Saiba como a falta de uma reserva de emergência pode destruir a sua vida!

ANÚNCIO

Parece um enredo de filme de terror, não é mesmo? Mas, a ideia é justamente essa. Porque quem não leva o assunto sério pode sofrer muito com os efeitos colaterais de uma falta de reserva de emergência.

A gente vive em um país onde não há certezas políticas nem mesmo financeiras. Depender da previdência social para se aposentar é um erro. E achar que estamos imunes aos acontecimentos trágicos… também é um erro!

ANÚNCIO

O que vamos falar aqui é algo bem sério. E se você tem estômago fraco, melhor terminar a leitura por aqui mesmo.

– É como um filme de terror, nem sempre gostamos da história, mas sempre nos assustamos com alguma cena!

Vai ter coragem?

ANÚNCIO

Tudo começa pela falta da reserva de emergência…

O destruidor de sonhos ainda não vai aparecer por aqui. Então, você vai conseguir ler esse começo de conteúdo de forma muito simpática!

A verdade é que a falta de uma reserva estratégica ou reserva de emergência é algo real na vida de muita gente. Alguns até tentam, mas sempre cedem.

A gente costuma falar sobre sonhos de curto, médio e longo prazo. E, no começo, todo mundo começa a guardar dinheiro certinho, para cada momento como esse.

E o que sempre fica para trás é justamente a tal da reserva!

E por que isso é ruim?

– eu começo a guardar esse dinheiro, vou guardando e estou feliz com isso. Mas, de repende, aparece um imprevisto ou uma necessidade e aí, pronto, acabo usando o dinheiro dos objetivos para custear isso.

A não realização de um sonho é algo bem ruim, de verdade. E isso não tem a ver apenas com a questão da frustação por não alcançar o objetivo, mas também pelo fato de nos pressionar a tomarmos decisões menos assertivas.

Outra situação triste é quando a pessoa compra uma viagem parcelada antecipadamente. Depois, ela começa a guardar mensalmente um dinheiro para o custeio da viagem. E surge o imprevisto.

Pronto! Aquela reserva que estava sendo guardada vai ser gasta. E aí você vai viajar sem dinheiro?

E chega nas dívidas!

Outra situação que pode acontecer é pior ainda. Bem pior mesmo.

As vezes eu estava guardando para o meu sonho, porém, apareceu imprevisto e agora que eu não tenho reserva de emergência, vou ficar endividado?

Você percebe que a reserva é muito importante?

Saiba como a falta de uma reserva de emergência pode destruir a sua vida!

Como fazer essa reserva de emergência?

Sempre olhando para o padrão de vida da pessoa. Essa é a regra número 1 para se começar a juntar dinheiro para esse fim.

A reserva tem que ser correspondente a esse padrão e a esse custo de vida.

Imagine uma pessoa que tenha um salário de R$ 3 mil. Uma reserva estratégica seria R$ 3 mil, no mínimo, ou seja, um salário mensal.

Assim, ela vai ter um ganho mensal guardado e com isso a probabilidade de você ter problema é muito pequena. E mesmo que tiver o imprevisto, ela consegue segurar as pontas por 1 mês.

Porque você teria condições de ter praticamente um ganho de 30 dias já reservado para essa eventualidade.

Agora, estamos supondo aqui um valor mínimo, ok?

O ideal, conforme as pesquisas indicam e os profissionais afirmam é que se deva guardar, ao menos, o equivalente a 6 meses de salários mensais (ou renda da família) para imprevistos.

Os mais conservadores vão falar em 12 meses, inclusive, se você for um profissional autônomo, por exemplo. Então, 12 meses de R$ 3 mil daria uma poupança de R$ 36 mil, sendo o ideal.

E a reserva estratégica?

A reserva estratégicaa não necessariamente terá problemas se for usada para aproveitar uma oportunidade do mercado – desde que você não use tudo!

Talvez comprar um item que vai te agregar valor e tem um bom desconto no pagamento à vista, por exemplo. Ou comprar um imóvel para fazer negócios, etc.

Isso é o que chamamos de reserva estratégica.

Agora, como construir a reserva? Dá para fazer isso por vários caminhos.

Por exemplo, você pode guardar 30% do seu salário durante três meses.

Se você ainda não consegue para tirar 30%, comece 10%. Em questão de um pouco mais de 1 ano, talvez você já tenha um bom valor, que vai te dar mais autonomia e segurança.

E essa reserva vai ser determinante para a tranquilidade para sua própria vida com relação ao seu dinheiro, com relação ao seu cotidiano, as contas e tudo mais.

Imagine se você não tiver reserva, e tiver um imprevisto algum tipo de conta. Será mesmo que você está preparada e além do mais quanto vale a sua tranquilidade.

Pode reparar aquela pessoa que tem dinheiro guardado, uma reserva de emergência, ela sempre está mais tranquila porque qualquer imprevisto, ela vai ter o dinheiro e não vai ter problema.

Ela tem o stress menor também e aí começa a influenciar até mesmo na saúde, né.

Ela tem mais consciência, inclusive, para comprar e consegue aproveitar melhor os descontos porque ela pode comprar à vista – e isso gera desconto.

Portanto. a reserva estratégica é de suma importância no universo da educação financeira.

ANÚNCIO