10 Dicas para operar na Bolsa de Valores

ANÚNCIO

No último mês a BM&FBovespa divulgou seus resultados do primeiro trimestre de 2017, onde o lucro foi de 209 milhões de reais. A receita total foi de 1.043,5 milhões de reais. O que quer dizer que ainda que não seja o tipo de investimento financeiro mais popular do Brasil, é um mercado que movimenta muito dinheiro, o que pode significar também ganhar muito dinheiro. Porém, enriquecer na Bolsa de Valores não é algo tão simples.

Se você acha que investir em ações é ficar o dia todo sentado em uma cadeira de praia, olhando o mar, saiba que isso é um mito. Você pode sim ter esse estilo de vida, mas vai precisar “ralar” para conseguir adquirir conhecimento para vencer nesse mercado.

ANÚNCIO

Com todo respeito aos profissionais da saúde, podemos fazer uma breve comparação: de repente você acorda e decide ser médico. Quanto tempo e quanto estudo vai demandar para você conseguir chegar ao grau de excelência e se torar um médico? Bastante dos dois, não é?

Afinal, seria um absurdo se você se tornasse médico apenas pelo desejo de ser, sem se preocupar com a teoria, a técnica, a prática.

Por que, então, seria diferente no Mercado de Ações?

Sobre a tecnologia na hora de operar na Bolsa de Valores

O avanço da tecnologia transformou a realidade de milhões de pessoas no mundo todo e isso já não é novidade para ninguém. No mercado de ações, o mesmo aconteceu. Com computadores cada vez mais potentes e dispositivos móveis “superevoluidos”, comprar ações tornou-se uma prática muito simples.

ANÚNCIO

A mesma tecnologia trouxe também facilidades quanto às finanças e a busca por conhecimento.

Bom, se juntarmos essas peças teremos uma visão geral sobre a oportunidade de ganhar dinheiro na bolsa de valores, afinal, é também nos momentos mais conturbados da economia que é possível conseguir lucros e, para tanto, basta contar com ferramentas de ponta.

Que nada mais é do que as plataformas para a negociação de ativos da Bolsa de Valores.

Ou, para os mais chegados, Home Broker, que são mecanismos que fazer a intermediação entre o investidor e a Bolsa de Valores. Claro que contando também com uma corretora de valores ou banco, que é quem, de fato, faz as transações.

Isso, por sinal, vai muito além do simples ato de comprar ou vender uma ação. Hoje, diferente de algumas décadas atrás, é possível acompanhar a análises do Mercado de Ações em tempo real.

O que faz com que o investidor possa escolher seus ativos com mais assertividade e segurança.

10 Dicas para operar na Bolsa de Valores
Reprodução: Google

Independência também é uma palavra de ordem, já que agora o investidor não tem mais da mesa de operações, a tecnologia permite aplicar dinheiro em ações como algo mais prazeroso e menos complexo.

Portanto, está mais do que claro que investir na Bolsa de Valores já não é um bicho-de-sete-cabeças, se é que algum dia foi.

Porém, a tecnologia é apenas uma facilitadora dessa negociação, sendo que o investidor vai continuar precisando ter muito conhecimento para investir seu dinheiro da forma correta, evitando erros, diminuindo riscos e aumentando os lucros.

O que analisar na hora de comprar uma Ação

Estar bem informado é o primeiro passo para não perder dinheiro na bolsa de valores. Logo, acompanhar o mercado é fundamental. Sabe a queda de juros que tanto se fala atualmente, pois é, ela é super importante.

No que se refere à aplicar dinheiro na Bolsa de Valores, as pessoas tendem a acreditar que basta comprar ações de uma grande empresa que o lucro virá, mas não é bem assim…

Selecionamos alguns dos erros mais comuns cometidos pelos investidores iniciantes.

A maior parte das pessoas quer sair da poupança e ir direto para a Renda Variável. Mas, sinceramente, esse não é o ideal. O mais correto, conforme especialistas, é fazer uma passagem pela Renda Fixa, onde é possível analisar os custos da taxa de administração, do Imposto de Renda e a rentabilidade final do produto.

Outro erro é não levar em conta que todo investidor poderá perder dinheiro em alguns dias, mas o mais importante é levar em conta que é em alguns momentos as ações vão desvalorizar, logo, faz parte do jogo.

A grande questão é trazer um equilíbrio positivo no investimento.

Por fim, é preciso analisar também os custos, que são bem diferentes da Renda Fixa, já que existem diferenças, como limites para operar e taxas de corretagem.

Além disso tudo, é fundamentalmente importante ter um planejamento comprovado e didático para mostrar se é possível começar a investir ou não.

Portanto, mesmo que você tenha o dinheiro disponível, mas não tenha conhecimento, o recomendável é buscar esse aprendizado, se não, pode por tudo a perder.

Como Encontrar Conhecimento Sobre a Bolsa de Valores: As 10 Dicas

Aqui no blog temos publicado várias postagens com notícias sobre o setor. Inclusive, com vídeos didáticos. Além disso, disponibilizamos cursos e e-books, todos gratuitos.

Fizemos uma seleção dos 10 últimos artigos publicados sobre o Mercado de Ações. Confira nos links abaixo!

1 – Quais as Ações mais Lucrativas para Investir na Bolsa de Valores em 2017? 

2 – Como as ações da Petrobras… Será que é hora de voltar a investir na estatal?

3 – As Ações Preferidas dos Investidores para Investir na Bolsa em 2017

4 – Como Ganhar Dinheiro com Ações Small Caps: As #4 Melhores Small Caps para Investir em 2017

5 – Bolsa de Valores: se eu tiver ações em uma empresa e ela quebrar, o que acontece?

6 – As Principais Ações para Ficar de Olho em 2017

7 – Método Prático de Investimentos: Como comprar Ações na Bolsa de Valores

8 – Aprenda como comprar ações na Bolsa BM&F Bovespa em 3 passos

9 – Mercado de Ações: Investimento funciona como o melhor do Setor Financeiro

10 – As 33 ações mais baratas da Bolsa de Valores

Com informações do Terra

ANÚNCIO