A Rentabilidade dos Investimentos no começo de 2017, incluindo as Small Caps e o Tesouro Direito

O Tesouro Prefixado 2023 teve perda de 1,27% em abril, porém, no geral, continua tendo uma boa rentabilidade, que está acumulada em 8,89% no ano de 2017 e 26,32% nos últimos 12 meses. Já o Ibovespa, que teve alta de 0,64% em abril, acumula alta de 8,59% em 2017 e 21,32% em 1 ano.

Do lado negativo está o dólar e o ouro, que apresentaram perdas de 7,71 e 12,18% no último ano.

A Renda Fixa rendeu 3,85% com o CDI no ano e 13,46% nos últimos 12 meses, enquanto a poupança rendeu 3,06% em 2017 e 9,77% em 12 meses. A variação do IPCA foi de 1,10% no ano e 4,08% em 12 meses.

Fundos de Investimentos

Os fundos de investimentos tiveram resgates líquidos de 21,6 bilhões de reais apenas em abril, conforme dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima) e a captação acumulada no ano está em 89,3 bilhões de reais.

Entre os principais resgates estão os fundos de renda fixa (28,5 bilhões), fundos de direitos creditórios (3 bilhões). Enquanto que os fundos multimercados captaram 7,4 bilhões de reais e as previdências privadas 2,1 bilhões de reais. Os fundos de ações conseguiram captar 402 milhões no mesmo mês e os cambiais perderam 94 milhões.

Relembre essa notícia: Fundos de Investimento de fevereiro batem maior volume da série histórica desde 2002

Agora, os fundos de investimento acumulam mais de 61,1 bilhões de reais de ingresso líquido no primeiro bimestre do ano e mais de 174,7 bilhões de reais no último ano, sendo que esses são os maiores volumes já registrados nesse período do ano.

Fundos de Investimento de fevereiro batem maior volume da série histórica desde 2002

Em 1º lugar estão os fundos de Renda Fixa, que captaram mais de 10 bilhões no segundo mês do ano e 45,5 bilhões de reais no ano. Com exceção dos fundos cambiais, que tiveram captação negativa de 47,7 milhões, todas as outras classes de fundos tiveram fluxo positivo de recursos no último mês.

Entre esses fundos com maior patrimônio líquido, o retorno mais expressivo foi o do tipo duração alta soberano, com 2,73% em fevereiro, acumulando 4,47% em 2017. Já entre os multimercados, como falaremos abaixo, o tipo macro foi o destaque, com alta de 2,40% no mês e de 4,55% no bimestre.

Fundos da Petrobras e da Vale

Os fundos de ações foram os que mais renderam no 4º mês do ano, o que refletiu a alta do índice Bovespa, de 0,64%. Os fundos de ações ativos conseguiram ganhos de 1,19% e os fundos de empresas menores, small caps, ganharam 2,96%.

Os fundos da Petrobras e Vale terminando o mês em baixa, o que puxou para baixo o Ibovespa e os fundos que são indexados. Os fundos Petrobras perderam 5,29% e os da Vale, 4,84%. No acumulado do ano, os fundos mantém ganhos, de 40,51 e 81,58%, respectivamente.

Como as ações da Petrobras… Será que é hora de voltar a investir na estatal?

Fundos de Pensão

O rendimento dos fundos de pensão privados, na média, chegou a 3,53% no primeiro trimestre do ano, conforme a Abrapp (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

A variação ficou acima da taxa padrão, que é a Taxa de Juros Padrão (TJP), que tem rentabilidade mínima para que os fundos consigam pagar os beneficiários de todos os associados. A TJP ficou em 2,62%.

O resultado foi um superávit de 20,8 bilhões de reais, enquanto os deficitários ficaram em 68,5 bilhões. Até o fim de março, 485 planos haviam registrado superávits, enquanto 194 havia tido resultado oposto.

No fim do trimestre, os ativos totais somaram 811 bilhões de reais, ou seja, quase 13% do PIB (Produto Interno Bruto).

Multimercados

Os multimercados macro tropeçaram após meses de alta e o motivo é a subida do dólar e também da bolsa. Na média, esses fundos conseguiram ganho de 0,30% em abril, mas somam 6% no ano.

A alta do governo também provocou perdas nos fundos de renda fixa de prazo mais longo (duração alta), nas últimas semanas, com ganhos de 0,33% na média, ou seja, metade dos ganhos do CDI.

Sobre os Fundos Multimercados: Normalmente, os fundos multimercados são aconselháveis como estratégia para diversificar os investimentos. Para se ter uma noção do quão grande é essa classe de ativos, no Brasil eles representam quase 20% do patrimônio total dos fundos de investimentos, conforme dados da Anbima.

O que São Fundos multimercados? “De forma gradual, os multimercados ganharão atratividade”

Os fundos cambiais subiram 1,63%, mas perdem 1,44% no ano.

As Rendas Fixas DI

As rendas fixas começaram maio de forma positiva, em uma sequencia ao mês de abril, quando os investidores se mostraram preocupados com questões fiscais. Com a reforma da previdência, os DIs caíram. No entanto, a queda dos juros refletiu a percepção de que o governo vai conseguir aprova o texto.

Assim, os investidores entendem que haverá um alívio nos prêmios de risco. Com isso, o mercado começou maio com uma baixa nas previsões da inflação.

A Icatu Vanguarda, por exemplo, recomenda a venda de taxa local de juros, já que o cenário é “extremamente positivo” para a inflação, com o IPCA ficando abaixo da meta.

“Assim, o hiato do produto no país deverá permanecer elevado, favorecendo um processo agressivo de corte da taxa Selic”, disseram os analistas.

Fundos de Curto Prazo

Eles têm melhor rentabilidade quando cobram menos taxa de administração. A maioria desses fundos superou a poupança ajustada para o período do último ano. Em relação ao CDI, nenhum conseguiu superar a taxa, como tem sido habitual.

Fundos de ações não-setoriais

O fundo mais rentável deste semento é um de small caps, que teve ganho de 41,86% em 12 meses, com uma cobrança de taxa de administração de 2% ao ano.

Como Ganhar Dinheiro com Ações Small Caps: As #4 Melhores Small Caps para Investir em 2017

Do lado negativo, fundos que investem em BDRs tiveram retornos de 2,85%, em média.

Leia Também: 

Selic Caindo… Vamos Investir em Fundos de Inflação? 7 Motivos Para Dizer Não!

Os fundos de inflação nada mais são do que os Fundos de Renda Fixa tipo Índices, que são classificados pela Anbima e só investem em títulos que visam refletir ou superar as variações dos Títulos do Tesouro atrelados à Inflação, que, por sua vez, é medida pelos índices IMA e suas variantes.

Selic Caindo… Vamos Investir em Fundos de Inflação? 7 Motivos Para Dizer Não!

Assim sendo, para esses fundos é permitida uma alavancagem e não são permitidas operações com Renda Variável, nem a compra de títulos atrelados à Selic ou a CDI, que são permitidas para Fundos Referências DI ou Fundos de Renda Fixa.

COMO INVESTIR EM RENDA FIXA: O GUIA DEFINITIVO

Títulos do Tesouro NTN

Basicamente, as rentabilidades dos fundos de inflação vai depender dos títulos do tesouro NTN, que é composto por 2 partes:

  1. Referente à um índice de inflação (IPCA ou IGPM),
  2. Referente à uma parte pré-fixada que depende da atual Selic.

A 2ª parte é a mais complexa porque podem flutuar e tem a marcação feita conforme a taxa básica de juros, Selic, logo pode variar positiva ou negativamente, continue lendo

Com informações da exame, valor