Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo

ANÚNCIO

Pode parecer bobagem, mas existem alguns alimentos e pratos que são, literalmente, o olho da cara! Eles custam uma fortuna. E, é provável que você não encontre esses alimentos com facilidades, dependendo de onde você mora, mas, caso encontre, tente segurar o bolso e economizar um bom dinheiro!

1 – Torta de Wagyu

A carne de Wagyu é uma das mais caras do mundo, já que ela é derivada de um gado criado em ambientes controlados e sem estresse para que a carne fique mais saborosa e macia. O chef Kevin Berkins é um dos poucos que cria um prato com esse alimento, no restaurante Fence Gate Inn em Lancashire, no Reino Unido. O pranto pronto, que inclui folha de ouro, pode sair por uma valor de 8 mil libras, o equivalente à 50 mil reais.

ANÚNCIO

2 – Bagel de Trufa Branca

As trufas também são itens de luxo, quando o assunto é comida. Os cogumelos especiais têm preços variáveis, mas podem chegar à 20 mil reais. No hotel de Nova York, The Westin, o chef Frank Tujague criou uma receita para ele, que inclui pão americano redondo com um furo no meio e que leva também geleia de riesling, uma uva branca muito rara de folhas douradas. Ah, ele acrescenta também o cream cheese feito com goji berry. O prato sai por US$ 1 mil, ou, se preferir, 4,4 mil reais.

3 – Lagosta com Caviar Seruga

Bom, juntamos o útil ao agradável, né? Os dois são alimentos ditos caros, normalmente. Então, uma refeição pode custar US$ 1 mil também, se incluir apenas 10 gramas do caviar Seruga, o 3º mais caro do mundo, perdendo apenas para o tradicional Beluga e Ossetra.

ANÚNCIO

4 – FleurBurger

É um hambúrguer americano… Só que muito (muito mesmo) gourmetizado. Ele foi criado pelo chef Hubert Keller do restaurante Fleur, em Las Vegas e custa US$ 5 mil. No prato, estão inclusos alimentos como o kobe beef (feitos de bois da raça Wagyu), foie gras e trufas negras.

5 – Sushi com pedras preciosas

É, uma extravagância sem fim! Mas, já que estamos falando de pratos super caros, então, segue esse Sushi. Ele tem 12 pérolas e 4 diamantes e foi criado pelo chef filipino Angelito Araneta. Além das pedras preciosas, o prato inclui também pepino, açafrão selvagem e foie gras. Um prato com 4 Sushis sai por US$ 2 mil.

Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo
Reprodução: Google

6 – Pata Negra

Ou, para trazer para próximo de nós, também conhecido como Presunto Ibérico. É uma versão muito mais refinada do presunto cru e é produzido na Espanha e em algumas regiões de Portugal. O sabor é derivante da criação do animal e do processo de cura. Mas, nada que 5 mil reais não resolvam!

7 – Kuromaguro

Também chamado de Atum de Barbatana Azul, que vale US$ 2,6 mil o quilo. Isso porque a espécie está em extinção.

8 – Almas

É um tipo de caviar muito raro, só vendido em Hong Kong e no Picadilly, um distrito de Londres. Ele vem em uma embalagem feita de ouro puro e ovas da espécie Beluga, um peixe muito escasso que tem pesca anual limitada a 100 unidades. O valor é de 18 mil libras (108 mil reais) para cada 100 gramas.

10 vícios que podem acabar com o seu dinheiro, entre eles, o cigarro que pode custar mais de 7 milhões de reais durante a vida toda

9 – Galinha Ayam Cemani

É uma raça de galinhas da Indonésia que se caracterizam por serem belas, exóticas e raras. Bom, o diferencial mesmo é que elas são completamente negras, desde o bico até às penas, inclusivo nos órgãos internos, além da carne, é claro. Se você estiver a fim de provar essa especiaria, vai precisar desembolsar 2,3 mil euros.

10 – Batatas La Bonnote

O tubérculo é produzido apenas em Noirmoutier, uma ilha na costa ocidental da França e as quantidades são megamente reduzidas. Os alimentos são colhidos à mão e apenas uma vez ao ano. No entanto, essa batata poderá ser produzida também em Jardins de Versalhes, conforme a imprensa local. O preço é de 280 euros para cada ½ quilo.

11 – Café Kopi Luwak

Também conhecido como Civeta, é considerado o café mais caro do mundo, sendo que a produção é muito polêmica e controvérsia. Sabe por quê? Porque, antes de ser servido, os grãos de café passa pelo sistema digestivo de um animal carnívoro semelhante à doninha, a Civeta (No Brasil, é uma espécie de Gambá).

Os produtores dizem que são as bactérias e enzimas unicamente presentes nesse ser e que fazem toda a diferença do café industrializado. A cada ½ quilo, o valor pago é de 560 euros.

Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo
Reprodução: Google

12 – Melão Yubari

Ele custa aproximadamente 6,9 mil euros, a unidade e é vendido, principalmente, no Japão, onde a fruta é considerada um símbolo de status e, inclusivamente, oferecida como prenda em diversas ocasiões.

13 – Chocolate TO’AK

Esse é considerado o único chocolate 100% chocolate, já que não integra qualquer outro ingrediente, como amêndoas ou ganache. É um produto orgânico, desenvolvido por um antigo investidor de Wall Street, que vive atualmente no Equador e usa na produção 81% de cacau e 19% de açúcar. ½ do produto vale 242 euros.

14 – Chá de Folhas de Oolong

Também é chamado de Tie Guan Yin e pode chegar à custa mais de 6 mil dólares por apenas 400 gramas.

15 – Melancia Densuke Black

É cultivada na ilha Japonesa de Hokkaido, que consegue produzir apenas 10 mil unidades por ano e pode ser vendido por mais de 6 mil dólares a unidade.

16 – Noz Macadâmia

É a noz mais cara do mundo e a árvore só produz frutos após 10 anos de cultivo. Aliás, o cultivo exige chuvas constantes e solo fértil.

Quer Economizar Dinheiro? Não compre esses 17 Alimentos, os mais caros do mundo
Reprodução: Google

17 – Queijo de Alce

O queijo de leite de alce, da Suécia, tem apenas uma produção local e ½ quilo pode custar 500 dólares.

Bônus: Tartufo Bianco

Esse nem listamos nos tópicos acima, mas ele é bem caro também. Selecionamos em um novo tópico porque ele tem uma história curiosa. Ele é originário de Alba, região de Piemonte (norte da Itália) e é encontrada próxima às raízes de árvores no subsolo e com um odor inesquecível. São como as trufas (cogumelos) e nada mais são do que fungos da família Tuberaceae. Bom, o quilo não sai por menos do que 5 mil euros.

Há indícios de que ela tenha sido usada na culinária desde 3 mil anos atrás, no entanto, até hoje não foi descoberto um método para o cultivo do tartufo bianco, o que o torna tão raro e cobiçado. Na Europa, o fungo é o protagonista dos caçadores entre os meses de outubro e dezembro.

Economia Doméstica: Veja Como Economizar Dinheiro com a Decoração, Ar-Condicionado e com a Luz

A dificuldade de encontrar o alimento deve-se ao fato de que ele desenvolve até 40 centímetros de profundidade na terra, durante muito, inclusive, até porcos eram usados nessas caçadas. No entanto, os porcos comiam as trufas e faziam os caçadores perderem um bom dinheiro. Agora, usam-se cães farejadores.

Na questão culinária, para que o tartufo seja a estrela do prato, os chefs costumam optar por receitas neutras e simples, sem o uso de alimentos ácidos e apimentados. Assim, preferem usar a iguaria em massas, risotos, ovos e polentas. Nesse caso, menos é mais!

Com informações da Exame, Bol e Forbes

ANÚNCIO