Quem escolhe errado paga mais caro – dicas de alimentação e transporte!

Você já parou para pensar no custo que tem as suas escolhas? É isto mesmo. Pare e pense agora mesmo: se você fizer escolhas certas, você pode reduzir o custo que você tem hoje. Sabia disso?

Assim: aumentar a sua renda mensal, aumentar a sua reserva financeira e fazer bons investimentos são ideias vistas como escolhas certas para quem quer ganhar dinheiro.

A partir disso, separamos 2 análises bem reais para você entender a importância de tomar cuidados ao escolher… Afinal, toda escolha tem o seu custo!

O que é essa coisa de custo das escolhas?

O custo das suas escolhas quer dizer que, sem considerar isso, você vai reduzir o seu custo, as suas despesas e você vai ter mais recursos para fortalecer a sua reserva financeira, o seu conforto familiar e até mesmo a sua riqueza.

Claro que isso passa por fazer bons investimentos e realizar os seus sonhos ao longo do tempo.

Agora, para não te deixar na mão, também trouxemos números, que você acompanha a seguir.

1 – Comer Fora de Casa

Quem escolhe errado paga mais caro – dicas de alimentação e transporte!

A primeira reflexão que vamos fazer hoje é sobre o péssimo hábito de comer fora de casa todos os dias ou mesmo aso finais de semana.

Sabe aquelas refeições que você faz quando está trabalhando nos dias da semana? É o famoso comer fora, né? Agora, e a possibilidade de levar uma marmita?

Você sabia que levar marmita não está fora de moda, é isso mesmo!

Além dos benefícios de uma comida mais saudável, você vai economizar dinheiro de forma significativa!

Vamos às contas?

Imagine que você trabalha 22 dias no mês e você está acostumado a gastar R$ 20 para comer fora nesses dias de trabalho.

Você vai gastar, portanto, R$ 440 por mês, sem considerar bebida e sobremesa, né.

Agora, se você for levar uma marmita vai ficar mais barato.

Vamos fazer um cálculo tomando como base que o custo dessa marmita feita em casa seja de R$ 8 considerando os 22 dias úteis do mês.

O resultado é que você vai gastar R$ 176.

Bem mais barato!

Deu para vocês perceberam a diferença?

Pode não parecer muito, mas se você multiplicar isso por 12, ou melhor, por 11 meses de trabalho você vai chegar à uma diferença de quase R$ 3 mil.

São R$ 3 mil que você estará economizando apenas por deixar de comer fora e levar a marmita para o trabalho.

São R$ 3 mil de economia e uma alimentação bem mais saudável, né.

2 – Trabalhar de Transporte Alternativo

Quem escolhe errado paga mais caro – dicas de alimentação e transporte!

Agora, quer um outra dica?

Vamos falar sobre trabalhar de carro ou ir de transporte público ou e quem sabe um transporte compartilhado.

Vamos imaginar que você está acostumado a rodar 40 quilômetros por dia para ir trabalhar, ok?

Fazendo o cálculo de que você vai gastar 10 quilômetros por litro, o que é comum em carros mais econômicos, e que o litro do combustível esteja em torno de R$ 4,3, então…

Você estará gastando diariamente pouco mais de R$ 17, o que dá quase R$ 90 por mês. Isso sem contar os gastos com manutenção do carro, ok.

Agora, vamos imaginar de que você vai de ônibus e gaste R$ 5 em cada passagem. Então, você gasta R$ 10 por dia, logo estamos falando de R$ 50 por semana.

Mais barato!

Resultado: R$ 220 no mês considerando 11 meses de trabalho.

A diferença entre trabalhar no seu carro particular ou ir de ônibus será de R$ 1,7 mil no ano.

Então, nesse caso, ir de carro é mais barato. Só que você tem que considerar o seu trajeto também, o seu consumo de combustível, etc.

A ideia aqui é só trazer um exemplo, ok?

A reflexão nos faz mais ricos!

Vocês perceberam que apenas nesses exercícios que fizemos, a gente está economizando em um ano, mais de R$ 5 mil?

Imagine R$ 5 mil investidos no mercado financeiro, onde você consegue através de CDBs ou de uma operadora no Tesouro Direto, rentabilizar o patrimônio.

Ainda mais no longo prazo!

Com certeza, isso fará a diferença na sua vida financeira.

Esse exercício feito, de reflexão e estudo, foi apenas para mostrar que as suas escolhas que você está fazendo no dia a dia podem ter um custo elevado ou um custo reduzido.

É só parar para pensar.

Faça as contas e quem sabe não chegou a hora de você mudar algum comportamento!

Começa a viver uma nova experiência na sua vida e essas economias vão fortalecer a sua reserva.

Depois, você já sabe, vai precisar fazer outro exercício, de conhecer as aplicações financeiras que são ideais para você, já que fazer um bom investimento é o primeiro passo para realizar os seus sonhos e alcançar a independência financeira.