Qual o melhor investimento em renda fixa hoje? 3 dicas importantes para descobrir

O ano de 2020 foi diferente, não foi? Por isso, uma pergunta que existe há bastante tempo ganhou força. Ou vai dizer que você nunca pensou nisso: qual o melhor investimento em renda fixa hoje. Até mesmo porque tem muito especialista dizendo que ela não é mais boa ideia.

Afinal, com a queda da Selic, a renda fixa perdeu força. No entanto, outros especialistas garantem que ela não morreu – exceto, a poupança, que está enterrada há anos. De todo modo, será que ainda dá para fazer uma boa escolha de ativos como CDBs, LCIs, debêntures?

A verdade é que dá sim. Mas, para isso, a gente precisa entender o que é esse investimento, qual é o rendimento dele e até mesmo como se comporta no mercado. É justamente isso que vamos fazer nas linhas abaixo. Continue lendo para entender tudo.

Entendendo a renda fixa

Antes de falarmos daquele que pode ser o melhor investimento de renda fixa, considere que é preciso entender esse tipo de aplicação. Basicamente, temos um “empréstimo” que nós fazemos ao banco. Isso é legal porque a gente recebe juros por isso.

É assim que as pessoas mais ricas mantêm e aumentam seus patrimônios. Portanto, também é uma forma de você conseguir. Inclusive, o mais legal é que nem sempre é preciso ter muito dinheiro para começar a investir na renda fixa. Há opções que partem dos R$ 50 ou menos.

Bom, sabendo disso, só resta falarmos de uma coisa: a maioria dos títulos da renda fixa são seguros. Tanto é que essa renda é considerada o porto-seguro dos investidores, sendo usadas para todo tipo de objetivo, como reservas e objetivos dos mais variados tipos.

Quanto à segurança, considere que a maioria que é emitido pelos bancos tem garantia do Fundo Garantidor de Crédito (até R$ 250 mil para cada CPF em cada instituição). Já os do governo tem a garantia do Tesouro Nacional.

Agora sim, vamos ao que interessa: como saber qual é o melhor ativo da renda fixa para mim?

As 3 dicas importantes

Pensando em qual o melhor investimento em renda fixa hoje, a gente pode concluir que entender o rendimento desses ativos faz toda diferença. Por isso, as dicas abaixo têm tudo a ver com isso. Afinal, como saber qual será o rendimento de um ativo? Aliás, será que dá para saber isso? Afinal, a renda fixa sugere uma renda fixa, certo? Vamos lá.

1 – Os prefixados

Os títulos prefixados da renda fixa são aqueles que trazem ao investidor um valor prefixado durante a contratação. Ou seja, ele vai saber, exatamente, quanto o seu ativo vai render no fim do prazo combinado. Esse valor pode ser qualquer um.

Ou seja, dá para encontrar ativos que rendem 10% ao ano em um prazo de 3 anos. Ou aqueles que rendem 7% ao ano em um prazo de 12 meses. E assim por diante. O importante é considerar que você, investidor, saberá quanto vai receber.

2 – Os pós-fixados

Nesse caso, os ativos possuem rendimentos que acontecem após o prazo combinado. Ué, então, é arriscado, não é? Na verdade, não é arriscado. O motivo é que esse valor, geralmente, está indexado à um índice. Normalmente, estamos falando do CDI (próximo a taxa Selic).

Portanto, o valor final varia sim. Mas, ainda assim, você sabe que essa variação está seguindo um índice, entendeu? Obviamente, dá para pensar em ativos que ficam atrelados ao CDI. Um bom exemplo é o CDB com 100% do CDI ou 130% do CDI.

3 – Os indexados à inflação

Essa última opção é muito próxima com o que falamos acima. No entanto, o índice que ela segue não é o CDI e nem a Selic, mas sim a inflação. Geralmente, a inflação é medida pelo IPCA, Índice de Preços ao Consumidor Amplo.

Mas, isso responde qual o melhor investimento em renda fixa hoje? Na verdade, pode ser que sim ou que não. Tudo vai depender do seu objetivo. O importante é entender que esse indexado a inflação paga também uma taxa prefixada. Ou seja, é um composto do 1 e do 2.

Qual o melhor investimento em renda fixa hoje?

Para finalizar, como não poderia ser diferente, considere que a gente vai deixar aqui uma reflexão. Agora que você conhece as opções de rendimentos, que falamos acima, que tal você mesmo dizer o que pode ser o melhor para você?

No entanto, antes disso, você também deveria considerar que eles podem ter prazos diferentes. Para te ajudar a entender isso, vamos mencionar aqui alguns exemplos clássicos. Todos de CDBs. Mas, essa não é uma recomendação de compra ou investimento, ok?

Qual o melhor investimento em renda fixa hoje

Por exemplo, a gente tem no mercado hoje o CDB com liquidez diária. Essa é uma ótima opção para quem quer usar um CDB como reserva de emergência. Outra opção de CDB é de 2 ou 3 anos, que é ótima para quem quer viajar, trocar de carro, etc.

E também tem os CDBs mais longos, acima de 5 anos. Nesse caso, o ideal é usar para projetos futuros, como dar entrada em um imóvel ou até mesmo auxiliar na aposentadoria.

Ah, e para quem quiser saber mais das opções de renda fixa, como CDBs, entre tantos, considere que nós temos um ebook gratuito que fala disso. Nele, você encontra capítulos como os investimentos, a renda fixa, os tipos de renda fixa, as vantagens, como investir.