Quanto tempo demora para cair uma TED, será que cai na hora? Descubra

ANÚNCIO

A TED é a Transferência Eletrônica Disponível (dinheiro) que as pessoas com conta em banco podem fazer para outras contas. No entanto, apesar de ser um serviço criado para facilitar a vida das pessoas, muita gente tem dúvida sobre quanto tempo demora para cair uma TED.

Afinal, será que se eu fizer a TED agora ela cai na hora ou só amanhã? E se eu fizer uma transferência como essa no feriado? E se for no final de semana? Aqui vamos responder essa pergunta e outras perguntas, que são dúvidas frequentes das pessoas.

ANÚNCIO

Para início de informação, o que você tem que saber é que uma TED é uma transferência digital automática, que sim cai na hora. Porém, isso vale para quando ela é feita até as 17 horas de um dia útil. Se não for esse o caso, é preciso saber as outras regras. Descubra.

Como funciona a TED

Antes da resposta, saiba que a TED permite a transferência de recursos financeiros para outras contas a partir de uma conta bancária ou contas digitais. Assim, dá para solicitar essa conta em em fintechs, como a Nubank.

Isso vale tanto para pessoas físicas como para pessoas jurídicas, que são empresas. Além disso, não há limite de valor para a transfência, sendo essa a principal vantagem da TED para a DOC. Inclusive, uma DOC também é uma transferência, só que tem outras regras, como limites.

ANÚNCIO

Se você ficou curioso, saiba que a gente já fez um artigo explicando a diferença de TED e DOC. Leia.

Ainda sobre as TEDs, considere as tarifas que são comuns nesse tipo de transferência. E esses valores podem variar. Por exemplo, em transações que são feitas pelo aplicativo o valor é menor do que em caixas eletrônicos, por exemplo.

Agora, se você não sabe é importante considerar que há muitas contas digitais isentas das TEDs e elas são ilimitadas. Por exemplo, a já citada NuConta, o banco Inter, o banco BMG, o banco Pan e muitos outros. Portanto, vale a pena pesquisar para ter uma conta digital.

O que é preciso para fazer a TED

Para fazer uma transferência de uma conta para outra, você precisa considerar alguns requisitos. Primeiro é ter uma conta bancária que permite isso. Depois, considerar que você tenha saldo na conta para fazer a TED.

O próximo ponto a ser observado é que você deverá digitar todas as informações de quem vai receber a TED, de forma correta. Em caso contrário, o valor estornará para a sua conta ou pode ir para uma conta errada, de outra pessoa.

Assim, é importante você ter em mãos os seguintes dados da empresa ou pessoa que vai receber a sua transferência eletrônica: banco, agência, conta corrente, CPF ou CNPJ. E é imprescindível ter os dados corretos, com vírgulas e traços.

Até mesmo porque ainda que o valor seja estornado para a sua conta, você poderá ser responsável por pagar a tarifa de envio, mesmo que ele não foi concretizado.

A TED no final de semana e nos feriados

Como explicamos no início do texto, a TED é uma transferência que cai na conta da pessoa na hora – em alguns casos, leva minutos. Se forem contas do mesmo banco, então, acontecerá em segundos – na maioria dos casos. O fato é que isso só vale para dias úteis e até as 17 horas.

Já se for após as 17 horas ou dias de feriados ou finais de semana, saiba que não dá para fazer a transferência automática. Assim, mesmo que você use o seu aplicativo de celular do banco para fazer a TED, ela será agendada para o próximo dia útil.

Então, é nessa data que acontecerá a compensação, ok? Mas, não se preocupe porque o seu app sempre tem que informar que essa transação não será efetiva na hora e sim no dia útil, criando o agendamento automático.

Quanto tempo demora para cair uma TED

Inclusive, temos uma última dica sobre isso: os feriados que contam são são os nacionais e não estaduais ou municipais, está bem? Se for feriado na sua cidade ou em outra, saiba que não haverá esse agendamento e a transação pode acontecer no mesmo dia.

Bônus – a TED vai acabar?

Agora você sabe quanto tempo demora para cair uma TED. Sendo assim, também é legal saber sobre outro assunto que apareceu na imprensa nos últimos dias: o fim da TED, do DOC, do boleto bancário e até mesmo dos cartões de crédito. Será verdade?

A única verdade é que essa é uma expectativa de muita gente. E o motivo é que o governo está lançando o PIX, que é um sistema de pagamento eletrônico. Ou seja, ele é como a TED, tendo praticamente as mesmas funções.

No entanto, ele é do governo, será totalmente gratuito e pode ser que sim, inviabilize, o uso de outros serviços, como TEDs, DOCs, boletos, etc. Isso porque ele promete facilitar e muito a vida do cidadão brasileiro que poderá até pagar as contas do supermercado com a PIX.

A gente já fez uma matéria falando da PIX e nela a gente cita algumas vantagens. Por exemplo, é um processo rápido e que, diferente da TED, vai funcionar 24 horas por dia. Além disso, torna possível transferir dinheiro sem sair de casa e com segurança. E você, o que acha da PIX?

ANÚNCIO