7 Dicas para NÃO Perder R$ 1,5 Milhão em Pouco Tempo – História Verídica

Emilly Araújo ficou conhecida no começo deste ano por Vencer o maior Reality Show do País – o Big Brother Brasil. Além da sua fama de “menina meiga” e, tantas vezes, “barraqueira”, ela também ficou conhecida por se tornar a mais nova milionária do Brasil, com algo em torno de 1,5 milhão de reais – que foi o prêmio recebido pela vitória.

Mas, como já falamos muito aqui no Blog, os Reality Shows não são a melhor forma de enriquecer na vida e isso acontece porque tudo envolve um processo muito simples, mas importantíssimo, que é o da Educação Financeira.

Emilly, infelizmente, mostrou não ter essa sabedoria e perdeu todo (ou a maior parte) do prêmio milionário.

Isso não somos nós que estamos dizendo, a matéria que diz “Sem Dinheiro, Emilly não consegue mais manter o alto padrão de vida” foi publicada no site de notícias UOL e pode ser visto aqui.

A notícia ainda fala que a, até então milionária, quitou as dívidas do pai e passou a viver de aluguel em um apartamento que tem uma condição de 11 mil reais mensal.

Fora isso, ao que se sabe, Emilly ainda tem contrato com a Rede Globo até o final do próximo ano, com um salário base de 3 mil reais por mês, o que não daria para custear o apartamento da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A irmã gêmea de Emilly, Mayla, foi perguntava sobre os motivos pelo qual não conseguiram comprar um apartamento no Rio de Janeiro.

Ela respondeu que “não tem nada de exorbitante [no aluguel de 11 mil reais]. São dois quartos embaixo e a cozinha em cima. A gente sempre viveu de forma humilde. 1,5 milhão é muito dinheiro, mas não tanto para comprar um apartamento”.

Anterior à isso, Emilly cogitou comprar um imóvel por 1 milhão de reais no bairro carioca. Veja o que disse uma pessoa próxima a ela sobre o fato, que é mais antigo e aconteceu logo após ela vencer a competição:

“Emilly está com medo de investir mais da metade do prêmio em um imóvel no Rio e depois não conseguir arcar com as despesas porque o custo de vida aqui é bem caro. Lá em Porto Alegre, com o valor de 1 milhão, ela compra um bom apartamento e um ponto comercial para se manter”.

Para alguma parte das pessoas que assistiram ao programa ou que, pelo menos, conhecem a história da jovem Emilly, ela fez certo. “O dinheiro é dela e ela faz o que quiser com ele”, disse um internauta, ao ler a notícia.

Porém, para a maioria das pessoas, aquelas que visam a educação financeira, Emilly não soube aproveitar a chance que teve para manter o patrimônio acumulado e conseguir alavancar AINDA MAIS a vida financeira.

Entre as expressões mais anunciadas na notícia, estão: “Burrice Financeira”, “Desempreendedorismo”, “Dinheiro que vem fácil, vai fácil também”.

Aliás, foram tantos os comentários que resolvemos listar alguns em tópicos e conectá-los com algumas notícias que já publicamos aqui, apenas para relembra-los, queridos gafanhotos, que o dinheiro pode comprar (praticamente) tudo, exceto o conhecimento.

7 Dicas para NÃO Perder R$ 1,5 Milhão em Pouco Tempo

Abaixo, estão algumas dicas, mas não todas. Apenas para inicio de conversa, saibam que o valor ganho por Emilly, se investido na poupança (que está longe de ser o melhor investimento financeiro do Brasil) daria uma rentabilidade de algo em torno de 8 mil reais ao mês.

1 – “Torrar Tudo sem Pensar nas Consequências Dá Nisso”

Tudo que acontece na vida gira em torno do que chamamos de Ação e Reação. Independente da crença, da fé ou de qualquer pensamento positivo, tudo que acontece tem um motivo. Obviamente, se você plantar soja não colherás trigo. É assim que funciona a vida.

Emilly já havia se mostrado uma verdadeira persona que não tem a mente milionária, a qual falamos tão fielmente aqui neste blog. Em suas redes sociais, várias e várias vezes, ela chegou a receber críticas e conselhos de seus fãs: “comprou coisas de grifes, paga aluguel caro e vive no RJ, a cidade mais cara do Brasil”.

Além disso, outras expressões diziam algo como “ela não terá a mesma sorte que outros BBBs que conseguiram seguir carreira de atrizes e atores”, portanto, quando o dinheiro acabar, acabou.

E foi o que aconteceu. Ou, na melhor das hipóteses, se não aconteceu ainda, está breve a acontecer.

Mas, o que seria esse “pensar nas consequências”?, no mínimo, é o mesmo que pensar no futuro, prever o futuro, estar apto para viver um futuro confortável. Para isso você não precisa deixar a vida confortável de hoje, mas também não precisa morar em um apartamento de 11 mil reais, precisa?

Fizemos uma seleção de 3 matérias importantes e muito mais educacionais sobre como viver pensando no futuro sem deixar a vida de hoje de lado. Confira aí, agora!

Portanto, nossa Dica Número 1 é: Viver com base no Equilíbrio Financeiro

2 – “Não é a 1ª BBB a Falir Tão Rapidamente”

Ah, nem vamos enrolar muito neste tópico. Vocês já sabem que muitos e muitos e muitos dos milionários que ganharam dinheiro fácil, com reality shows, acabaram por perder tudo, não é? A lista é grande, então, melhor ler a matéria a seguir para não tomarmos muito tempo aqui.

O que é Riqueza? Veja alguns BBBs que faturam mais de 1 milhão de reais… E perderam tudo!

Até mesmo outro concorrente ao prêmio, Ilmar chegou a orientar Emilly. Em maio deste ano, a participante e milionária chamou uma mulher de pobre, em um vídeo que circulou na internet. Sobre o fato, Ilmar disse:

Pobre menina que só tinha dinheiro. Quem tem dinheiro não fica espalhando que é rica. Pelas atitudes que ela tinha na casa, eu tentei aconselhar – falta um pouco de discernimento, maturidade e espero que ela alcance isso porque o dinheiro vai embora”.

7 Dicas para NÃO Perder R$ 1,5 Milhão em Pouco Tempo – História Verídica
Reprodução: Google

Dica Número 2: Todo Mundo Pode Perder Todo Dinheiro se Não Tiver Educação Financeira

3 – “É um dos Motivos que Provam que a Educação Financeira deveria ser Obrigatória nas Escolas”

Temos um vídeo que prova por que a Educação Financeira deveria ser ensinada na escola. Logo, a expressão acima também é a nossa. Se você ainda é aversivo à essa questão, acompanhe a explicação abaixo e veja como o mundo pode ser melhor com os números.

Dica Número 3: Se a Escola não Dá Educação Financeira, os pais tornam-se Obrigatórios a Fazer Isso

4 – “Devemos Educar Nossos Filhos e Crianças. Informações têm de Tonelada”

O seu filho começa a chorar quando você diz que não vai dar o presente que ele quer? Ou faz birra se você comenta que esse ano não poderá fazer aquela festinha de aniversário que ele tanto sonhou? Aprender a dizer não faz parte da Educação Financeira.

Além disso, eles sempre seguem os passos dos pais em um movimento que é chamado de EXEMPLO. Portanto, dê o exemplo – faça-o economizar dinheiro, poupar dinheiro, investir dinheiro e caminhar para a riqueza, a fim de que ele não seja um personagem como essa menina citada no início do texto.

Temos também 3 textos que falam sobre a Educação Financeira para Crianças.

Dica 4: O número de pessoas endividadas representa a falta de educação financeira infantil

5 – “Não Falta Gente que Não Sabe Administrar o Dinheiro. Ela não é uma Exceção”

Você conhece pessoas que vivem da ostentação? Que compram carros de luxo? Ou, simplesmente, que investem dinheiro na poupança? Portanto, é notável que existem ainda, infelizmente, muitas pessoas que não sabem administrar bem o dinheiro que tem.

A Educação Financeira é isso: saber gastar menos do que se ganha. E, com essa sobra, investir em bons investimentos financeiros, que vão render juros todo final de mês. Simples demais. Administrar o dinheiro é fácil demais.

Até mesmo para uma empresa. Se a empresa lucra mais do que gasta, pronto: ela está no caminho certo.

Sobre esse assunto, também separamos 3 links. Se você é um empresário, leia agora.

Dica 5: Administrar o Dinheiro é Fácil, basta buscar conhecimento para isso

6 – “Ser Milionário Não Capacita Alguém a Tomar Ótimas Decisões Financeiras”

Já falamos bastante, mas vamos repetir: a pessoa estar milionária não quer dizer que ela saiba o que está fazendo com seu dinheiro. Principalmente, se esse dinheiro ganho veio de forma fácil, sem instrução, sem conhecimento, sem sabedoria.

Vencedores de Programas de Televisão, Vencedores de Prêmios da Loteria, Herdeiros de Famílias Ricas, Jogadores de Futebol (pelo menos no Brasil e na Europa) Príncipes…

Todos esses citados podem sim ganhar muito dinheiro, milhões de dinheiro. Porém, isso não vai dizer que ele tenha boa capacidade de tomar decisões. Sabe por quê? Porque isso não se ganha, mas se conquista.

Infelizmente e sendo um tanto como sádico, mas dar dinheiro à essas pessoas, como a Emilly, é o mesmo que dar “nozes a quem não tem dente”. A pessoa vai precisar aprender a administrar o dinheiro, a fazer as contas, a ter um planejamento financeiro que julgue a riqueza prospera, por um bom tempo.

E não estamos querendo esdruxular ninguém, mas temos que citar exemplos para que tudo fique muito claro. Vamos lá, então. O Neymar Comprou uma Ferrari e Warren Buffet anda com um carro mais velho, bem mais velho do que o “modelo do ano”.

Na real, quem você acha que toma as melhores decisões financeiras?

Ah, e não estamos julgando o astro do futebol de fazer suas escolhas, nem de matar suas tentações, vontades, prazeres. Mas, como falamos lá no início, toda ação tem uma reação.

Logo, temos a Dica número 6: O Conhecimento faz qualquer pessoa tomar as Melhores Decisões da Vida

7 – “O Pobre é Pobre porque não Sabe ser Rico”

Pobre não é aquele que ganha pouco ou que tem pouco dinheiro, mas aquele que não sabe o que fazer com ele. Já contamos aqui a história de três jovens que ganhavam salários diferentes.

No fim da história, o que ganhava menos era o mais rico, simplesmente, porque poupava mais. É uma questão de sabedoria. E tempo.

Além disso, ser rico é ter uma mente milionária, com hábitos que são comuns entre essas pessoas. Optar pelo jornal ao invés da televisão é uma delas. Além disso, fazer caminhadas matinais, fazer almoços de negócios, pensar diferente (fora da caixa, como dizem), empreender, diversificar investimentos.

Tudo isso faz parte da rotina das pessoas mais ricas do mundo.

Leia a matéria que segue e confira quais os hábitos mais comuns dessas pessoas. Esse é sem dúvidas, o primeiro passo para começar a mudar de vida – mesmo que você não ganhe no BBB.

Por fim, a Dica Número 7 é: Hábitos de Ricos te farão um Verdadeiro Rico

Consideração Importante

Todas as menções e expressões aqui citadas foram retiradas de uma postagem feita no Facebook, em um Grupo Fechado sobre Investimento Financeiro. Porém, como são muitos, não conseguimos a autorização de todos, tal motivo explica porque não citamos os autores das frases.

Mas, vamos combinar, qualquer um de nós pensaríamos algo parecido com as frases enumeradas aqui… Afinal, a Educação Financeira resolveria esse e outros grandes problemas do mundo.

7 Dicas para NÃO Perder R$ 1,5 Milhão em Pouco Tempo – História Verídica
Reprodução: Google

Curiosidade: 11 Coisas que Emilly fez após vencer o BBB17

Essa parte do texto não tem cunho nenhum de conteúdo, mas é uma informação para os leitores notarem os motivos que levaram Emilly a perder todo o dinheiro. As informações são do site Capricho e mostram que não há, em quase nenhum momento, preocupação da artista em conseguir manter ou aumentar o patrimônio.

  1. Ganhou 2 milhões de seguidos nas Redes Sociais,
  2. Conheceu vários Famosos,
  3. Teve um Relacionamento (ainda que não comprovado) com o Ator Arthur Aguiar,
  4. Subiu no Palco com Luan Santana,
  5. Subiu no Palco com Simone e Simaria,
  6. Teve Encontro com Fãs,
  7. Falou Sobre Futuro (Investir na Carreira de Cantora),
  8. Reclamou de Muitas Coisas na sua Conta do Twitter,
  9. Alugou um Apartamento de 11 Mil Reais na Barra da Tijuca,
  10. Se envolveu em uma Confusão e teve que Devolver um Relógio 18K Watches,
  11. Fez Ensaio de Conto de Fadas.

Com informações do Facebook e UOL