O passo a passo mais simples e verdadeiro que você vai ler sobre investir ganhando pouco!

Quer aprender a investir dinheiro de verdade mesmo ganhando pouco? Então, continue lendo. Aqui não tem mágica e nem conversa fiada. É justo, é objetivo, é uma chance única que todo mundo tem que ver o outro lado da moeda.

Porque todo mundo pensa que para investir é preciso ter muito dinheiro. Por isso, os ricos são ricos e os pobres são pobres. Mas, não é verdade. Dá para investir e ter ações inteligentes mesmo que o sue salário não seja o maior do mundo.

Quer ver como isso é possível de um jeito muito simplificado? Atente-se aos tópicos!

O que é ganhar pouco?

Isso é relativo demais, não é mesmo?

Mas, vamos tentar dar uma explanada no assunto.

Uma pessoa as vezes ganha R$ 1 mil. E, para ela, é muito dinheiro. Já para outros que ganham R$ 10 mil pode ser pouco.

Por isso, nós temos que analisar muito bem esse momento de falar que ganha muito ou que ganha pouco.

Principalmente, temos que saber o que efetivamente eu vou fazer com o dinheiro que ganho.

Tem pessoas que ganham R$ 10 mil e gastam R$ 11 mil. Nesse caso, não importa se ela ganha muito ou pouco porque ela está consumindo mais do que ganhando.

E tem pessoas que ganha R$ 1 mil e gastam R$ 500. Essa sim é uma pessoa que entende o dinheiro. E mesmo ganhando pouco ela vai conseguir caminhar para a riqueza. Entendido?

Por isso, vamos falar como investir esse dinheiro (que pode ser pouco ou muito) tão importante que a gente ganha mês a mês.

Saber como investir é interessante porque muitas vezes a gente não aplica esse recurso tão importante que é o dinheiro e aí, ele some, voa, desaparece!

O passo a passo mais simples e verdadeiro que você vai ler sobre investir ganhando pouco!

Objetivos

É preciso que você defina o que você deseja e o que você que!

  • Qual é objetivo?
  • Sabe quanto custa?

Isso é importante para que você possa começar esse investimento verdadeiro na sua vida.

É preciso saber se está sobrando dinheiro no seu orçamento financeiro ou se você vai ter que reduzir custos para fazer sobrar.

E se estiver sobrando é melhor você pegar antes e já fazer o movimento da aplicação financeira antes de gastar.

Gastos

Antes de sair investindo aquelas sobra do seu orçamento é preciso cortar gastos.

É muito importante que você saiba que nós temos excesso de despesa em tudo que consumismos.

Pesquisas comprovam que se considerarmos uma boa faxina financeira (eliminar tudo que é excesso), a gente consegue uma economia de 30% no orçamento financeiro. Faça o teste!

Então, o grande investimentos começa com você gastando menos do que você recebe.

E mais: dá para ter atitudes inteligentes, como comprar a vista e obter descontos. Esse talvez seja um dos melhores investimentos: pagar menos por aquilo que você quer realizar.

Investimento

Já tenho o dinheiro, onde vou aplicar?

Tem diversas frentes para você buscar o seu melhor lugar para investir.

A verdade é que pode ser até uma caderneta de poupança, assim como o Título do Tesouro Direto e até mesmo um CDB.

Mas, acima de tudo, é importante que você saiba que com “apenas” R$ 30 você já pode investir sim, nos famosos títulos públicos, ou seja, no Tesouro Direto.

Se você não sabe investir sozinho busque por uma corretora de valores.

Dinheiro Extra

Não se esqueça de pagar aquela grana extra, aquele dinheiro do 13º, algumas trabalhos extras, os bicos… E investir esse dinheiro também.

Você pega esse recurso e investe mais: é sempre importante ressaltar que esse investimento tem que estar carimbado com aquilo que você quer realizar, que é o seu objetivo traçado.

As vezes, as pessoas guardam dinheiro de uma forma desprovida. E o dinheiro guardado acaba ficando sem ser destinado àquilo que você quer realizar. Logo, mesmo que investido, esse é um dinheiro perdido.

Escolha

Mas, qual é a melhor aplicação financeira?

A melhor escolha é você reter, guardar, poupar e salvar o seu dinheiro.

Depois, você tem diversos tipos de investimento, mas sempre olhando pelas taxas de juros que eles também proporcionará para você – além das tarifas que cobram.

Chamamos isso de potencializar o seu dinheiro guardado.

Hoje, nós temos investimentos desde uma caderneta de poupança para um sonho de um curto prazo até uma previdência privada para sonho de longo prazo, como é a aposentadoria.

Futuro

Afinal, já é hora de você fazer a sua própria previdência privada e ficar independente desse processo do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social).

Afinal, tem reforma, tem mudanças, tem problema aí o tempo todo.

E, por outro lado, tem alguns investimentos que necessitam de um aporte maior de dinheiro, como é o caso das Letras de Crédito, que partem dos R$ 5 mil ou R$ 10 mil.

O mesmo vale para outros tipos de investimentos, como a bolsa de valores.

Mas, sempre tem alternativas. Como é o caso do Tesouro e da Poupança, que permitem aplicações mínimas, baixas e que são populares para até quem ganha pouco poder investir.

Então, é preciso ter paciência, perseverança e acreditar na beleza de seus desejos e objetivos porque são eles que vão promover a sua atitude de guardar parte do dinheiro que você ganha todos os meses!

E assim você estará dando passos significativos e se transformando em um investidor, independente de quando você ganha.