 lições que o futebol pode nos ensinar sobre finanças

Jogador… Porque o Pelé é lembrado até hoje? Você sabe porque que o Pelé é lembrado até hoje? Não é só porque ele foi um baita jogador de futebol, é porque ele soube parar no auge. Saber parar no auge é para poucos… É para poucos, tá? E você ficar aqui folgando, só curtindo. Para. Hoje eu tirei o meu tempo livre para quê? Para ensinar e eu amo o que eu faço. É gostoso. Quando alguém tem resultado, meu, você não sabe a vibração que eu fico aqui, tá?

Então, isso aí está com o “pensamentinho” muito pequenininho, né?

Outra pergunta do Zequinha:

3 – “Trovó, eu posso perder todo o meu dinheiro investindo?”.

Pode, desde que você não siga regras. É igualzinho o trânsito, lembra que eu falei para vocês há alguns vídeos atrás sobre trânsito (Se não viu, veja agora!)? No trânsito tem regras, se você não segue as regras do trânsito, você pode sofrer um acidente e vir a falecer. Pode, não pode? As chances sempre existem.

O que você faz para que isso não aconteça? Você evita, você segue regras. No mercado financeiro é a mesma coisa: seguindo as regras que eu vou passar para vocês é impossível perder dinheiro, impossível. Você pode não ganhar naquele período, mas perder você não vai, posso garantir, tá?

Como Perder o Medo de Investir?

Então, pode ficar tranquilo, se você seguir as regras que a gente vai passar aqui, impossível perder dinheiro. Você pode não ganhar um absurdo, mas perder você não vai. Eu vou ensinar várias estratégias de como você proteger o seu capital.

É que não é hora ainda, o Zequinha já está guardando dinheiro, tá?

Invista sem Riscos!

Essa pergunta aqui do Zequinha também foi boa:

4 – “Trovó, eu preciso deixar de fazer as coisas que eu gosto, de comprar as coisas que eu gosto para investir? Pô, aí não vira”.

Não Zequinha, não precisa deixar de fazer as coisas que você gosta, meu filho. Pelo contrário, só tem que deixar de esbanjar, tirar um pouquinho o pé. Pô, o Zequinha está naquela fase agora de que 80% do que ele ganha, ele pode gastar. Pô, é dinheiro para caramba, cara.

Não importa a quantidade, é proporcional. Certo? 20% para quitar as dívidas, está quase quitando já. Vai começar já a entrar no 70, 20, 10. Então, tranquilo, é só controlar Zequinha.

E se você está nessa situação, você não precisa, por exemplo, jantar fora todo dia, não precisa. Janta fora só de sábado ou sexta-feira. Você vai encher a cara todo dia? Não, pô. Você fuma 4 maços por dia? Eu sou contra vícios, então tenta fumar 3, fumar 2. Reduz. Compra sapato toda semana, sapato novo? Não precisa. Entendeu? Esse tipo de gasto que dá para reduzir.

Então, você pode fazer as mesmas coisas que você faz com controle.

“É, se não, não vira, eu não consigo curtir a vida por causa de guardar dinheiro”. Para. Você está pensando em coisinha pequena. Pensando… Vocês estão vendo aí, tudo tem a ver com a forma de pensar. É grupo 2. Grupo 2. Você consegue viver tranquilamente… tranquilamente, sem mudar o padrão de vida. Essa é a mágica do negócio.

Relembre os 5 principais hábitos das Pessoas Mais Ricas!

As regras que eu estou passando para vocês é para vocês manterem o mesmo padrão de vida, só que controlando, sem esbanjar. A regra é não esbanjar, tá?

É pergunta do Zequinha também:

5 – “Trovó, tem investimento tão seguro quanto a poupança?”

Um monte. Um monte. Um monte, um monte, que tem a mesma segurança da poupança e paga muito mais. “Quais são Trovó?” Já emendou a pergunta aqui: “Quais são Trovó?” Essa aí eu vou responder um pouquinho mais para frente, falei para o Zequinha: “Zequinha, quando você tiver pronto para investir os 20% na Reserva De Emergência, é aí que a gente vai conversar sobre os investimentos, e aí eu vou passar para vocês a aula, tá?

Então, tem um monte de investimento tão seguro quanto a poupança, que rende muito mais e que o seu banco nunca vai te dizer, tá? Vamos continuar aqui.

Essa perguntinha também eu recebo toda semana  e o Zequinha não ia deixar escapar:

6 – “Trovó, quanto de dinheiro eu preciso juntar para viver de juros?”

O que é viver de juros? É atingir a tão almejada Independência Financeira. “Quanto de dinheiro eu preciso?” Eu não vou… Eu vou ser objetivo nessa resposta: é claro que depende dos seus gastos mensais, pô, cada um gasta um tanto. Não tem regra então? Tem. Tem uma regra sim, você vai pegar o valor dos seus gastos… É uma formulinha matemática, anota aí.

Depois eu vou pedir para o Léo, o nosso editor aqui, colocar essa formulinha na lousa, para vocês aqui, tá? Na gravação vai ter a formulinha. Para você saber quanto de dinheiro você precisa alcançar para viver de juros e ficar assim, mas o legal não é ficar assim pô, o legal é você estar aqui, agregando valor, tá?

Fórmula de Perpetuidade: Como Viver de Juros com um salário de 2, 3 ou 5 mil reais mensais?

Vai pegar o valor das suas despesas, tá? E mais um excedente para passeio, tal, mas o valor das despesas aí já é legal, tá? Dividido por 0,01, que é uma rentabilidade média de 1% ao mês, dividido por 0,4. Então o valor da sua despesa, que seria o seu salário almejado, aquilo que você almeja no futuro ter.

Salário almejado dividido por 0,01, dividido por 0,4. Na gravação vai estar essa formulinha aqui. O 0,4 significa o quê? Que 40% de tudo que render, você pode usar. O restante você investe porque tem inflação. Dessa forma, você consegue usar os juros e o seu capital continua crescendo. Isso é sensacional.

Vou dar um exemplo aqui: 3 mil. “Trovó, para mim, 3 mil por mês estava bom para viver de juros”. Então eu pego 3 mil, divido por 0,1, divido por 0,04, tá? Essa é a conta, vai dar mais ou menos 700 e poucos mil? Deixa eu ver aqui. Para ter um salário de 3 mil. Então, é 3 mil dividido por 0,01, dividido por 0,4. 750 mil reais. Se você conseguir juntar 750 mil reais, você consegue viver de renda, você consegue ter um salário de 3 mil tá?

E aí, o Zequinha emendou:

7 – “Quanto tempo leva para juntar esse dinheiro?”

Aí depende de um monte de fatores. Primeiro, qual é o capital que você vai começar, quantas horas que você vai dedicar por dia, isso é importante, tá? O que eu posso falar para vocês é o seguinte e eu falo por mim, tá? De 5 a 7 anos, chutando alto, ein? É o tempo que você leva para atingir a sua Independência Financeira. É muito rápido, muito rápido. Muito rápido.

Vamos supor que você tenha um capital para começar de 50 mil reais. Se você tem capital de 50 mil reais, entre 5 e 7 anos aí, você explode, tá? É rápido. “Trovó, eu tenho menos capital”. Então, o tempo é um pouquinho mais. Pô, se você fosse depender da aposentadoria, do INSS, Caraca, você ia levar 30 anos, 35 anos, sei lá qual que é a regra agora. Estão querendo colocar para 49 anos, agora, de contribuição, pô, você está de sacanagem.

20 Passos para Economizar Dinheiro, Ficar Rico e chegar a Independência Financeira em 2017

Então, é muito mais rápido e você não depende do governo, depende de você. Então, se você dedicar mais, pegar firme, fazer os controles certinho.

“Trovó, eu estava colocando 10% do meu salário para renda variável, agora eu estou conseguindo colocar 20, está sobrando dinheiro. Poxa, eu tive um aumento lá, consegui controlar uns gastos”. Sensacional, você acelera o processo, você acelera o processo. É rápido. Vamos dizer assim: que é a metade do tempo da aposentadoria. Metade não, 1/3, 1/3, 1/3, tá?

Leia Também: 3 Perguntas (e Respostas) que podem resolver o seu problema com a Aposentadoria!

10 anos aí, 10, 12 anos chutando… Se você estiver muito pouco dinheiro, está na fase do Zequinha ainda, que vai conseguir pegar firme, vai estudar, vai conseguir fazer tudo certinho, tá? Aí, com 12 anos, estourando. Agora se você já tem… Já não tem dívida, tem pelo menos uns 50 mil para começar e tem aí 1 hora, 2 horas por dia para dedicar, aí cara, 5, 7 anos aí você arrebenta. É rápido, tá?

Foi o tempo que eu consegui.

8 – “Onde que eu vou investir? É no meu banco, Trovó, que eu vou investir os 10% da renda variável e os 20% da reserva de emergência?”.

O Zequinha está pensando lá na frente já, ein. Está pagando dívida ainda, mas está pensando lá na frente. Não Zequinha, pelo amor de Deus. Não vai investir por banco, nunca. Banco, eu vou te dizer… Eu vou ser sincero com você agora, olhando no olho, banco só serve para tomar o seu dinheiro, não é seu amigo, não é para te ajudar. Esquece. Você não vai investir através de banco. Não.

Você… Tem que ser através de uma corretora. E aí, você vai emendar a pergunta: “Onde que é essa corretora? Como que eu faço para abrir conta lá?” Calma lá, vai ter vídeo sobre isso. Quando for a vez do Zequinha abrir conta na corretora, eu vou passar para vocês aqui como que ele vai fazer, perfeito? Mas não é através de banco. Não é. Perfeito?

É simples, não tem custo nenhum, é tranquilo, é fácil, é rápido. Em 2, 3 dias estou com a conta aberta, já consegue transferir o dinheiro, já consegue aplicar, vocês vão ter tudo isso aí “mastigadinho”, tudo bonitinho. É que não dá para falar isso tudo num vídeo só, né? É muita informação. Tá bom?

Então, essas são as principais dúvidas que existem, que eu recebo toda semana, que são as dúvidas que o Zequinha tem também e se você tiver alguma dúvida, não dúvida técnica. Dúvida técnica a gente vai responder no final, “Ah, CDB… Qual que é o melhor tipo, onde que eu coloco… Esquece isso aí. O pessoal que está vendo aqui, às vezes, não sabe nem o que é um CDB ainda, é o caso do Zequinha, o Zequinha não sabia nada, está começando agora, tá?

Tudo o que você precisa saber para Investir em CDB (Certificado de Depósito Bancário)

Então, faça pergunta assim, pergunta de leigo mesmo. Pode colocar no canal aqui que eu vou repassar para o pessoal. Se você tem alguma dúvida, deixa um comentário aqui abaixo que eu vou estar respondendo, tá bom? E se for pergunta técnica, a gente vai responder nos próximos vídeos. Show de bola?


 

Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimentos que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então, se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop Gratuito. Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos. São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro.

Então, aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever. Te espero lá, um grande abraço. Tchau

Conheça a Mágica do Planejamento Financeiro para Você Controlar os Gastos – Universidade do Investidor ► AULA #03

Conheça a Mágica do Planejamento Financeiro para Você Controlar os Gastos - Universidade do Investidor ► AULA #03

 

 

Boa noite meus pupilos do Brasil Varonil, sejam bem vindos à “Universidade do Investidor”, Aula 3. Se você que está vendo esse vídeo agora, não assistiu às aulas anteriores, por gentileza, volte porque essa é uma sequência, tá bom?

Em plena sexta-feira, você poderia estar tomando um chopinho, mas estamos aqui para aprender. E a gente está acompanhando, então, a trajetória do Zequinha, que é um personagem que representa um brasileiro da classe C, que está endividado, então, ele faz parte lá dos 66 milhões de brasileiros que se encontram nessa situação.

Ele veio de uma família tradicional, cheio de preconceito, cheio de dúvida, cheio de medo com relação ao investimento. A gente está ajudando o Zequinha nessa trajetória, então, ao longo de vários capítulos, a gente vai estar acompanhando a transformação do Zequinha desde o perfil devedor, acomodado, poupador e até chegar no perfil de investidor, que é o que ele almeja.

E se você está na mesma situação do Zequinha, você vai acompanhando, vai fazendo as tarefas práticas, juntamente com ele, tá bom?

Na última aula deu um reboliço de e-mail que eu recebi. Muita gente falando: “Trovó, as contas não fecham, as contas não fecham”. É, as contas não fecham mesmo! Lembre-se: o Zequinha é um perfil devedor. Vamos, então, abrir aqui a nossa planilhinha.

Está aqui, então. Tive uma conversinha séria com o Zequinha né. Conversamos de homem para homem! Eu falei assim: “Zequinha é o seguinte! Seu salário líquido é 2.190 reais e você precisa poupar 219 reais, que seria os 10% do salário líquido”.

Descubra Como Poupar 10% do Salário!

Ele recebe 3 mil reais, mas, na verdade, o que entra para ele é 2.190 reais. Então, a meta do Zequinha, daqui para frente, é tentar poupar 219 reais todo mês. E aí, quando eu cheguei para conversar com o Zequinha eu fiz a seguinte pergunta: “Zequinha, quanto mais ou menos… Fala de verdade, de homem para homem, quanto você acha que você gasta por mês? Me apresente as suas contas”. E a resposta do Zequinha foi: “Trovó, não faço a menor ideia. Me ajuda aí. Dá um ‘’”.

Então, o Zequinha não sabe, ele não tem controle financeiro; ele é um devedor nato né, sem controle. E a desculpa dele foi a seguinte: “Trovó, não sei nem por onde começar”. Então, a gente vai ajudar o Zequinha a controlar as finanças para que ele consiga poupar esses 10%.

Por isso que a conta não fecha, ele não consegue. Segundo o Zequinha, ele fala que o mês fecha no zero a zero. Eu acho que ele fecha no vermelho e a gente vai descobrir isso junto com o Zequinha, tá bom? Então, vamos fazer as mesmas atividades e tudo que eu falar aqui do Zequinha vocês podem e devem realizar na prática, tá bom? Vamos para lousa então.

Aqui foi a aula de ontem, que a gente estava falando… O objetivo era poupar 219 reais, mas ele não consegue. Bem difícil e aí, somando o que ele acha que gasta com aluguel mais o que ele acha que gasta com passeio, daria o salário dele. Então, não tem como sobrar 219 reais, impossível. A conta não fecha.

Ele vai ter que ajustar isso aqui, então, eu junto com vocês, vamos ajustar a vida financeira do Zequinha para que ele consiga sobrar dinheiro, sobrar esses 219 reais, para ele começar a sair do perfil devedor para chegar no perfil de investidor. E aí, eu vou passar a primeira dica para o Zequinha, já que ele não tem controle nenhum dos investimentos dele e essa dica serve para você também que está vendo esse vídeo, tá?

Vamos, então, para a aula 3

A dica que eu dei para o Zequinha é a seguinte: “Zequinha, a partir de agora, vamos começar a controlar as suas despesas, cara. Porque não dá, né? Você quer melhorar de vida, precisa ter controle”.

Dei uma sugestão super simples para ele e que até hoje eu uso, porque é super funcional. E se você em casa fizer isso aí, junto com os seus familiares, esposa, esposo, filho, todo mundo unido, vocês vão ser divertir fazendo esse controle financeiro, que é bacana.

Eu sou um pouco contra aplicativo para controle financeiro porque eu acho que no comecinho você tem que sentir o dinheiro na mão, é diferente. Então, você sente o dinheiro saindo da sua mão, faz diferença.

A sugestão que eu dei para o Zequinha é a seguinte: Você vai numa papelaria e vai comprar 8 envelopes de cartas, esses baratinhos que custam 5, 10 centavos e você vai escrever alguns itens nesses envelopes, tá? É claro que isso é um geral. Se você tiver mais algum item que não se enquadra aqui, você pode criar um envelope extra e colocar aquele item que você acha que é importante estar controlando.

Então, a sugestão é a seguinte: 8 envelopes. Eu coloquei aqui os principais no exemplo do Zequinha, mas você pode se adequar com a sua realidade, tá bom?

  1. O primeiro envelope é Carro! O que é o carro? Tudo que envolve gasto com carro, tudo, desde IPVA, seguro, manutenção, combustível. Tudo que envolve carro vai entrar aqui, tá?
  2. Educação! Se você faz algum curso de informática, de inglês, paga escola para o seu filho, não importa, vai entrar aqui.
  3. Saúde. Praticamente remédio, plano de saúde, tá bom?
  4. Supermercado. Todas as compras para a casa, comida, produtos de limpeza, guloseimas, etc.
  5. Compras. Aqui são compras que não estão no supermercado. Que tipo de compra que vai entrar aqui? Bolsa, sapato. No caso do Zequinha, é tênis, tá… Adora comprar tênis. Então, vai entrar em coisas que geralmente não tem no supermercado.
  6. Contas da casa. O que vai entrar nesse envelope? Água, luz, telefone, aluguel, tudo que vem boleto para você pagar na sua casa vai entrar aqui. Compra de gás, etc.
  7. O envelope dos 10% do salário (risos). É aqui que vai ser a grande dificuldade do Zequinha.
  8. O envelope de Dívida caso ela exista, tá?

O Zequinha está “perdidinho” com as contas dele. Como é que vocês vão trabalhar com esses envelopes? Sugestão que eu dei para o Zequinha também, tá? Vocês vão escrever aquilo que vocês acham, que vocês acreditam, vamos dizer assim, que é quanto vocês acham que vocês gastam por mês com cada item desse. Isso é o que vocês acham. Escrevam isso, tá?

No caso aqui do Zequinha, ele me passou alguns números, eu acho que estão todos errados, mas, no decorrer de 1 mês a gente vai chocar. O objetivo é o seguinte: você comparar aquilo que você acha com o que você gasta.

Então, a regra é a seguinte! Por exemplo, carro! Toda vez que você vai abastecer o carro, você vai pegar o recibo. Esse envelope fica com você! Você pode deixar dentro do carro esse envelope. Você vai abastecer o carro, pega o recibo e coloca dentro do envelope. Então todos os recibos têm que estar dentro dos respectivos envelopes.

Alguns envelopes que eu deixo dentro do carro, por exemplo: compras fica dentro do carro, supermercado fica dentro do carro, o de saúde fica dentro do carro (quando eu vou comprar algum remédio, alguma coisa) e o próprio carro fica dentro do carro.

Então, eles ficam lá no porta-luvas e quando, por exemplo, eu vou em uma farmácia, compro um remédio, eu pego o recibinho, coloco dentro do envelope de saúde.

Todos os gastos dentro dos respectivos envelopes.

E ao final de 30 dias, eu vou somar para saber quanto que eu gastei, de verdade. A mágica do controle financeiro acontece agora! Porque, antes de vocês somarem… Vai passar 1 mês, vocês vão somar essas contas, mas antes você vai escrever no envelope quanto vocês acham que vocês gastam ou quanto que vocês vão gastar.

Uma pessoa que não tem controle, ela costuma errar feio. Ela fala: “Pô, de carro…”, no caso do Zequinha: “Ah, eu gasto 150 reais por mês”. Vou colocar em azul aqui. “150 reais por mês, Trovó”, segundo o Zequinha. Aí ele vai pegar toda vez que ele abastecer o carro, fazer manutenção, furar um pneu, pagar a parcela do seguro do carro, a do IPVA, não importa, toda vez que tiver algum gasto relacionado à carro, ele vai colocar nesse envelope, tá?

E, ao final de 1 mês, ele vai pegar todos esses recibos, vai somar e vai escrever em vermelho quanto realmente ele gastou. E aí ele vai chocar aquilo que ele acha que ele gasta com aquilo que realmente ele gasta. E, a partir daí, a gente vai começar fazer controle.

Aquele que der a maior diferença do almejado (que é aquilo que você acha com aquilo que acontece), é o que a gente chama de envelope de sangria. É esse envelope que é o envelope que a gente vai ter que controlar porque, via de regra, em 6 ou 7 envelopes a diferença daquilo que você acha que você gasta com aquilo que você vai gastar não costuma ser muita não, mas sempre tem um envelope que é o envelope crucial, que você fala: “Caraca, errei feio … errei feio”, tá?

  1. É educação! O Zequinha, por enquanto, está acomodado, não está estudando, está parado, mas daqui a pouco ele vai fazer curso.
  2. Saúde: o Zequinha acha que gasta aí uns 60 reais por mês, tá? Não paga plano de saúde por enquanto, lembrando que o Zequinha é um homem de 23 anos, mora sozinho, ganha um salário bruto de 3 mil reais, tá?
  3. Supermercado! Aqui o Zequinha falou que gasta uns 300 reais por mês, que ele acha que gasta, né?
  4. Compras: ele falou que é mais ou menos uns 200 reais, nós vamos descobrir depois.
  5. Contas da casa… Aqui vai entrar aluguel, água, luz, telefone, gás, internet se tiver, TV à cabo, etc. Segundo o Zequinha, 900 reais.
  6. 10% do salário!
  7. Ele não sabe o que é e dívida, diz ele que está faltando lá 300 reais para pagar no cartão.

Bom, qual que é o nosso objetivo? A partir de agora, que o Zequinha vai fazer? Isso aqui é o que ele acha. Deixa eu colocar educação aqui, zero, porque por enquanto ele não tem nada, não está estudando, vou fazer ele voltar a estudar, tá?

Então, vocês que estão vendo, que estão acompanhando a trajetória do Zequinha, façam a mesma coisa em casa, pegam esses 8 envelopes, vocês não vão gastar 1 real com envelopes, é super baratinho, tá?

Deixa eu voltar aqui para… Pronto! Vocês estão me vendo agora. Então, a gente está de verde. Verde significa que é conteúdo, então, essa lição de casa aqui para vocês, ela é super importante. Então, para amanhã cedinho, já aproveita corre na papelaria, compra os 8 envelopes, dividam pelos temas principais.

“Pô, Trovó, eu tenho mais alguns assuntos que não estão aqui”.

Então, cria um envelope, por exemplo, que você acha que é importante, que é um item importante, que tem um gasto que tem relevância no seu controle financeiro. E começa a escrever. Começa a escrever em azul no envelope, escreva aquilo que você acha que você gasta e a partir daí vocês vão começar a colocar todos os comprovantes dentro dos respectivos envelopes.

Pela minha experiência, tá, pela minha experiência, o envelope que costuma dar problema é o de Compras.

Vamos voltar para a lousa aqui. O envelope de compras costuma ser o problemático. Sabe aquelas comprinhas que a gente faz fora de hora? “Ah, meu tênis está velho, vou comprar outro tênis”. “Ah, vou comprar uma calça”, “Ah, enjoei dessa roupa”, “Vou comprar um item para casa”, “Comprei um colchão novo”, certo?

20 Passos para Economizar Dinheiro, Ficar Rico e chegar a Independência Financeira em 2017

Tudo que é compra vai entrar aqui, são coisas que vocês não fazem sempre. São aquelas compras, diz assim, o consumismo. Esse é um dos principais envelopes. É o envelope, vamos dizer assim, responsável por hoje a gente ter 66 milhões de pessoas endividadas.

Geralmente, é aqui que é o problema, tá? Vocês vão cair de costa. Então, a tarefa de vocês por 30 dias é estar preenchendo os comprovantes dentro de cada envelope. Lembrando que envelope de carro, o de compra, o de saúde e o do supermercado: esses 4 vão ficar dentro do porta-luvas porque se a gente fizer uma compra, dificilmente você vai estar saindo a pé.

Se você não anda de carro, pode deixar dentro da sua bolsa, tá? Ou da sua carteira! Mas é importante estar junto, não deixar passar nada, tá bom?

Eu, na hora que eu estou com o carro, que eu saio, faço uma compra, já entro no carro, pego o envelope que está no porta-luvas, coloco o comprovante dentro e “pum”. E coloco lá e só vou ver daqui 1 mês. Aí quando passar 1 mês, eu vou somar e vou escrever e vou comparar com aquilo que eu acho que eu gasto.

Hoje, eu erro por centavos. Parece piada que eu estou falando, mas eu erro por centavos. Faz muitos anos que eu faço isso, então, o meu controle financeiro é absurdo.

E se você quer ser um excelente investidor, a primeira coisa que você tem que ter é saber para onde está indo o seu dinheiro porque eu já conheci muitas pessoas que entraram para o mercado financeiro, ganharam dinheiro, mas torravam tudo. O que eles ganhavam no mercado financeiro, eles gastavam. Não tinham um controle, não conseguiam poupar e é o caso do Zequinha.

Está com dívida, ele acha que é 300 reais, então, eu vou descobrir, né? Não está estudando e colocou uns números aqui que eu estou meio desconfiado. Na segunda-feira, a gente vai simular que passaram-se 30 dias para poder chocar com os números que realmente deram nos envelopes do Zequinha.

Para você que está vendo essa aula aqui, você tem a tarefa agora de 30 dias! Você precisa fazer essa lição de casa para saber quanto você acha que você gasta, quanto você gasta de verdade, e aquele envelope que der a maior diferença entre o que você escreveu em azul (antes de começar a tarefa) e o que você escreveu em vermelho é o envelope que você vai focar, é nele que você vai cortar despesa, tá?

Então, a gente vai ajudar o Zequinha nessa trajetória. É gostoso, no começo é um pouquinho chato, mas depois você vai pegar o gosto e é muito legal para você ter controle sobre suas finanças. A hora que você pegar o jeito, depois de uns 4, 5 meses fazendo esse controle com os envelopes, aí sim você pode ir para um aplicativo financeiro, para uma planilha no excel, mas para começar o envelope é legal.

Novo Aplicativo: SR Invest

Você sente o danado ali, você começa… Toda vez que você coloca um recibo dentro do envelope, você fala: “Caraca, estou gastando, isso não é legal”. Tá bom pessoal?

Então, está explicado porque que as contas não fecharam, o Zequinha não tem a menor ideia do que ele gasta e ele precisa economizar esses 10%. Esse envelope, hoje, vai estar vazio, mas a gente vai colocar aí os 219 reais da conta dele.

Então, está aí a lição de casa: amanhã, comprem os envelopes. Na segunda-feira quero ver todo mundo já com os envelopes comprados, preenchidos em azul e já começar a colocar os recibos dentro. Perfeito? Posso contar com vocês?

E não se esqueça de se inscrever no nosso canal, deixar um joinha e deixar um comentário: Qual o envelope vocês acham que vai ter o maior problema aqui para o Zequinha, quanto vocês acham que ele gasta com a conta?

Dê a opinião de vocês, passem um valor para mim, mais ou menos, no comentário aqui do vídeo quantos vocês acham que o Zequinha realmente gasta. Do salário líquido dele, quanto que você acha que sobra para ele? Depois a gente vai comparar, tá?

Então tá! E convide as pessoas que estão próximas à vocês a fazerem esse exercício aqui que é super importante. Pelo amor de Deus, são 66 milhões de brasileiros que tem dívida por não ter esse tipo de controle que é super simples, super barato e super fácil de fazer, além de ser muito divertido. Tá bom?

Até segunda-feira, então, quando a gente vai simular que se passaram 30 dias. A gente vai comparar realmente aquilo que o Zequinha gastou para a gente poder ajudá-lo a melhorar as finanças dele, sobrar os 10% e aí a coisa começar a caminhar para ele poder parar de pagar juros e começar a receber.


Olá pessoal, aqui é o Trovó e nesse vídeo eu quero fazer um convite super especial para você que quer muito aprender do zero e na prática, a investir o seu dinheiro no mercado financeiro ou você que já investe, porém ainda não conseguiu enxergar resultados.

Sabia que existem outros tipos de investimento que geram mais recebimentos de juros do que a tão conhecida poupança?

Então se quiser se juntar a um grupo de pessoas que estão a caminho de alavancar a sua independência financeira e se você quer cuidar melhor do seu dinheiro, eu quero te convidar para participar do meu Workshop gratuito.

Você terá acesso a uma série de vídeos de dicas e técnicas 100% gratuitos.

São conceitos poderosos e que abrirão a sua mente e mudará a sua maneira de enxergar o mercado financeiro. Então aqui nesse vídeo, em algum lugar por aqui, tem um link para você clicar e se inscrever. Te espero lá, um grande abraço. Tchau

Da Redação