O que são Dividendos e como Ficar Rico recebendo lucros em 7 Passos

O que são dividendos? São os lucros das grandes companhias divididos entre os acionistas. Como Ficar Rico recebendo os juros dos dividendos? Basta você investir dinheiro nas melhores pagadoras de dividendos da bolsa de valores.

Bem, as respostas para as simples perguntas do título deste artigo estão respondidas. Portanto, se você está satisfeito com a resposta, pode fechar essa página e procurar outro artigo que fale sobre outro assunto do mercado financeiro.

Agora, se você continuou com a leitura, temos certeza de que você não é o tipo de leitor que se contenta com pouco. Você, muito provavelmente, quer saber, exatamente, como funciona o pagamento dos dividendos e, mais do que isso, quer descobrir quais são as melhores pagadoras de dividendos dos últimos tempos.

  • Não Deixe de Ler ao Final do Texto: As 10 possíveis melhores pagadoras de dividendos em 2017!

Afinal, investir em ações é isso: é conhecimento, é teórica, é entendimento, compreensão e querer saber os porquês, os prós, os contras… Portanto, antes de certificar-se de que é possível ficar rico recebendo os lucros dos dividendos, é preciso entender, de forma mais exata, o que são dividendos!

Então, meus caros, mãos às obras!

Antes, um segredo: muitas das grandes empresas, que com o tempo se tornam grandes pagadoras de dividendos fazem isso também como estratégia. Isso porque na maior parte das vezes, as ações delas, por serem seguras, ficam estáveis e, com isso, os dividendos são distribuídos justamente para atrair, recompensar e agradar os acionistas.

Faz sentido, não faz?

Agora sim, mãos às obras!

1 – O que são dividendos?

Os dividendos não são, exatamente, uma opção de investimento. Não é como investir na renda fixa ou investir na renda variável. Não. Se você está querendo saber o que são dividendos, com certeza, você já está dentro da Bolsa de Valores (BM&FBovespa).

Investir dinheiro em companhias que pagam dividendos é muito mais uma estratégia de investimento financeiro dentro do mercado de ações.

Oras, é uma estratégia porque você opta por escolher essas empresas visando, obviamente, o pagamento de dividendos.

Mas, o que são dividendos?

Ah, sim, ainda não explicamos e se você ainda não notou, dividendos nada mais são do que os lucros de uma companhia listada na Bolsa de Valores que são divididos entre os acionistas.

Ficou fácil entender o que são dividendos, não é?

A companhia trabalha durante o ano todo e você, como investidor, investe seu capital nela para que ela continue crescendo e prosperando. Ao final do período de produção, ela consegue obter bons lucros financeiros e, como “gratidão” à você, ela opta por te “dar” parte desse lucro que ela gerou.

É por isso que as melhores pagadoras de dividendos são consideradas umas das companhias mais buscadas na Bolsa de Valores. E, não à toa, elas são ótimas formas de fazer o patrimônio de o investidor render mais e resultar em lucros.

Agora, posterior à isso, há uma série de novas informações que precisam ser levadas em conta. Por exemplo, você sabe como os dividendos são pagos? Em quais períodos? Você sabe quais são os tipos de dividendos?

Pois é, leitor, prepare a cuca aí que nosso tema hoje é bastante complexo e gostoso, afinal, quem não gosta de falar sobre lucros?

Visto que não é possível entender a definição de o que são dividendos, vamos às explicações, de forma bastante didática, tudo separado em tópicos para que você compreenda, ao final do artigo, como é possível ganhar dinheiro, receber lucros periodicamente, com as melhoras pagadoras de dividendos!

2 – Como os Dividendos São Pagos?

A companhia listada na Bolsa de Valores oferece um pagamento dos lucros que pode ser feito trimensalmente, semestralmente ou anualmente. A data certa e o período sempre vão ser declarados, de forma oficial, pelo Conselho de Administração da empresa.

Aqui, já fica uma boa dica mostrando por que é importante conhecer uma companhia antes de comprar os papéis dela. Note que mesmo sabendo quais são as melhores empresas para investir na Bovespa ou mesmo sabendo o que são dividendos, se você não conhecer, a fundo, a companhia, pode ser que a sua estratégia não dê certo.

  • Você sabia que toda companhia listada na Bolsa de Valores é obrigada a fazer o pagamento de dividendos? Não? Então, depois, não deixe de ler o Tópico 5 deste artigo, que é sobre isso que vamos falar!

Ah, por sinal, depois que o Conselho de Administração da Pagadora de Dividendo agenda um período para o pagamento dos dividendos, é feito uma data de registro, ou seja, o dia na qual serão anunciados os titulares de participação qualificada, e, obviamente, também é feito o anúncio da data de pagamento dos dividendos.

Para sintetizar este tópico, fizemos uma breve linha do tempo, curte só:

Não sabe como Ficar Rico com a Renda Variável? Descubra tudo sobre investir em COE!

Data de Declaração – é o momento em que o dividendo é anunciado pelo Conselho de Administração e inclui: valor do dividendo, data do registro e data do pagamento.

Data de Registro – é o dia em que a empresa vai registrar os seus acionistas para estabelecer a quem ela irá enviar os relatórios financeiros, procurações e outras informações.

Data Ex-Dividendo (ou Ex-data) – é uma data definida pela Bolsa de Valores e é importante porque vai separar qual investidor comprou ações antes do anúncio do dividendo e quais compraram depois.

Data de Pagamento – é a data prevista para que o dividendo declarado seja pago.

3 – Como é Calculado o Pagamento dos Dividendos?

Esse retorno, que aparece em forma de lucros, é feito ao investidor e deve ser calculado por meio do dividend yield da ação.

Viajou na maionese? Fique tranquilo que é fácil de entender – Dividend Yield é a representação dos dividendos pagos aos acionistas comparado ao preço das ações em determinado período.

Esse cálculo é feito pela divisão do dividendo anual por ação pelo valor atual da ação.

Assim sendo, o acionista vai receber os dividendos conforme a quantidade de ações da empresa que ele possui. Logo, se ele tem 50 ações e o valor pago por ação é de 2 reais, o investidor vai receber 100 reais.

Porém, também existe outra opção, feita em cima de uma porcentagem do dividendo.

Por exemplo, caso o percentual seja de 2% e a ação é negociada à 25 reais, então, o dividendo será de 0,50 reais por ação. Logo, faltará apenas multiplicar esse valor pela quantidade de ações que o investidor possui naquela companhia.

Com isso, é preciso notar também que na Bolsa de Valores existem muitas empresas que pagam dividendos e todas elas oferecem a vantagem ao investidor de conseguir aumentar o próprio patrimônio, através do que os especialistas chamam de Ficar Rico recebendo lucros periodicamente.

Qual o valor mínimo de dividendo para uma empresa ser considerada boa?

Ainda não existe esse parâmetro. Por exemplo, se a empresa tiver um yield entre 5 e 6% e uma trajetória que permita uma distribuição no futuro, ela torna-se interessante.

Em poucas palavras, podemos deduzir que o dividend yield e a atratividade da ação dependem de outros fatores, tais como a regularidade, setor, posição e perspectiva de crescimento da companhia.

Os dividends yield são importantes porque, para muitos investidores, principalmente os de perfil mais conservador, podem significar a escolha do melhor investimento no mercado de ações.

Além de ser um forte indicador de como a empresa se relaciona com os acionistas, através da distribuição de dinheiro, também impulsiona a rentabilidade do investimento.

Dividend Payout

Atenção: para escolher o melhor papel em termos de distribuição de proventos, vale a pena acompanhar também outro indicar o dividend payout, que é calculado como a proporção dos lucros da empresa que são distribuídos na forma de proventos, determinados pela empresa e pelos estatutos.

Ou seja, a empresa aplica uma política de payout de 50% e assim irá distribuir aos seus acionistas metade dos lucros obtidos no período. Em geral, essas porcentagens variam de acordo com o estágio de evolução e as oportunidades de cada companhia.

“NUNCA SOBRA DINHEIRO PARA INVESTIR”? SAIBA O QUE FAZER NESSA SITUAÇÃO

A principal diferença entre o payout e o dividend yield é que no primeiro o investidor tem que analisar ações com uma previsão de lucro por ação elevado e também com a proporção de distribuição atraente.

Já no segundo caso, os valores podem ser destorcidos por fatores como a valorização ou queda da ação.

4 – Quais os Tipos de Pagamentos de Dividendos?

Apesar de ter uma categoria muito comum aos pagamentos de dividendos, existem outros tipos que também podem ser usados. Separamos todos, confira!

Dividendos em Dinheiro – É o mais comum e é realizado com o lucro acumulado ou atual. O valor obtido pelos investidores pode ser (re)aplicado na compra de ações.

Dividendos em Ações – É bem menos comum e o pagamento é feito com ações adicionais da empresa. Assim, o total de ações adicionais é calculado conforme o número de ações que se tem no presente.

As Ações Preferidas dos Investidores para Investir na Bolsa em 2017

Essa opção também é vantajosa porque mesmo não tendo o dinheiro imediato, o investidor terá lucro no longo prazo.

Dividendo Especial – É uma opção que pode ser usada pelas empresas, mesmo que elas dificilmente a façam. Assim, o dividendo especial é um pagamento maior de lucro ao acionista e isso pode acontecer por vários motivos, sendo que os principais são: aumento súbito de caixa ou ganho extraordinário.

Muito mais importante do que saber o que são dividendos ou de conhecer os tipos de dividendos, é entender que os dividendos são uma forma de o acionista conseguir Ficar Rico recebendo lucros periodicamente, já que há o aumento de capital e a geração de mais patrimônio.

Vamos fazer um break aqui no artigo porque temos algumas indicações importantes, como:

  • As 8 Indicações das pagadoras de dividendos de Maio
  • As 10 melhores pagadoras de dividendos de 2016
  • As 10 possíveis melhores pagadoras de dividendos em 2017

No entanto, mesmo que o artigo esteja ficando um pouco longo, é indicado que você continue a leitura até o final porque lá teremos um tópico super importante e que você não pode terminar o dia de hoje sem ler: Como Ficar Rico recebendo lucros periodicamente!

As 8 Indicações das pagadoras de dividendos de Maio

Antes de começar esse tópico, vale fazer uma breve chamada: nos próximos tópicos, vamos listar também quais foram as melhores pagadoras de dividendos de 2016 e aquelas que você devia ficar de olho em 2017. Isso é importante porque te ajuda a escolher as melhores companhias da Bolsa de Valores para investir dinheiro.

Agora que vocês já sabem o que são dividendos, resta saber como ficar rico com esses lucros, não é mesmo? Antes disso, porém, vamos listar algumas recomendações de empresas para ganhar dinheiro com os dividendos.

Ah, nunca se esqueçam, portanto, o que são dividendos: é quando os lucros das empresas são divididos entres os acionistas. É dessa forma que muitas pessoas ficam ricas com dividendos.

Bom, no início do mês passado, a Rico Corretora divulgou uma carteira recomendada exclusivamente para aqueles investidores que tem o objetivo de ficar rico recebendo juros dos dividendos das grandes companhias.

Conforme a Rico, esses retornos são consistentes e tem menor volatilidade no longo prazo.

Sobre a Carteira de Investimentos de Companhias que Pagam Dividendos de Abril dessa corretora, o percentual foi bom, avançando 1,81% ante os 0,65% do Ibovespa e 0,9% do Idiv (Índice de Dividendos).

No acumulo de 2017, a Carteira de Investimentos focada em dividendos da Rico Corretora teve ganhos de 144% contra 24,9% do Ibovespa.

E, comparando maio à abril, houve apenas uma mudança, com a saída da CPFL (CPFE3) e a entrada da BB Seguridade (BBSE3)… “Por enxergar forte volatilidade no mercado de ações diante o cenário macroeconômico atual”, disseram os analistas.

O que são Dividendos e como Ficar Rico recebendo lucros em 7 Passos
Reprodução: Google

Assim, a corretora optou por conservar as empresas que já são consideradas as melhores pagadoras de dividendos, aliando à algumas que tem foco no crescimento e conseguiram apresentar consistência na entrega dos resultados.

A Rico também manteve o peso dos papéis, sendo divididos igualmente, na qual cada companhia ficou com peso de 12,5%. Confira a carteira de investimentos de dividendos da Rico Corretora: CCR (CCRO3), Itausa (ITSA4), BB Seguridade (BBSE3), Telefônica Vivo (VIVT4), Multiplus (MPLU3), Taesa (TAEE11), Equatorial (EQTL3) e B3 (BVMF3).

A Rico também informou, em nota, que a carteira é recomendada para os investidores que buscam ações de empresas com bons históricos de elevada distribuição de dividendos e com juros sobre capital próprio (vamos falar mais disso no passo 7), sendo que é uma carteira de investimentos indicada para os mais conservadores.

As 10 melhores pagadoras de dividendos de 2016

O levantamento é da consultoria especializada em assuntos financeiros Economatica e os resultados são focados nas melhores companhias que trouxeram as melhores remunerações aos acionistas com o pagamento de dividendos e de juros sobre o Capital Próprio.

Agora que você já sabe o que são dividendos, resta analisar o mercado e, para isso, nada melhor do que começar observando quais foram as melhores pagadoras de dividendos do último ano.

A pesquisa levou em companhias que tinham ações negociadas, em média, por mais de 1 milhão de reais.

Uma observação: o setor com mais representantes é o bancário, com 6 instituições, seguido pelo setor de energia elétrica, com 3 companhias. No entanto, como listamos apenas as 10 primeiras colocadas, não são todos os setores que vão aparecer no ranking, que é composto por 25 companhias.

Confira a listagem das 10 melhores pagadoras de dividendos de 2016.

Companhia                                      Dividend Yield %

  1. Comgas (CGAS5)                           29,85
  2. Sanepar (SAPR4)                           16,65
  3. Taesa (TAEE11)                             16,14
  4. Fleury (FLRY3)                              15,30
  5. Cemig (CMIG4)                              13,15
  6. Estácio Part (ESTC3)                      12,45
  7. Qualicorp (QUAL3)                         11,98
  8. Abc Brasil (ABCB4)                         11,58
  9. Ferbasa (FESA4)                            11,29
  10. Banrisul                                       10,35

Se você quer saber quais são todas as melhores pagadoras de dividendos de 2016, acesse essa matéria. Ela foi publicada no início de 2017.

Ranking com companhias que mais pagaram dividendos em 2016 é divulgado

As 10 possíveis melhores pagadoras de dividendos em 2017

Depois de analisar o passado, com as melhores pagadoras de dividendos de 2016, agora é hora de notar o presente, com as 10 possíveis melhores pagadoras de dividendos de 2017.

Afinal, mesmo sabendo na teoria o que são dividendos, é preciso notar na prática, como as companhias da Bolsa de Valores se comportam nesse assunto: o pagamento de dividendos.

Bem, a listagem com as 10 melhores companhias pagadoras de dividendos foi feita pela Bloomberg e são papéis que compõe o Ibovespa. A estimativa foi baseada em Dividend Yield com o respectivo valor em dinheiro.

Companhia                                Dividend Yield Estimado em %

  1. Gerdau (GOAU4)                        9,5
  2. Smiles (SMLE3)                          8,5
  3. Copel (CPLE3)                            6,5
  4. BB Seguridade (BBSE3)               6,4
  5. Eletrobras (ELET3)                     6,4
  6. MRV (MRVE3)                            6,2
  7. Engie Brasil (EGIE3)                   6,1
  8. Vivo (VIVT4)                             5,2
  9. Braskem (BRKM)                        5,1
  10. Cosan (CSAN3)                          4,8

5 – Qual a diferença entre Dividendos e Juros sobre Capital Próprio?

Agora o papo é reto e bem simples: conforme a Lei das Sociedades Anônimas, toda e qualquer companhia brasileira de capital aberto (listada na Bolsa de Valores) tem que distribuir aos acionistas, no mínimo, 25% do seu lucro em forma de dividendos, que nada mais são do que frações da empresa.

Claro, por isso chama-se investimento. Assim, quando o investidor aplica dinheiro em um papel, ele se torna acionista e, portanto, tem o direito de receber a sua parte dos lucros que a empresa vai gerar no futuro.

Ou seja, em palavras curtas, quando o investidor recebe os dividendos de uma companhia, ele está recebendo uma parte do lucro dela, que é determinada pela legislação brasileira.

Como Investir na Bolsa de Valores sem Correr Riscos de Perder Todo o Dinheiro?

Ah, vale saber também que a parte da empresa é descontar todos os pagamentos (Imposto de Renda, CSLL e outras contribuições), portanto, o investidor vai receber os dividendos livres de custos, em valor líquido.

Até aqui não tem tanta novidade assim, não é?

Mas, agora, falaremos dos JCP ou Juros Sobre Capital Próprio que também é fácil de entender. A grande diferença é que o acionista vai precisar pagar 15% de imposto de renda na fonte após receber os lucros.

Assim sendo, para a empresa, pode ser que o Juros Sobre Capital Próprio seja vantajoso, ao menos, do ponto de vista fiscal. Tanto é que essa regra foi criada em 1995 justamente com a finalidade de impulsionar o mercado de ações.

Logo, o pagamento de JCP faz com que a empresa remunere os acionistas até o valor da TJLP como despesa financeira, assim, tem o lucro tributável reduzido, diminuindo o Imposto de Renda que será pago pela empresa.

6 – Programa de Reinvestimentos de Dividendos

PRD é a sigla para Plano de Reinvestimento de Dividendos e nada mais é do que um plano oferecido por certas empresas que permitem aos investidores reinvestir, automaticamente, os dividendos pagos em dinheiro com a compra adicional de ações ou frações de ações na data de pagamento dos dividendos.

Isso é bom? Pode ser e tudo vai depender da estratégia do investidor que pode aproveitar, por exemplo, o potencial de capitalização. Assim, ao invés de receber os juros a cada 3 meses, a gestora coloca o dinheiro em seu nome, para a compra de mais ações da companhia, o que, obviamente, vai aumentar seus dividendos no futuro.

Existem também alguns PRDs que estendem essa oferta aos acionistas com descontos de até 10%, além da ausência de comissão e isso pode fazer com que as ações adquiridas valham a pena, principalmente se comparada com o fato de serem compradas fora do PRD.

Leia Também: As 38 Melhores Small Caps para Investir em 2017

Continuamos preferindo as Small Caps”. Foi essa a resposta dos analistas do Bradesco BBI, que citaram ainda 3 pontos positivos das ações Small Caps 2017: melhores expectativas para os lucros em 2018, apostas de quedas de juros e surpresas positivas que podem vir do lado do crescimento.

A resposta foi dada após o Infomoney questionar sobre as 10 melhores ações do ano, sendo 5 de empresas de grande porte e 5 de pequeno porte (Small Caps), sobre quais eram mais atrativas na Bolsa de Valores.

Para quem ainda não conhece muito sobre as Small Caps, é preciso saber que muitos investidores veem nelas uma boa oportunidade de externar o lado especulador, investindo dinheiro em ações com uma estratégia que visa acreditar no potencial de crescimento do que, propriamente, nos seus fundamentos.

As 38 Melhores Small Caps para Investir em 2017

Tem também aqueles investidores que investem nas Small Caps porque veem uma alternativa de mostrar posições de empresas cujo crescimento ainda não foi precificado e tem potencial especulativo, logo, valorização. É o chamado Buy and Hold.

Por sinal, para a maioria dos analistas, o mais indicado é justamente o Buy and Hold e não as especulações.

“Empresas Small Caps com fundamentos ruins acabam passando por períodos de forte especulação, o que acaba distorcendo os preços dessas empresas. Isto pode te trazer muitas alegrias, mas também pode trazer muitas tristezas”, diz Adriano D’ercole, adviser de renda variável do private banking do Banco Fator.

“Se você quer especular, fazer day trade, tem muitos papéis com muito mais liquidez e que mesmo assim registram fortes variações diárias, como por exemplo os do setor imobiliário”, complementa o especialista.

  • A transação de ativos na bolsa de valores é constante, todos os dias, ao redor do mundo. Boa parte desse dinheiro é movimentada de forma única e exclusiva em um tipo de operação chamada de Day Trade. Saiba Mais!

7 – Como Ficar Rico recebendo lucros periodicamente

Enfim, como promessa é divida, lá vamos nós! Como Ficar Rico com Dividendos?

Bom, antes de começar esse tópico, você já deve ter a noção exata do que são dividendos, não é? Já viu que é possível multiplicar o seu dinheiro de forma fácil, até mesmo com um reinvestimento automático, Certo?

Então, se você quer a resposta de Como Ficar Rico recebendo lucros periodicamente, você vai ter, mas não é uma só não, são 4. A resposta em 4 tópicos, acompanhe agora!

I – Ganho Extra – além de poder ganhar com o aumento da ação, você também ganha com os dividendos e, com o tempo, a medida que você for reinvestindo eles, vai notar que está comprando mais ações. Logo, se tiver uma boa estratégia, vai poder viver com a renda dos dividendos.

II – Juros Compostos – quando você compra mais ações, você trabalha com os juros compostos, portanto, quanto mais ações você tiver, mais dividendos vai receber na próxima distribuição da companhia.

III – Risco em Ações – quando você reinveste em ações, você aumenta a quantidade de ações que possui sem ter que aumentar o seu dinheiro investido, o que contribui para o seu preço médio de compra, logo, isso diminui, também, o seu risco no mercado de ações.

IV – Renda Passiva – levando em conta que os dividendos são pagos proporcionalmente às ações, quanto mais você tiver, mais dividendos vai receber. Não há dúvidas que você vai aumentar seu patrimônio sem precisar investir mais dinheiro.

  • Bom, você tem motivos para investir nas melhores pagadoras de dividendos, concorda?

Mas, e se dissermos que ainda nem falamos da cereja do bolo?

Sim, é verdade. Temos aqui os 3 mais importantes passos que você pode dar para conseguir viver de juros dos dividendos. É Ficar Rico recebendo juros de verdade.

Oras, o que são dividendos? Pagamento de juros. E como você pode ficar rico? Vivendo de juros. Ficou fácil a compreensão, não é?

3 Etapas para você ficar rico com dividendos

I – Acumulação – Pode ser que no começo, seu retorno seja pequeno, mesmo porque existem várias companhias que pagam dividend yield em torno de 3% ao ano. No entanto, é possível que você consiga controlar o seu preço médio de compra, ou seja, comprar as ações por um preço mais baixo, justamente se reinvestir os seus dividendos.

II – Crescimento Acelerado – Se você aumenta a quantidade de ações o mais rápido possível, comprando mais ações por preços baixos, você cresce de maneira gradativa, sustentável e muito rápida. Portanto, quanto mais aportes, maior será o seu retorno e menor será o risco.

O que são Dividendos e como Ficar Rico recebendo lucros em 7 Passos
Reprodução: Google

III – Vivendo de Dividendos – Alguns especialistas falam em Taxa de Riqueza, que é conseguir suprir os gastos mensais e passar a viver de dividendos. Lógico que isso tem a ver também com diversificar os investimentos.

A maior parte das pessoas sonha com a independência financeira, mas poucas sabem como conseguir alcança-la. E há um motivo bastante explicito que mostra porque as pessoas querem conseguir a independência financeira: para conseguir viver apenas de renda e aproveitar melhor a vida que tem.

A independência financeira está totalmente ligada à geração mensal de um fluxo de renda que é suficiente para manter um padrão de vida por um tempo indeterminado. Para ter esse fluxo de renda mensal há várias formas: ter um trabalho que lhe pague muito bem (1), ter uma boa mesada para o resto da vida (2), ter vários imóveis alugados (3) ou investir dinheiro (4).

1 – Ter um trabalho que lhe pague muito bem – esse pode parecer o 1º passo para a independência financeira, mas se você tem que trabalhar, então, não quer dizer que será independente. É muito comum vermos pessoas que ganham muito bem, mas usam boa parte do dinheiro para pagar itens de luxo, sem que isso signifique, de fato, aproveitar a vida.

2 – Ter uma boa mesada para o resto da vida – pode até ser que isso aconteça, como no caso de um príncipe, mas o reinado sempre acaba e se o jovem não souber fazer o dinheiro se multiplicar, pode ser que fique sem esse dinheiro no futuro. Logo, não há a garantia de um dinheiro mantido por tempo indeterminado.

3 – Ter vários imóveis alugados – os imóveis alugados sempre foram uma das melhores formas de ter independência financeira. Se você tem 5 casas alugadas e recebe 1 mil reais de cada uma, consegue ter um fluxo de renda de 5 mil reais por mês. No entanto, a oferta e demanda é quem vai posicionar esses aluguéis, além de gastos como IPTU, o que torna o investimento menos seguro do que parece.

Investir em imóveis é ou não um bom investimento? Veja a resposta definitiva!

4 – Investir dinheiro Investir dinheiro é o que vai te fazer ter, verdadeiramente, a sua independência financeira. Porque nele você não precisará se preocupar se vai ter alguém para alugar o seu imóvel, nem se o dinheiro uma hora vai acabar (porque não vai se você manter parte dos recursos aplicados) e nem vai precisar ficar trabalhando 24 horas por dia.

COMO INVESTIR EM RENDA FIXA

Se não há dúvidas de que investir dinheiro pode levar qualquer pessoa à independência financeira, então por que a maioria não consegue ter esse sucesso? Porque elas não sabem se comportar como deveriam. É sobre isso que vamos falar nos tópicos a seguir.

Quanto dinheiro preciso ter para alcançar a Independência Financeira

A partir deste ponto, vamos focar apenas no 4º item, que foi citado acima, que é sobre investir dinheiro.

É muito difícil prever um valor que será investido para que a independência financeira seja alcançada porque isso vai depender de muitas outras informações, como: a renda mensal que é necessária, os juros das taxas básicas de juros, a inflação, rentabilidade.

Mas, se formos falar de suposição, alguns especialistas afirmam que uma pessoa consegue chegar à independência financeira quando consegue acumular 200 vezes o valor de gastos mensais que ela tem hoje.

Quanto dinheiro preciso ter para alcançar a Independência Financeira

Portanto, se você tem um gasto mensal de 4 mil reais, você vai conseguir atingir a sua independência financeira quando tiver 800 mil reais em ativos financeiros. Esse valor será suficiente para te fazer ter um rendimento perpétuo de 4 mil reais mensais, se você souber escolher os melhores investimentos financeiros.

Fórmula de Perpetuidade: Como Viver de Juros com um salário de 2, 3 ou 5 mil reais mensais? É aquela velha e “platônica” história de “Viver só de Juros”, sabe? Pois é, com base nos cálculos da economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, vamos mostrar quanto é preciso guardar de dinheiro por mês e por quanto tempo para viver de juros! Leia!

Leitura Complementar: Como Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores em época de Operação Lava Jato?

Investir dinheiro na bolsa de valores (ou já investe em certas empresas) tem que acompanhar com mais afinco as notícias atuais.

Para que, logo em seguida, desenvolva estratégias e monte uma carteira de investimentos sólida!

Conclusão do pensamento: com tantas oscilações de preços, de mercado, de notícias, de companhias, cria-se um cenário de incertezas, que afeta também a o juro básico da economia, as taxas, os índices.

Isso quer dizer que investir dinheiro na bolsa de valores pode aparentar, nesse exato momento, uma tarefa nada oportuna, mas, na real, talvez seja uma das mais promissoras!

  • Portanto, sim, eis a resposta: é possível Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores em época de Operação Lava Jato!

Ah, e se você duvida disso, dê uma boa olhada nos dados históricos das ações, das oscilações, da bolsa de valores.

Ainda não acredita nisso? Vamos usar o exemplo que a Terra deu porque vale muito a pena para esse nosso artigo.

As Lojas Americanas… Quem investiu 10 mil reais em ações da empresa no ano de 2000 ou próximo dele, hoje já teria quase 2 milhões de reais. É a chamada supervalorização dos papéis, MESMO EM UM CENÁRIO, aparentemente, NADA FAVORÁVEL.

Como Conseguir enxergar uma supervalorização para ganhar dinheiro na bolsa de valores?

Estratégia! E decidir por uma estratégia não é nada fácil. O que se deve pensar é em investir em ações quando a perspectiva é de baixa. Isso pode criar uma boa oportunidade: comprar por um preço menor e vende-las por um preço mais alto posteriormente.

Porém, nem sempre isso vai funcionar, assim como existem outras regras para se investir na Bolsa de Valores.

Como Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores em época de Operação Lava Jato?

E essa é justamente um dos pontos positivos da bolsa de valores: a versatilidade do mercado, que, mesmo em cenários negativos, pode gerar estratégias que resultem em lucros para o investidor.

Portanto, para identificar uma oportunidade no mercado de ações, é importante que o investidor conheça as suas empresas, as suas sociedades. E, posterior à isso, trace estratégias eficientes sobre esses investimentos financeiros.

Com isso, ele terá um favorecimento para conseguir lucros e bons resultados, MESMO EM ÉPOCAS DE CRISE.

Se você leu o artigo até aqui notou que um cenário negativo, um cenário de crise, um cenário desfavorável não é desculpa para você continuar com medo de investir dinheiro na bolsa de valores.

Se o investidor segue uma estratégia bem estruturada, é possível lidar com qualquer panorama geral, mesmo os aparentemente mais desafiadores, e isso é possível quando os riscos são minimizados, por exemplo.

Desde que o investidor consiga proteger o capital, a trajetória tem tudo para ser bem-sucedido rumo ao objetivo de Ganhar dinheiro na Bolsa de Valores em época de Operação Lava Jato!

Com informações do infomoney, ativainvestimentos