Ovo de Páscoa – comprar vale a pena?

ANÚNCIO

Esse artigo tem um fim totalmente educativo e histórico. Mas, não é só isso: também vamos te ajudar a responder uma das dúvidas mais cruéis desse período do ano: ovo de páscoa – comprar vale a pena ou não?

A ideia é sintetizar o assunto porque o consumo não está ligado apenas a nossa sociedade consumista. Os ovos têm seus próprios significados.

ANÚNCIO

E não vai dizer que você nunca ouviu falar que sua avó ou bisavó pintava os ovos de galinha para entregar as pessoas na páscoa? Os ovos de chocolate vieram só depois…

E como o assunto é bom, ele rendeu um texto longo. Portanto, separamos os tópicos que vamos tratar, confira:

  • A origem dos ovos de páscoa
  • Mas, vale a pena comprar ou não?
  • Motivos para comprar ovos de páscoa – ou não
  • Bônus – como agradar os amigos sem ovos de páscoa

O artigo é sobre tudo isso e é uma verdadeira oportunidade de você aprender mais!

ANÚNCIO

A origem dos ovos de páscoa

A história é antiga e vem á da época do cristianismo, ainda no período da antiguidade (século IV d.C.).

A inserção aconteceu junto com vários processos das culturas pagãs, que era de origem cristã.

Especificamente no Oriente quanto na Europa, o simbolismo apareceu de maneira muito forte em torno do ovo. Normalmente, a ideia era centralizada no renascimento, na eclosão da vida, na renovação.

E o ovo é um símbolo disso tudo. Levando em conta que o fenômeno do ser vivo sai de dentro do ovo – ao menos algumas aves e repteis.

A entrega dos ovos para deuses e deusas começou a ser um símbolo de gratidão. E partiu para todo o ocidente, aqui onde estamos.

Mas, ainda não chegamos no ovo de chocolate, está bem? Portanto, é impossível dizer se vale a pena ou não comprar um ovo de páscoa neste ano.

Primeiro, eram os ovos de animais mesmo, depois, aqueles produzidos com quaisquer tipos de materiais. Na Rússia, Romanov fabricava ovos de páscoa luxuosos.

Mas, então, chegamos ao século XIX e aí sim se iniciou o hábito de presentear as pessoas com ovos na data da páscoa, surgindo também os ovos de chocolate.

O primeiro nome dessa linhagem é François Louis Cailler.

Em 1819 ele abriu a 1ª fábrica de ovos de chocolate na França. Depois, no outro século, começou a produção em larga escala, que dominou toda a indústria.

A partir disso, em passos rápidos, chegamos aos dias atuais, onde a páscoa é representada, entre tantos símbolos, pelos ovos de páscoa.

A tradição do ovo de chocolate na páscoa

A tradição virou hábito, costume e hoje quase ninguém consegue imaginar a páscoa sem ovos de chocolate.

O domingo de páscoa é ideal para presentear quem você ama, com ovos de chocolate.

“Estamos levando ovo para todo mundo porque é difícil encontrar alguém que não gosta de chocolate”, disse Maria José de Oliveira, uma moradora de Maceió, que cedeu uma entrevista à revista Gazeta do Povo.

“A gente aproveita o período para comer mais chocolate do que o de costume. Já é uma tradição para a nossa família. Não podemos deixar a páscoa passar em branco”, ela completa.

A frase da consumidora reflete a maior parte das pessoas brasileiras – ninguém deixa a páscoa passar em branco, não é mesmo?

Na mesma região, Elisângela Lins afirma que também gosta dos chocolates e conta um segredo que se retrata na vida dos seus filhos.

“Eles gostam de ovos que retratem personagens da televisão. Um deles, quando viu o ovo de páscoa do Batman, não quis nem pensar em outro”, observou.

O brinde também é um grande diferencial (apelativo) para as crianças.

“Acho que eles acabam lucrando ao escolher um presente e levar dois para casa”, diz.

Aí, na mesma entrevista, entra a fala de uma garota de 11 anos, chamada Maria Luiza.

“Sem ovo de chocolate: não há páscoa”.

A mãe dela, Alane, ainda garante que “trouxe ela para que ela mesma escolha o seu ovo de páscoa, afinal, toda criança merece”.

O consumismo x A tradição x A origem

Se você leu o artigo até aqui pode estar se achando meio confuso e a ideia é essa mesmo.

Você viu que a origem é pagã, cristã e tem um significativo de renascimento. Depois, viu que a tradição foi além da religiosidade e tornou-se cultural.

E, com tudo isso, as pessoas fizeram da páscoa o melhor momento para comprar, presentear e comer chocolates. Mas, não é qualquer chocolate, são os ovos de chocolate.

Tudo ficou misturado: entre a origem, a tradição e o consumo.

Podemos acrescentar nessa receita, ainda, o marketing dos lojistas para ganhar dinheiro com as suas novidades.

“Temos ovos para todos os gostos até para quem não gosta tanto de chocolate”, disse Virgínia Ferro, que é dona de um estabelecimento.

Se a pessoa não quer engordar e manter a boa forma, o comércio apresenta o chocolate diet. E assim por diante – há N motivos para você comprar, mesmo que não queira.

“A páscoa é um momento a ser aproveitado com muita doçura e delicadeza. Nesse contexto, nada melhor do que o chocolate, para adocicar o paladar e os corações humanos”, ela acrescentou, fazendo sua propaganda gratuita.

ovo de páscoa
Reprodução: Google

Mas, vale a pena comprar ou não?

É verdade!

Fizemos um grande apanhado geral, mostramos a historia, a tradição… Mas, nada de respondermos a pergunta inicial do texto – ovo de páscoa: comprar ou não.

Está bem, está bem. Se você está impaciente, agora chegou o seu momento.

E como vocês sabem, nós somos especialistas em dinheiro e não em emoções, ok?

Logo, vamos dizer o que é recomendável para o seu bolso e não para o seu coração.

Se você é do tipo de pessoa que acha que “páscoa sem ovos de chocolate não é páscoa”, então, melhor nem continuar com a leitura.

A ideia aqui é ser racional, é falar verdades, ainda que doam.

Bom, primeiro ponto: os preços dos ovos de chocolate, a cada ano que passam, ficam mais e mais caros.

Mas, eles estão caros comparados ao quê? Ao preço dos chocolates tradicionais, como aqueles em barras.

Vamos ser práticos e vamos reconhecer os valores dos ovos de páscoa (com referência à 2017, considerando que ainda não temos preços definidos em 2018).

Um ovo de páscoa da marca Nestlé e do tipo Alpino, de 350 gramas…

Custava 49,90 reais.

Na mesma loja, era possível encontrar uma barra de chocolate do mesmo tipo, com 150 gramas…

Por 5,29 reais.

Bem, vamos igualar as medidas e proporções.

Com 15,87 reais daria para comprar 3 barras – no total de 450 gramas.

O ovo de páscoa custa 49,90 e tem só 350 gramas.

Em uma conta simples, chegamos a conclusão de que o valor é 3 vezes maior – no mínimo!

Agora, responda você: ovos de páscoa – comprar vale a pena?

Ovo de chocolate x barras de chocolate

E como a gente gosta é de trabalhar com números e com comparações, vamos a mais uma!

Essa é excepcionalmente legal, confira!

Os valores também são de 2017 e a pesquisa de preço aconteceu em um famoso supermercado do Brasil, chamado Walmart!

Seguinte: a novidade do ano foi um ovo também da Nestlé e do tipo Kit Kat.

O valor dele era assustador: 74 reais.

Ah, mais isso tinha uma justificativa: o ovo vinha com um belo de um brinde, que era um fone de ouvido.

Mas, na real, quem pagaria 74 reais por um ovo de páscoa? Acredito: as vendas foram representativas.

Ah, o ovo de páscoa tinha pouco menos de 350 gramas, tá bom?

E nesse caso, portanto, é como se o quilo de chocolate estivesse custando 217 reais. Jesus!

No mercado, um chocolate bom, de boa marca, de 1 quilo para derreter, não sai mais do que 35 reais. Algo 6 vezes mais barato.

Aí, vamos a comparação: 1 kit kat avulso, no formato de barra, custava 1,98.

Nós não sabemos exatamente quantas gramas tem uma barra dessa, mas com o valor daria para comprar 37 barrinhas com o valor do ovo de páscoa.

Outras comparações de 2017

E para terminar esse tópico, temos mais comparações.

Inclusive, essas foram feitas por uma matéria nossa. Se quiser ler na íntegra, clique aqui.

Chocolates da Nestlé

  • Caixas de Bombons de 300 gramas – 7 reais
  • Barra de Chocolate de 125 gramas – 7 reais
  • Ovo de Páscoa de 200 gramas – 32 reais

Chocolates da Lacta

  • Caixas de Bombons de 300 gramas – 11 reais
  • Barra de Chocolate de 150 gramas – 7 reais
  • Ovo de Páscoa de 200 gramas – 30 reais

Chocolates da Garoto

  • Caixas de Bombons de 300 gramas – 9 reais
  • Barra de Chocolate de 150 gramas – 6 reais
  • Ovo de Páscoa de 200 gramas – 30 reais

E na matéria ainda citamos uma frase do especialista Victor Santa’Ana:

“Comprar barras de chocolate para fabricar bombons e ovos caseiros é uma economia, além de ser divertida. Isso porque as crianças podem participar do processo”.

A maior apelação é no setor infantil

Como quase sempre acontece no setor do comércio, a apelação é voltada em maior parte para as crianças – porque elas têm um “instinto” de conseguir tudo que querem.

Um pai pode até deixar de comer um ovo de páscoa, mas nunca vai deixar de comprar para o seu filho, não é? É, ainda que não deveria ser assim!

O Procon, que é um órgão que defende o consumidor, está tentando atuar nisso e proibir alguns tipos de ofertas para esse público, mas ainda não consegue deter todos supermercados.

A saída, assim sendo, é uma só: a educação dos filhos.

Nós não queremos te influenciar a nada, muito menos a agressão física, só que você precisa fazer seu filho entender que um ovo de páscoa tem um valor agregado muito alto perante o mesmo chocolate em outro formato.

O seu filho não quer especialmente um ovo de páscoa, ele quer muito mais.

O momento, dessa forma, passa a ser ideal para você negociar com ele e colocar a educação financeira na prática:

  • Coloque condições,
  • Ensine-os a poupar,
  • Mostre os preços reais dos produtos.

Quando a criança consegue observar que a vida toda é feita de escolhas, inclusive nas finanças, então, você ganhou a luta e cumpriu o seu papel de pai ou mãe.

Ainda mais que ser feliz é sempre a melhor escolha – e isso não significa comprar ovos de páscoa caros.

A novidade com as propagandas em 2017

Como citamos acima: algumas instituições tem tentado minimizar esse bombardeio de propagandas voltadas para as crianças.

E no ano passado já tivemos uma ideia melhor disso.

O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa ao Consumidor) avaliou os apelos às vendas e afirmou, com base nesse estudo, que há um exagero por parte das marcas especialmente sobre o uso de personagens infantis.

Aqui, você pode entender:

  • Os vingadores,
  • Super heróis,
  • Jogos de vídeo game e computador,
  • Filmes.

Depois, ele fez uma parceria com o MILC (Movimento Infância Livre do Consumismo) e listou vários produtos que estariam infringindo a lei de defesa do consumidor.

“É interessante dizer que trata de uma estratégia para vender mais o produto e não quer dizer que seja o melhor ou o mais gostoso”, avaliaram os especialistas.

Motivos para comprar ovos de páscoa – ou não

Com base em tudo que vimos até aqui, separamos alguns motivos simples para você não comprar ovos de páscoa neste ano.

Mas, entenda que não queremos te forçar a nada. Se você achar que deve, compra sim. O dinheiro é seu, foi você que trabalhou e suou para conseguir.

Se achar que seu filho merece muito mais um ovo de chocolate do que a educação financeira, compre também.

Lembre-se: tudo é uma questão de escolha. E você é livre para fazê-las.

Por outro lado, se quiser começar a partir de agora deixar o seu filho preparado para um futuro mais confortável e sem dívidas, continue lendo.

O ovo de páscoa é mais caro

Acabamos de falar disso, não é?

O mesmo chocolate, só que em outro formato, é mais caro. Justamente porque o período é de ovos de páscoa e não apenas de chocolates.

Os valores assustam sim: 6 ou 7 vezes mais. O que poderia gerar uma boa economia.

E não adianta você querer brigar com os produtores porque eles sempre vão ter suas próprias justificativas de preços mais altos: por causa do formato do ovo, da embalagem, do número de funcionários… etc.

A páscoa é uma festa religiosa

Se a páscoa é uma festa religiosa, que tem origem com um ovo que não era de chocolate…

Então, você estar comprando um ovo de chocolate não quer dizer que você está seguindo as premissas dessa data festiva.

O ovo de páscoa é um símbolo consumista e não tem a ver com a religião.

Se você não é cristão, então, tem menos motivos ainda para comprar ovos neste ano.

O mais importante é você entender que não somos contra os ovos ou os chocolates, mas sim contra os valores abusivos e excessivos deles – assim como somos contra os grandes bancos que lucram a cada ano.

A nossa ideia é única e expressiva: da educação financeira.

Na páscoa você tende a gastar mais

Como o natal, a páscoa também é uma boa oportunidade de vendas para os lojistas.

E, nada contra também, mas o que o marketing faz? Faz com que você compre algo que não precisa, não é? Na páscoa acontece o mesmo.

Parece que sua vontade por um ovo de chocolate é imensa nessa época do ano.

Mas, acredite: nunca ouvimos falar de alguma história de alguma pessoa que morreu ao não comprar um ovo desses, sabia?

A ideia é ter controle emocional e financeiro.

Você não precisa morrer de vontade de um chocolate. Não é isso. Só que também não precisa pagar 74 reais em um ovo de chocolate né.

Ah, e sobre essa ideia de dar presentes para outras pessoas, nem vamos comentar muito. Porque abaixo temos algumas dicas de como conseguir agradar seus queridos amigos e parentes de forma mais econômica.

ovo de páscoa
Reprodução: Google

Bônus – como agradar os amigos sem ovos de páscoa

Sabe aquela ideia de ensinar educação financeira para as crianças e ainda dar a eles a chance de aprender muitas outras coisas?

Então… Aqui temos uma lista singela dos tipos de produtos que você pode fazer com elas.

É só por a mão na massa, se divertir, aprender e economizar… Tudo ao mesmo tempo!

Brigadeiros

O docinho de festa ficou gourmet!

Agora, é possível encontrar desde a versão mais clássica até sabores com cremes de avelã, leite em pó, limão siciliano e recheios dos mais variados.

Com eles, é possível também montar as próprias caixinhas.

Trufas

Também tem sabores sofisticados e com texturas que fazem delas boas alternativas para presentear adultos.

Em alguns casos, por exemplo, a receita leva bebida alcoólica, como conhaque e licor.

A embalagem pode impressionar!

Bombons Decorados 

É a roupa para o clássico!

Esses bombons podem ser feitos em moldes diferentes e com decorações sofisticadas, que vão de encontro com os gostos daquele que for ser presentado.

Pães de Mel 

É a combinação (perfeita) de chocolate com o bolo de mel, o que faz do doce um dos favoritos para presentear na páscoa.

Os preços também são bem acessíveis, principalmente nas mãos dos pequenos empreendedores.

Cupcakes

É um mini-bolo que oferece um mundo de possiblidades quando o assunto é decoração, adicionando, claro, o chocolate, que também pode ser dos mais variados gostos.

Brownies 

São considerados ótimas sobremesas.

Inclusive, a loja Brou’ne lançou uma edição especial para a páscoa, na qual o bolo vem dentro de uma casca de ovo de chocolate com um pedaço clássico, além da companhia do sorvete de baunilha e da calda de framboesa.

Pudim

É isso mesmo, Pudim!

São vendidos em uma forma com 4 unidades, todos de Ovomaltine, mas também é possível escolher outros sabores, como chocolate belga ou brigadeiro.

Alguns locais de grandes capitais apostam, com tudo, nesse item.

Leckerhaus 

Usamos o nome bonito, mas é o mesmo que biscoitos de mel.

É muito comum em uma doceria alemã e aqui no Brasil, muitos empreendedores tem apostado nesse item, transformando-o em bolos e tortas que leva massa de chocolate ao leite com recheio de chocolate branco.

Colomba 

Não, não, não. Não é como o panetone, que tem uvas passas e frutas cristalizadas.

A receita de Colomba Pascoal tem novos ingredientes, como bombons ou bicho de pé.

Você pode acrescentar chocolate ou inovar, da forma que preferir. Esse é garantia de sucesso, se você bem feito e bem planejado.

Bolos 

Acredite você!

Os bolos têm aparecido bom boas opções de substitutos para os Ovos de Chocolate porque são mais baratos, maiores e tem gostos tão deliciosos quanto. Um bolo de Kit Kat, por exemplo, pode fazer a realização gastronômica de uma pessoa por vários dias.

Com informações da UOL, bolsa blindada e Globo

ANÚNCIO