SPC diz que brasileiros devem usar recursos do FGTS para quitar dívidas

ANÚNCIO

Você está na dúvida sobre o que fazer com o seu dinheiro que vai ser liberado do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço)? Saiba que o SPC Brasil avalia uma boa ideia usar os recursos do FGTS para quitar dívidas. E nós descobrimos os motivos da afirmação.

A empresa fez uma pesquisa onde mostrou que mais da metade dos brasileiros que possuem contas em atraso têm dívidas com valores de, no máximo, R$ 1.000. Isso sugere, conforme o órgão, que os recursos que foram liberados possam ser usados para essa finalidade.

ANÚNCIO

SPC diz que brasileiros devem usar recursos do FGTS para quitar dívidas

A gente fez um conteúdo bem legal para falar do assunto. Tanto da liberação de recursos do FGTS assim como da quitação das dívidas. Inclusive, a gente incluiu aqui os dados mais interessantes da pesquisa do SPC, leia mais!

A pesquisa

Os dados são da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). E também do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). E eles mostram que as pessoas que estão com atrasos em contas têm dívidas menores do que R$ 1 mil.

ANÚNCIO

Esse dado pode parecer irrelevante, mas não é. E logo vamos explicar os motivos.

Por enquanto, saiba também que pouco menos de 40% dos endividados de agosto deste ano tem dívidas de até R$ 500. Ou seja, 4 a cada 10 brasileiros que estavam com dívidas em agosto, tinham contas de até R$ 500.

E esse valor de R$ 500 é importante porque é o mesmo que vai ser liberado do FGTS neste ano para quem tem direito ao benefício.

Continuando a pesquisa. Saiba que 20% tem valores maiores, que vão dos R$ 1 mil até os R$ 2,5 mil de dívidas. Já 16% tem problemas ainda mais elevados: de R$ 2,5 mil a R$ 7,5 mil. Já as dívidas superiores a isso fazem parte da vida de apenas 10% dos endividados.

Resumo

Para resumir, trouxemos o nosso quadro de dados que foram coletados na pesquisa. E isso vai ser importante para estudarmos por que os recursos do FGTS para quitar dívidas é uma boa ideia.

  • 40% dívidas de até R$ 500
  • 50% dívidas entre R$ 500 e R$ 1.000
  • 20% dívidas entre R$ 1.000 e R$ 2.500
  • 16% dividas entre R$ 2.500 e 7.500
  • 10% dívidas acima de R$ 7.500

O que chama a atenção é que 40% dos endividados poderiam quitar as dívidas com os recursos do FGTS. E esse é ponto do próximo tópico!

Antes disso, considere que a pesquisa é usada como indicador da inadimplência do consumidor no país. E as informações estão disponíveis na internet, abertamente ao público. Os dados foram coletados em todas as capitais e também em cidades do interior. Para acessar o documento integralmente, clique aqui.

Opinião do SPC Brasil sobre recursos do FGTS

Na opinião do SPC Brasil portanto a pesquisa mostra que boa parte dos endividados poderiam ter os seus problemas resolvidos com o saque do FGTS.

Veja o que diz Roque Junior, que é o presidente do órgão. “R$ 500 pode parecer pouco. Mas, é metade de um salário mínimo. Para quem tem contas atrasadas, esse é um recurso que pode aliviar o bolso”.

E ele ainda diz mais. “Mesmo para quem tem dívidas maiores, esse dinheiro pode abater parte do débito. E contribui muito na renegociação, possibilitando parcelas menores, que cabem no orçamento”.

Dessa forma, para o órgão, o dinheiro do FGTS serve para quitar as dívidas.

Mas, como os recursos do FGTS para quitar dívidas podem ser usados?

Uma boa ideia é considerar que as contas de luz e água tiveram problemas 16% maiores nos últimos meses portanto esse é um indicador de como o valor pode ser usado.

Depois desse tipo de conta atrasada dos brasileiros vem as dívidas bancárias. Elas representam nomes como o cartão de crédito e o cheque especial, além dos empréstimos e financiamentos. O segmento todo tem representação de 2,2% de aumento.

A lista de contas a pagar com o dinheiro do FGTS continua. Depois portanto temos serviços de comunicação assim como telefone, TV por assinatura e internet. Seguido de crediário ou boletos. E, ainda posteriormente os serviços básicos domésticos.

Por onde começar?

SPC diz que brasileiros devem usar recursos do FGTS para quitar dívidas

O órgão ainda avalia que o consumidor deve estar as formas de usar recursos do FGTS para quitar dívidas. Isso porque o mais indicado é justamente priorizar aquelas contas que possuem dívidas altas.

A mesma opinião é do educador José Vignoli, do SPC. “A substituição de uma dívida por outra que cobra juros mais baixos é uma opção. Como é o caso do empréstimo consignado que pode ser usado no lugar do cartão de crédito”.

Curiosidade – idosos crescem como endividados no país

Para terminar entretanto um dado curioso que foi apontado pela pesquisa tem a ver com os idosos. O indicador mostrou que a maior incidência de endividados tem idade entre 30 e 39 anos. Mas,quanto aos idosos, que tem entre 65 e 84 anos, o número de envidados aumentou 7% no mês.

“O crescimento expressivo dos idosos inadimplentes se explica, em partes, pela permanência maior deles no mercado de trabalho”, disse Vignoli. E ele completa: “E também pelas dificuldades financeiras impostas nesse estágio da vida, com despesas com saúde”.

Para fins de curiosidade, confira algumas porcentagens de endividados no mês pesquisa. Jovens tiveram queda no número de endividados de 22%. Sendo que eles têm entre 18 e 24 anos. A queda também foi para quem tem entre 25 e 29 anos, sendo de 9%.

ANÚNCIO