7 Dicas Essenciais para Conseguir cumprir todas as Metas e Objetivos financeiros sem Falhar

“Eu não sei o que fazer da minha vida”. “Eu trabalho o dia todo e chego em casa disposto apenas à dormir”. “Eu trabalho em um lugar que odeio”. “Minha Vida é muito corrida e eu não consigo ficar disposto a fazer nada”. “Eu não faço a mínima ideia de onde devo começar”.

Se você é uma pessoa que já disse isso alguma vez na vida, então, precisa começar a repensar sobre as suas metas financeiras e os seus objetivos financeiros. Agora, se você não sabe exatamente o que são metas financeiras e objetivos financeiros, então, tem que ler esse artigo, que explicaremos tim por tim.

  • O objetivo financeiro, na sua mais sensata definição, é a descrição daquilo que se pretende alcançar.
  • Enquanto que a meta financeira define os termos e os prazos para que se chegue até esse objetivo financeiro.

Na prática, o objetivo financeiro de uma pessoa pode ser querer ficar rico e a meta financeira, por sua vez, será a quantidade exata de dinheiro que ela pretende acumular e em quanto tempo.

Para conseguir chegar até ao que representa a meta, basta que sejam feitas as seguintes perguntas: Quanto e Quando?

Se você tem dificuldade em lembrar qual a diferença entre objetivo e meta, lembre-se dos esportes. Conforme dicionário, a meta é o poste ou o sinal que, nas corridas de cavalos e nas regatas marca o ponto onde termina a carreira. Objetivo é o alvo, fim ou propósito na qual se pretende alcançar e realizar.

Então, dentro dessas duas palavras chaves do planejamento financeiro pessoal, estão as de curto, médio e longo prazo.

Curto Prazo

As metas de curto prazo lidam com as atividades atuais, nas quais se pode aplicar diariamente e podem ser alcançadas no prazo de 1 semana, por exemplo ou em pouco meses. Aliás, até 1 ano, considerados a meta como de curto prazo.

Óbvio que como o edifício não é mais forte do que a sua fundação, os objetivos de longo prazo não poderão acontecer sem o cumprimento das metas sólidas de curto prazo.

Posteriormente às metas de curto prazo, devem-se adicionar novas metas de curto prazo sempre baseado naquelas já concluídas.

Alguns exemplos de metas de curto prazo são:

  • comprar novas roupas,
  • abrir um conta em uma corretora,
  • poupar 5 reais por dia,
  • trabalhar 6 horas por semana em um projeto pessoal que dê algum retorno financeiro,
  • ler livros sobre finanças pessoais e
  • pesquisar sobre novas opções de investimentos.

Observação: DAY TRADE permite o enriquecimento em 24 horas na BM&FBovespa

Talvez você não saiba, mas na Bolsa de Valores existe uma forma de ganhar dinheiro muito rápido, no dia, vamos dizer. É através do Day Trade, que nada mais é do a compra e a venda de ativos no mesmo dia.

A expressão americana significa “negócio”, mas no mercado financeiro Day Trade se traduz em uma negociação feita com um ativo na qual ocorre a venda e a compra no mesmo dia, sem se importar, necessariamente, com o resultado dessa transação.

Day é dia, Trade é negócio. Obviamente, quando um trader realiza uma ação de um mesmo ativo no mesmo dia, então, Day Trade.

Mas, qual a finalidade disso? Exclusivamente, o lucro.

Leia essa matéria na íntegra e veja como é possível…

Como Ficar Rico na Bolsa de Valores operando em Day Trade?

Médio Prazo

As metas de médio prazo não aquelas construídas sobre as de curto prazo. Elas podem ser bimestrais, trimestrais ou semestrais ou ainda anuais. Mas podem se estender por vários anos. Conforme especialistas, até 5 anos, uma meta é considerada de médio prazo.

Alguns exemplos são:

  • obter uma certificação profissional,
  • executar uma tarefa do livro financeiro que você leu ou
  • trabalhar mais fielmente na busca de um aumento de 5% no salário.

Longo Prazo

São aqueles relacionados com os sonhos. Eles podem durar até 5 anos ou mais, afinal a vida não é estática. Alguns exemplos são: comprar um carro, buscar um emprego melhor ou aumentar o salário em 25%.

Aqui neste tópico também está o pensamento acerca da aposentadoria. Com as reformas trabalhistas e na previdência pública, muitas pessoas tem ficado com medo do futuro. Aquela ideal de ter uma aposentadoria integral, já ficou no passado. Agora, resta saber quanto será possível receber de aposentadoria ao final de um ciclo intenso de trabalho.

Não há dúvidas de que ter uma reserva financeira e um investimento focado nisso é a melhor opção que um trabalhador pode fazer. E para isso não precisa muito, se não a conta em uma corretora de investimentos ou a aplicação financeira em alguma opção bancária, tal qual a LCI, que não tem a cobrança do Imposto de Renda, por exemplo.

Bem, pensando nisso, fizemos uma matéria muito oportuna. Confira um trecho:

  • O Tesouro Selic é um papel que rende o equivalente à taxa de juros da economia, logo, é indicado para os conservadores e em momento que não há expectativa de alta de juros.
  • O Tesouro IPCA + (NTN-B) é ideal para a aposentadoria já que possuem vencimentos longos (2035 ou 2050), onde o investidor pode casar a data com a aposentadoria.
  • O Tesouro Prefixado LTN é interessante quando os juros estão altos.
  • E os com cupom semestral pagam os juros a cada semestre e, por isso, são indicados para quem planejar viver da renda desses papéis.

Agora, se quiser saber como é possível acumular 270 mil reais no Tesouro Direto, leia essa notícia na íntegra:

Como Conseguir Acumular 270 mil reais no Tesouro Direto para a aposentadoria?

Considerações Finais dessa parte do texto

As metas de curto, médio ou longo prazo ajudarão o investidor a planejar o futuro, com objetivos e sonhos. Se você acha que algum objetivo está longe de ser alcançado, então, por exemplo, quebre-os em metas menores e os transforme em objetivos de médio prazo.

O importante é sempre levar em conta as questões financeiras que tem que ser conquistadas todos os dias.

7 Dicas Essenciais para Conseguir cumprir todas as Metas e Objetivos financeiros sem Falhar

7 Dicas Essenciais para Conseguir cumprir todas as Metas e Objetivos financeiros sem Falhar

Reprodução: Google

1 – Saiba quais serão os desafios: É preciso estabelecer objetivos e metas. Depois, tem que existir uma boa análise de como está o mercado e as capacidades da equipe para enfrenta-los. Se sua equipe é só você ou sua família, não importa, desde que todos estejam dispostos a vestir a camisa.

O importante é saber quais as demandas, necessidades e esforços que terão que ser feitos na busca pelo objetivo maior. Sempre façam estudos sobre o que já foi feito no passado, quais foram as metas anteriores, o que deu certo e o que não deu.

2 – Tenha Metas Realistas: Não adianta ser otimista e apenas isto. Decretar metas fantasiosas e inalcançáveis só vai te fazer ficar a mercê de uma desmotivação diária. O segredo é ser totalmente realista e conseguir corresponder à altura da sua estrutura e do seu poder de compensação.

Pense em metas que são possíveis de serem realizadas e com o fato de que os colaboradores sintam o prazer de conseguir efetuá-las.

3 – Note as Tarefas em Cada Meta:Se para cada objetivo tem que existir metas, para cada meta tem que haver tarefas. Com o tempo e a realização de cada tarefa fica fácil o cumprimento das metas e dos objetivos. Assim, automaticamente, cada envolvido saberá o que tem que ser feito, sem que precise de acordos ou obrigações.

O importante é ter alguém que sempre esteja a par dos acontecimentos, ou seja, do planejamento como um todo, analisando a distancia entre o cumprimento e o não cumprimento do que foi acordado.

Você vai investir dinheiro em bancos? #3 Motivos para Não fazer isso se quiser Viver de Juros

4 – Tenha Prazos Certos: Essa é uma das melhores dicas e apesar de simples, quase ninguém consegue seguir à risca. Logo, o grande benefício de indicar prazos diferentes para cada meta é que todos vão saber exatamente quais degraus subir em busca do objetivo comum.

7 Dicas Essenciais para Conseguir cumprir todas as Metas e Objetivos financeiros sem Falhar

Reprodução: Google

Em uma empresa, por exemplo, existem metas mensais, então, obviamente, os funcionários sabem que no prazo de 30 dias precisam cumprir tais obrigações. O mesmo vale para um orçamento financeiro familiar. A diferença é que as metas podem ser quebradas em semanas, por exemplo.

5 – Metas Individuais: Alguns especialistas recomendam e outros não. O importante é saber se isso será benéfico ou não para a sua família. Faça um teste e veja os resultados. Nesse quesito meta individual é, como o nome diz, ter metas para cada pessoa, mas, claro, em busca do objetivo comum a todos.

Então, o filho terá que ter uma meta de economizar tanto de dinheiro enquanto o pai pode ter a obrigação de conseguir fazer algumas horas extras a mais no mês e assim por diante. Note que, nesse tópico, os esforços são individuais, mas os resultados são coletivos.

Desbancarização: o que, quando, onde e por quê? Entenda esse movimento…

6 – Dê preferencia à meta de desempenho: Não foque apenas nos resultados que serão atingidos, invista também em ações que mostrarão o bom desempenho dos funcionários. É preciso ter um gestor que mostre os resultados como um todo e certifique se há alguma meta individual que não está sendo batida.

7 – Acompanhe os Resultados: Isso é muito importante e tem que ser feito, sem falha! Periodicamente é preciso analisar os resultados e comparar com os mais antigos. Saiba que o que fluiu bem e o que ficou a desejar. Se algo que foi planejado não aconteceu, desconfie de erros e busque soluções rápidas. Esses reparos pode colocar o orçamento nos eixos novamente, ou, em caso contrário, tudo estará perdido.

Nesse tópico, faz vale o uso de tabelas, tópicos, testes ou o que for necessário para que um acompanhamento seja feito.

Você também vai gostar de: 8 Mandamentos para Ter uma Meta Financeira bem Definida

E a estratégia financeira, onde entra nessa história?

Suponhamos que o objetivo seja “Ficar Rico”. Então, conseguimos definir uma meta de com quanto dinheiro a pessoa precisa ter e em quanto tempo. Quanto e quando se tornam requisitos para definir a meta. Então, por fim, vem a estratégia, que vai responder COMO a pessoa poderá conseguir chegar à esses resultados.

Bem, na prática, vamos imaginar o seguinte:

  • ObjetivoFicar Rico,
  • MetaMelhorar de Vida, com um aumento de salário de 50% em 5 anos,
  • Estratégia – Fazer Pós Graduação ou Investir no Mercado de Ações.

Viu como não há muitos segredos? A dica é sempre quebrar os maiores tópicos em menores. Logo, se for preciso pensar em fatos maiores, podemos adicionar o sonho acima do objetivo.

E aí, embaixo da estratégia é possível continuar desenvolvendo uma fragmentação de medidas. Por exemplo, citamos 3 opções de estratégias, agora, vamos ficar com apenas uma: a da pós graduação.

Então, nesse caso, a pessoa vai precisar escolher o curso que vai fazer, ter um preparo financeiro, fazer uma reserva financeira, estudar para passar nas provas, reservar tempo para os estudos e ter apoio familiar, que é imprescindível.

Bom, assim está montado o seu objetivo financeiro!

Então, para que nunca erre, vamos deixar a fórmula (quase) mágica para que você tenha em mente o que precisa ser feito. Para certificar aonde quer chegar, se pergunte sempre!

  • O quê (Objetivo),
  • Quando (Meta),
  • Como (Estratégia).

Curiosidade: Quer saber o que Bill Gates faria se tivesse apenas 2 dólares por dia? 

Ele investiria em galinhas! É isso mesmo, acredite você ou não! E isso foi ele mesmo quem disse, em 2016, quando publicou no seu blog (GatesNotes) o que faria para melhorar a vida se vivesse com apenas 2 dólares diários. Ele diz também que a resposta seria diferente para cada situação, mas que qualquer pessoa nessa situação poderia viver melhor se tivesse galinhas. Na sequência, veja os 4 motivos listados por ele… 

Como Investir Dinheiro também em prazos diferentes?

Se você conseguiu entender corretamente esses conceitos de curto, médio e longo prazo, sabe que eles podem ser usados para tudo na vida. Na vida pessoal, profissional, social, financeira. E, como nosso foco é o financeiro, fizemos questão de adicionar esse tópico para falar sobre os investimentos em diferentes prazos.

Todo investidor inteligente que se preze tem objetivos nessas 3 instâncias. No entanto, mesmo que saiba disso, não é fácil saber qual produto financeiro se enquadra melhor em cada prazo. O lado bom é que não há segredos: comece pelo mais simples, os de curto prazo. Aos poucos, vá subindo para os de médio e de longo prazo. Sucessivamente.

Regra Número 1 para Investir Sem Riscos na Bolsa de Valores

Pensando nisso e com foco em investidores iniciantes, fizemos algumas seleções de investimentos para cada caso. Claro que, vamos lembrar, essas indicações podem sofrer alterações e não serem mais indicadas amanhã ou depois. O intuito é mostrar que existem produtos diferentes para cada prazo. E tudo vai depender, antes de tudo, do perfil do investidor.

  • No curto prazo, o mais indicado são aqueles produtos que tenham um prazo de vencimento de 2 anos, tais como o Tesouro Selic, as Letras de Crédito Imobiliária ou do Agronegócio e o CDB (Certificado de Depósito Bancário).
  • No médio prazo, o ideal é que o investimento dure entre 2 e 5 anos, mas aí fica a dica de diversificar os investimentos sempre buscando aproveitar as taxas de juros da economia e ficando atento à responder às oportunidades mais pontuais. LCI, LCA e Tesouro Direto continuam sendo indicado, mas agora ao lado dos fundos multimercados.
  • Já no Longo Prazo, para períodos maiores do que 5 anos, então, aí torna-se necessário diversificar a carteira de investimentos que devem estar atrelados aos perfis: conservador ou agressivo. Nesse caso, temos muitas opções, como ações, fundos, tesouro, entre outros.

Por que é importante ter objetivos na hora de investir?

É comum ouvir que os objetivos não são importantes. Ainda mais no Brasil, que tem-se uma cultura de carpe diem, ou seja, viva o hoje. O resultado disso é um uso indiscriminado do cartão de crédito, do cheque especial e quando se pensa em investimentos, pensamos logo em poupança ou previdência privada. Então, infelizmente, não estamos fazendo a coisa certa.

Entenda!

  • Por que não investir na Poupança: É fato que pouca gente percebe a relação da inflação com a piora da vida financeira, através da perda de poder aquisitivo. É mais ou menos como se você tivesse guardado dinheiro o ano todo para comprar um carro zero, mas ao fim, só deu para comprar um usado. Leia Mais!
  • Previdência Privada: Ela é uma aposentadoria que não está ligada ao governo, ou seja, ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Na maioria das vezes, é usada para complementar essa renda e, em todos os casos, tem a fiscalização da Susep (Superintendência de Seguros Privados). Leia Mais!

É agora que entra a importância dos objetivos. Quando algo é feito de forma planejada as chances de dar certo são muito maiores! Isso vale para tudo na vida, não apenas para os investimentos. Uma festa de aniversário, por exemplo, fica melhor ser for planejada com bastante antecedência. A sua aposentadoria também.

Como Conseguir Acumular 270 mil reais no Tesouro Direto para a aposentadoria?

Como Conseguir Acumular 270 mil reais no Tesouro Direto para a aposentadoria?

O conselho é ter objetivos justamente para poder aproveitar toda a caminhada rumo ao sucesso e não chegar daqui à 30 anos e dizer que deveria ter começado a poupar dinheiro há 20 anos atrás. Ter objetivo te faz levar a vida com mais tranquilidade e de forma coerente.

3 Metas para Colocar em Prática Agora Mesmo

1 – Crie uma Lista de Prioridades: Antes de pensar em ter dinheiro, crie prioridades! Faça uma lista dos 10, ou seja, escreva o nome de 10 pessoas, 10 atividades, 10 coisas, 10 sonhos de consumo, 10 fatores que você considere importante. Ao longo do ano, reveja essa lista e lista as que já foram realizadas e aquelas na qual você ainda está trabalhando para concretizá-la.

2 – Aprenda a Investir em Renda Fixa: Esse, na verdade, é o 1º passo para você ficar rico. Imagine que você quer viajar para um lugar muito especial daqui há 2 anos ou que tem medo de ficar a mercê do INSS na aposentadoria, então, para esses casos e muitos outros, o indicado é investir dinheiro na renda fixa.

Não fique por fora apenas por medo ou insegurança, busque conhecimento sobre esse mercado e veja o quanto ele pode te ajudar a ter uma noite de sono tranquila.

3 – Faça uma Faxina Financeira: Aqui é bem simples. Você tem que notar os péssimos hábitos financeiros e jogar tudo no lixo. Pegue os extratos bancários, as faturas do cartão e todas as contas que você tem que pagar todos os meses. Elimine aqueles gastos que são possíveis. Sabe a academia que você pagou 6 meses e só foi em 1, então, é ume exemplo. Agora, crie novas estratégias e faça um melhor uso do seu dinheiro.

5 regras infalíveis para você economizar dinheiro em 2017 

10 Hábitos para Ficar Milionário

Fizemos uma grande pesquisa antes de escrever esse artigo e selecionamos nomes que são importantes fontes de motivação para quem quer ficar milionário. Encontramos nomes como Napoleon Hill, Warren Buffet, Steve Jobs, e outros. Baseado no comportamento deles, separamos alguns tópicos para você entender o que são esses hábitos saudáveis para quem quer ganhar dinheiro.

Confira cada um desses tópicos e note em qual você se enquadra e em qual precisará fazer mudanças para se adequar ao seu novo projeto.

1 – Tenha uma Fonte de Renda: De alguma forma, você precisa ter uma fonte de renda, mesmo que seja pouca, mínima. O seu trabalho vai ser o seu maior ativo gerador da riqueza no 1º momento. Ele vai ser o combustível para você lançar o seu foguete, posteriormente. E não importa como você faça isso, pode ser com o seu próprio negócio, como trabalhador, freelancer… Você só precisar ter uma fonte de renda.

Veja os outros 9 hábitos para ficar milionário!

Com informações do creditooudebito, bemdireto