Receita Federal liberou o programa para a declaração do IR 2019

PROPAGANDA

A mais nova notícia fiscal e financeira do país é que a de que a Receita Federal liberou o programa para a Declaração do Imposto de Renda deste ano de 2019. A notícia é importante para todo contribuinte que não quer ter problemas fiscais.

Agora, o famoso Programa Gerador da Declaração do Imposto de Renda, o PGD, já está disponível através do site da Receita Federal.

PROPAGANDA

Basicamente, você vai entrar no site da Receita Federal e a partir daí você consegue notar todas as diferenças que tiveram desde o ano passado. Lá você faz o download integral do programa e tem até o simulador de alíquotas efetivas.

Ele pode ser baixado em computadores, através do windows e também está disponível para outras plataformas como o linux e a Apple. Aliás, dessa vez a liberação aconteceu até mesmo para o Solaris.

E, claro, ele está disponível para celulares de última geração, chamados de smartphones, sejam eles o Android ou a Apple.

PROPAGANDA

Se você for baixar no Windows, saiba que o arquivo tem 44 mega, o que é um tamanho pequeno para um programa de computador e, assim, conforme sua internet, até o download é rápido.

Na verdade, além da sua internet, o que é preciso entender é que as vezes o problema não está com a internet que você está usando e sim com o servidor da Receita Federal. Por isso, a dica é você baixar agora e evitar transtornos no futuro.

Receita Federal liberou o programa para a declaração do IR 2019

Como usar o programa da RF

O Imposto de Renda Pessoa Física de 2019 vai ser instalado e após isso, basta fazer o seu cadastro segundo todo passo a passo! Na real, nada mais é do que um procedimento padrão, que vai acontecer toda vez que você quer instalar algo no seu computador Windows.

Após aberto programa você vai ver que tem as opções de criar nova declaração, importar dados do imposto de renda da pessoa física do ano anterior de 2018, importar declaração…

E aqui dá para notar algumas semelhanças com o do ano passado, né.

Seguindo os passos, você vai informar os dados que são solicitados, como CPF, nome completo e daí por diante.

Do lado esquerdo do programa tem as opções para a declaração. Lembrando que o prazo vai do dia 7 de março até 30 abril. Então, somente nesse intervalo é possível declarar… antes disso, não.

Já para aqueles que entregarem a declaração após o prazo vai ser cobrada uma multa de R$ 165,74 ou até 20% do imposto devido.

Sendo assim, quanto antes for feito a declaração  mais cedo também vai receber a sua restituição e vai se livrar de multas. E, enfim, é bom fazer isso dentro do prazo e evitar problemas e pagamento de multas, certo?

Os valores do imposto de renda em 2019

Ainda vale lembrar que a Tabela do Imposto de Renda de 2019 não sofreu alterações em relação ao ano passado. Portanto, é obrigatória a declaração para brasileiros ou residentes no país que tem recebido durante um ano de 2018 dinheiro em rendimentos tributáveis superiores.

Esse valor deve ser acima de R$ 28,5 mil!

Então, vamos entender brevemente os valores para você não errar. Veja agora quem é obrigado, segundo a Receita Federal, a declarar o imposto em 2019.

  • quem teve renda tributável acima de R$ 28,5 mil em 2018,
  • quem teve receita bruta rural acima de R$ 142 mil em 2018,
  • quem teve renda não tributável acima de R$ 40 mil em 2018,
  • quem encerrou 2018 com patrimônio acima de R$ 300 mil,
  • quem teve atividades como a venda de bens ou operações na bolsa e com ganhos de capital.

Já quanto a dedução do imposto de renda, saiba que há limites. No caso da saúde não há limites, mas com a educação sim: até R$ 3,5 mil anual. O valor por dependente é de R$ 2,2 mil no limite e com empregados domésticos, até R$ 1,2 mil.

Ah, lembrando ainda que neste ano todo dependente tem que apresentar um número de RG, inclusive, crianças. Regra que começou a ser valida em 2019, já que em 2018 os declarantes com CPF precisavam ter acima dos 8 anos. Agora, o CPF é obrigatórios para todos.

Prazo da declaração do IR 2019

Só não vai perder o prazo, ok? É entre 7 de março e 30 de abril. Ok?

No caso de atividade rural,  segundo a Receita Federal, o processamento da declaração vai ser mais rápida, já que em 2018 esses profissionais tiveram muita dor de cabeça.

Isso porque cada vez a gente que faz é Imposto de Renda, todo mundo sabe como que é complicado esse site da Receita Federal, mas o órgão afirmou que vai funcionar certinho e que esse ano vai ser melhor que nos anos anteriores.

O jeito é pagar para ver.

Veja o que dizem os responsáveis: -“O que libera a declaração são os cruzamentos feitos pela declaração”, avaliou Joaquim Adir, que garante que o processo será mais rápido e não deve durar mais do que 1 dia para ter acesso ao status.

Então, dessa forma, dá para ver as pendências, caso elas existam.

Arrecadação da Receita Federal

A RF espera ter uma arrecadação que ultrapasse a cada dos 30 milhões em 2019. Em 2018, o valor ficou um pouco abaixo disso.

PROPAGANDA