Você é otário ou quer Ficar Rico?

Você é otário ou quer Ficar Rico?

 

Como é que o pobre fica rico?

Esse, vamos dizer assim, é o tipo de reclamação que a gente recebe o tempo todo nos comentários do nosso canal. “Ah é muito fácil, Trovó, quem é rico ganhar dinheiro e para quem é pobre só sobra as contas para pagar, não sai do lugar”.

Vamos clarear um pouquinho a sua mente sobre isso aí, tá?

Primeiro, se você é pobre e quer ficar rico, a primeira coisa que você tem que fazer é se afastar da manada, literalmente. O que é manada? São as pessoas que ficam lhe puxando para baixo e que tem aquele pensamento – aquela limitação, aquela crença – limitante na cabeça.

Desde quando você cresceu você escuta a mesma coisa: “Poxa, você precisa estudar, fazer faculdade, ter um bom salário, comprar uma casa, ter um bom plano de aposentadoria para quando você envelhecer você não sofrer”. Só que o que mais temos hoje são idosos passando um aperto danado no nosso país e o que mal eles ganham, serve para pagar os remédios e o plano de saúde.

Então, você só vai conseguir ser rico pensando diferente da maioria e isso é muito difícil. Se você pensar igual à maioria sabe o que vai acontecer? Você vai ser pobre. A maioria da população é pobre. Isso é estatística, pessoal. 90% da população é pobre. Então, se você continuar fazendo exatamente o que todo mundo faz, não tem como você ser rico, você vai ser pobre.

“Ah aquele cara abriu um comércio e está ganhando dinheiro, vou fazer igual”.

Você vai ser pobre. Por que sabe quem vai ganhar dinheiro? Quem sai da caixinha, quem revoluciona, quem faz coisa diferente, quem tem ideias. Não adianta copiar as outras pessoas, você não vai conseguir fazer igual, não vai. Você tem que ter iniciativa. Para de copiar as pessoas, para de copiar o que a maioria faz. A maioria é pobre, se você quer ser rico, você não pode copiar a maioria.

É muito simples na minha cabeça, isso. Nossa! Para de copiar a maioria, pare de ficar escutando conselho de quem não consegue chegar lá. Você vai ter que mudar a chavinha que fica na sua cabeça. Todo santo dia tem 10 novos brasileiros que alcançam a marca de 1 milhão. Bom, se têm 10 brasileiros que alcançam por que não ser você?

Brasil insere 208 mil pessoas entre os 10% mais ricos do mundo.

O que eles têm diferente de você? Você acha que deram sorte? Eles fazem coisas diferentes. Eles procuram ideias. Hoje, para você ganhar dinheiro, basta você ter ideia e força de vontade. Você não precisa nem ter dinheiro, basta ter ideia e força de vontade e começar a receber juros. 90% desses milionários começaram do zero absoluto.

“Ah Trovó, é muito fácil: é só você casar com uma pessoa rica”.

Se você tiver o dom da lábia e for o Don Juan aproveita esse talento, faça isso. Faça, aproveita! Se você tem o dom da lábia e tem a cara de pau de conseguir casar com uma pessoa por dinheiro, faça isso.

Ganhar na loteria é para poucos e o menos provável: receber herança. Também pouquíssimas pessoas vão receber isso aqui tudo. Isso aqui não passa de um conto de fadas. A população se prende a isso porque quando você é criança é isso que você escuta: se você não casar com uma pessoa rica, não ganhar na loteria, não receber herança não tem como você ser rico, filho.

4 coisas sobre dinheiro que deveriam ser ensinadas na escola.

E você vai colocar isso como uma limitação na sua cabeça. E sabe o que vai acontecer? Você vai continuar pobre, vai invejar quem é rico e vai achar a vida inteira que aquilo não é para você. Que você é um azarado! Isso aqui é o menos provável. Isso aqui é conto de fadas, só acontece na história da Disney.

A minoria das pessoas passa por isso, a maioria tem ideias, a maioria investe, a maioria recebe juros. A mágica dos juros compostos faz toda diferença para você aumentar patrimônio. Esse é o pulo do gato!

Outro ponto: se você é pobre e quer ficar rico vai ter que controlar suas finanças independente de quanto você ganha, não tem jeito. Se você quer ganhar dinheiro, primeiro você tem que parar de perder dinheiro e a forma mais rápida de parar de perder dinheiro é parar de pagar o mínimo da fatura do seu cartão.

Se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão – me desculpe o que eu vou te falar, mas eu vou repetir – se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão, você nunca vai ser rico sabe por quê? Porque toda vez que você paga o mínimo da fatura do seu cartão, você está pagando juros.

Já falei isso aqui, em outros vídeos, a diferença entre a pobreza e a riqueza é que na riqueza você recebe juros e na pobreza você paga juros. Se você está pagando juros, está caminhando para a pobreza e quem que está enriquecendo é o banco. Então, controla as finanças!

“Qual é a regrinha para controlar as finanças, Trovó”?

Para você não se perder, pega 70% do seu salário líquido – não é o bruto porque tem desconto: uma parte vai para o governo e isso faz parte da regra do jogo, não adianta você chorar. Então, o que você tem que considerar? Tem que considerar o seguinte: é o seu salário líquido, independente do valor, pega 70% disso e aprenda a viver com esse dinheiro.

Se você não consegue viver com 70% do valor do seu salário para pagar as contas, você nunca vai ser rico, nunca. Aprenda a viver em cima do seu padrão de vida. Se você quer melhorar o seu padrão de vida, aprenda a viver no seu padrão. Se você quer ter um estilo de vida que não é compatível com o seu salário, você nunca vai ser rico. Isso é super importante, tá?

Já sabe o que são dívidas. Descubra!

Outro ponto: 20% do seu salário líquido você tem que guardar para uma emergência porque ela vai acontecer uma hora. Você vai bater o carro e não vai ter seguro, outra hora você vai ter um divórcio e você vai ter que pagar alguma coisa, vai ter que pagar pensão, outra hora você vai perder o emprego e vai precisar do dinheiro de emergência.

Essas dificuldades da vida vão acontecer, vão acontecer e quando você não tem reserva de emergência, sabe o que é que vai acontecer? Você vai ter que fazer um empréstimo do banco e aí quando você empresta dinheiro do banco você paga juros e se pagou juros vai continuar pobre. Então, você não pode depender de banco. O banco não está aqui para te ajudar, o banco está aqui para enriquecer e ele vai enriquecer em cima de pessoas que não tem controle de finanças. Então você não pode ser assim.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos.

Se existem pessoas que conseguem porque que você não consegue? Onde é que está a sua dificuldade? “Ah, eu não sei por onde começar”? Então, siga essa regra aí!

E 10 % você investe! Só vai conseguir aumentar de patrimônio recebendo juros. Isso é muito claro, anota na parede de sua casa: só vai conseguir ficar rico recebendo juros e não pagando. Pagou juros, não vai sair do lugar, vai ficar pobre.

Você vai pegar 10% do seu salário e vai investir em empresas que estão valorizando e não desvalorizando. Essa é outra burrice que a gente aprende quando criança que tem que comprar coisa barata. Coisa barata! Vou esperar ficar barato que é bom! Tomem cuidado com: comprar barato é bom! Tem uma diferença enorme entre uma coisa ser barata e uma coisa ser desvalorizada.

Temos um vídeo específico e bem curtinho explicando detalhadamente como é possível poupar 10% do salário. Veja aqui.

Como Investir Ações?

Se você comprar uma coisa que é desvalorizada a tendência e ela ficar cada vez mais barata e você vai perder dinheiro, então, o barato é diferente de desvalorizado. Vou dar um exemplo para vocês: empresa barata é muito diferente de empresa desvalorizada.

Coloquei aqui para vocês duas ações de duas empresas. Olha que interessante: a primeira empresa aqui é a empresa A. O preço da ação custava 50 reais e quando chega a 30 a população pensa assim: “Nossa, está barata vou comprar porque se voltar a 50 eu quase dobro o meu patrimônio”.

Então, esse é o pensamento de uma pessoa pobre. Por quê? Ela aprendeu, desde criança, que só vale a pena comprar coisas baratas.

Aí a empresa chegou a 35 reais e aí daqui a pouco “boom”, caiu para 20! “Nossa, agora está muito barata. Essa empresa chegou a custar 50 e agora está 20. Meu Deus do Céu, eu tenho que aproveitar e comprar essa ação de qualquer jeito. E vou comprar a 20 porque se ela voltar a 50 eu quase triplico o meu capital”.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Aí ela sobe mais um pouquinho e cai para 18. ”Nossa, se eu tivesse mais dinheiro eu ia investir tudo aqui. Queria ter mais dinheiro”. E aí você vai e fala para o seu amigo: “Cara, você tem dinheiro aí? Porque tem uma empresa aí que está muito boa e ela está muito barata. Se tem um carro, vende o carro, vende a casa, cara. Compra essa empresa, ela está 18 reais. Na hora que voltar para 50 reais, você vai lavar a égua. E está barato. Caiu mais: 15 reais. 10 reais. Vamos comprar que está barato. 5 reais, está barato. 2,50”.

Vocês estão percebendo o que está acontecendo? Está barato desde os 30 reais e o que está acontecendo? As pessoas estão comprando uma ação que está desvalorizando, estão se prendendo a preço e não estão conseguindo enxergar o geral que a cada ano que passa o preço da ação só desvaloriza.

Então é muito ruim você comprar o barato porque o barato ele pode ser 30 reais ou pode ser 1 centavo. E como é que você sabe se a empresa é boa ou não? Poxa, olha o preço: está valorizando com os anos ou desvalorizando? Pô, está desvalorizando então isso não é uma empresa barata, isso é um empresa que está desvalorizando.

E você nunca vai investir em uma empresa que está desvalorizando porque esse aqui é um pensamento pobre porque você vai comprar, comprar e comprar e você nunca mais vai conseguir ter lucro. Vai torrar todo o seu dinheiro numa empresa porcaria dessa por quê? Porque você cresceu acreditando que tem que comprar barato para receber dinheiro.

8 Papéis para investir em 2017

Olha para a empresa B!

Aa empresa B custava 20 reais e aí subiu para 30 aí agora caiu para 25, está barato. “Nossa, mas custava 20”. A visão do pobre: está caro. “Eu tinha que ter comprado a 20. Está tarde, agora já foi”. Aí a empresa foi para 35 reais. “Poxa vida porque que eu não comprei a 20”. Aí a empresa caiu para 30. Teve um desconto aqui, um desconto enorme aqui, de 35 para 30 e um super desconto.

Você tem que comprar, imagina se você for numa loja e perguntar assim: “Quanto custa esse remédio aí”? Custa 35 reais! “Você faz por 30”? “Ah, eu faço”. Você não compra? É um baita desconto, quase 10% de desconto. Nem no comércio você dá 10% de desconto.

Aí você não compra a 30 reais, está muito caro. Aí, de repente, vai lá para 40 reais. Aí você fala: “Por que eu não comprei a 30”. Aí de novo tem desconto: 35 reais. Poxa, de 40 para 35 é um baita desconto, é quase 10% de novo de desconto. E vai e vai e vai…

Então, eu posso compra a empresa até 40 reais. Não tem problema nenhum pagar 40 reais na empresa porque ela está valorizando com o tempo. Valorizando, então, independente do quanto eu estou pagando – pagando barato ou caro.

Analisando friamente agora, o que é melhor comprar: a empresa do lado esquerdo – à dez reais – ou comprar a empresa do lado direito – à 40 reais? As duas estão baratas.

A diferença é que o lado direito – a empresa B – ela está valorizando com o passar dos anos. Eu posso comprar a 40, que ela tem uma grande expectativa de chegar à 60, 50, 55.

A de 10 reais, eu posso comprar ela agora, ano que vem ela vai custar 5 e se eu compra a 5 no outro, vai custar 2,50 porque eu estou vendo claramente a desvalorização por mais barato que ele esteja. Às vezes é melhor comprar numa empresa mais cara porque ela tem potencial de valorização.

Então, a partir de agora, preste a atenção no que eu vou falar: empresa desvalorizada, você vai ficar longe é pensamento pobre e a empresa que deu desconto no preço da ação aí vale a pena.

Desconto: a empresa custava 30 foi para 25, isso foi um desconto e a empresa não está desvalorizando.

16 ações que mais valorizaram na Bolsa de Valores

Vocês percebem que o preço está tendendo a subir com o passar dos anos? Então, eu não preciso comprar a 20 para ganhar com essa ação, posso comprar a 25, ganharia dinheiro. Se eu comprasse a 30, eu também ganharia dinheiro, ganharia menos do que se tivesse comprado a 25, mas tudo bem, ganhei dinheiro. Se eu comprasse a 35, eu também ganharia dinheiro. Se eu comprar a 40 eu também vou ganhar dinheiro.

Olha a valorização que eu tive: de 40 para 55, então, o importante é comprar quando tiver desconto. Optem por empresas que estão valorizando com o tempo. Parem de achar que empresa barata é empresa boa. Esse é pensamento pobre.

Perfeito? Então, o que você vai fazer com os 10% do seu salário? Você vai investir em empresas que estão valorizando e quando que você vai entrar? Quando essa empresa estiver valorizando e lhe der desconto, aí você entra comprando.

Está dado o recado, então. Esse é o caminho para você conseguir sair da pobreza e ir para a riqueza. Faça isso todo mês com 10% do seu salário em empresas que estejam valorizando, no momento que houver um desconto. Tá bom? Um abraço e até o próximo vídeo.

Entendendo a Bolsa de Valores

Sabe por que o mercado de ações é um dos mais indicados para enriquecer? Porque esse mercado financeiro funciona muito bem mesmo diante da crise. Antes que vocês pensem em me dizer que “eu posso perder todo o meu dinheiro com as ações”, eu vou logo afirmando que isso não vai acontecer, se você for um bom estrategista que tenha controle financeiro.

Pode acontecer, realmente pode. Mas, assim também como acontecer os acidentes fatais de trânsito. Eles existem e acontecem todos os dias, mas você não deixa de dirigir, não é? Simplesmente porque entende quais são as causas daqueles acidentes. Na Bolsa de Valores, quando você entender o mercado, você diminui os riscos e passa a ter boas probabilidades de lucro.

No Brasil, a compra e venda de ações acontece na BM&FBovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). Essas negociações são feitas por meio das corretoras habilitas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Lembretes: não há valores exatos para serem investidos e comprar ações. Mas, se for para começar com valores baixos, é indicado começar investindo em fundos, já que os custos não serão tão altos. Vamos falar mais sobre os tipos de investimentos abaixo.

Agora, vamos entender um pouco sobre a Bolsa de Valores: em resumo, é um mercado online de negociação de ações e produtos. Foi criada com o intuito de arrecadar recursos para as próprias empresas. Hoje, quem tem participação nessas empresas, recebe parte dos lucros da mesma, já a empresa capta dinheiro à um preço mais baixo do que se fizesse um empréstimo bancário, por exemplo.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Para entrar no mercado de ações, você precisa escolher uma Operadora de Valores: normalmente, Bancos ou Corretoras de Valores.

Ela será sua intermediária e responsável pelos seus investimentos. Depois, durante as transações, seu contato será feito com analistas dessa corretora.

E você também pode investir pela internet, através do Home Broker, uma ferramenta que informa as cotações das ações, ordens de compra e venda de ações. Aqui, é importante estar atento á palavras como Ativo, Quantidade, Preço e Validade.

Os custos para investir na bolsa de valores são: a corretagem – quando você compra e venda ações – e a taxa de custódia – valor cobrado mensalmente pela corretora para guardar suas ações. Você também vai precisar pagar a tributação do Imposto de Renda, que normalmente é de 15% sobre o ganho de capital de ações.

* A isenção do IR ocorre apenas para vendas de até 20 mil reais no mês.

Caso tenham interesse em saber mais detalhadamente como o Mercado Financeiro de Ações é o melhor investimento, acessem esse link.

E entenda tudo sobre a Bolsa de Valores no link.

Curso Online e Gratuito

Oi, aqui é o Trovó!

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir e compartilhar com os amigos!

Descobri o Motivo de Você não Ser Rico!

Descobri o Motivo de Você não Ser Rico!

Hoje tem um puxãozinho de orelha virtual: “Por que será que os brasileiros não conseguem economizar dinheiro”? – Eu me faço essa pergunta todo santo dia!

  • Será que tem resposta para isso?
  • Será que isso é típico do brasileiro?
  • Será que o brasileiro tem um tipo de comportamento padrão quando se trata de investimentos?
  • Por que é tão difícil economizar?
  • E por que é ainda mais difícil começar a investir?

Para gravar o vídeo de hoje, eu mandei fazer uma camiseta em homenagem ao pé de meia começa com atitude!

Essa é uma palavrinha mágica!

Se você está endividado e está se sentindo envergonhado, não fique triste!

Sabe por quê?

Porque hoje, praticamente, ⅓ dos brasileiros, quase 60 milhões de pessoas, estão na mesma situação que você!

Está com a Corda no Pescoço? Respire, não se desespere e saia da dívida!

Agora, por que será que é tão difícil economizar?

Vou abrir umas aspas aqui para falar sobre um recente artigo que publicamos: “Como Economizar: 33 Maneiras de Juntar Dinheiro Rápido”. Nele, nós listamos 33 atitudes diárias e simples que podem fazer toda a diferença no seu orçamento familiar mensal.

Você sabia, por exemplo, que evitar abrir e-mails de ofertas é uma boa atitude para não cair em tentações? Ou já pensou que reduzir os cafezinhos diários pode gerar uma economiza de 900 reais anuais? Até com a decoração da sua cada é possível economizar dinheiro! Veja as outras 30 dicas aqui.

Vamos voltar à falar dos endividados! Vou citar o primeiro ponto, que é o mais importante e que faz com que a maioria dos brasileiros troque os pés pelas mãos! Aliás, eu falo isso o tempo inteiro com os meus alunos, mas nunca é demais repetir:

1 – Parem de viver em função do que os outros pensam!

Se você não parar, você vai caminhar para a pobreza! (Se você não sabe exatamente qual a diferença entre caminhar para a pobreza e para a riqueza, precisam ler a explicação: aqui).

O que é que eu quero dizer com isso? Vou explicar, mas antes me respondam:

– “Você quer um carro mais luxuoso: por que você precisa ou por que, na sua cabeça isso e sinônimo de ser bem sucedido”?

– Outra pergunta: “Você quer uma casa maior: por que você realmente precisa desse conforto ou por que você quer mostrar para as pessoas que te conhecem que você está bem de vida”?

Esse é um perigo danado! E se você caminhar por essa linha de pensamento, sabe o que vai acontecer? Você vai trocar os pés pelas mãos!

Ou seja, você vai começar a fechar o mês no vermelho! E vai começar a faltar dinheiro. E quando falta dinheiro o que você faz? Pega dinheiro emprestado de alguém, aí você paga juros e enriquece outra pessoa, no caso os bancos!

Não é a toa que, segundo pesquisa da Revista Exame, no último ano o lucro dos 3 maiores bancos privados do Brasil chegou à 100 bilhões reais! Ou sejam, os bancos enriquecem, enquanto que 60 milhões de brasileiros estão endividados. Por isso, Fuja dos Empréstimos dos Bancos!

Afinal de contas, você não acha isso uma sacanagem: pagar dinheiro para os outros? Você prefere enriquecer os bancos ou enriquecer você? Responda com sinceridade.

“Ó Trovó, eu prefiro me enriquecer”.

Então, para você começar a enriquecer você precisa ter atitude!

Quer saber por que quando você faz um empréstimo você enriquece o banco? Porque atualmente usa-se o cálculo de Juros Compostos! Já ouviu falar? É o que chamam de Juros sobre Juros ou de Efeito Bola de Neve.

“Mas, e para Ficar Rico Trovó, como eu faço”?

É o mesmo processo, só que ao invés de pegar dinheiro emprestado, você empresta do dinheiro! Na prática, funciona mais ou menos assim: Vamos supor que você empreste ao banco 300 reais – um valor baixo – e feche um acordo de juros compostos de 3% ao mês.

No final do primeiro mês, seu valor inicial será de 309 reais, somado os 3% de juros. A partir do segundo mês, os juros serão cobrados sobre os 309 já acumulados. Ao final de seis meses, você terá um patrimônio de 358,21 reais.

Ainda ficou com dúvidas sobre os Juros Compostos? Entenda tudo aqui, nesse artigo: 6 Dicas para Entender Como Calcular os Juros Compostos e Ficar Milionário!

Em tese, a primeira atitude para tomar, se você quiser ficar rico, é parar de se preocupar com o que os outros pensam!

2 – Gastos supérfluos!

Poxa vida, o que tem de gente gastando com porcariadas…

Entenda que esses gastos não vão te render juros!

E é aqui que está o pulo do gato, pessoal!

Você tem que investir o seu capital em algo que seja gostoso, que seja gratificante, mas que, ao mesmo tempo, possa te render juros! E isso que vai te fazer aumentar de patrimônio.

“Eu, Trovó, o que faço para conseguir poupar dinheiro todo final de mês”?

Porque eu também tenho conta para pagar… Ou você pensa que eu não tenho? Eu tenho, sim!

Qual é o segredo, então?

Você pega o seu salário…

Bem, vou explicar algo aqui: o seu salário, a sua comissão, o seu pró-labore, não importa da onde vem esse dinheiro, você tem que considerar uma quantia mensal. Porque tem gente que fala assim: “Ah, Trovó, eu ganho 5 mil reais por mês, mas é sacanagem só cai na minha conta 3,5 mil reais”.

Então, o seu salário é 3,5 mil reais! O resto é imposto, é do governo! Você não pode contar com ele, então, não conte! Para fazer essa conta, pegue o seu salário líquido!

Bom, vamos lá, 70% desse salário líquido é o que você pode gastar!

Como e com o que você vai gastar isso?

Via de regra, os gastos do dia a dia são gastos de casa, como aluguel, água, luz, telefone; gastos com carro, como IPVA, combustível, manutenção; gastos com alimentação, passeio, supermercado, compras, roupa, bolsa, sapato, etc.

Tudo isso aí tem que caber dentro do seu universo de 70% do seu salário líquido!

“Trovó, usar só esse valor para gastos é impossível”!

Então você vai caminhar para a pobreza! Aliás, nada é impossível!

O problema é o porquê que você não consegue gastar somente 70%!

Você sabe por quê?

Porque, infelizmente, aqui no Brasil a gente foi educado para viver em função do que os outros pensam e não em função do que te faz feliz!

Você se sente incomodado porque, perante a sociedade, se você não tiver uma casa legal, um emprego legal e um carro bacana, você é um fracassado!

Esse é o erro!

Quer um exemplo? Experimenta vender o seu carro hoje e falar assim: “Olha, vou vender meu carro porque não compensa mais. Vou andar de Uber”. Fica mais barato, dependendo de onde você mora e dependendo do tanto que você anda por dia. Realmente pode ser mais barato! Mas, o que acontece se você vender seu carro?

“Ê, você está apertado, está passando aperto, está tendo que vender o carro”. É isso que vão falar de você e isso vai te incomodar muito! E sabe o que você faz? Você não vende o carro. Você continua pagando um valor absurdo que não precisaria!

Então, você tem que considerar o seguinte: eu tenho que viver com 70% do que eu recebo do meu salário líquido!

E ponto final!

Uma dica infalível para você conseguir colocar todos os seus gastos mensais dentro desses 70% é usar a técnica dos envelopes. É muito simples: você vai até a papelaria e compra 10 envelopes de carta. Em cada um deles, você escreve itens dos quais serão destinados o seu dinheiro. Em seguida, vai por nele qual o valor você acha que gasta com aquele item. Bom… Clique aqui e descubra qual é a Técnica do Envelope!

“Trovó, mas e os outros 30% do meu salário”?

Para darmos continuidade na explicação, vamos arredondar o seu salário líquido para 10 mil reais – Pô, você está bem pra caramba! – Mas é só pra facilitar as contas, certo?

Desse total, exatos 3 mil reais você não vai usar para nada!

Como assim? Você vai tirar 20% do seu salário, ou seja 2 mil reais, e vai deixar de reserva emergencial!

O que é Reserva Emergencial? É um valor que você deve ter guardado para quando alguma coisa que você não controla acontecer.

Por que vai acontecer alguma coisa com a qual você não está esperando. Por exemplo, você pode ser mandado embora do seu serviço, pode precisar fazer uma cirurgia que o seu plano não cobre, pode ter um divórcio e ter que pagar uma indenização e um monte de coisa!

Por que se algo acontecer e você não tiver esse dinheiro, o que você vai fazer? Vai pegar emprestado do banco e vai pagar juros! E aí vai se endividar e vai caminhar para a pobreza! E essa atitude não faz parte dos passos que você deve seguir para chegar á sua Independência Financeira.

Leia os 7 Passos Para Atingir sua Independência Financeira.

Então, 20% do seu salário líquido você guarda e não usa, ele vai para a reserva de emergência! Definimos esse ponto!

Os outros 10% restantes, você investe para começar a receber juros!

Como investir dinheiro?

Se você é novato no Mercado Financeiro, saiba que atualmente existem várias opções de investimentos. Tais como as Rendas Fixas (Veja os Tipos de Rendas Fixas), na qual é possível, inclusive, calcular o seu rendimento financeiro (Veja Quanto Você Vai Receber na Renda Fixa).

Aliás, nessa semana publicamos um artigo com o tema “Qual o Melhor Investimento para 2016”. E nele destacamos, de forma muito didática, os melhores investimentos para quem tem até 5 mil reais, entre 5 e 30 mil reais e também para quem acima de 30 mil reais. Vale a leitura!

Resumo da ópera!

Para essa pergunta: “Por que os brasileiros não conseguem economizar”? Minha dica de hoje é: porque eles vivem em função do que os outros pensam e não controlam seus gastos! Os brasileiros não controlam e não tem a menor ideia disso! Não sabem viver com o salário que tem!

“Trovó, eu estou perdido nas finanças. Não sei quanto eu ganho e muito menos quanto eu gasto. Mas ouvi dizer que existem aplicativos financeiros bons, que dá para usar”. Se você é um dos leitores que me enviou essa questão, leia esse artigo: Controle Financeiro de Forma Simples e Eficaz.

Está aqui o meu desabafo e eu espero que vocês se atentem a essas dicas simples que fazem toda diferença!

E não querendo comparar, mas já comparando, nos Estados Unidos praticamente ⅓ da população investe! Por que vocês acham que eles investem? Porque eles fazem sobrar dinheiro no final de cada mês!

Já aqui no Brasil apenas 1% investe – número extremamente baixo! Ou seja, os outros 99% dos brasileiros nunca conseguem fazer sobrar dinheiro no final do mês! Ou eles estão endividados ou a sobrinha que tem no final do mês, eles colocam na poupança!

Você ouviu poupança? Você sabe por que investir na poupança não é um bom negócio? Você sabe que você pode estar descapitalizando se colocar seu dinheiro na poupança? Existem 3 motivos muitos claros e objetivos que traduzem as respostas para essas perguntas. Descubra: 3 Motivos para Não Investir na Poupança.

Enfim, esse é um problema conceitual, está bem?

E antes de terminar tem um recadinho para vocês!

Se você acompanhou esse texto até o final, você provavelmente ficou pensando em todas as formas para Ser Rico. Por isso, eu resolvi criar um curso – ou um minicurso, como você queira chamar – de 4 vídeos gratuitos.

Nele, eu conto os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem sobre como aplicar dinheiro no mercado financeiro!

Se você quer aprimorar seus conhecimentos e participar – sem custos – é muito simples: basta clicar nesse link, cadastrar o seu e-mail e fazer parte deste minicurso, está bom?

E não se esqueça de curtir este artigo e compartilhar com os amigos!

Por sinal, se você gosta de desafios e quer saber se é possível sair dos 5 mil dólares e chegar à 1 milhão de dólares em 10 meses, leiam esse artigo: “De 5 mil a 1 milhão de dólares. É Possível“? Esse será o desafio dos meu alunos que, anteriormente não sabiam nada do mercado financeiro, e agora tem essa grande batalha pela frente.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos

Fuja dos Empréstimos dos Bancos

 

Quando você faz um empréstimo, você paga juros. Quanto mais juros você paga, mais você fica pobre e mais o seu banco enriquece. O resultado disso é que os 3 maiores bancos lucraram mais de 100 bilhões de reais no último ano. Entenda essa história!

Tudo começou no vídeo passado, em que me perguntaram: “Trovó, o que quer dizer essa camiseta que você está usando”?

Quer dizer exatamente isso, que eu, Trovó, não curto pagar juros!

E por que eu estou falando isso?

Porque essa semana a revista Exame – do setor de Negócios, Economia, Tecnologia e Carreira – publicou uma matéria que nossa… me deixou com dor no coração!

Sabe qual foi o lucro dos 3 maiores bancos privados do Brasil – Bradesco, Itaú e Santander – no último ano?

Chuta!

Fala pra mim, quanto?

Quase 100 bilhões de reais!

Sabe por que eles tiveram esse lucro?  Porque os endividados, que não tiveram Controle Financeiro, continuam fazendo empréstimos após empréstimos.

Planejamento Financeiro Pessoal Simples e Eficaz Usando 10 ENVELOPES

E o que acontece quando você paga juros? Você fica mais pobre e enriquece o banco.

E tudo tem a ver com o que eu já falei aqui, no vídeo anterior, sobre o pensamento das pessoas ricas. Um assunto muito importante!

O pior pensamento que existe é o pensamento pobre! Pensamento pobre é você viver em função do que os outros pensam.

Quando acontece isso, o seu gasto acaba sendo maior do que o seu ganho. E aí falta dinheiro no final do mês! E aí você tem que pagar juros! E a bola de neve vai aumentando.

O que quero dizer com pagar juros? Quer dizer que você vai pegar dinheiro emprestado dos bancos ou de outras instituições financeiras.

E quando você pega dinheiro emprestado dos bancos, quem você acha que está enriquecendo? Você tem 100 bilhões na sua conta? Não tem né?

Então, preste atenção!

Como Ficar Rico?

O segredo é, de todas as maneiras possíveis, evitar pegar empréstimo!

Sabendo disso, trago aqui outra informação importante: você sabe qual é o principal motivo do endividamento das pessoas, ou melhor, dizendo do fato de as pessoas fazerem um empréstimo financeiro?

É a ostentação!

Procure ter conforto, mas evite ostentar!

Isso é super importante: a maioria dos brasileiros que entram em dívidas ostentam demais, querem aparecer para as pessoas à sua volta!

Esse é um dos motivos que podem te levar à falência, conheça os outros: 3 Motivos que Podem Te Levar á Falência.

E, na verdade, não precisa disso!

Porque, quando você estiver em uma situação ruim, ninguém vai te ajudar!

É o seguinte: lembra-se da regra dos 70%, 20% e 10%?

70% de tudo que você ganha, você pode torrar!

De todo seu salário, você guarda 20% para o fundo de emergência!

E 10% você investe!

Aprenda como comprar ações na Bolsa BM&F Bovespa em 3 passos

Vamos simular que você ganhe 1 mil reais mensalmente. Desse valor, 700 reais são para gastos, 200 reais é para um fundo de emergência e 100 reais para o investimento.

“Ah, mas eu estou endividado”.

Então, você soma todas as suas dívidas em uma única conta e usa os 20% da emergência para quitar essa dívida. Lembre-se que se você ganhar 1 mil reais, deve usar apenas 200 para quitar as dívidas, então, procure um banco que aceite essa solicitação.

É assim que você deve caminhar porque mesmo ganhando pouco não significa que você seja pobre.

O grande detalhe é que se você gasta mais do que 70% de tudo que você ganha, você provavelmente vai gastar mais do que ganhar e vai faltar dinheiro no final do mês.

O resultado você já sabe né? Você vai pegar dinheiro emprestado do banco e vai pagar juros, podendo até entrar em dívida.

3 coisas que são dívidas e ninguém considera

Aí, saem essas matérias como citei acima, o que me deixa muito chateado.

Em resumo, esse não é o caminho!

Hoje são quase 60 milhões de brasileiros endividados, com uma média de dívida que gira em torno de 5 mil reais!

É muita gente devendo muita grana aos bancos!

E o Mercado Financeiro aí, cheio de oportunidades.

E se você acha que nunca vai sair dessa situação, não se preocupe!

Que tem vídeos aqui no nosso canal explicando o passo a passo, tá bom? Então, não se desespere!

Então, eu espero que a próxima reportagem seja a seguinte: “Milhões de brasileiros hoje estão investindo, parando de pagar juros e começando a receber juros”.

Será que é utopia? Vamos pagar para ver!

PARTICIPE do Workshop Online Gratuito – Risco Zero nos Investimentos: Clique aqui.

Até o próximo vídeo!