Planejamento Financeiro Pessoal Simples e Eficaz Usando 10 Envelopes

ANÚNCIO

Uma enorme dificuldade para a maior parte das pessoas está em encontrar uma forma de fazer um planejamento financeiro simples e eficaz. Como sua saúde financeira pessoal pode depender disso, você precisa dar devida importância ao assunto e prestar atenção neste método criado por Trovó.

Vamos supor que você seja parecido com os típicos brasileiros, aqueles que adoram churrasco e cerveja ou feijoada e caipirinha. Pode ser também que você tenha o gosto do pessoal dos estados do sul e não troca nada por uma boa taça de vinho. Ou será que você é mais dos rodízios de comida japonesa, dos sanduíches gourmet e dos restaurantes “open bar”?

ANÚNCIO

E as refeições, você tem o costume de almoçar e jantar fora de casa? Então, fique atento: o último dado do Instituto Foodservice Brasil, que é de 2015, mostrou que comer fora de casa representa 33% dos gastos com alimentação no planejamento financeiro familiar.

Vamos imaginar agora que você adora curtir uma festa, seja com os cowboys do sertanejo universitário ou com os metaleiros do rock. Sabe quanto isso pode custar? No começo desse ano, Lendas do Rock fizeram um festival na Califórnia e o valor mais baixo para assistir o show era de 250 dólares. No Rio de Janeiro, também no início do ano, os Rolling Stones fizeram uma apresentação com valores que partiam de 450 reais.

Happy Hours nos finais de tarde das sextas-feiras… quem resiste?

ANÚNCIO

Aniversários, casamentos, dia das mães, dos pais, natal, quaisquer datas especiais… e quem fica sem comprar presente, uma lembrancinha que seja?

Promoção, Black Friday, Queima de Estoque, Metade do Preço, em 10x sem juros… São frases que mexem com você, não é?

Então cuidado! Os órgãos de defesa do consumidor têm alertado, em todo o país, para que os consumidores fiquem atentos às ressalvas feitas em cada uma dessas opções de compra. Muitas vezes, as pequenas – e destruidoras – observações ficam escondidas em minúsculos letreiros. Ou então, o anúncio só é válido para quem ter o cartão da loja… Já ouviu essa frase né?

E quanto à sua imagem: você é desses que adoram usar roupas de marca, ter uma casa com vários andares, fazer parte do seleto grupo dos “camarotes” e ter um carrão do ano? Bem, esse não é o pensamento ideal para um bom investidor, mas vamos falar sobre isso no decorrer do texto.

planejamento-financeiro-6
Reprodução: Google

Comprou um veículo? Saiba quais são os gastos

Você se considera uma pessoa vaidosa? Gasta muito dinheiro com maquiagem, cabeleireiro, manicure, limpeza de pele e outros produtos de beleza e higiene pessoal? Saiba que no ano passado, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio) divulgou uma pesquisa com o ranking das maiores despesas dos cidadãos e o primeiro item da lista foi o de Serviços e Produtos de Beleza. Nesse mesmo ano, o gasto global anual com esse tipo de produto foi de US$ 4,5 trilhões, ou seja, um valor maior que o PIB (Produto Interno Bruto) da Alemanha, quarta economia do mundo.

Estou certo de que você, provavelmente, se enquadra em um desses perfis. Mas talvez, só talvez, você não faça nada disso que está descrito acima.

Então fique sabendo que, para ambos os casos, a verdade é uma só: você já pensou, ao menos uma vez na vida, que o salário que ganha é muito pouco. Um salário injusto, que se atualiza abaixo da inflação. É como se o valor que você recebesse todos os meses congelasse e os produtos decolassem à valores inimaginavelmente altos, resultando em um desequilíbrio financeiro.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Não é essa a impressão que você tem?

Saiba como Funciona a Pobreza

Daí você olha para o lado, e o que vê é: amigos desempregados, grandes empresas quebrando, bancos falindo. E tudo o que você mais queria era levar o seu filho ao clube em um final de semana ensolarado. Ir ao cinema também seria um pequeno desejo, que há muito tempo, não é realizado.

Bem-vindo ao clube dos endividados! E reparem bem, não é um clube pequeno, são mais de 60 milhões de brasileiros endividados, segundo as pesquisas. Agora, atenção! Cuidado para não entrar em estado de falência. Saiba quais são os 3 comportamentos que podem te levar a falência e se livre dessa probabilidade.

Agora, vamos fazer outra suposição: você, Graças a Deus, não está endividado. Consegue pagar todos os boletos ao final do mês. Um por um. Em cada data de vencimento. Nunca deixar atrasar nenhuma parcela. Você até acha um absurdo o valor de juros que é obrigado a pagar pelos produtos financiados, mas, ainda assim, conseguiu se manter firme e forte, e não está no vermelho. Mas, de fato, você ainda não aprendeu como ser um milionário, não é? Ainda conhece pouco sobre o Mercado Financeiro e as suas várias formas de lucrar.

Em última estância, vamos imaginar que você faça parte do super seleto grupo de milionários brasileiros. E pode ser que você ainda não tenha um bom controle financeiro pessoal, ou seja, apesar de ganhar muito dinheiro, você não sabe exatamente quanto gasta e com o quê.

Então, esse texto é para todos vocês, endividados ou não, que precisam aprender como pagar as suas dívidas ou a entender que é possível reservar uma porcentagem do salário para ficar rico ou ainda compreender que é preciso administrar bem a sua riqueza.

Como fazer tudo isso?

Tendo um bom Controle Financeiro Pessoal e sabendo como aplicar o seu dinheiro em investimentos.

Tem medo de Investir? Entenda de onde vem esse medo

Hoje, para todas as pessoas do mundo, a regra é a mesma. É uma Regra de Ouro, que vai impulsionar sua vida para a riqueza. E quero lembrar que uma regra de ouro não vem atrelado à facilidades ou mágica, por isso, você vai precisar de esforço e dedicação. Mas, como toda regra de ouro, se for seguida corretamente, em 12 meses você vai quitar as suas dívidas, entrar no mercado financeiro de investimentos e o principal… ficar feliz da vida!

Regra de Ouro do Planejamento Financeiro Eficaz

A regra é de ouro e é simples! Você deve dividir o seu ordenado mensal com as seguintes porcentagens:

  • 70% para os gastos
  • 20% para as dívidas*
  • 10% destinado ao investimento

Aprenda a poupar 10% do seu salário!

*Para aquela minoria, que não está endividada, os 20% das dívidas podem ser incluídas no “pé de meia”, ou seja, uma reserva emergencial na qual você poderá utilizar para uma possível urgência ou por que não, para futuros investimentos. Essa reversa deve estar direcionada ao item “gastos”. 

Para que essa regra fique ainda mais fácil de ser compreendida, vamos explicar cada item, de forma detalhada!

1 – Gastos

Antes de prosseguir com esse tópico, vamos definir o que podemos considerar como “Gastos”. São aquelas contas que, inevitavelmente, terão que ser pagas. Por exemplo: casa, carro, saúde, supermercado, educação.

Todo o restante deve ser revisto detalhadamente. Os jantares gourmets aos finais de semana, por exemplo, podem ser cortados. Os churrascos de toda semana após o futebol com os amigos? Podem ser reduzidos, vamos combinar.

Detalhe: Os gastos com lazer e compras costumam ser os primeiros a serem cortados em caso de necessidade de redução de gasto, que é o que vamos precisar fazer ao utilizar a Regra de Ouro.

Na verdade, todos os brasileiros hoje tem dificuldades quando o assunto em destaque é a Educação Financeira. E sabe por quê? Porque esse assunto nunca foi passado em sala de aula. Nenhum professor falou sobre isso. Como consequência, os pais também não tem conhecimento para repassar aos seus filhos. Criamos um post falando disso. Leia: 4 Coisas sobre dinheiro que deveriam ser ensinadas na escola.

planejamento-financeiro-2
Reprodução: Google

Você tem que entender que independente do quanto você ganha, você pode ter um bom controle financeiro. Em resumo, se você recebe salário, seja como funcionário, empresário ou freelancer você tem um ganho. A questão, então, é: saber o quanto está gastando. E esse valor NUNCA pode ser maior do quanto você está recebendo.

Nesse tópico, o X da questão é saber selecionar as prioridades. Em palavras miúdas, é usar o dinheiro apenas para o essencial e deixar de lado os luxos. E, se em algum momento da sua vida, você não soube administrar as suas prioridades, você, provavelmente, criou um inimigo: as dívidas. E esse é o 2 tópico: saber como sair das dívidas.

2 – Dívidas

Como visto acima, você sabe por que as pessoas estão endividadas. Mas, o que você talvez não saiba é como isso acontece. E a resposta eu vou mostrar em uma linha única, a seguinte ordem:

  • Pessoas gastam mais do que ganham
  • Depois, fazem empréstimo para pagar as contas vencidas
  • Como consequência do empréstimo, começam a pagar juros abusivos
  • Os juros abusivos dos empréstimos, somados aos juros do cheque especial e aos juros da parcela mínima do cartão de crédito, levam as pessoas às dívidas.
  • A soma de dívidas resulta em falência.

Sim, o pagamento de juros abusivos é o que leva as pessoas ao endividamento. Então, vamos à solução: como sair das dívidas usando apenas 20% do salário?

Está atolado até o pescoço? Não se desespere

Você vai fazer o seguinte: procurar a instituição financeira que tem os menores juros e que aceita o pagamento de uma parcela no valor de 20% do seu salário. Por exemplo, se você ganha 3 mil reais por mês, vai poder pagar uma parcela de, no máximo, 600 reais por mês.

Depois que escolher, você vai fazer um empréstimo nesse banco com o valor suficiente para quitar todas as outras dívidas. Você vai centralizar a sua dívida em uma única conta, certo? É dessa forma que você vai fazer para quitar sua dívida usando apenas 20% do seu salário!

Por sinal, você já parou para pensar o que são dívidas? Conheça 3 coisas que são dívidas, mas que ninguém as considera como tal.

3 – Investimento

Nesse tópico, não vamos definir qual o melhor investimento que você deve fazer, mas é importante que você entenda que é preciso investir o seu dinheiro.

Aprenda como Investir na Bolsa de Valores em 3 passos

Por quê? Porque você já sabe que pagar juros te faz entrar em dívidas, mas, o contrário também é válido: receber juros te enriquece. E é isso que acontece em todos os investimentos: você empresta dinheiro em troca de juros.

Nas Rendas Fixas, por exemplo, você empresta dinheiro ao banco. No Tesouro Direto, empresta ao governo. E na Bolsa de Valores, você empresta às grandes empresas de diversos setores.

Ainda tem dúvidas se deve ou não investir? Veja esse vídeo: Quebrando mitos que bloqueiam você de investir!

Técnica dos 10 Envelopes

“Ok. Entendi tudo sobre a regra de ouro, me identifiquei com as suposições e, definitivamente, vou começar a investir! Mas, no título você diz algo de envelopes, e até agora não falou nada sobre isso”, você pode argumentar.

planejamento-financeiro-3
Reprodução: Google

Vamos, então, falar da cereja do nosso bolo, os tão famosos envelopes! Você vai ver que esses papéis podem fazer toda a diferença na sua planilha mensal de gastos, que vai gerar dívida ou não, e que pode te levar a riqueza ou não.

Como Funciona

É muito simples! Você vai até a papelaria e compra 10 envelopes de carta. Em cada um deles você vai escrever itens dos quais serão destinados o seu dinheiro. Em seguida, você vai escrever, também no envelope, qual o valor você acha que gasta no mês com aquele item. Depois, cada compra ou pagamento que fizer, você vai colocar o comprovante dentro do envelope que for daquele item.

Participe do orkshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

Para facilitar, vamos sugerir os seguintes envelopes:

Envelope 1 – Casa: aluguel, energia, água, telefone, IPTU, condomínio, etc.

Envelope 2 – Carro: seguro, IPVA, manutenção, etc.

Envelope 3 – Saúde: convênio, remédio, academia, etc.

Envelope 4 – Supermercado: alimentos, produtos de limpeza, etc.

Envelope 5 – Educação: escola, faculdade, cursos ou afins. Livros, revistas, etc.

Envelope 6 – Lazer: cinema, passeio, viagem, etc.

Envelope 7 – Compras: vestuário, perfume, presente, etc.

Envelope 8 – Reserva: dinheiro separado para gastos emergenciais.

Envelope 9 – Dívidas: empréstimos, cheque especial, etc.

Envelope 10 – Investimento: 10% do seu salário, lembra?

Resultados

No primeiro mês você vai perceber que o valor que havia escrito no envelope, antes de inserir os comprovantes lá dentro, é muito menor do que o valor que você realmente gastou. As aparências enganam, não é? Por isso, a necessidade de saber como fazer um planejamento financeiro!

Essa surpresa pode significar que você está gastando mais do que ganha. Ou seja, está faltando um controle financeiro adequado na sua vida.

O segundo ponto é que você vai perceber que alguns envelopes podem estar ficando “cheios” demais, principalmente aqueles de menores prioridades, da qual já falamos. Por exemplo, o de “compras”.

Você, automaticamente, vai concluir que deve comprar apenas o necessário, aquilo que precisa para viver. Para clarear as ideias, separamos uma lista dos hábitos que podem te ajudar a evitar gastos desnecessários.

1 – Lista de Compras: No supermercado, leve uma lista de compras com os itens que estão em falta e nunca vá às compras com fome. Ainda com a lista nas mãos, é possível comparar preços.

2 – Comprar por impulso: Controle seu impulso quando for ao shopping e não caia nas armadilhas de liquidação das lojas. Se você for um consumista, uma pessoa muito impulsiva, tente evitar ir à lugares que vendem produtos e, em casos mais sérios, procure um médico especialista.

3 – Alimentação: Prefira comer em casa, sempre que possível, e levar o almoço, ao invés de comer em restaurantes. Super dica: o cafezinho também pode sair caro. Tente analisar em quais momentos é possível evitar o café fora de caso porque mesmo que pareçam valores baixos, no montante, ele pode fazer a diferença no seu controle financeiro pessoal.

Na prática, se um café custa 2,5 reais todos os dias, no mês dá 60 reais e no ano 720 reais. Bastante dinheiro, não? Ah, e se você faz parte dos sulistas, como citado no início do texto, que adoram um vinho, pode continuar bebendo, mas procure marcas alternativas mais acessíveis.

4 – Transporte: Escolhe o melhor meio de transporte para ir ao trabalho, por exemplo. Nas grandes cidades, o gasto com estacionamento costuma ser extravagantemente alto.

5 – Telefonia e Canais de Televisão: Adeque um plano da sua operadora de celular ao seu uso diário, seja com internet, com ligações ou com mensagens. Inclusive, a escolha da operadora também é importante, já que quando a ligação acontece para as concorrentes, os valores são abusivos. Já para as residências, existem pacotes que incluem telefonia, televisão e internet.

6 – Ingressos: Cinema, Teatro ou shows costumam aceitar a meia-entrada para estudantes ou pessoas acima de 60 anos. Mas, existem instituições financeiras, operadoras de celulares e empresas de fidelidade que também oferecem esse desconte. Pesquise sobre!

7 – Serviços Bancários: Talvez você não saiba, mas existem contas-correntes gratuitas e outras com apenas serviços online, ou seja, que não cobram as tarifas de diversos serviços. Pergunte ao seu banco. Atenção também para benefícios que não são usados: pode ser que você pague por um pacote que inclua vários serviços, dos quais a maioria você não usa. Pense nisso.

8 – Cartão de Crédito: Hoje não vamos entrar no mérito de falar sobre os benefícios e prejuízos do cartão de crédito porque você pode saber sobre isso em um recente vídeo que publicamos: Cartão de Crédito – Ter ou não Ter. Mas, queremos fazer um lembrete importante para você evitar gastos desnecessários, EVITE PAGAR PARCELAS MÍNIMAS, se for usar o cartão, pague a fatura integral.

9 – Filmes: Mesmo pagando meia-entrada no cinema, você vai querer comprar pipoca, refrigerante e um chocolate. Sem contar que ainda tem o custo de locomoção e estacionamento. Então, uma alternativa é ver filmes em casa. Daí, você logo pensa em locar um blueray, mas, existem alguns aplicativos que são mais baratos e disponibilizam uma lista de filmes para você assistir.

10 – Excessos: Esse tópico pode parece contraditório, mas não é. Ele tem a ver com todos os outros citados acima. É o que podemos chamar de compras em excessos. Quer ver só?

Na sua lista do supermercado estava: 1 pacote de amaciante de roupa. Aí, quando chega no supermercado, você percebe que se pegar uma caixa com 6 unidades, saí mais barato. Mas eu te pergunto, você precisa de 6 unidades? Às vezes, quando chegar a hora de você usar o último produto, ele já estará vencido.

Então, vamos combinar, as comprar em pacotes ou promocionais são válidos sim, mas façam uma análise antes de comprar. O mesmo vale para pacotes de telefonia, como o item 5. Normalmente saí mais em conta fechar um pacote, mas você usa todos os canais disponíveis? Precisa desse plano telefônico? Faça uma análise e encontre o melhor para o seu planejamento financeiro.

Business men working
Reprodução: Google

Exemplo Prático

Logo, após analisados esses pontos, você vai começar a dividir melhor o seu salário usando a regra de ouro. Vamos supor que você receba um salário de 3 mil reais. Você vai investir 300 reais, usar 600 reais para pagar dívidas e os 2,1 mil restantes é para os gastos.

É importante entender quais são os gastos que podem ser cortados e quais são os que podem ser reduzidos. Se o contrato do seu aluguel está no fim, por exemplo, procure um mais em conta. Se o seu carro consome muito combustível, procure um mais econômico. Até mesmo com a eletricidade doméstica é possível economizar, seja com lâmpadas mais econômicas ou energia solar. E assim por diante.

Dica importante: Comparar preços e qualidade

No primeiro ano, como já dito, você vai precisar economizar o máximo possível para se enquadrar na regra de ouro. Você tem 70% para os gastos, então, compare os preços, lembrando que, às vezes, o barato sai caro. Pesquise, pergunte e consiga descontos. O pagamento á vista quase sempre é mais compensador. Verifique os mesmos produtos em diversas lojas e em concorrentes. Busque também na internet, calcule o frete, veja as reclamações dos usuários.

E não tente burlar o sistema!

Você precisa investir 10% e usar outro envelope para Reserva de Emergência, que deverá ser usada para casos de desemprego, problemas de saúde ou consertos não previstos, como de um eletrodoméstico.

Mercado de Ações: Investimento funciona como o melhor do Setor Financeiro!

É importante saber também que existem diversas formas para ter um bom controle financeiro pessoal. Estão aí, por exemplo, as planilhas de gastos mensais do excel e os banklines. Mas, os envelopes são palpáveis e todo final de mês vai te mostrar o que está “cheio” demais. Essa planilha de controle financeiro, de receitas e despesas, fará você controlar suas variáveis financeiras.

Ah, e nunca se esqueçam: não vivam em função dos outros. Você pode ser rico – e ser feliz – com o salário que você tem, basta ter um bom controle financeiro. Por sinal, se você pretende passar o resto da vida em festas que acontecem em iates, cercado de mulheres lindas e nadando em dinheiro… bem, sinto informar que talvez você esteja no lugar errado. Por que, sinceramente, não é isso que os maiores investidores fazem. Essa ganância da vida “bem sucedida” acontece apenas nos filmes.

Deixar de ter um carrão do ano para poder investir 10% do seu salário vai te trazer muito mais benefícios. Vai te trazer lucros, fazer você quitar suas dívidas e trazer a estabilidade financeira que você tanto almeja.

ANÚNCIO