Vai Casar? 17 Passos para um Bom Planejamento Financeiro para Economizar Dinheiro

ANÚNCIO

Conforme pesquisas, 90% das mulheres sonham com o casamento perfeito. Sim, é um grande número: 9 em cada 10 mulheres pretendem oficializar a união com uma festa, regada de bebidas, comidas e muita música. Algumas citam só uma “festinha”, outras falam em listas com muitos convidados. Para ambos os casos, o planejamento financeiro é fundamental.

Planejar o Casamento é importante para não começar a vida a dois com dívidas! Imagina você falir antes mesmo de começar o casório… Pensando nisso, fizemos uma grande pesquisa com economistas, especialistas e organizadores de festas e eventos. Uma dessas pessoas é Christiane Monteiro, da Mais Money.

ANÚNCIO

Confira agora algumas das melhores dicas para organizar aquela festa dos sonhos sem gastar muito dinheiro. Mas, antes disso, confira os 15 piores erros que as noivas cometem na organização do casamento!

10 piores erros que as noivas cometem na organização do casamento

A organização de um casamento dura meses ou anos, porém, muitas novas ficam muito tensas devido à emoção. Mesmo com os check lists, algumas noivas cometem erros fatais. Erros esses que são negligenciados pela falta de atenção ou pela falta de preparação. Então, reunimos 10 deles para te ajudar na organização do seu casamento.

1 – Considere os Convidados e os Deslocamentos: Todos os convidados vão ter que se deslocar até o seu casamento, então se certifique que estarão confortáveis. O ideal é prestar a atenção em serviços de transporte para a cerimonia e para a recepção. Além disso, pense na possiblidade de estocar quartos de hotel e noções de bebidas.

ANÚNCIO

2 – Comprar o Vestido antes de Verificar o Local: Antes de comprar o vestido, o recomendado é verificar qual será o tipo de casamento. Um vestido para uma igreja charmosa é diferente daquele que tem que ser usados em chácaras ou locais abertos. Além do modelo, considere também o tecido.

3 – Assessoria de Casamento: Se a noiva é mais nervosa e muito ansiosa, vale a pena investir um pouco do dinheiro em um assessor, já que ele tomará conta de quase tudo, evitando que a noiva cometa erros. O casamento possui minuciosos detalhes que tem que ser pensados friamente para que não haja risco de perder tempo ou dinheiro.

4 – Noivas têm o Costume de Fazer Dietas Radicais: Não é preciso muito para saber que as Dietas Radicais são péssimos atos. Se por um lado toda noiva quer fica bela e esbelta, por outro as dietas malucas trazem sérios problemas à saúde. O ideal, junto com o planejamento, é adotar uma rotina mais saudável, onde será possível perder alguns quilos.

5 – Muito Tempo entre a Cerimônia e a Recepção: Não é aconselhável porque vai ficar fazendo os convidados esperar. Se a cerimônia e a recepção estão em locais diferentes, tente minimizar esse intervalo.

Vai Casar? 17 Passos para um Bom Planejamento Financeiro para Economizar Dinheiro
Reprodução: Google

6 – Convidados do Pré-Casamento: Existem alguns eventos que acontecem antes do casamento, de fato, entre eles o chá de panela. É preciso muita atenção para reunir as pessoas mais queridas, porém que serão convidadas para o evento principal do casamento. Se você não deseja convidar essas pessoas para o casamento, não faz sentido chama-las para o chá de panela.

7 – Alimentar Os Fornecedores Na Festa: Todos os prestadores de serviços do seu casamento precisam estar bem alimentados. Logo, planeje também sobre a alimentação deles, já que eles serão responsáveis por fazer sua festa bombar. Pense no cerimonialista, fotógrafo, cinegrafista, DJ, assistentes…

8 – Não Pesquisar sobre as Flores: As Flores têm custos, e isso vai depender, entre outros pontos, com a estação do ano, a fragrância e o temperamento. Leia sobre isso antes de montar o seu arranjo. Algumas flores podem murchar com o sol quente do verão. Já as perfumadas tem que estar no buquê, apenas.

9 – Tempo Gasto com Penteado e Maquiagem: Isso é importante frizar porque esse tempo gasto sempre ultrapassa o limite imaginado. Tente programar com o seu cabeleireiro e maquiador para que não haja imprevistos.

10 – Extravasar nas informações do Convite: Muitas noivas costumam encher os convites com informações desnecessárias. Inclua apenas informações úteis, como o tipo de traje, endereço e horário.

7 Aplicativos para Organizar o Casamento

Os aplicativos móveis são sucesso pela facilidade, comodidade e utilidade. Imagine agora se esses programas são voltados para o seu casamento… Isso parece ajudar, não é? Listamos os 7 aplicativos mais usados dos últimos tempos, confira!

1 – Diário do Casamento: Possui funcionalidades que auxiliam na organização da cerimônia e da recepção. Ele abre leques dos noivos para conhecer um rol de fornecedores de diversos serviços, como igrejas e lojas.

2 – Wedding Dress Look Book by The Knot: O aplicativo dá a possibilidade de conhecer vários modelos de vestidos de casamento e fazer comparações de preços, conforme os gostos e os tipos de corpos, por exemplo.

3 – Wedding Party: Qual a medida certa de comida que tem que ser servida para um determinado número de convidados? Se você não sabe, o Wedding Party pode ajudar.

4 – Marieé: É completo e dá para gerenciar toda a organização do seu casamento, incluindo preparativos, passando pela lista de convidados até chegar no orçamento geral. Ele é gratuito para iOS.

5 – Wedding Plandroid: É destinado para quem possui necessidade de organizar o casamento. É como o Marieé, só que ainda mais completo. Tem muitas funcionalidades e deixa, inclusive, uma lista de telefones dos fornecedores para facilitar o contato.

6 – Vestida para Casar: O aplicativo é o aliado para a noiva executar o plano de casamento por completo. Ele faz a gestão real de todas as atividades para a organização o casamento, além de manter os contatos necessários. Também armazena dados dos fornecedores e dos padrinhos.

7 – Casamentos.com.br: É aquele que faz mais de 1 mil coisas e torna possível organizar o casamento de onde você estiver e quiser. Entre as funções estão: organizar a lista de convidados, ver o vestido ideal, pedir ajuda à outros casais, entre outros.

Leia Também: Bancos antecipam a restituição do Imposto de Renda… 3 motivos para não fazer isso!

Há quem diga que ocasião faz o ladrão. Mas não que o banco seja o ladrão, ok? Os principais bancos do país já colocaram as manguinhas de fora e estão oferecendo a antecipação da restituição do Imposto de Renda 2017. Logo, é possível pegar um empréstimo de 100% do valor da restituição, mas que seja limitado entre 5 e 20 mil reais, o que vai depender do relacionamento do cliente com o banco.

Então, o cliente faz um empréstimo e tem que pagar uma taxa de juros. Esses juros também são variáveis e vai depender do perfil do cliente frente à instituição bancária. No Bradesco, por exemplo, a taxa começa em 2% e no Santander pode chegar á 4,5% ao mês. Portanto, o ideal é não apenas comparar as taxas, como também procurar alternativas à esse empréstimo.

Quando faz a declaração do IR, o contribuinte precisa indicar uma conta corrente para o crédito da restituição, caso ela ocorra, e é nesse banco que será possível pegar o empréstimo. Logo, quando o seu dinheiro cair lá, vapt vupt, o banco pega, automaticamente. Continue Lendo…

Bancos antecipam a restituição do Imposto de Renda… 3 motivos para não fazer isso!

17 Passos para um Bom Planejamento Financeiro para Economizar Dinheiro

1 – Planejamento Para Limitar os Gastos: Estabeleça um limite do quanto poderão gastar com a festa, incluindo, todos os gastos, entre eles, a lua de mel. Preparar um plano para o antes, o durante e o depois da celebração é fundamental para garantir, com segurança, uma bela festa.

2 – Tenha um Investimento: E esse investimento, que é totalmente focado no casamento, tem que existir ao menos 18 meses antes do evento acontecer. Também é muito importante ter metas de quanto o casal vai economizar por mês, assim, no final do período o casal vai ter o dinheiro suficiente para chegar ao orçamento estabelecido.

3 – Pesquise Tudo Sempre: Essa é a regra de todo bom comprador e consumidor. Pesquisar ou pechinchar não é nenhum defeito, é atitude de quem sabe o quão suado é o dinheiro que cai na conta no começo de cada mês. O ideal, inclusive, é fazer uma planilha com todas essas informações, incluindo o nome do fornecedor, a forma de pagamento e as observações.

No fim das contas, o melhor a se fazer é colocar tudo na balança e calcular o que tem o melhor custo benefício.

4 – Serviços Indispensáveis: Antes de começar a fechar todos os serviços, confira quais são aqueles que realmente são indispensáveis. Afinal, como quase tudo na vida, é preciso colocar os serviços em ordem de prioridades. Não adianta fechar o melhor serviço de fotografia do mundo se você não tiver um bom serviço de buffet para atender os seus convidados.

5 – Networking: Tenha uma grande rede de contatos e amigos e conversa sobre tudo com eles. Sempre existem aquelas primas ou amigas que já passaram pelo mesmo processo e podem ter algumas dicas valiosas para dar. Inclusive, você pode fazer degustação dos produtos antes de bater o martelo final.

Apesar de cada noiva ter um gosto, é muito indicado aceitar indicações de outras pessoas. Assim, você não correrá o risco de contratar por um serviço que não conhece e não sabe se realmente é bom. Isso sem contar que indicações costumam gerar descontos.

6 – Use a Criatividade e Tenha Disposição: Alguns mercados populares oferecem opções criativas de lembrancinhas e artigos decorativos como velas, flores ou panos decorativos. Por isso planejamento é tão importante e o tempo também: pesquisar é fundamental, como no item 3.

Outra dica desse tópico é ficar atenta às promoções. Como o planejamento será longo, de pelo menos 18 meses, sempre vai haver algum produto ou alguns serviços que pode baixar o preço em algum momento. O ideal é já ter uma lista de sites e lugares que podem fazer essas seguintes promoções.

7 – Despesas pós-festa: Depois da festa é que realmente começa o casamento, nunca se esqueça disso. Leve também em consideração que terão uma nova casa, com eletrodomésticos, decoração e a chegada de um filho. E, dependendo de como foi a forma de pagamento, ainda haverão muitas parcelas para pagar após a noiva jogar o buquê.

8 – Forma de Pagamento: Já que falamos do pagamento no item anterior, então, saiba que a melhor forma de pagar pelos produtos e serviços é: à vista. Pague tudo o que puder com antecedência, assim você evita acumular contas e ainda consegue uns bons descontos, que poderá ser usado em outros detalhes da festa.

E, caso você note que o casamento ficou mais caro do que você imaginava, a saída é procurar algum viés e cortar gastos e serviços. É melhor, por exemplo, reduzir o tamanho da festa e cortar os gastos do que fazer um empréstimo para pagar algo e começar a vida com dívidas.

O importante é sempre ler os contratos antes de assinar, assim será possível saber cada detalhe para não ter dor de cabeça depois. Planejar o casamento é importante para fazer a festa dos seus sonhos e, ao mesmo tempo, não ter pesadelos durantes as noites posteriores.

9 – Trabalhe em Casa: Todo mundo sabe que dá muito trabalho fazer todo o buffet ou a decoração de uma festa de casamento. Porém, mesmo sendo cansativo, é possível prever a preparação de algumas coisas. Ainda mais se você tiver alguma habilidade manual. Aproveite a oportunidade para deixar a festa do seu jeito e economizar dinheiro.

Vai Casar? 17 Passos para um Bom Planejamento Financeiro para Economizar Dinheiro
Reprodução: Google

10 – Festa mais Intimista: Cada casal de noivos tem um gosto peculiar e alguns gostam muito daquelas festonas com muita gente. Porém, se formos analisar os atuais casamentos, muitos casais tem optado pelas festas mais intimistas, onde os convidados são apenas aquelas pessoas mais próximas. Essa pode ser uma opção de conseguir agradar a todos os convidados.

11 – Faça uma Festa só: Tem quem goste de várias festas, também. Porém, o usual está sendo fazer tudo em “uma coisa só”. Civil e Religioso no mesmo espaço têm sido mais comum do que você pode imaginar. Se por um lado casar fora do cartório é mais caro, por outro, você não precisará gastar com 2 roupas, 2 estacionamentos, 2 deslocamentos, 2 cerimônias, entre outros gastos.

12 – Peça a confirmação dos Convidados: Isso é importante porque, normalmente, paga-se “por cabeça”. Ou seja, os buffets costumam cobrar os valores pelo número de convidados. Assim, se você disser que vão 200 pessoas e no fim das contas forem apenas 100, então você terá que pagar o dobro, sem necessidade disso.

13 – Aproveite os Dons das Pessoas Próximas: É isso mesmo! Não queremos que você seja um aproveitador, mas quando você conhece pessoas que sabem produzir algo que pode ser usado no seu casamento, então, aproveite para conseguir poupar um pouco de dinheiro. O buquê e o vestido de noiva, além dos acessórios podem ser feitos por aquela velha e boa amiga.

14 – Saiba Escolher a Data: É claro que muitos casais tem o número da sorte, ou seja, aquela data que parece ser o elefante branco. Logo, é esse dia que deve acontecer o casamento. No entanto, por outro lado, saiba que datas que são próximas à feriados, costumam ser mais caras. Fora isso, casar às sextas, ao invés dos sábados também pode render uma boa economia.

15 – Fotografia e Filmagem: Os registros em fotos e vídeos são lembranças eternas dessa data tão especial para o casal. O profissional contratado tem que ter técnica e sensibilidade, por isso, vale optar pelos fotógrafos que são referencias na sua cidade. Claro que isso não vai custar tão barato assim, então, como já dito, o ideal é por em prova o custo benefício.

16 – Zere suas Dívidas: Se você vai casar, a primeira coisa que tem que pensar é sobre zerar as dívidas, ou seja, você não tem que começar a pagar uma coisa se não terminou de pagar outra. Seja as contas em Cartão de Crédito, Boletos Bancários, Empréstimos ou qualquer outra conta, você precisa quitar as dívidas.

“Tire uma hora para olhar os seus gastos dos últimos 90 dias e encaixe em 3 categorias: essenciais, supérfluos e dívidas. Só de olhar e avaliar, você vai conseguir ver onde há exageros e onde dá para cortar”, diz Carolina Ruhman Sandler, do Finanças Femininas.

17 – Dinheiro para Comprar o Imóvel: Se o ditado é verdadeiro, então, quem casa quer casa. Logo, o mais indicado é ter um bom valor de entrada para comprar a casa. Ou, se possível, comprar à vista. É muito improvável ter uma grande festa de casamento se não há para onde correr na hora de comprar uma casa.

Leia Também: 4 Opções de Investimentos para Juntar Dinheiro e dar de entrada na Compra do Imóvel

Se existe o Jeito Correto para comprar uma casa é juntar o dinheiro suficiente para pagar tudo à vista. No entanto, sabemos que não é fácil conseguir poupar uns 100 ou 200 mil reais de uma só vez. Por sinal, isso poderia demorar meses, anos, décadas. Então, dependendo da renda mensal, pagar aluguel pode ser muito mais vantajoso do que financiar uma casa ou um apartamento.

Mas esse assunto entre alugar um imóvel ou comprar uma casa foi assunto de outro artigo nosso, publicado recentemente e que você pode acompanhar no vídeo abaixo!

Ou seja…

Conforme a especialista em comportamento humano, Branca Barão, o que não tem que acontecer é deixar o trabalho de lado e ficar com pendências na empresa para resolver assuntos particulares.

“É necessário reservar outro tempo para estas coisas. Se algo for resolvido rapidamente e a pessoa conseguir focar no trabalho, tudo bem”.

Como Conseguir Juntar Dinheiro para realizar o Casamento?

Organizar um casamento é algo muito prazeroso e trabalhoso. No item planejamentos, cabe uma observação muito importante: como conseguir juntar aquela grana extra para esse dia tão importante.

A questão aqui é: Como Arrecadar Fundos? Então, conseguimos encontrar, com bom humor, algumas formas de conseguir juntar o dinheiro. Afinal, realizar um casamento envolve muito dinheiro e ter um bom valor rentabilizado torna-se necessário para qualquer tamanho de festa.

Separamos 7 ideias de como conseguir fazer isso!

1 – Invista em uma Lista de Casamento Criativa: Você pode estabelecer valores mínimos e máximos sobre cada item que estará na lista de casamentos. Assim, amigos e familiares ficarão mais vontade para fazer uma doação, ao invés de dar um produto. Pode não parecer, mas no fim isso vai rentabilizar um bom valor.

2 – Prepare uma Festa Temática: Durante os meses que antecedem o casamento, faça uma festa temática, como halloween, festa junina ou outras. Opte por algo que tenha a ver com os noivos e tente economizar dinheiro no preparativo das comidas e do espaço. Para a entrada, cobre algum ingresso justo ou faça uma caixinha e receba dinheiro por isso.

3 – Organize uma Rifa: As rifas costumam funcionar muito bem e quando é para angariar fundos para o casamento então, com certeza, as pessoas vão fazer de tudo para ajudar. Escolha um prêmio bacana ou algo que seja de estimação dos noivos. O fato é que, independente da escolha, a rifa vai render algum dinheiro.

Como Ganhar Dinheiro da Forma Certa?

4 – Faça um Bazar: Nos dias atuais, o bazar está super na moda. Além de ser sustentável, os preços são ótimos e agradáveis. Portanto, selecione as peças e prepare um coffee break, não sem antes divulgar entre os amigos nas redes sociais. Use a tecnologia à seu favor.

5 – Aposte no Corte da Gravata: No dia da celebração, use o corte da gravata, assim, ao invés de presentes para a casa, as amigas das noivas e dos noivos podem ajudar com alguma quantia em dinheiro. Feito isso, o dinheiro será acumulado e pode ser usado para outros fins.

6 – Já ouviu falar de Chá Envelope: É um evento muito parecido com o chá de panela, porém, ao invés de presentes para casa, as amigas e amigos recebem um envelope na qual depositam certa quantia em dinheiro que é colocado em uma caixa, sem identificação.

7 – Faça um Leilão: Esta é uma proposta que pode ser feita no dia da festa, mas o ideal é que aconteça antes. Escolha um item especial e faça o leilão, quem der mais, leva e vocês ficam com o dinheiro. Use a imaginação e leve tudo na descontração.

Com informações da Uol

ANÚNCIO