As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

 

Antes da gente começar, eu queria convidá-los a conhecer o nosso blog! Muitas pessoas ainda não sabem que a gente tem esse blog. E esse blog é muito bacana. Eu vou passar aqui para vocês terem uma ideia da carinha do blog, de forma geral.

Diariamente, são publicados conteúdos muitos bons, tá? Vocês conseguem acessar também o nosso curso gratuito! E ficar por dentro dos melhores eventos do setor, como o 100 Graus Ebulição Instantânea, do qual o Trovó será um dos palestrantes.

Tem matérias sobre tudo, praticamente. Sobre Renda Fixa e Variável. Tem muita informação aqui dentro! Eu vou deixar, na descrição do vídeo, o endereço do blog. Basicamente é: trovoacademy.com/dinheiro!

Esse vai ser o endereço oficial do blog! Eu vou deixar abaixo, na descrição do vídeo para que vocês possam olhar e aprender mais.  Lá tem muita coisa bacana, principalmente para quem está iniciando e quer conhecer um pouquinho mais sobre mercado financeiro.

Tudo está em uma linguagem bem simples e bem tranquila, com diversos exemplos. Então, assim, vocês conseguem ver muitas coisas. Todo mundo está convidado a conhecer o nosso blog! Vale a pena vocês passarem aqui e começar a acompanhar diariamente!

Algumas pessoas mandaram e-mails para mim perguntando: “Trovó, como eu pego o código das ações para eu poder ver o termômetro do mercado”?

Se você está chegando agora no nosso canal, dá uma voltadinha nos vídeos anteriores principalmente no “Você e otário ou quer Ficar Rico – parte 1 e 2” onde eu explico o que é esse termômetro.

“Trovó, qual é a melhor ação para eu investir em 2017? Qual é a melhor oportunidade de investimento”.

Então, para isso, é importante que vocês saibam primeiramente quais são as principais ações que a gente costuma trabalhar. Se vocês forem ao Google, vocês vão colocar esse link e ele vai mostrar para vocês uma composição de carteiras chamada IBRX 50.

O que significa isso? É o código das 50 ações de maior liquidez!

O que é que é maior liquidez? São aquelas companhias que têm maior movimentação de compra e venda.

O tempo todo você não vai ter dificuldade para comprar a ação e nem dificuldade de vender a ação! Quanto tempo leva para comprar uma ação? Essas 50 aqui, via de regra, levará menos do que 5 segundos, ou seja, é rápido mesmo!

E como se você tivesse uma loja e você falasse assim ó “Estou vendendo isso” e em 5 segundos o seu produto conseguisse ser vendido! Por isso, é um mercado fantástico esse de renda variável!

Ele é bom por causa disso: você não precisa ter uma loja, você pode ser dono de diversos produtos. Então, hoje você pode ser o dono de uma petrolífera e amanhã o dono de uma empresa de siderurgia, depois de amanhã ser dono de uma empresa de papel e celulose e assim vai ser de muitos ramos, dos quais você pode ser acionista.

Além disso, você não precisa ficar preso a essa empresa. Se essa empresa deu lucro, eu contínuo com ela; se deu prejuízo, eu corto e troco de ramo. Afinal, são mais de 500 empresas que vocês podem escolher e dentre essas 500 existem 50 que vocês não vão passar apertado.

Conhecendo do Mercado de Ações

Geralmente, o código das companhia é composto de 4 letras e 1 número no final, que pode ser 1 ou 2. Aprenda a comprar ações em 3 passos e saiba tudo sobre a Bovespa.

Nosso primeiro exemplo é a ABEV3 e para os bebedores de cerveja, vocês sabem do que eu estou falando, certo. E o código para você estar negociando essa ação é ABEV3, da empresa Ambev.

Embaixo tem o BBAS3, que é o código da empresa Banco do Brasil. Todo mundo conhece e aqui vão ter as 50 empresas de maior liquidez. Então, é dessa forma que vocês nunca vão errar em saber se aquela empresa é segura para investir ou não!

Mas, não é porque é segura que você vai ganhar dinheiro. Você precisa ver se essas empresas estão a favor daquilo que você quer fazer.

“Trovó, eu quero comprar uma ação em 2017, qual eu devo comprar”? Você precisa ver no termômetro se essa ação está valorizando. Se ela estiver desvalorizando, aí é certeza que você vai ficar de fora, então, se aqui tem 50 empresas e 50 códigos, você pode analisar o termômetro.

Todas as empresas estão aqui, desde empresas varejistas à empresas de aviação, empresas de petróleo, empresas de siderurgia, tem muita coisa conhecida aqui.

Drogasil subiu 350% em 3 anos. Veja!

Essa carteira muda, tá? De vez em quando sai uma empresa e entra outra no lugar, mas 90% da IBRX 50 são as 50 empresas com maior liquidez. Só para repetir: o que é liquidez mesmo? É você comprar e vender uma ação num prazo rápido. Quando eu falo rápido é menos de 5 segundos! É rápido mesmo, tá!

Temos aqui algumas conhecidas, como a Vale, Banco do Brasil, Bradesco, Pão de Açúcar, Sabesp, Lojas Americanas, Lojas Renner, Itaú, Embraer… Tudo que é conhecido! Aqui estão as grandes marcas e vocês podem ser acionistas.

Precisa ficar muito tempo com a ação? Não! “Qual é o tempo mínimo para ficar com uma ação, Trovó”? Não existe isso! Você pode ficar com uma ação agora e daqui à 3 minutos já vender no lucro. Então, ao contrário do que as pessoas pensam, você não precisa ficar um tempo mínimo com a ação. Isso é um mito, tá pessoal. Nem um tempo máximo.

Então, como eu falei, você pode ficar com uma ação tanto por alguns minutos – essa operação é chamada de Day Trade. É quando você compra uma ação e vende no mesmo dia, ou seja, dentro do mesmo dia.

A minha filosofia é a de que não dá para você ficar muito tempo preso em uma ação porque você está perdendo o custo de oportunidade. O tempo que você fica amarrado nessa ação, você poderia estar investindo em outra, a não ser que essa ação esteja mostrando para mim que, realmente, em longo prazo estará tudo ok.

Vamos pegar algumas da IBRX 50 e vamos analisar o termômetro para ver se tem alguma que se encaixe, tá?

Aqui está o nosso termômetro! Eu vou gravar um vídeo só sobre o MT5! O MT5 é essa plataforma aqui. Ela é gratuita, então, no próximo vídeo, eu vou explicar para vocês como funciona essa plataforma. Inclusive, aqui tem capital científico: vocês conseguem treinar com 100 mil reais fictícios. Isso é muito bacana: vocês podem colocar o código das principais ações e podem treinar, tá bom?

Reprodução: Google
Reprodução: Google

As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

1 – Banco do Brasil (BBAS3)

Vamos pegar aqui o código. Vamos ver, aqui, vou pegar o código aqui e ver o que tem de interessante. BBAS3! Vou pegar o Banco do Brasil, tá. Para o longo prazo ela está legal. Vou colocar a linha aqui para facilitar para vocês.

Se você viu o vídeo 1 e 2 (Você e otário ou quer Ficar Rico) sabe que nele eu explico que esse tipo de comportamento é um comportamento de indefinição. Está travada a ação.

Então, não é o tipo de ação que você quer investir para longo prazo. Por quê? Porque ela não está valorizando. Ela sempre ficou assim? Não! Ela está assim desde 2009, mas em algum momento lá atrás ela chegou a dar uma subidinha.

Não é o melhor exemplo! Essa aqui, por exemplo, para o longo prazo não está legal. Então, é um bom exemplo de ação para você investir em 2017? Para comprar e largar não, não.

2 – Gerdau (GGBR4)

E vamos pegar aqui a Gerdau – GGBR4. “Poxa Trovó, a Gerdau está exatamente o oposto: ela está caindo. Olha só, desde 2008 que ela só cai e eu vou comprar para 2017”?

Não. Está desvalorizando o preço, tá? Vou puxar uma linha para vocês enxergarem isso aqui. Estão vendo a linha branca: está apontando para baixo. Isso significa o que? Que o preço está caindo. Essa ação da Gerdau, apesar dela ser uma das 50 com maior liquidez para comprar por longo prazo, não está legal.

É uma empresa forte, você consegue comprar e vender com muita facilidade, mas para 2017 não está boa.

3 – Hypermarcas (HYPE3)

Também está enroscada. “Poxa Trovó, está tudo uma porcaria. E para longo prazo não está legal. Sempre foi ruim assim”? Não. Mas, desde 2008 ela não sai do lugar. Está terrível!

4 – Petrobras (PETR3 e PETR4)

A Petrobrás, comentei no vídeo passado, para 2017 está boa para comprar. Vamos colocar uma linha para que vocês possam ter uma ideia de para onde está indo o preço.

Para onde está indo o preço? Para baixo, então está caindo. A ação da Petrobrás, com o passar dos anos, e desde 2008, está desvalorizando. “Trovó, mas na semana passada subiu”. A ação subiu, mas você não vai ficar comprado por uma semana, estamos falando aqui de ações para longo prazo, tá!

5 – Kroton (KROT3)

KROT3 é outra empresa. Nós vamos dar uma analisada aqui. Também está enroscada. De 2008 a 2014 ela subiu muito. Vamos aumentar o zoom para vocês enxergarem. Isso aqui é o tipo de ação que você quer investir. Vocês estão vendo? Está valorizando. Olha a linha branca aqui, está apontando para cima. O preço está valorizando, então de 2011 a 2014, uma baita empresa.

Só que agora isso acabou, né. Essa alta aí terminou e agora o mercado enroscou. Está enroscado aqui nessa região. Então, enquanto estiver nessa região aqui, a gente não vai fazer nada entre a linha branca e a linha azul clara. Desde 2013 que ela está enroscada.

6 – Embraer (EMBR3)

Embraer – EMBR3. Nossa! Essa está ridícula! O que aconteceu com ela de 2011 a 2015? “Poxa Trovó, subiu pra caramba”. Foi muito boa para ganhar com a alta. A linha branca lá, apontando para cima, está vendo? Eu estou mostrando aqui o preço. E para onde o preço está indo, continua assim?

Não! Esse é o tipo de empresa que vocês podem investir por um longo prazo, só que nesse momento, ela não está assim. Ela está assim. Já está apontando para baixo. Olha o preço! Então, desde 2015 que ela está só caindo.

“Mas está barata a ação, Trovó”. Não. Nesse momento está desvalorizada. Barato estava aqui. Aqui que está barato ó. Deixa eu colocar outra cor aqui que fica mais fácil de enxergar. Onde está a setinha azul, está vendo, aqui está barato. Aqui está barato, setinha azul. Está barato o preço. Desconto. Agora aqui, não. Agora está desvalorizando.

Falaremos mais sobre isso aqui nos próximos vídeos do canal. É um assunto super complexo, então, eu quero que vocês vão se familiarizando com o mercado de ações.

Basicamente, para resumir hoje: o convite para vocês estarem conhecendo nosso blog está abaixo na descrição desse vídeo, vale a pena estar acompanhado. Está muito bacana o blog.

Aguardem os próximos vídeos!

Minicurso Gratuito

Oi, aqui é o Trovó! E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse banner aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir este vídeo e compartilhar com os amigos!

Um abraço e até o minicurso, tchau.

Comprar Casa é para Otário! Será mesmo?

Comprar Casa é para Otário! Será mesmo?

 

Olá pessoal, aqui é o Trovó! E esse vídeo eu acredito que seja o mais pedido do canal: será que compensa mais comprar ou alugar um imóvel? E essa semana eu li um artigo e olha o título: “Imóvel é para tonto”. Será mesmo? Muito bem, eu não vou te dar uma resposta, mas eu vou te dar a forma de pensar.

Compensa comprar um imóvel e quando compensa ou compensa alugar?

Para que você possa ter essa resposta, você vai precisar entender algumas coisas, comparar algumas coisas. Já vou pedir aqui, para o nosso editor colocar na tela para vocês, algumas vantagens e desvantagens de ter a casa própria financiada e morar de aluguel.

E, em cima disso, a gente vai criar uma linha de pensamento e no final do vídeo a gente vai comparar, de formas numéricas, o que vale mais a pena: se é comprar um imóvel financiado ou se é o aluguel!

Primeiro: vantagens da casa!

1 – Realização Pessoal

Você compra uma casa própria, é a realização pessoal. Porque, infelizmente, a sociedade mede o seu sucesso de que forma? Ou tendo um carrão ou tendo uma casa própria. Se você tem uma casa própria passa a sensação de bem-estar.

Isso é super importante, tá?

2 – Estabilidade

Outra vantagem de ter a casa própria é a estabilidade, a tranquilidade e saber que a casa é sua. Você não precisa ficar mudando o tempo todo, isso também é super importante.

3 – Valorização

Outra vantagem: existe a possibilidade de valorizar o seu patrimônio. Hoje em dia, estamos aqui no final de 2016, outubro, novembro e logo o ano acaba, ein bonitão… Os imóveis hoje estão muito baratos em comparação a 1 ano e meio atrás. Então, aí pode ser uma oportunidade para a compra, tá?

Desvantagem de ter a casa própria – porque não é só vantagem!

1 – Falta de Liquidez

Falta de liquidez, ou seja, se você precisar do dinheiro, você não consegue vender a casa em num passe de mágica, não.

Historicamente, no nosso país a média para você vender uma casa é em torno de um ano. Então, se você não se planejar e precisar do dinheiro rápido, você não vai conseguir. Vai demorar um pouquinho.

2 – Dificuldades para Mudanças

Outra desvantagem: você vai ficar preso naquele bairro. Você vai falar “Putz, eu não aguento mais. Enjoei. Enjoei da cara do vizinho. Enjoei da praia. Agora montaram um prédio aqui, uma república, está a maior barulheira e, poxa, o que é que eu faço agora”?

E pode acontecer do bairro mudar. Com o tempo hoje é assim. E daqui à 10, 15 anos pode acontecer muita coisa, tá? Então, isso aí também pode ser importantíssimo!

3 – Pagamento das Parcelas

Outro problema de você financiar um imóvel – esse é o pior: corre o risco de você não conseguir honrar com as parcelas do financiamento. Esse é o ponto principal, prestem a atenção no que eu vou falar agora!

O argumento que me falam é o seguinte: “Ah, quando eu estou pagando aluguel, eu estou pagando algo que não é meu e o imóvel eu estou pagando algo que é meu”.

Não senhor, não senhora! Essa não é a justificativa! O imóvel só vai ser seu quando você quitar o financiamento. É como se você estivesse adiantando 30 anos de aluguel. Se, no decorrer do percurso desses 30 anos, que é muito tempo (eu estou colocando a média de tempo de financiamento), você não conseguir pagar alguma parcela, você perde o imóvel e aquilo que você pagou, inclusive.

Então, o imóvel só vai ser seu ao final do financiamento, tá bom?

E agora a gente vai falar sobre o aluguel!

Qual é a vantagem do aluguel?

1 – Gasto Menor

O gasto do aluguel é menor. Para vocês terem uma ideia, um imóvel que custa mais ou menos 300 mil reais, para financiar costuma cobrar 1% do valor do imóvel, então, a parcela seria de 3 mil reais por mês. Para você morar no mesmo imóvel de 300 mil, o aluguel é cobrado 0,5% do valor do imóvel, então, é 1,5 mil reais.

Percebam que estamos falando de um imóvel do mesmo valor, 300 mil, para alugar e, 300 mil, para comprar? Se você for financiar esse valor por causa dos juros, você vai pagar 1% todo mês. Então, 3 mil reais por mês para financiar. Se você for alugar esse mesmo imóvel, o valor já cai para metade, então, 0,5% dá 1,5 mil reais, metade do valor do financiamento, tá?

2 – Liquidez

Outra vantagem de morar de aluguel: você ter dinheiro em mãos se você precisar do seu dinheiro. Ele não vai estar empatado no imóvel. Você tem liquidez!

3 – Facilidade para Mudanças

Outra vantagem: você fala: “Meu Deus do Céu, subiram um prédio. O vizinho que mora aqui do lado é barraqueiro, barulhento, Rock and Roll, sei lá o que”. Você enjoou, então, você muda. Você não precisa ficar preso naquele lugar, você muda. Assim, como num passe de mágica.

Só que também tem desvantagens, tá?

Quais são as desvantagens do aluguel?

1 – Algo que não é seu

Você está pagando por algo que não é seu. Financiamento também só vai ser seu ao final dos 30 anos. Você vai reformar a casa que você está alugando? Você está reformando uma casa que não é sua!

2 – Reajuste anual

Outra desvantagem: aluguel tem reajuste anual. Geralmente é pelo IGPM e vai acompanhar uma taxa de inflação, tudo bem?

3 – Instabilidade

Outro motivo: tem instabilidade! Se o dono da casa falar assim, por algum motivo: “Ah Trovó, estou precisando da minha casa”. Aí você precisa cair fora. Ele praticamente chuta a minha bunda. Você tem que trocar de casa!

4 – Fiança

Outra desvantagem: se você não tiver um fiador, vai precisar de um auxílio fiança. Vai precisar desembolsar mais para que a imobiliária possa liberar para você, tá?

Essas são as vantagens de morar na casa e a desvantagens de morar na casa própria. As vantagens de morar de aluguel e desvantagens de morar de aluguel.

Conhecendo isso, agora vamos para os números, levando em consideração que eu já posso adiantar para vocês: se você é solteiro e não tem filhos, não compensa, nesse momento, você entrar em um financiamento, tá? Não compensa, o que compensa é você estar alugando!

Agora, a conta que eu quero fazer para vocês é a seguinte – o que compensa mais: eu alugar ou eu morar numa casa própria financiada?

Vamos imaginar, então, um financiamento de uma casa de 300 mil reais. Então são 3 mil reais por mês. Se você vai alugar ao invés de financiar, pensa comigo, se você está disposto a financiar um imóvel de 300 mil, a conta serve para qualquer valor, você está disposto a pagar 1,5 mil reais e vai te sobrar 1,5 mil reais, você concorda?

O que você faz com esse 1,5 mil reais que sobrar? Você investe! Ao invés de você botar esses 3 mil na parcela do financiamento, você pega 1,5 mil bota no aluguel e os outros 1,5 mil você investe. Um aumento de juros de 1% ao mês, sendo uma Renda Fixa e uma inflação calculada aí em 7% ao ano. Em 14 anos, você consegue juntar os 300 mil, aí você vai lá e pum! Compra o imóvel à vista, mesmo morando de aluguel.

6 Dicas para Entender Como Calcular os Juros Compostos. 

As pessoas falam assim “Trovó, mas se eu morar de aluguel não vai sobrar dinheiro”.

Sobra sim! Sobra metade do valor do aluguel porque o financiamento é 1% do valor do imóvel e o aluguel e 0,5%. O problema é que você vai ter que pegar os mesmos 3 mil que você gastaria no financiamento e investe 1,5 mil e os outros 1,5 mil paga o aluguel. E, ao final de 14 ou 15 anos, você vai ter os mesmos 300 mil e vai conseguir comprar o imóvel à vista, mesmo pagando aluguel por 14 anos.

Se você for financiar o mesmo imóvel, que hoje vale 300 mil, ao final do financiamento você pagou 500 mil por causa dos juros e não vai levar 15 anos vai levar 20 ou às vezes 30 anos para pagar. Então, essa é a conta que é super importante que vocês saibam fazer.

Então, eu Trovó, hoje não tenho mais imóvel próprio. Eu comparei as vantagens e desvantagens e para mim, na situação que eu estou hoje, não compensa. Então, eu moro de aluguel. Vamos dizer assim: eu posso morar em uma casa que vale o dobro do valor, tá? E o restante eu pago de aluguel.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos!

A minha diferença de hoje é estar em uma situação super confortável. Por quê? Quem paga o meu aluguel não é o meu dinheiro é o juros que rende!

Eu pego o meu capital invisto e então eu pago meu aluguel. Eu não estou descapitalizando, meu próprio capital paga esse aluguel. Agora, para chegar nesse nível tem que ter um planejamento e começar a subir.

Então, para vocês concluírem: compensa comprar uma casa própria? Compensa se você pensam em constituir uma família, comprar uma casa próximo ao seu emprego, mas financiar por 30 anos compensa? Não.

Morar de aluguel compensa? Se for para você pegar metade do dinheiro que você ia pagar na parcela do financiamento e investir, tiver disciplina, dai você mora de aluguel por 14 anos e aí você vai e bum, compra seu imóvel à vista. Você não vai ficar preso 30 anos com o banco. É como eu falei: enquanto você não terminar de pagar o financiamento, o imóvel não é seu!

Leia Também: 3 Motivos para “Pixar Fora” de Financiamento de Carro

Eu peguei aqui um exemplo real de um financiamento de carro de 2009 que fala de uma pequena entrada de R$ 7.000,00. Então fui na tabela FIP e pesquisei o valor do carro.

A vista, o Captiva 2009 vale R$ 36.000,00. Eu peguei o valor das 48 parcelas de
R$ 890,00 mais os R$ 7.000,00 de entrada e a soma dos valores foi para
R$ 49.720,00.

A diferença é absurda entre o valor que vale e o que você vai pagar no carro. E ainda tem outro problema, o carro sofre depreciação.

As 6 melhores dicas para ter mais dinheiro em 2017

“O que significa isso, Trovó?”

Ao contrário de um investimento em que a tendência é você ganhar juros e aumentar o valor, no carro tende a perder valor com o passar do tempo e esse valor médio é na casa dos 10% ao ano .

Então a cada ano que passa, o seu carro desvaloriza 10% e, ao final de 5 anos
mais ou menos, o valor do carro que custava R$ 36.000,00 a vista, passa a ser
R$ 21.200,00.

O problema é que o carro valia R$ 36.000,00 mas você pagou ao final do tempo
R$ 49.720,00. Como daqui há 5 anos seu carro estará valendo R$ 21.200,00 a sua perda financeira será de R$ 28.500,00.

Eu estou dizendo que você acabou de perder R$ 28.500,00 em 5 anos. Por isso eu digo para você “Pixar Fora” de Financiamento de Carro, nada de pagar juros, pois é hora de começar a receber juros.

Workshop Gratuito e Online

Oi, aqui é o Trovó!

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir este vídeo e compartilhar com os amigos!

Um abraço e até o minicurso, tchau.

Você é otário ou quer Ficar Rico?

Você é otário ou quer Ficar Rico?

 

Como é que o pobre fica rico?

Esse, vamos dizer assim, é o tipo de reclamação que a gente recebe o tempo todo nos comentários do nosso canal. “Ah é muito fácil, Trovó, quem é rico ganhar dinheiro e para quem é pobre só sobra as contas para pagar, não sai do lugar”.

Vamos clarear um pouquinho a sua mente sobre isso aí, tá?

Primeiro, se você é pobre e quer ficar rico, a primeira coisa que você tem que fazer é se afastar da manada, literalmente. O que é manada? São as pessoas que ficam lhe puxando para baixo e que tem aquele pensamento – aquela limitação, aquela crença – limitante na cabeça.

Desde quando você cresceu você escuta a mesma coisa: “Poxa, você precisa estudar, fazer faculdade, ter um bom salário, comprar uma casa, ter um bom plano de aposentadoria para quando você envelhecer você não sofrer”. Só que o que mais temos hoje são idosos passando um aperto danado no nosso país e o que mal eles ganham, serve para pagar os remédios e o plano de saúde.

Então, você só vai conseguir ser rico pensando diferente da maioria e isso é muito difícil. Se você pensar igual à maioria sabe o que vai acontecer? Você vai ser pobre. A maioria da população é pobre. Isso é estatística, pessoal. 90% da população é pobre. Então, se você continuar fazendo exatamente o que todo mundo faz, não tem como você ser rico, você vai ser pobre.

“Ah aquele cara abriu um comércio e está ganhando dinheiro, vou fazer igual”.

Você vai ser pobre. Por que sabe quem vai ganhar dinheiro? Quem sai da caixinha, quem revoluciona, quem faz coisa diferente, quem tem ideias. Não adianta copiar as outras pessoas, você não vai conseguir fazer igual, não vai. Você tem que ter iniciativa. Para de copiar as pessoas, para de copiar o que a maioria faz. A maioria é pobre, se você quer ser rico, você não pode copiar a maioria.

É muito simples na minha cabeça, isso. Nossa! Para de copiar a maioria, pare de ficar escutando conselho de quem não consegue chegar lá. Você vai ter que mudar a chavinha que fica na sua cabeça. Todo santo dia tem 10 novos brasileiros que alcançam a marca de 1 milhão. Bom, se têm 10 brasileiros que alcançam por que não ser você?

Brasil insere 208 mil pessoas entre os 10% mais ricos do mundo.

O que eles têm diferente de você? Você acha que deram sorte? Eles fazem coisas diferentes. Eles procuram ideias. Hoje, para você ganhar dinheiro, basta você ter ideia e força de vontade. Você não precisa nem ter dinheiro, basta ter ideia e força de vontade e começar a receber juros. 90% desses milionários começaram do zero absoluto.

“Ah Trovó, é muito fácil: é só você casar com uma pessoa rica”.

Se você tiver o dom da lábia e for o Don Juan aproveita esse talento, faça isso. Faça, aproveita! Se você tem o dom da lábia e tem a cara de pau de conseguir casar com uma pessoa por dinheiro, faça isso.

Ganhar na loteria é para poucos e o menos provável: receber herança. Também pouquíssimas pessoas vão receber isso aqui tudo. Isso aqui não passa de um conto de fadas. A população se prende a isso porque quando você é criança é isso que você escuta: se você não casar com uma pessoa rica, não ganhar na loteria, não receber herança não tem como você ser rico, filho.

4 coisas sobre dinheiro que deveriam ser ensinadas na escola.

E você vai colocar isso como uma limitação na sua cabeça. E sabe o que vai acontecer? Você vai continuar pobre, vai invejar quem é rico e vai achar a vida inteira que aquilo não é para você. Que você é um azarado! Isso aqui é o menos provável. Isso aqui é conto de fadas, só acontece na história da Disney.

A minoria das pessoas passa por isso, a maioria tem ideias, a maioria investe, a maioria recebe juros. A mágica dos juros compostos faz toda diferença para você aumentar patrimônio. Esse é o pulo do gato!

Outro ponto: se você é pobre e quer ficar rico vai ter que controlar suas finanças independente de quanto você ganha, não tem jeito. Se você quer ganhar dinheiro, primeiro você tem que parar de perder dinheiro e a forma mais rápida de parar de perder dinheiro é parar de pagar o mínimo da fatura do seu cartão.

Se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão – me desculpe o que eu vou te falar, mas eu vou repetir – se você tem o costume de pagar o mínimo da fatura do seu cartão, você nunca vai ser rico sabe por quê? Porque toda vez que você paga o mínimo da fatura do seu cartão, você está pagando juros.

Já falei isso aqui, em outros vídeos, a diferença entre a pobreza e a riqueza é que na riqueza você recebe juros e na pobreza você paga juros. Se você está pagando juros, está caminhando para a pobreza e quem que está enriquecendo é o banco. Então, controla as finanças!

“Qual é a regrinha para controlar as finanças, Trovó”?

Para você não se perder, pega 70% do seu salário líquido – não é o bruto porque tem desconto: uma parte vai para o governo e isso faz parte da regra do jogo, não adianta você chorar. Então, o que você tem que considerar? Tem que considerar o seguinte: é o seu salário líquido, independente do valor, pega 70% disso e aprenda a viver com esse dinheiro.

Se você não consegue viver com 70% do valor do seu salário para pagar as contas, você nunca vai ser rico, nunca. Aprenda a viver em cima do seu padrão de vida. Se você quer melhorar o seu padrão de vida, aprenda a viver no seu padrão. Se você quer ter um estilo de vida que não é compatível com o seu salário, você nunca vai ser rico. Isso é super importante, tá?

Já sabe o que são dívidas. Descubra!

Outro ponto: 20% do seu salário líquido você tem que guardar para uma emergência porque ela vai acontecer uma hora. Você vai bater o carro e não vai ter seguro, outra hora você vai ter um divórcio e você vai ter que pagar alguma coisa, vai ter que pagar pensão, outra hora você vai perder o emprego e vai precisar do dinheiro de emergência.

Essas dificuldades da vida vão acontecer, vão acontecer e quando você não tem reserva de emergência, sabe o que é que vai acontecer? Você vai ter que fazer um empréstimo do banco e aí quando você empresta dinheiro do banco você paga juros e se pagou juros vai continuar pobre. Então, você não pode depender de banco. O banco não está aqui para te ajudar, o banco está aqui para enriquecer e ele vai enriquecer em cima de pessoas que não tem controle de finanças. Então você não pode ser assim.

Fuja dos Empréstimos dos Bancos.

Se existem pessoas que conseguem porque que você não consegue? Onde é que está a sua dificuldade? “Ah, eu não sei por onde começar”? Então, siga essa regra aí!

E 10 % você investe! Só vai conseguir aumentar de patrimônio recebendo juros. Isso é muito claro, anota na parede de sua casa: só vai conseguir ficar rico recebendo juros e não pagando. Pagou juros, não vai sair do lugar, vai ficar pobre.

Você vai pegar 10% do seu salário e vai investir em empresas que estão valorizando e não desvalorizando. Essa é outra burrice que a gente aprende quando criança que tem que comprar coisa barata. Coisa barata! Vou esperar ficar barato que é bom! Tomem cuidado com: comprar barato é bom! Tem uma diferença enorme entre uma coisa ser barata e uma coisa ser desvalorizada.

Temos um vídeo específico e bem curtinho explicando detalhadamente como é possível poupar 10% do salário. Veja aqui.

Como Investir Ações?

Se você comprar uma coisa que é desvalorizada a tendência e ela ficar cada vez mais barata e você vai perder dinheiro, então, o barato é diferente de desvalorizado. Vou dar um exemplo para vocês: empresa barata é muito diferente de empresa desvalorizada.

Coloquei aqui para vocês duas ações de duas empresas. Olha que interessante: a primeira empresa aqui é a empresa A. O preço da ação custava 50 reais e quando chega a 30 a população pensa assim: “Nossa, está barata vou comprar porque se voltar a 50 eu quase dobro o meu patrimônio”.

Então, esse é o pensamento de uma pessoa pobre. Por quê? Ela aprendeu, desde criança, que só vale a pena comprar coisas baratas.

Aí a empresa chegou a 35 reais e aí daqui a pouco “boom”, caiu para 20! “Nossa, agora está muito barata. Essa empresa chegou a custar 50 e agora está 20. Meu Deus do Céu, eu tenho que aproveitar e comprar essa ação de qualquer jeito. E vou comprar a 20 porque se ela voltar a 50 eu quase triplico o meu capital”.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Aí ela sobe mais um pouquinho e cai para 18. ”Nossa, se eu tivesse mais dinheiro eu ia investir tudo aqui. Queria ter mais dinheiro”. E aí você vai e fala para o seu amigo: “Cara, você tem dinheiro aí? Porque tem uma empresa aí que está muito boa e ela está muito barata. Se tem um carro, vende o carro, vende a casa, cara. Compra essa empresa, ela está 18 reais. Na hora que voltar para 50 reais, você vai lavar a égua. E está barato. Caiu mais: 15 reais. 10 reais. Vamos comprar que está barato. 5 reais, está barato. 2,50”.

Vocês estão percebendo o que está acontecendo? Está barato desde os 30 reais e o que está acontecendo? As pessoas estão comprando uma ação que está desvalorizando, estão se prendendo a preço e não estão conseguindo enxergar o geral que a cada ano que passa o preço da ação só desvaloriza.

Então é muito ruim você comprar o barato porque o barato ele pode ser 30 reais ou pode ser 1 centavo. E como é que você sabe se a empresa é boa ou não? Poxa, olha o preço: está valorizando com os anos ou desvalorizando? Pô, está desvalorizando então isso não é uma empresa barata, isso é um empresa que está desvalorizando.

E você nunca vai investir em uma empresa que está desvalorizando porque esse aqui é um pensamento pobre porque você vai comprar, comprar e comprar e você nunca mais vai conseguir ter lucro. Vai torrar todo o seu dinheiro numa empresa porcaria dessa por quê? Porque você cresceu acreditando que tem que comprar barato para receber dinheiro.

8 Papéis para investir em 2017

Olha para a empresa B!

Aa empresa B custava 20 reais e aí subiu para 30 aí agora caiu para 25, está barato. “Nossa, mas custava 20”. A visão do pobre: está caro. “Eu tinha que ter comprado a 20. Está tarde, agora já foi”. Aí a empresa foi para 35 reais. “Poxa vida porque que eu não comprei a 20”. Aí a empresa caiu para 30. Teve um desconto aqui, um desconto enorme aqui, de 35 para 30 e um super desconto.

Você tem que comprar, imagina se você for numa loja e perguntar assim: “Quanto custa esse remédio aí”? Custa 35 reais! “Você faz por 30”? “Ah, eu faço”. Você não compra? É um baita desconto, quase 10% de desconto. Nem no comércio você dá 10% de desconto.

Aí você não compra a 30 reais, está muito caro. Aí, de repente, vai lá para 40 reais. Aí você fala: “Por que eu não comprei a 30”. Aí de novo tem desconto: 35 reais. Poxa, de 40 para 35 é um baita desconto, é quase 10% de novo de desconto. E vai e vai e vai…

Então, eu posso compra a empresa até 40 reais. Não tem problema nenhum pagar 40 reais na empresa porque ela está valorizando com o tempo. Valorizando, então, independente do quanto eu estou pagando – pagando barato ou caro.

Analisando friamente agora, o que é melhor comprar: a empresa do lado esquerdo – à dez reais – ou comprar a empresa do lado direito – à 40 reais? As duas estão baratas.

A diferença é que o lado direito – a empresa B – ela está valorizando com o passar dos anos. Eu posso comprar a 40, que ela tem uma grande expectativa de chegar à 60, 50, 55.

A de 10 reais, eu posso comprar ela agora, ano que vem ela vai custar 5 e se eu compra a 5 no outro, vai custar 2,50 porque eu estou vendo claramente a desvalorização por mais barato que ele esteja. Às vezes é melhor comprar numa empresa mais cara porque ela tem potencial de valorização.

Então, a partir de agora, preste a atenção no que eu vou falar: empresa desvalorizada, você vai ficar longe é pensamento pobre e a empresa que deu desconto no preço da ação aí vale a pena.

Desconto: a empresa custava 30 foi para 25, isso foi um desconto e a empresa não está desvalorizando.

16 ações que mais valorizaram na Bolsa de Valores

Vocês percebem que o preço está tendendo a subir com o passar dos anos? Então, eu não preciso comprar a 20 para ganhar com essa ação, posso comprar a 25, ganharia dinheiro. Se eu comprasse a 30, eu também ganharia dinheiro, ganharia menos do que se tivesse comprado a 25, mas tudo bem, ganhei dinheiro. Se eu comprasse a 35, eu também ganharia dinheiro. Se eu comprar a 40 eu também vou ganhar dinheiro.

Olha a valorização que eu tive: de 40 para 55, então, o importante é comprar quando tiver desconto. Optem por empresas que estão valorizando com o tempo. Parem de achar que empresa barata é empresa boa. Esse é pensamento pobre.

Perfeito? Então, o que você vai fazer com os 10% do seu salário? Você vai investir em empresas que estão valorizando e quando que você vai entrar? Quando essa empresa estiver valorizando e lhe der desconto, aí você entra comprando.

Está dado o recado, então. Esse é o caminho para você conseguir sair da pobreza e ir para a riqueza. Faça isso todo mês com 10% do seu salário em empresas que estejam valorizando, no momento que houver um desconto. Tá bom? Um abraço e até o próximo vídeo.

Entendendo a Bolsa de Valores

Sabe por que o mercado de ações é um dos mais indicados para enriquecer? Porque esse mercado financeiro funciona muito bem mesmo diante da crise. Antes que vocês pensem em me dizer que “eu posso perder todo o meu dinheiro com as ações”, eu vou logo afirmando que isso não vai acontecer, se você for um bom estrategista que tenha controle financeiro.

Pode acontecer, realmente pode. Mas, assim também como acontecer os acidentes fatais de trânsito. Eles existem e acontecem todos os dias, mas você não deixa de dirigir, não é? Simplesmente porque entende quais são as causas daqueles acidentes. Na Bolsa de Valores, quando você entender o mercado, você diminui os riscos e passa a ter boas probabilidades de lucro.

No Brasil, a compra e venda de ações acontece na BM&FBovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). Essas negociações são feitas por meio das corretoras habilitas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Lembretes: não há valores exatos para serem investidos e comprar ações. Mas, se for para começar com valores baixos, é indicado começar investindo em fundos, já que os custos não serão tão altos. Vamos falar mais sobre os tipos de investimentos abaixo.

Agora, vamos entender um pouco sobre a Bolsa de Valores: em resumo, é um mercado online de negociação de ações e produtos. Foi criada com o intuito de arrecadar recursos para as próprias empresas. Hoje, quem tem participação nessas empresas, recebe parte dos lucros da mesma, já a empresa capta dinheiro à um preço mais baixo do que se fizesse um empréstimo bancário, por exemplo.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Para entrar no mercado de ações, você precisa escolher uma Operadora de Valores: normalmente, Bancos ou Corretoras de Valores.

Ela será sua intermediária e responsável pelos seus investimentos. Depois, durante as transações, seu contato será feito com analistas dessa corretora.

E você também pode investir pela internet, através do Home Broker, uma ferramenta que informa as cotações das ações, ordens de compra e venda de ações. Aqui, é importante estar atento á palavras como Ativo, Quantidade, Preço e Validade.

Os custos para investir na bolsa de valores são: a corretagem – quando você compra e venda ações – e a taxa de custódia – valor cobrado mensalmente pela corretora para guardar suas ações. Você também vai precisar pagar a tributação do Imposto de Renda, que normalmente é de 15% sobre o ganho de capital de ações.

* A isenção do IR ocorre apenas para vendas de até 20 mil reais no mês.

Caso tenham interesse em saber mais detalhadamente como o Mercado Financeiro de Ações é o melhor investimento, acessem esse link.

E entenda tudo sobre a Bolsa de Valores no link.

Curso Online e Gratuito

Oi, aqui é o Trovó!

E eu sei que você acompanhou nosso vídeo e ficou pensando nisso!

Eu resolvi criar um curso de 4 vídeos, gratuitos – ou um minicurso como você queira chamar. Sobre os 5 segredos que a maioria dos investidores não sabem como aplicar no mercado financeiro.

Para participar é muito simples: basta clicar nesse link aqui abaixo, cadastrar seu e-mail e fazer parte deste minicurso, tá bom?

E não se esqueça de curtir e compartilhar com os amigos!