Como pagar a faculdade com um salário baixo?

Salário e faculdade são palavras que dificilmente tem uma boa relação. O custo da faculdade é sempre alto demais para o salário. E o salário nunca é bom o suficiente para investir na educação.

Então, não precisa ir muito longe para ver que não tem sido fácil ser universitário em nosso país. Nossos estudantes estão com uma grande dificuldade para assumir esse compromisso que, de fato, não está barato.

Aliás, o estudo no Brasil tem sido, realmente, algo de bastante preocupação por parte das famílias. Nem todas as famílias podem pagar a faculdade aos seus filhos. E muitas delas abrem mão mesmo sabendo que essa não é uma boa escolha.

Esse desafio se torna ainda mais especial agora, depois que tivemos os problemas com o PROUNI e o FIES, que são formas de financiar os estudos com apoio do governo federal.

Ou seja, o financiamento estudantil hoje é de menor abrangência e com isso a pessoa tem que se virar nos trinta mesmo: vai ter que trabalhar, vai ter que pagar a faculdade, vai ter que cuidar da sua alimentação.

E os governantes só esqueceram de falar como fazer tudo isso!

Como pagar a faculdade no Brasil?

Como é que essa relação entre estudo e salário pode ser realmente harmoniosa?

Se você não tem condições de pagar uma faculdade, a sua família não tem condições de ajudar, então, o caminho é por uma faculdade ou universidade pública.

Mas, isso não é tão fácil quanto parece, saiba que vai ter que estudar muito.

Outro caminho é buscar pelo trabalho mesmo. Aí, dá para você ter um salário (isto é, um ganho mensal) para fazer jus a essa mensalidade.

Só que este tem sido um desafio porque os valores das universidades e das faculdades muitas vezes são até superiores ao salário que a pessoa vai ganhar.

E, aí o que fazer? É aqui que entra o nosso conteúdo de hoje!

Dicas para quem quer estudar, mas ganha pouco!

A primeira atitude é buscar por uma faculdade que caiba no seu bolso, ou seja, no bolso do seu salário.

E aí talvez esse lugar seja mais distantes da onde você trabalha, onde você mora. E, não importa, o sacrifício vai existir.

Mas, olha bem, porque tem mais dicas: você também pode buscar por descontos na mensalidade da escola ou por bolsas de estudo, seja elas parciais ou integrais.

Isso existe, mas é preciso realmente gastar sola de sapato e ir nas faculdades, conversar na secretaria, na tesouraria. O resultado é quanto mais você for convincente você for, mais os caminhos vão se abrir.

Como pagar a faculdade com um salário baixo?

E a questão do orçamento financeiro?

O ideal é você ter um salário que você possa cobrir, ou seja, pagar a mensalidade e de preferência sobrar um pouco de dinheiro para eventualidades também.

Por exemplo: transporte e alimentação – que são gastos que sempre vão existir, são gastos essenciais, primordiais.

Além disso, o ideal também é ter uma reserva de emergência caso você venha até perder o seu emprego em algum momento.

É  sempre importante ter reserva financeira: mesmo que seja um valor menor, faça o aporte mensalmente, e não desanime porque guardando mensalmente você pode ter um montanha de dinheiro suficiente para o momento difícil, que você possa vir a atravessar no futuro.

Você pode observar que muitas pessoa começam suas faculdades, ou seja, tem lá  o dinheiro, vai pagando e no meio do caminho para de estudar… Mas, por que? Faltou dinheiro, certamente.

Ou então, a pessoa gastou mais do que poderia e aí, logicamente, a frustração é grande.

Além do prejuízo, você pagou e não levou, entende?

Para quem trabalha…

Olha que orientação interessante para você que está trabalhando atualmente.

Se você trabalha, procure o RH (Recursos Humanos) da sua empresa.

Vai até ela e fala da sua intenção do seu estudo porque isso é importante para a sua empresa também. Afinal, você vai ganhar conhecimento e vai agregar valor pra essa empresa.

Todas as empresas querem ajudar sim, é só uma questão de você fazer o curso certo para a atividade daquela empresa. E quem sabe, com isso, ganhar alguns auxílios e benefícios.

Então, procure trabalhar ou buscar pelos seus trabalhos e também alinhado com seus estudos. Você tem grande probabilidade dessa empresas te ajudar.

E ainda que não seja o apoio financeiro, a empresa pode te deixar sair mais cedo em dias de prova, por exemplo. O que pode acabar sendo bom para o seu desempenho escolar.

Para quem estuda…

E para que você que está estudando, você deve manter esse equilíbrio financeiro, ou seja, dominar a sua ansiedade dos gastos, em especial fazendo as suas baladas com moderação.

Curtir os amigos sim, mas não necessariamente gastar muito dinheiro com isso. Entende?

Você pode ir para casa de um, casa de outro e esse final de semana muitas vezes você está economizando. Logo, com isso, você está garantido os seus estudos sem deixar o lazer de lado.

Então, a melhor ou talvez a mais sábia orientação para você é que você não pode desistir. Você tem que acreditar. Se é um sonho, tem que ser realizado! Você pode acreditar porque isso é o segredo de tudo…

E, afinal de contas, os sonhos só se realizam quando a gente acredita neles!