RBR Real Estate Global – saiba tudo desse fundo de empreendimentos imobiliários americanos

ANÚNCIO

Imagine se você pudesse investir em um fundo, de forma simples e com a possibilidade de aporte único, que pegasse o seu dinheiro e aplicasse em fundos imobiliários americanos. Incrível, não? O RBR Real Estate Global, da Vitreo, faz isso.

Nessa matéria, a gente vai acabar falando bastante da sigla REIT. Por isso, é importante você saber o que significa. REIT é Real Estate Investment Trust. Ou seja, isso quer dizer algo como Fundos de Investimentos Imobiliários. Só que são americanos. Parecidos com os nossos FIIs.

ANÚNCIO

Então, o que citamos acima, o RBR Real Estate Global é um fundo que investe prioritariamente em REITs. Ou seja, ele aplica em fundos imobiliários dos Estados Unidos. Isso é bem curioso porque é o único fundo do país que faz isso. Por isso, vamos saber tudo sobre ele, agora.

O RBR Real Estate Global

O que a gente precisa avisar aqui, para quem está chegando de paraquedas, é que esse é um investimento focado em imóveis americanos. Porém, estamos falando de papéis e não de aluguéis físicos, onde você vai poder usar o imóvel para passar as férias lá, ok?

É óbvio, mas nunca é demais explicar. O fato é que a indústria de imóveis dos Estados Unidos é ascendente. Como assim? Conforme informações do NAREIT (que é um índice que engloba todos os REITs de lá), o retorno deles tem sido de, ao menos, 10% ao ano.

ANÚNCIO

Logo, isso não garante que você terá 10% de lucro no fundo. Mas, de fato, quer dizer que esse mercado está indo muito bem. Portanto, o fundo visa uma alocação inteligente, em vários segmentos. Como nos nossos FIIs, que tem galpões, logísticas, hospitais, shoppings, etc.

Os pontos positivos

Então, já podemos falar dos pontos positivos desse fundo. Ao menos, são pontos que a Vitreo usa para vender o produto no mercado. Assim, o RBR Real Estate Global é o primeiro fundo de REITs do país.

Além disso, existe a chance de lucrar com o mercado que está entregando 3 vezes mais lucro do que a própria bolsa americana. E há um detalhe interessante: a baixa de preço no pós-coronavírus mostra um caminho de entrada histórica.

Mais um ponto a ser observado é que estamos falando de um fundo hedgeado. Ou seja, de hedge. Melhor dizendo: é um fundo que se protege do dólar, que está muito volátil. Assim, ele aproveita a valorização do mercado para reinvestir no próprio mercado.

No entanto, também devemos falar dos pontos negativos, não acha? Saiba que esse é um fundo que está apenas indicado para quem é “investidor qualificado”. Portanto, mesmo que investimento inicial parta de R$ 5 mil, saiba que nem todo mundo pode aplicar nele.

As características do fundo

Já falamos que é um fundo para investidores qualificados. Agora, temos que considerar também que ele permite aplicações iniciais de R$ 5 mil e movimentações de R$ 100.

O próximo ponto é sobre a taxa: a administração é de 1,5% ao ano e a performance é de 20% sobre o que exceder 5%. Sobre o tempo de resgate, a regra é que é preciso aguardar 90 dias corridos até a cotização e mais 2 dias úteis para o pagamento.

O risco é médio-alto. O fundo é novo, de agosto de 2020. E ele fica na categoria de ações de investimento no exterior. O índice usado como benchmark é o CDI. A gestão é da Vitreo em parceria com a RBR. E a administração é por conta da BTG Pactual.

Na lâmina, a gente também fica sabendo que não há limite para a aplicação no exterior. Ou seja, o gestor pode aplicar 100% lá. No entanto, dá para pensar que se pode aplicar até 33% em crédito privado. Mas, não dá para usar alavancagem e nem derivativos.

Se você tem interesse, pode saber mais no site da Vitreo.

Mas, a Vitreo é confiável? Quem são os sócios dela?

Recentemente, a gente fez uma série de artigos falando da Vitreo. Ela era uma gestora e agora foi autorizada a ser corretora de investimentos. O foco está em oferecer fundos. E ela tem alguns temáticos, como de criptomoedas e canabidiol.

Além do mais, possui taxas de administração acessíveis aos investidores. No entanto, como a gente desconfia de tudo, resta saber se a Vitreo é confiável. Você também tem essa dúvida? Se a sua resposta for afirmativa, saiba que temos aqui algumas matérias para serem lidas:

Em cada uma dessas matérias, a gente explica sobre o fundo, sobre a corretora, sobre os sócios. É bem interessante a leitura porque mostra uma empresa que está crescendo muito no país. Ainda mais depois que fez parceria com a Empiricus e tem “usado” a Bettina como “garota propaganda”. Leia cada uma delas e saiba mais.

ANÚNCIO