Conheça 5 razões para estudar finanças

ANÚNCIO

Responda uma pergunta rápida: você consegue viver sem dinheiro? Seja ele proveniente de salário, aposentadoria, benefícios do governo, pensão ou qualquer outro meio. Provavelmente, a resposta é não. Mas, essa é só uma das razões para estudar finanças.

Inclusive, você deve concordar que é impossível uma vida que não use dinheiro. Sendo assim, isso não seria motivo mais do que suficiente para que todos tenham uma educação financeira adequada? Mas, na prática, não é o que acontece.

ANÚNCIO

É muito comum pessoas entrando em falência, não sabendo poupar ou investir. Tanto é que o Brasil é hoje um dos países que mais tem endividados no mundo. Ao todo, o número passa dos 60 milhões.

Se você também não está convencido da importância sobre estudar finanças, vamos lhe mostrar algumas razões para isso. Continue lendo para conhecer essas verdadeiras motivações para você buscar pelos cursos gratuitos ou online de finanças pessoais.

1 – É mais fácil do que você pensa

Para manter um negócio sustentável ou até mesmo o seu bolso sem furos você não precisa necessariamente ser um expert em economia. Porém, isso não impede de estar sempre se especializando nessa área.

ANÚNCIO

Contudo, você precisa entender as principais questões para gerenciar seu negócio. O básico para iniciar seus estudos é compreender o funcionamento do fluxo de caixa, balanço patrimonial e os ciclos financeiros e operacionais, por exemplo.

Os termos podem parecer um pouco complexos, mas são bem tranquilos para aprender. O Sebrae oferece muitos cursos gratuitos que abordam com propriedades esses temas.

Conceitos mais aprofundados podem ser que lhe dê um pouco mais de trabalho, só que é bem possível aumentar seu conhecimento gradativamente, usando na prática. Sendo assim, basta tem comprometimento e se esforçar que certamente conseguirá.

2 – Evitar o atraso no pagamento dos boletos

Quem domina o mínimo de finanças apresenta uma chance bem menor de contrair dívidas. Muitas pessoas acabam falindo seus negócios por não terem noção alguma de fluxo de caixa e outras operações simples.

Só que uma educação financeira de qualidade não ajuda apenas no trabalho, mas em casa também.

Uma pessoa organizada não gasta mais do que deveria. Além disso, sabe a importância de anotar todos seus gastos e ganhos, fecha o mês no azul e ainda faz um investimento. Ou seja, é algo bem positivo do ponto de vista pessoal também.

3 – A possibilidade do crescimento financeiro

Ter uma vida estável ou saúde financeira da sua empresa em dia não é garantia que vai continuar assim para sempre. E o mesmo vale para a vida pessoal. Porém, quem tem conhecimentos em finanças possui tendências maiores de ser sair melhor nas crises.

Isso porque o estudo permite conhecer atalhos para driblar as dificuldades. Assim sendo, você pode pensar em abrir um negócio e prosperar rapidamente ou pode pensar em começar a ficar rico para se aposentar sem depender, única e exclusivamente, do governo.

Entretanto, se não tiver traçado metas, objetivos, feito um planejamento correto para o futuro, certamente entrará em falência. Por isso, temos outra das razões para estudar finanças a partir de hoje mesmo.

Aprender a gerir sua empresa e sua casa é fundamental para seu crescimento financeiro. As vezes você pode ganhar uma boa grana, seja de herança, vendendo uma casa ou carro, só que se não souber como gerir seu dinheiro, voltará para a estaca zero.

4 – Aprender a poupar e economizar dinheiro

Sabia que poupar e economizar são coisas distintas? E essa confusão é muito comum.

O ato de economizar acontece quanto você vai comprar algo e acaba gastando menos do que o previsto. Isso também acontece quando de um mês para o outro dá uma segurada nos gastos de água e energia elétrica.

Já poupar é bem diferente, isso ocorre quando você define que uma parte do seu dinheiro não vai ser gasto. Não importa se a sua intenção é para algo específico ou sem motivo evidente. Porém, você pode estar se perguntando, mas na prática, no que isso pode me ajudar?

razões para estudar finanças

A resposta é bem simples. Você pode ser uma pessoa muito boa para economizar, estar ligado em várias promoções, expert em conseguir cupons de descontos. Entretanto, se esse dinheiro sobressalente for gasto em outra coisa, não houve efetivamente uma poupança.

Um exemplo para ficar mais simples: sua conta no mercado caiu R$ 100 em relação ao mês passado, só que ao invés de guardar esse dinheiro, realoca para comprar um tênis. Então, você fez uma boa economia, mas não poupou nada, compreende?

5 – Investir também é estudo

Pessoas que estudam finanças tendem a ter um pensamento diferenciado sobre o dinheiro. Ela não vai trabalhar apenas para receber um salário, vai usar aquela grana de forma correta, poupar e ainda investir.

Conheça 5 cursos online para aprender a investir dinheiro

Existe muita desinformação sobre fazer investimentos e muito medo também. Investir é algo muito importante para o crescimento pessoal e empresarial. E não pense você que apenas rico podem investir. Se você pensa assim, já é um grande motivo a mais para estudar finanças.

Para você ter uma ideia, para investir no Tesouro Direto, que é uma fonte fixa, segura e que costuma render mais que a poupança, o mínimo que precisa ter é R$ 30.

ANÚNCIO