Descubra a hora certa de sair de um fundo multimercado

ANÚNCIO

A gente já falou aqui sobre o fundo multimercado. Basicamente, é aquele fundo que investe em vários mercados, como da renda fixa e da renda variável, ao mesmo tempo. Mas, uma dúvida comum é sobre a hora de sair de um fundo multimercado.

Se você não se perguntou sobre isso antes, saiba que pode ser a sua dúvida do futuro. Então, já é bom a gente ir estudando o assunto, né. Mesmo porque esse tipo de fundo até pode ser uma boa ideia para quem quer melhorar as rentabilidades dos investimentos.

ANÚNCIO

Descubra a hora certa de sair de um fundo multimercado

Só que o que a gente vê por aí, em todo mercado financeiro, é que que tem muitos fundos multimercados que têm grandes volatilidades. E mesmo que você aguente firme essa oscilação vai ter uma hora que você vai se perguntar ou se questionar sobre a saída do fundo.

Afinal de contas, será que existe o momento ideal, o momento adequado, o momento perfeito? Mais do que isso, qual é a análise que a gente tem que fazer para saber se é a hora certa de sair do fundo? Será que é quando não está mais dando lucro? É sobre isso que vamos falar agora.

ANÚNCIO

A hora certa de sair do fundo multimercado

Bom, vamos lá.

A primeira coisa que a gente tem que se perguntar é sobre os motivos que a gente tem para sair de um fundo multimercado. Então, por que você acha que você tem que sair? Aliás, será que você tem que sair? Será que você não deve ficar nesse fundo multimercado?

Essas perguntas são importantes porque, de um modo geral, as pessoas possuem fundos multimercados pensando no longo prazo. E é preciso entender que isso tem a ver com a sua decisão de escolha. Inclusive, a mesma reflexão pode ser feita para outros fundos também.

Assim sendo, antes de tudo você tem que pensar se há realmente necessidade de você liquidar a sua posição em um fundo com lucro. E, para isso, se pergunte, de forma simples, por que você quer fazer isso.

“Ah, vou sair porque ganhei tanto” ou “vou sair porque perdi tanto”. Essas duas frases não fazem muito sentido e não explica por que você deveria sair do fundo.

Os cuidados ao sair de um fundo multimercado

Um dos cuidados que se deve ter é para o fato de que você vai pagar imposto, ou seja, você vai girar o seu patrimônio e toda vez que você paga imposto, o que acontece? Diminui um pouquinho do seu valor de montante financeiro.

Na prática, é bem simples entender isso. Você vai comprar ou fazer uma outra aplicação com menos dinheiro do que poderia porque perde um pouco com o imposto. E isso acontece ao passo que deixar esse mesmo dinheiro rendendo mais tempo pode ser mais interessante para você.

3 motivos que pode te levar a sair de um fundo

Bem, considerando os cuidados com os impostos, ainda assim, a gente encontrou 3 motivos que podem sim te fazer sair de um fundo multimercado. Confira!

1 – Perfil de Investidor

O primeiro deles é quando você identifica que você não tem o perfil de investidor para ter aquele fundo multimercado. Isso pode acontecer se um fundo tiver alta volatilidade e te faça ficar ansioso demais pelos lucros.

Assim sendo, se você estiver ansioso, o que você tem que fazer é outra coisa, que não é ficar aguardando resultados imediatos do seu fundo. Isso porque, de um modo geral, em um fundo, você investe e deixa o investimento lá.

Então, isso pode ser um verdadeiro descasamento de perfil. Para finalizar essa ideia do perfil, saiba que se você identificar e tiver clareza que as oscilações de um fundo que você possui te geram ansiedade, talvez você deva fazer uma reflexão sobre o seu perfil.

E se tiver desenquadrado, aí você resgata. Não é porque subiu ou porque caiu, mas porque não era o fundo ideal para você.

2 – Mudanças de Objetivos

A outra coisa que pode explicar a sua saída do fundo é se você tiver uma mudança de objetivos.

Mudou porque agora aconteceu uma coisa. Porque sempre aconteceu alguma coisa na nossa vida, né. Pode ser uma mudança de cidade, de estado, de país. Uma doença, desemprego, etc.

Então, nesse caso, eu posso mudar o perfil da minha carteira, trocando esse produto por um outro que eu acho que vai ser mais adequado para o meu novo tipo de objetivo. E isso significa que vou ter que sair do fundo antigo, obviamente.

3 – Gestão do Fundo

E a terceira motivação que você tem para mudar de fundo multimercado ou sair dele seria a desconfiança da capacidade de gestão de determinado gestor.

Agora, como você vai desconfiar da capacidade do gestor? Aí é você tentar extrair fatores mais qualitativos dele. É você visitar o site, ver as cartas mensais, trocar e-mails, ver o que eles respondem. Etc.

Mas, para isso, você tem que ter muito em mente se você está realmente ciente daquilo que o fundo faz. Agora, você não precisa pensar que você tem que resgatar o fundo com lucro para depois aplicar de novo. Isso não faz muito sentido, não.

Se você não está bem com o seu gestor, independente do lucro ou do prejuízo, você tem um motivo para sair de um fundo multimercado.

Resumo da Ópera!

A gente encontrou informações de especialistas que explicam que você deve tirar um fundo de uma carteira ou qualquer produto quando se tem motivos para isso.

E entre os motivos, a gente viu que um dos mais fortes é quando ele não faz mais sentido na sua estratégia e nos seus objetivos pessoais. Ou quando não está de acordo com seu perfil. E ainda quando o gestor não é confiável ou não tem apresentado uma boa conduta com os investidores.

E, lembrando que não há obrigatoriedade de você ter que se desfazer de um fundo multimercado para realizar um lucro.

ANÚNCIO