Sobre ganhar dinheiro em 2019 – 7 estratégias de investimento

ANÚNCIO

Será que uma boa estratégia de investimento é investir muito dinheiro de uma vez só? Será que é investir na bolsa ao invés dos fundos de renda fixa? Será que é fazer vários cursos de finanças?

Na verdade, as estratégias partem de princípios muito mais simples do que esses: é saber analisar o investimento, mudar quando for preciso, investir na hora certa, acompanhar os resultados…

ANÚNCIO

E é sobre tudo isso que vamos falar no artigo agora. É sobre investimentos, sobre escolhas, sobre a multiplicação do dinheiro, sobre as finanças pessoais e tudo mais que é importante para uma vida próspera.

Muita gente que se inicia um projeto de construção de riquezas aplica o dinheiro em certas modalidades de investimentos e, simplesmente, deixa ele lá por meses ou até anos como se houvesse uma garantia de que esses produtos terão rendimentos com o passar dos anos.

Mas, não há garantias porque o tempo muda tudo e tudo muda com o tempo também. Veja como evitar riscos e aumentar os ganhos com essas 7 dicas simples!

ANÚNCIO
Sobre ganhar dinheiro em 2019 - 7 estratégias de investimento

1 – As novas estratégias

Aqui já podemos dar uma primeira dica, que é sobre a importância das mudanças e das atualizações em seus investimentos de tempos em tempos.

O fato é que as mudanças acontecem e o erro é ter um comportamento que ignore isso.

Ao ignorar esse fato e não se preparar para criar novas estratégias sempre que necessário você deixa de lucrar e pode até perder dinheiro, isto é, rentabilidade.

O fato é que um produto bem escolhido há 2 anos pode já não ser um bom produto hoje.

2 – As análises dos desempenhos

Você precisa sempre analisar o desempenho do investimento e compará-lo com as outras opções que estão disponíveis no mercado atualmente.

Principalmente as opções como no caso em que se compara a rentabilidade de um fundo de renda fixa do seu banco com de outras instituições do mercado.

Aqui está outra dica para quem busca boas estratégias de investimentos financeiros.

Entenda que manter essa estratégia é fundamental para o longo prazo, não só para encontrar alternativas melhores de investimento, mas para identificar dúvidas.

E essas dúvidas podem ser levados para o seu gerente ou especialista que lhe passa orientações a respeito das suas aplicações.

3 – Os cuidados com as taxas

Uma dica que nunca sai de moda para quem está investindo dinheiro é sobre as taxas – de juros, rentabilidade, administração, etc.

É fundamental estar sempre atento a taxa de administração, inclusive. Já que elaé cobrada pelo gestor do fundo e, claro, afeta o desempenho de todo e qualquer investimento financeiro.

Nesse caso dê sempre  preferência a análise de prazos mais longos como 24 ou 36 meses.

4 – Os lucros periódicos

Uma lição importante: os melhores fundos costumam mostrar seus diferenciais após lucrar em intervalos de tempo, pois precisam do tempo para consolidar os efeitos das estratégias dos seus gestores.

Então, ao mesmo tempo que se deve atualizar os investimentos, também se deve dar tempo para que eles apresentem seus bons resultados. É uma linha tênue.

5 – O atual momento

Essa dica é sobre entender o nosso atual momento.

Porque as regras não são muito diferentes para quem investe em imóveis, assim como em aplicações financeiras de fundos ou ações.

Devido a uma herança de valores passada pelos nossos pais e avós (histórica e culturalmente), a maioria das pessoas ainda acredita, cegamente, que imóveis são sempre um bom investimentos.

E você sabe que… Nem sempre!

Não se pode passar o resto da vida ignorando que bairros se desvalorizam, inquilinos descumprem obrigações e crises aparecem entre outros fatores.

Assim como qualquer investimento, uma carteira de imóveis demanda dedicação de tempo para estudo e análise do mercado.

É preciso sempre se atentar ao planejamento da região, a possibilidade de investimentos em obras, construção de shoppings, abertura de comércio, consultar o plano diretor do município é sempre um bom caminho para isso.

6 – O histórico da evolução

Um histórico consistente da evolução do preço da evolução do metro quadrado, por exemplo, nos últimos anos e a certeza de grandes obras, também por exemplo, geralmente indicam um bom momento de compra.

Então, mais uma dica é sempre ver o histórico da evolução do seu investimento. Inclusive, se você tem ações na bolsa de valores, sabe muito bem do que estamos falando, não é mesmo?

7 – Os momentos (de entrar e sair)

Por outro lado, ainda considerando os imóveis como exemplo, saiba que os preços estagnados ou em queda, indicam sinais de decadência no bairro e preços em alta exponencial podem indicar a aproximação de esgotamento da valorização.

Ambos sinais indicam um bom momento para a venda. Por mais valorizado que seja imóvel no momento da compra ou por mais satisfeito que você esteja com o rendimento dos seus investimentos é importante não se acomodar com eles.

Bônus: a análise!

A análise é fundamental e necessária sempre, tá bom?

Isso porque é a única forma de garantir a continuidade de bons investimentos. Isso acontece por meio de uma constante e cuidadosa análise dos seus resultados.

Por isso, crie hábitos de revisar o desempenho dos seus investimentos pelo menos 1 vez ao ano. Isso chutando bem alto. O ideal é que seja feito semestralmente, assim como a maior parte dos títulos do Tesouro Direto.

Esse é um dos itens que entram no checklist anual do planejamento pessoal e saiba que até pode dar um pouco de trabalho, mas valerá a pena.

Essa análise que irá mostrar quais são os melhores caminhos para garantir o crescimento cada vez maior das suas riquezas.

ANÚNCIO