Brasileiro não sabe poupar e quando o faz não sabe onde investir. Mas existe uma Melhor Opção, saiba qual é!  

ANÚNCIO

O brasileiro não sabe poupar dinheiro. Pelo menos é o que diz uma recente pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) ao lado da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que afirmou que 80% dos consumidores não conseguiram fazer depósito com fins de Reserva Financeira no 1º mês desse ano. Apesar de baixo, o resultado mostra melhora com dezembro passado, quando apenas 17% dos entrevistados disseram poupar dinheiro.

Ainda conforme o levantamento, as pessoas que poupam, fazem isso com uma média de 446 reais, um valor abaixo dos 480 registrado em dezembro. Entre esses poupadores, 34% fazem parte das Classes A e B e as outras classes (C, D e E) representam uma proporção de 12%.

ANÚNCIO

“Além da questão conjuntural da economia, o início de ano concentra o pagamento de alguns tributos e a chegada da fatura dos gastos de final de ano, apertando o orçamento familiar e reduzindo a margem para poupança”, diz a especialista e chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Leia Também: Orçamento Financeiro Familiar – Como não deixar faltar dinheiro em casa e Prosperar em 3 passos

Conforme a pesquisa ainda, o principal motivo que leva os consumidores à poupar mensalmente é a proteção contra os imprevistos, o que inclui doenças, mortes ou problemas diversos, conforme citado por mais de 30% dos entrevistados.

Outras pessoas, cerca de 27%, afirmaram que guardam os recursos para se garantir no caso de uma eventual demissão. Outra parte igual à essa, 27%, guarda pensando em realizar uma viagem, enquanto 23% apontam a realização de sonho ou consumo para o fim da economia.

ANÚNCIO

“A constituição de uma Reserva Financeira é garantia contra imprevistos, além de um meio para a realização de planos de consumo. O consumidor que, nesses casos, não pode se valer de recursos próprios, tem de recorrer a entidades financeiras, arcando com juros geralmente bastante elevados”, diz Kawauti.

Para Kawauti, a grande preocupação é quanto à aposentadoria, isso porque apenas 16% afirmaram que guardam o dinheiro para tal finalidade. “O fato de não poupar hoje pode levar diversos idosos a rever o padrão de vida amanhã, e até mesmo a depender de terceiros”.

Pessoas continuam trabalhando depois dos 60 anos. E você, está preparado para ter uma aposentadoria milionária?

Agora, essa parte do texto é apenas para você que faz parte das pessoas que poupam dinheiro todos os meses para investir. Se você não faz isso, talvez não entenda boa parte dos conceitos a seguir.

Como Encontrar o Melhor Investimento

A porcentagem de pessoas que poupam, como visto, é pequena. E, mesmo dentro dessa pequena porcentagem, as pessoas costumam não saber aonde investir o dinheiro. Mas, será que existe o Melhor Investimento do Mundo? Na verdade, não. O que existe é o Melhor Investimento Para Você. Então, saiba que o ideal, antes de tudo, é conhecer um pouco mais sobre as Rendas Fixas.

Como Investir em Renda Fixa: O Guia Definitivo

A definição mais objetiva é: um tipo de investimento em que você pode dimensionar o retorno no momento da aplicação. Assim, você sabe, desde o início, uma prévia do quanto o seu dinheiro vai render. Com isso, esses investimentos se dividem em 2. Os pré-fixados é um título que tem uma taxa pré-fixada e o pós-fixado é aquele que será recompensado conforme o indexador escolhido.

Na prática, esses investimentos são conhecidos por terem um rendimento garantido e contar com a segurança do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). É por isso que, inicialmente, esse tipo de investimento é super indicado para quem está começando no mercado financeiro. Ou seja, ao investir em renda fixa, o investidor tem a garantia do retorno somado ao seguro do FGC. Muito melhor do que a poupança, não é?

Leia as principais notícias sobre a poupança:

Como Saber se Esses Investimentos são, de fato, Rentáveis?

Essa é uma ótima pergunta e se você pensou nisso, saiba que realmente está no caminho certo. A 1ª verdade que você precisa saber é que nem sempre os bancos vão oferecer as melhores opções de Renda Fixa. Lá, existem sim boas opções, mas nem sempre, entendeu?

O ideal, conforme os especialista, é pesquisar todo tipo de investimento em vários lugares diferentes. Se você escolher uma corretora, terá vantagem sobre isso, porque ela fará justamente isso por você: ela seleciona as melhores opções do mercado. Isso vale muito para o caso de CDB, por exemplo, que, normalmente, é mais rentável em médios bancos do que nos grandes.

Tudo o que você precisa saber para Investir em CDB (Certificado de Depósito Bancário)

Há uma informação importante! As Rendas Fixas são investimentos conservadores, mas neles também vale a principal regra: quanto mais rentável, maior o risco.

E, bem… Se você acha que fazer isso é muito complicado, vamos mostrar que não é. Confira os principais passos para começar a investir no Tesouro Direto, conhecido também como a Nova Poupança. Veja como é simples:

  1. Criar um CPF e uma conta em uma Instituição Financeira,
  2. Escolher uma Agente de Custódia, normalmente banco ou corretora,
  3. Solicitar o cadastro na Corretora e enviar a Documentação,
  4. Você terá acesso à BM&FBovespa e à área restrita do Tesouro Direto,
  5. No 1º acesso você vai precisar mudar a senha segura, que deve conter entre 8 e 16 dígitos,
  6. Por fim, escolha o título mais adequado e alcance seu objetivo financeiro.

No caso do Tesouro Direto, se for um título indexado pela Selic, você terá que acompanhar essa taxa ao longo do tempo.

Veja alguns títulos disponíveis:

  • Tesouro Prefixado (LTN) – Tem um único pagamento, no final da aplicação, que vem do valor investido mais o acréscimo de juros.
  • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F) – É indicado para quem quer usar os Rendimentos como Renda Extra porque os pagamentos são semestrais, durante toda a aplicação.
  • Tesouro Selic (LFT) – É pós-fixada e indicado para quem acompanha a Selic.
  • Tesouro IPCA com Juros Semestrais – O rendimento é feito com uma taxa de juros prefixada e a variação da inflação (IPCA), assim, a rentabilidade sempre fica acima da inflação.
  • Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) – Também é composto por 2 remunerações: uma é a taxa prefixada e outra é a variação da inflação, só que com juros semestrais.

Você pode gostar também deO que é Tesouro Direto? Os 5 Melhores Motivos para aplicar no Investimento Mais Democrático do Brasil

Hábitos Simples que Pessoas Bem Sucedidas Têm

Eles podem ser muito simples e comuns, mas é o que as pessoas bem sucedidas fazem. E, conforme especialistas, tomar atitudes que inspiram e catalisam bons resultados pode ajudar você à chegar no seu objetivo final com mais facilidade e muita sabedoria. O site Entrepreneur listou algumas dessas atitudes.

Então, se você acorda muito tarde, saiba que está no caminho errado! Acordar Cedo é o que os famosos e ricos empresários fazem. Isso é efetivo porque nesse tempo, quando ainda há silencio, eles podem encontrar mais foco, com foco e concentração, sem risco de distrações. Mais do que isso, eles também fazem questão de se exercitar e isso também acontece logo pela manhã, que é quando o corpo ainda está com os neurotransmissores e a inteligência emocional descansada.

Lógico que depois disso, eles tomam banho. Isso não tem como ser novidade para ninguém. Logo em seguida, eles dão atenção especial para os familiares e amigos. Então, ficar trancado dentro do escritório não é algo habitual para eles. Se você duvida basta ler alguns artigos sobre o cotidiano de Barack Obama e vai ver que até ele, mesmo sendo presidente de uma país super representativo no mundo, fazia isso.

Brasileiro não sabe poupar e quando o faz não sabe onde investir. Mas existe uma Melhor Opção, saiba qual é!  
Reprodução: Google

Dedicar-se à projetos pessoais e à informação também é hábito entre eles. Eles sempre chegam o que está acontecendo no mundo e mais do que isso trocam informações, compartilham mensagens. Nada é isolado, tudo é globalizado. Assim, eles interpretam os seus negócios e desenvolvem soluções, tornando tudo mais efetivo.

Outra coisa é que eles também escrevem e agradecem corriqueiramente. Fazem disso uma ação ativa e habitual. Você dificilmente vai ver pessoas bem sucedidas reclamando de algo ou alguém, eles buscam soluções e não problemas.

Se o lance é ousado, Renda Variável é indicado!

Sobre o Mercado de Ações, a questão é mais complexa. E, para você ficar por dentro, indicamos um Workshop gratuito e inteiramente online.

Faça o Cadastro agora –Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos!

Daí, se você já está por dentro, vamos recomendar agora algumas ações recomendadas pela Carteira do Itaú, que segundo o banco, tem alto poder de valorização. Entre elas, as ações da Petrobras, Vale, Telefônica, Rumo e EDP foram consideradas as mais tops. Sendo que a Petrobras ficou com destaque, com potencial de 57% e a Vale ficou bem também, com potencial de 41%.

“Esperamos que a PETR4 aprecie mais que o Ibovespa em 2017, mas sem os fortes ralis vistos em 2016. Além das melhorias operacionais, os preços do petróleo, o dólar e o cenário político devem ser mais estáveis em 2017, o que deve ser positivo para a empresa”. Quanto à Vale, o destaque é devido à possibilidade de geração de um rendimento de fluxo de caixa livre de 13% em 2017-2018.

Mas, a novidade mesmo foi a inclusão da Rumo sendo que o motivo foi o cenário de juros mais baixos, e a possível queda da Selic para 8,25% ao final de 2017.

Para você Novato, fique por dentro com esses 10 Termos!

Esse tópico é só para facilitar o seu entendimento sobre o Mercado Financeiro. Porque existem algumas linguagens que são próprias desse mercado e, com o tempo, tornam-se comuns. Mas, pode ser que você ainda não conheça, veja aí:

1 – Break Even Point – É o ponto de equilíbrio entre as despesas e as receitas de uma determinada instituição. Também é aplicada para cotações de ações e outros ativos, servindo como parâmetro de ganhos e perdas.

2 – Bookbuilding – Termo utilizado para tratar de mecanismos de consulta prévia sobre um grupo de investidores que querem ofertar um preço de títulos por meio de leilões.

3 – Joint Venture – É a união das empresas, ou seja, quando elas se unem por uma aliança que visa o desenvolvimento de um novo negócio.

4 – Pull Back – É o movimento de correção contra uma tendência do mercado e é referente à altas e baixas tendências de venda e compra presentes no mesmo.

5 – Road Shows – Trata de apresentações de Plano de Negócios de uma empresa para possíveis investidores com a finalidade de conseguir recursos para financiar atividades.

6 – Hedge – É um mecanismo de proteção de operações financeiras de alto risco e visa alertar o investidor sobre grandes variações de preço e ativos.

Brasileiro não sabe poupar e quando o faz não sabe onde investir. Mas existe uma Melhor Opção, saiba qual é!  
Reprodução: Google

7 – Swap – É o contrato de troca de indexadores, que também é um mecanismo de proteção de riscos dos ativos que operam. Nesse caso, as receitas são em dólares e as despesas em reais, o que leva o risco de variação de câmbio.

8 – Window Dressing – É usada para tratar das práticas adotadas por gestores para melhorar as suas carteiras em períodos de reporte de informação e diz respeito ao desempenho dos fundos de investimentos.

9 – Bear Market – É uma tendência prolongada de queda das cotações de um mercado, o que reflete o pessimismo de investidores.

10 – Bullish – É usado para se referir à uma tendência de valorização dos preços em um respectivo mercado financeiro, o que estimula o otimismo dos investidores.

Com informações do iG e o Desfixa

ANÚNCIO