Saiba onde está alocado o patrimônio de Rafael Seabra

O Rafael Seabra é um educador financeiro, criador do site “Quero Ficar Rico”. Atualmente, além de fazer sucesso entre as pessoas que buscam informações do mercado financeiro, ele tem chamado a atenção pelas mudanças na carteira. Sendo assim, veremos onde está alocado o patrimônio de Rafael Seabra atualmente.

Por fim de curiosidades, saiba que se a gente considerar alguns 5 anos atrás, quando a Selic estava alta, o Rafael tinha 80% de todo patrimônio investido na renda fixa. A outra parte, bem menor, de 20%, ia para a renda variável. No entanto, antes disso, ele usava a técnica dos 50/50. Ou seja, era metade na renda fixa e metade na variável.

Mas, por volta dos anos de 2018, a Selic baixou para menos do que 7%. Então, ele viu que não fazia tanto sentido ter tanto dinheiro na renda fixa. Inclusive, isso é o que tem sido falado há alguns anos: quando a Selic está baixa, a saída é buscar mais rentabilidade, mesmo que isso sugira um pouco mais de risco.

O Rafael fez isso também. Porém, ele optou por deixar o maior risco para o seu próprio negócio. Assim, começou a se dedicar cada vez mais no seu trabalho. O que o levou a comentar recentemente que “eu construo a riqueza através do meu negócio e mantenho ela através dos investimentos”.

Mas, quem é o Rafael Seabra

Nesse primeiro e curto tópico, a nossa ideia é apenas a de apresentar o Rafael Seabra. De fato, ele é muito conhecido aqui no Brasil. No entanto, pode ser que você ainda não o conheça. Por isso, criamos esse tópico, que só vai ter algumas linhas.

O Rafael é o fundador do blog de educação financeira “quero ficar rico”. Além disso, ele é autor do livro “como investir dinheiro”. A formação é em Ciências da Computação pela Universidade Federal de Pernambuco e ele tem MBA em finanças pelo Ibmec.

Os investimentos do Rafael hoje

Atualmente, toda parte que ele tem investida na renda fixa é dividida da seguinte forma: 80% vai para o Tesouro Direto. Sendo que a outra parte, de 20%, fica em títulos privados, como CDBs, LCIs e LCAs. A dica dele é sempre dividir esses ativos em curto e longo prazo.

Logo, o curto prazo é composto por títulos que tenham mais liquidez, como sendo ideal para usar em casos emergenciais. Outros títulos podem variar entre 1 e 2 anos. Para ele, como para tantos especialistas, a reserva de emergência é o primeiro passo no investimento.

Inclusive, para esse objetivo, ele faz a divisão entre os títulos públicos e os CDBs com liquidez diária. Sendo assim, acaba comentando que os títulos privados indexados ao CDI com liquidez diária tendem a ser bons para esse fim.

Mas, para o longo prazo, ele opta pelo Tesouro IPCA+. A ideia é simples: proteger o dinheiro da inflação, mas sem deixar de lado a oportunidade de fazer vendas antecipadas, quando isso for oportuno para ele. E a renda variável, como fica? Vamos ver no próximo tópico.

A renda variável do Rafael

A outra parte do patrimônio de Rafael Seabra fica na renda variável, sendo 20% do total hoje em dia. Assim, a maior parte dela está em ETFs, que são fundos de índices. Mas, ele também em alguma porcentagem em FII, que são fundos de investimentos imobiliários. Por fim, saiba que há algumas poucas ações.

No entanto, ele garante que não faz o day trade, que é a estratégia para ganhar dinheiro no curto espaço de tempo. Ou seja, no mesmo dia. Com isso, acredita que a bolsa de valores tem que ser pensada no longo prazo. E os ETFs podem ser peças importantes nesse investimento.

patrimônio de Rafael Seabra

Esse investimento na bolsa de forma passiva se dá através dos ETFs. Um dos mais conhecidos atualmente é o BOVA11, que é uma carteira com mais ou menos 70 ações. Essa compra permite uma maior diversificação de ações em uma mesma carteira teórica.

Para saber mais sobre o investimento do Rafael

Se você gostou dessas alocações sobre o patrimônio de Rafael Seabra, considere que ele falou tudo isso e um pouco mais em um vídeo que está publicado no Youtube. A publicação foi feita em janeiro de 2017 pelo canal do Primo Rico.

Aliás, esse canal é do Thiago Nigro, que é outro youtuber de finanças que tem focado o seu tempo e esforço em disseminar o conhecimento no país. Nós deixamos o vídeo abaixo, que tem pouco mais do que 18 minutos e você pode assistir quando quiser.

O mais legal, ao assistir o vídeo, é notar que o Rafael fala muito sobre a diferença entre o investimento passivo e o investimento ativo. Logo, o ETF é uma dessas formas de investir na bolsa de forma indireta, ideal para quem não tem tempo de comprar ações individualmente.

E por curiosidade, considere que o mesmo canal fez entrevistas com outras personalidades das finanças no Brasil. Sendo assim, nós resumimos esses conteúdos em matérias, que você poderá ler nos links abaixo:

Lembrando que em cada uma das matérias a gente deixou o vídeo original, que foi base para a publicação dos artigos. Assim sendo, as informações são de 2017 e pode ser que desde então esses digitais influencers tenham alterado a comparação de suas carteiras de ativos.