O que podemos aprender com o filme “Até que a Sorte nos Separe”

ANÚNCIO

Há algum tempo publicamos um artigo falando sobre o filme “O Lobo de Wall Street”, filme estrelado por Leonardo DiCaprio e que teve grande repercussão internacional. Nele, contamos a vocês que nem todas as experiências vividas ali eram verdadeiras. A nossa cultura não é das mais incentivadoras da educação financeira, então, não podemos acreditar em tudo que vemos nos filmes. Esse foi o alerta do dia.

Se você ainda não viu esse vídeo, essa é a sua chance:

ANÚNCIO

Hoje, voltamos aqui para falar de outro filme. Agora, nacional e que, como o outro, muita gente também assistiu. Teve recorde de vendas: foram mais de 3 milhões de pessoas em cada longa! Aliás, não é um único filme é uma série de filmes, contando que ele já foi exibido até a 3ª edição e há quem diga que terá mais algumas pela frente. Estamos falando do “Até que a Sorte nos Separe”, estrelado por Leandro Hassum.

Importante saber: nós não vamos criticar ou elogiar a produção do filme, o cenário, a sonoplastia, os atores e nem nada disso. Vamos apenar comentar o enredo, que, por sinal, foi gravado com base no livro de educação financeira “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”, do escritor brasileiro Gustavo Cerbasi. Inclusive, o livro é citado em boa parte da história do filme.

ANÚNCIO

E, afinal de contas, quem nunca sonhou em Ganhar na Loteria?

E se você acha que nós vamos dizer para você não acreditar em tudo que vê… Você está muito enganado. Por incrível que pareça, nós encontramos um ponto muito bacana que acontece no filme e que, quando trazido para a realidade, reflete o que realmente acontece. Você já sabe do que estamos falando? Bom, então, antes de falarmos sobre isso, vamos mostrar a sinopse dessa história, que foi exibida em 3 partes!

Até que a Sorte nos Separe (2012)

Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria. Levando uma vida de ostentação ao lado da mulher, Jane (Danielle Winits), ele gasta todo o dinheiro em 15 anos.

Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super burocrático e que por sinal vive seu próprio drama ao enfrentar uma crise no casamento com Laura (Rita Elmôr).

Reprodução: Google
Reprodução: Google

Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos.

Até que a Sorte nos Separe – Parte 2 (2013)

Três anos depois, Tino (Leandro Hassum) e Jane (Camila Morgado) estão mais uma vez em dificuldades financeiras. O saldo bancário do casal é salvo graças ao inesperado falecimento de tio Olavinho, que deixou uma herança de R$ 100 milhões a ser dividida igualmente entre Jane e sua mãe, Estela (Arlete Salles).

Como o último desejo do tio foi que suas cinzas sejam jogadas no Grand Canyon, Tino aproveita para levar a esposa e dois de seus filhos para conhecer Las Vegas. Entretanto, ele se empolga com a jogatina de um cassino e perde todo o dinheiro ganho por Jane na mesa de pôquer. Para piorar a situação, ainda fica devendo US$ 10 milhões a um capanga da máfia mexicana (Charles Paraventi), que deseja receber o dinheiro a todo custo.

Até que a Sorte nos Separe – Parte 3 (2015)

Após os acontecimentos do último filme, onde perdeu a herança da família em Las Vegas, Tino (Leandro Hassum) procura um emprego fixo, sem sucesso. Um dia, é atropelado pelo filho do homem mais rico do país. Ao acordar depois de sete meses em coma, se surpreenderá com a notícia de que sua filha e o rapaz estão apaixonados.

Convidado para gerir as finanças da empresa do pai do genro, para gerar dinheiro que usará para bancar o casamento, Tino consegue o inimaginável: falir a empresa, a maior do Brasil – o que gera um colapso na economia nacional.

Destaques dos Personagens do Filme

Bom, mesmo que não tenha assistido ao filme, você já sabe do enredo. A persistência do personagem principal em ganhar muito dinheiro e torrar tudo, logo em seguida, é o que torna a história engraçada. E, mesmo assim, continuar tendo uma vida “feliz”, ao lado da esposa (eterna companheira) e dos filhos. Mas, não era exatamente sobre isso que queremos falar.

O que muito nos chama a atenção nessa trilogia é a comparação com o outro lado da moeda. O vizinho de Tino, dono do best seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos” e que tem uma vida pessoal totalmente afrouxada, é considerado um homem infeliz. No desenho do filme, ele é uma pessoa controlada, que trabalha no banco, e justamente por isso, consegue ter um bom controle financeiro.

Ele não faz viagens extravagantes, não gastas com coisas supérfluas e fica indeciso quando o assunto é ter filhos. E, mesmo assim, ele está sempre em uma situação pior do que a de Tino, que gasta o dinheiro das piores formas possíveis. Apenas para informações: nos filmes, Tino já ganhou na loteria, ganhou uma herança significativa e tornou-se dono de uma grande empresa. O resultado, para ambos, foi o mesmo: a falência.

Reprodução: Google
Reprodução: Google

É isso que o filme prega: que, independente do dinheiro, o importante é ser feliz e ser amado. Enquanto um tem dinheiro (porque controlou) e não é feliz, o outro, que já ganhou e perdeu muito dinheiro, é muito feliz. Coisas que não se completam. Mas, vamos respeitar à obra, por que, no fundo, essa pode ser a visão do autor do livro, na qual o filme foi baseado.

O que podemos aprender com o filme “Até que a Sorte nos Separe”

Em poucas palavras, o que fica claro no fim das contas é: você pode ganhar na loteria, receber uma bolada de herança e ser tornar dono de uma grande multinacional… Mas, se você não tem um bom planejamento financeiro, você pode perder tudo. É o que acontece no filme e é o que acontece com muita gente.

Quer mais que os reality shows da vida? Faça uma lista aí dos ex-participantes que foram os ganhadores e faturaram milhões e milhões de reais. Agora, vejam onde eles estão. Tem aqueles que se deram “bem” e conseguiram o papel na novela, teve o outro que investiu (esse sim é dos nossos), mas a grande parte, a grande maioria, voltou para a estaca zero: está pobre de novo.

Como Investir Dinheiro: saiba quais são os 10 maiores mitos

É por isso que sempre falamos aqui que todo sucesso financeiro passa por uma vida financeira equilibrada. É preciso aprender a poupar, economizar e gastar. É preciso entender sobre os juros, os lucros e os prejuízos. É preciso conhecer as formas de investimentos, os prazos e as rentabilidades. É preciso estudo, pesquisa e conhecimento. Em caso contrário, você pode ganhar muito dinheiro, em várias coincidências da vida… que logo vai perder tudo.

Então, desejamos que você enriqueça logo, mas que saiba o que fazer com o seu dinheiro! E que seja bem feito! Para tal, separamos as principais notícias sobre esses temas tão importantes: Educação Financeira e Planejamento Financeiro!

Planejamento Financeiro Pessoal Simples e Eficaz Usando 10 Envelopes

Vamos, então, falar da cereja do nosso bolo, os tão famosos envelopes! Você vai ver que esses papéis podem fazer toda a diferença na sua planilha mensal de gastos, que vai gerar dívida ou não, e que pode te levar a riqueza ou não.

Como Funciona

É muito simples! Você vai até a papelaria e compra 10 envelopes de carta. Em cada um deles você vai escrever itens dos quais serão destinados o seu dinheiro. Em seguida, você vai escrever, também no envelope, qual o valor você acha que gasta no mês com aquele item. Depois, cada compra ou pagamento que fizer, você vai colocar o comprovante dentro do envelope que for daquele item.

Leia a matéria que explica a técnica dos envelopes na íntegra.

Com informações do Adoro Cinema

ANÚNCIO