Guia para você planejar uma viagem ao redor do mundo inteiro

PROPAGANDA

Fazer uma viagem de volta ao mundo há muito tempo deixou de ser uma super aventura ou algo inalcançável. Aliás, nunca foi inalcançável e o próprio narrador de “A Volta ao Mundo em 80 Dias” provou isso, fazendo o tour por vias marítimas.

Mas, hoje em dia é mais fácil, né. E ainda mais podendo viajar de avião e pisando em terras de culturas totalmente diferentes, incríveis, exóticas. Se você também acha que dá, esse texto é para você.

PROPAGANDA

Aliás, se você tiver disponibilidade de tempo e alguma reserva financeira, saiba que dar um giro pelo mundo pode ser muito mais fácil do que você imagina!

E a partir de agora, a gente vai te ajudar a planejar as suas super viagens, que pode incluir roteiros em todo canto do mundo.

Roteiro

O primeiro passo do planejamento da sua volta ao mundo tem que ser o roteiro da viagem.

PROPAGANDA

Então, você vai ter que pesquisar sobre os continentes, as regiões, os países e até mesmo as cidades e bairros por onde você deseja passar.

Aliás, também vai ter que definir quanto tempo você vai querer permanecer viajando em cada um desses lugares – porque você não vai passar o resto da vida viajando, vai?

Nessa primeira fase, sobre o roteiro de viagens, também é muito importante você pesquisar qual vai ser o clima em cada região que você vai visitar na época em que você estiver por.

Como assim? Dependendo de onde você estiver vai estar um clima, uma época do ano, uma estação. E aí, dá para se organizar melhor se você souber que fará frio ou calor, né.

Em função disso, além do clima pesquise também quais são os documentos necessários para entrar em cada país. Geralmente, você precisa de visto ou de vacina!

O roteiro também é importante para você fazer uma estimativa, ainda que inicial dos custos dessa viagem. Portanto, é importante para o seu planejamento de forma geral.

Guia para você planejar uma viagem ao redor do mundo inteiro

Passagens

O segundo passo vai ser pesquisar as passagens aéreas. Isso é importante para ver se o valor dos vôos cabem dentro do seu plano inicial.

Nessa hora é muito comum mudar a rota para diminuir os trechos ou até mesmo incluir novos destinos na viagem para ter um custo benefício melhor. E é exatamente disso que estamos falando.

Aliás, você deve estudar até mesmo como fazer para adquirir todas as passagens aéreas de uma vez ou como conseguir descontos nelas.

Na verdade, sobre as passagens, siba que geralmente são duas opções.

1 – Passagens para cada trecho separado

A primeira delas é comprar cada trecho separadamente. E Isso vai garantir uma maior flexibilidade e também liberdade para definir quais são os destinos que você pretende visitar.

Por outro lado, fazendo isso você vai ter um trabalho muito maior e também pode sofrer com a variação dos valores das tarifas.

Ou seja, até você fechar todo o seu itinerário de volta ao mundo, que foi criado inicialmente no seu roteiro de viagens, pode ser que alguns trechos nesse meio tempo que acabe tendo valores alterados para baixo ou para cima.

2 – Comprar uma passagem de uma só vez

A segunda opção nem tão conhecida, mas também é uma opção.

Essa opção disponível atualmente é comprar um ticket de volta ao mundo, que é o chamado de RTW.

Esse é um bilhete especial com múltiplas paradas oferecidas pelas principais alianças de companhias aéreas. Então, a companhia te vende um ingresso com paradas em vários países.

Lógico que assim fica muito mais fácil porque você vai poder fazer um roteiro personalizado, seguindo os países onde tem parada obrigatória.

Vamos tentar resumir como essas passagens especiais funcionam: a viagem só pode começar e terminar no mesmo país. Outra coisa é que a duração mínima da viagem é de 10 dias e a máxima é de 1 ano. Outra coisa: o número mínimo de trechos é 3 e no máximo 16. Etc.

Se você simular um roteiro de viagem de volta ao mundo em 7 países com passagens incluídas, vai ver que os valores dos tíquetes custam a partir de 3 mil dólares.

Orçamento

Aí, depois de definir as passagens aérea, o próximo passo também é muito trabalhoso e muito importante. E nada mais é do que ver qual vai ser o orçamento da sua viagem.

Isto é: quanto dinheiro você vai ter que levar para esses países.

Os passeios, atrações turísticas e os transportes internos vão te custar um bom investimento. Só que você vai poder consultar com antecedência na internet o que fica bom para o seu bolso.

Diferente da alimentação. Já que é bem mais complicado estimar qual vai ser o gasto com a compra de alimentos e refeições. Aí, nesse caso a nossa sugestão é consultar sites que trazem tabelas atualizadas com o custo médio de cada país.

Ainda sobre a grana, saiba que para viajar para outros países é importante visitar o seu médico. Veja todas as vacinas necessárias nos países que você vai visitar.

E também tenha em vista estar com todos os remédios que você pode precisar nessa viagem. Inclusive, aqueles usados para dores de cabeça (por conta da mudança de fuso horário) ou para diminuir os problemas de intoxicação alimentar, que são bens comuns.

Aliás, sobre o orçamento, saiba que é importante levar o cartão de crédito, mas isso vai te custar mais caro porque tem as tarifas de IOF. Uma boa ideia é levar uma certa quantia em espécie também.

PROPAGANDA