O que ninguém te conta quando se tem 20, 35, 50 e 65 anos…

Na busca pelo investimento financeiro perfeito, muitas pessoas focam nos produtos e esquece-se de levar em conta a sua fase da vida. O certo é que essa melhor aplicação vai depender do seu atual momento financeiro e de também da sua idade.

“Em qualquer idade, todo gasto tem que ser bem pensado, principalmente na crise. Não estou aconselhando a pararem de comprar, mas sim avaliar a situação e a partir daí ter um planejamento de tudo que será consumido”, diz Marcelo Loyola Fraga, que é economista da Faculdade Pio XII.

Claro que um jovem de 20 anos tem outros objetivos, bem diferentes de uma pessoa que tenha 65 anos, você não concorda? Portanto, qual será que é a recomendação para cada uma dessas pessoas? É sobre isso que vamos falar neste artigo!

“Se podemos falar de uma coisa boa da crise é que as pessoas aprendem a se reeducar financeiramente. É uma oportunidade para que elas mudem a forma de encarar o futuro”, afirmou o economista.

Investir Dinheiro aos 20 Anos

É o momento mais favorável da vida de qualquer pessoa.

Quem começa investir aos 20 anos (ou menos do que isso) tem muitas chances de ficar milionário ao longo do tempo – se fizer isso da forma certa.

Nessa fase da vida existem todas as possibilidades – é possível, inclusive, arriscar-se mais no mercado financeiro.

É importante notar que aos 20 anos, as pessoas tem que pensar em acumular patrimônio, ou seja, poupar dinheiro é uma das regras fundamentais desse período da vida.

Qual o melhor investimento para quem tem 20 anos? O conhecimento! Lógico, quanto mais conhecimento você tiver sobre o mercado financeiro, sobre o dinheiro, produtos financeiros, ações, rentabilidades… Mais perto da riqueza você estará.

O conhecimento é o que trará maior retorno para o seu futuro.

A Maior Dificuldade Financeira quando se tem 20 Anos

O maior desafio para os jovens é ter um planejamento financeiro, ou seja, gerir o orçamento mensal com os gastos e a renda. É comum que nessa fase, as pessoas ainda morem com os pais e esteja se preparando para entrar no mercado de trabalho.

Dicas Financeiras Importantes para quem tem 20 Anos

Para conseguir encontrar um bom controle financeiro pessoal, a dica é controlar as tentações do mercado fazendo poucas despesas e ficando de acordo com o salário mensal – gastar tudo com produtos caros e viagens não é recomendável.

O ideal é conhecer a liberdade financeira a partir de objetivos financeiros feitos para o médio e longo prazo – com pensamentos como o de juntar dinheiro para comprar uma casa ou fazer um intercâmbio na Europa.

Se os objetivos não forem bem traçados, pode ser que o jovem necessite morar na casa dos pais por mais tempo.

A entrada no mercado de trabalho vai ser o primeiro passo para conhecer os serviços financeiros, como cartão de crédito, crédito para habitação e aplicações financeiras que vão além da tradicional caderneta da poupança.

Justamente por isso o conhecimento é tão importante – para não cair nas armadilhas dos bancos e iniciar um processo contínuo de endividamento.

O que os especialistas aconselham

“É o período mais importante em relação ao planejamento financeiro, pois a pessoa ainda não traçou o projeto de vida. Do que vai ganhar, o jovem tem que ganhar pelo menos 50% para os seus sonhos”, diz Reinaldo Domingos.

“Deve-se estabelecer o valor para cada sonho. Tem muita gente que não consegue fazer isso pois tem o hábito construído na base do consumo, acima do que ela ganha. Aos 20 anos, é ideal criar a premissa de que é preciso poupar uma parte do salário para uma vida mais próspera”, concluiu.

Investir Dinheiro aos 35 Anos

Se você já tem 35 anos tem que saber que a vida será formada por novas preocupações e muitas decisões precisarão ser tomadas nessa fase da vida – casamento, casa própria, filhos.

A dica para não ter problemas é continuar investindo dinheiro todos os meses, ainda que os produtos financeiros que mais se adequem ao seu perfil sejam os mais conservadores – eles te levarão ao seu objetivo final.

Nessa fase, é muito importante não ter dívidas ou pagamentos a longo prazo.

A Maior Dificuldade Financeira quando se tem 35 Anos

Aos 35 anos, um dos grandes desafios é conseguir a casa própria e financiar a educação dos filhos. Essa é uma responsabilidade que pesa na vida de qualquer pessoa e junto com isso, cresce também os encargos do crescimento profissional.

Dicas Financeiras Importantes para quem tem 35 Anos

Para nunca errar, o ideal é pesquisar sobre a casa certo conforme as condições financeiras – ter uma casa própria vai influenciar diretamente no orçamento da família. No mercado existem várias alternativas, procure saber sobre todas.

Além disso, em se tratando de educação dos filhos, o ideal é poupar dinheiro para o longo prazo pensando nisso, desde o nascimento dos bebês. Canalize um investimento conservador e invista periodicamente.

Nessa época, fala-se muito em fundo de emergência – que leva em conta acumular patrimônio a pelo menos 6 meses da renda atual para se prevenir de possíveis situações inesperadas, como a perda do emprego ou uma doença grave.

O que os especialistas aconselham

“Nesse período entra na conta os filhos. É um momento turbulento, você quer dar o melhor para a criança que nasce. O novo destino do dinheiro leva a ter perda de sustentabilidade, diminuindo o poder de poupança e ficando mais vulnerável. Mantenha o controle”, aconselha Reinaldo Domingos.

O que ninguém te conta quando se tem 20, 35, 50 e 65 anos...
Reprodução: Google

Investir Dinheiro aos 50 Anos

De forma geral, as pessoas que tem 5 décadas de vida buscam um novo hobby na vida.

Elas optam pelos cursos que sempre sonharam ou pelas viagens que ficarão guardadas a sete chaves na lista de desejos.

Além disso, há a preocupação intrínseca com a saúde, velhice, aposentadoria.

Os investimentos para quem tem essa idade também muda – agora, o mais importante é ser totalmente prudente com seu dinheiro. Nessa fase é preciso consolidar as aplicações financeiras.

A Maior Dificuldade Financeira quando se tem 50 Anos

Talvez a maior dificuldade de todas nessa fase da vida é aumentar o patrimônio para a aposentadoria – geralmente, o salário aumenta, mas os gastos continuam altos.

Dicas Financeiras Importantes para quem tem 50 Anos

O segredo é pensar no futuro e investir de forma conservadora.

Conforme a aposentadoria fica próxima, as pessoas devem privilegiar aplicações financeiras como as rendas fixas e diminuir a exposição em carteiras da renda variável. O objetivo é garantir o pé de meia e não ser afetado pelas oscilações.

O que os especialistas aconselham

“É uma fase de consolidação. Você já começa a fazer contas para quando vai se aposentar e começa a se preocupar também com a mesada dos filhos. Nessa fase da vida tem que continuar poupando 10% do salário para pensar na aposentadoria sustentável”, garante Domingos.

Investir Dinheiro aos 65 Anos

Se você chegou aos 65 anos de idade, não é recomendável pensar em investimentos financeiros do médio ou longo prazo. Essa é a hora de usufruir de tudo que você conquistou na vida.

Se você conseguiu acumular dinheiro, sua vida será uma festa. Independente dos momentos bons ou ruins, agora é hora de relaxar.

Fique mais tempo com a família, viaje e opte por tudo que tem a ver com a melhor qualidade de vida, essa é a recomendação.

A Maior Dificuldade Financeira quando se tem 65 Anos

Adaptar-se à nova vida e ao novo salário – esse é o grande questionamento que se faz ao chegar aos 65 anos de idade, ou seja, na aposentadoria.

Provavelmente, você deixou de trabalhar e chegou na hora de colher os frutos que semeou durante toda a vida. Se você investiu dinheiro periodicamente, então, está tranquilo e não há muitas razões para se preocupar.

Dicas Financeiras Importantes para quem tem 65 Anos

A dica é resgatar todo patrimônio acumulado e dividir por mensalidades anuais, o restante deve ficar aplicado em investimentos com boa liquidez, anual, por exemplo.

Faça as contas para não errar e leve em conta a pensão e o complemento que conseguiu com os investimentos financeiros.

O importante é manter uma vida ativa independente do que faça – pratique esportes, cuide dos netos, jogue xadrez. Você não precisa, necessariamente, ter uma fonte de rendimento, mas se conseguir, melhor.

Informe-se sobre os benefícios que a terceira idade têm.

O que os especialistas aconselham

“É uma idade em que é preciso continuar poupando, mas de forma diferente. Do salário, você poupa menos e começa a realizar sonhos. A ideia é manter o padrão de vida e valorizar o que você é do que o que tem. Começa a valorizar outras coisas da vida”, finaliza o especialista Domingos.

O que ninguém te conta quando se tem 20, 35, 50 e 65 anos...
Reprodução: Google

Os Melhores Conselhos Financeiros para Todas as Fases da Vida

Do jovem ao idoso, existem comportamentos que devem se manter durante toda a fase da vida. O resultado é único: manter uma vida financeira estruturada e saudável, evitando os gostos amargos que as dívidas podem trazer.

Confira os melhores conselhos para todos.

Controle do Fluxo de Caixa

Se você aprender a administrar o seu dinheiro, vai ter sucesso em qualquer ocasião.

A dica é simples o bastante para você praticar a partir de hoje: gaste menos do que se ganha.

Anote todas as receitas e as despesas e descubra para onde o seu dinheiro está indo – hoje em dia há planilhas e aplicativos que podem te ajudar com isso, pesquise.

Cartão de Crédito e Cheque Especial

Os juros compostos funcionam da mesma forma em qualquer tempo – se você investe dinheiro eles trabalham a seu favor, se você tem dívidas, eles são vilões. Portanto, você pode optar por qual caminho seguir.

Evitar o uso do cartão e do cheque é uma ótima pedida para qualquer fase da vida.

Mesmo porque essas duas linhas de créditos são as mais caras do Brasil (e do mundo).

Objetivos Financeiros para Poupar Dinheiro

No livro Alice no País das Maravilhas, o autor diz que “Para quem não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve”. Isso vale para o mercado financeiro, afinal, se você não tem porque poupar dinheiro, dificilmente vai conseguir.

Tenha objetivos, planos, projetos. A vida é regrada à isso.

Janser Rojo é especialista em finanças e disse algo como “para seguir o hábito de controlar as finanças na ponta do lápis é bom ter uma motivação”.

Reserva Financeira

A Reserva Financeira também é imprescindível em qualquer momento da vida.

Aliás, você tem ideia de quanto os imprevistos vão acontecer? Claro que não, portanto, a reserva tem que ser criada desde o primeiro emprego.

Quem tem dinheiro guardado consegue tomar melhores decisões, além de tudo, conforme afirmam os psicólogos.

Financiamentos e compras no longo prazo

Todas as compras no longo prazo geram juros e pagar juros nunca vai ser uma boa atitude financeira para quem quer prosperar na vida.

O ideal é sempre levar em conta as compras à vista ou ter o esforço de juntar dinheiro para dar entradas, se a compra for a valores altos.

Mantenha seu Estilo

Para os adolescentes, o mais importante é entender que eles não precisam estar dentro das modinhas para serem reconhecidos na sociedade. Essa é a pior forma de perder dinheiro – viver por algo ou alguém que não é você próprio.

Tenha o seu estilo, as suas roupas, os seus sapatos – esse é o melhor estilo!

A questão é sobre: “você quer ficar rico mesmo ou apenas aparecer”? Gastar dinheiro para manter a aparência pode te deixar pobre, assim como o uso desenfreado do cartão de crédito, empréstimos pessoais com juros altos ou cheques especiais com a mesma taxação.

Na imagem publicada por André e que vamos disponibilizar abaixo, a diferença entre o rico e o pobre está no valor das roupas. Fizemos a breve comparação:

O Rico gasta 322 reais para se vestir:

  • Óculos – 120 reais,
  • Camisa – 34 reais,
  • Calça – 70 reais,
  • Calçado – 98 reais.

O Pobre gasta bem mais – 13,7 mil reais – para se vestir:

  • Boné – 270 reais,
  • Óculos – 1,2 mil reais,
  • Fone de Ouvido – 950 reais,
  • Corrente de Ouro – 2,5 mil reais,
  • Blusa – 650 reais,
  • Relógio – 980 reais,
  • Celular – 6 mil reais,
  • Calça – 400 reais,
  • Tênis – 800 reais.

Leve Lanche de Casa

Claro que não estamos falando de crianças, que levam lancheiras na escola de educação infantil – mas, o adolescente pode economizar um bom dinheiro se levar a comida de casa para o colégio.

Além disso, essa opção de escolha dá uma chance de consumir alimentos mais saudáveis.

7 Receitas para Reaproveitar Alimentos e Economizar Dinheiro de Forma Efetiva

Troque Roupas com Amigos

Se você está cansado de sempre usar as mesmas roupas, mas não tem muito dinheiro para comprar roupas novas, faça permutas com os amigos. Troque peças, faça empréstimos e desfaça daquelas que não lhes são mais úteis.

Essa é uma medida ótima para o bolso e para o meio-ambiente.

Dinheiro Extra nas Férias

Todos nós sabemos que existem leis que beneficiam o adolescente, não permitindo, por exemplo, o trabalho infantil. Mas, ao mesmo tempo, se isso não interfere nos estudos, o adolescente pode aproveitar as férias para conseguir um dinheiro extra.

Já cogitou a possibilidade de cortar a grama do vizinho, passear com os cachorros do seu condomínio, ficar de babá dos primos por um tempo enquanto seus tios descansam? São formas simples para, mais do que economizar dinheiro, ganhar dinheiro. Pense nisto!

25 Aplicativos para Ganhar Dinheiro Extra Rapidamente

Estabeleça suas Prioridades Financeiras

Tenha um planejamento financeiro em vista e siga-o. Tente entender o que é realmente importante para você e se pergunte quais serão os seus gastos para isso – tudo tem que estar de acordo com seu plano.

Você não vai estar errado se quiser se dedicar aos estudos, ao trabalho, à família, aos cachorros. Não há erro nisso. Mas você tem que saber qual é a sua prioridade.

  • “Eu não sei o que fazer da minha vida”.
  • “Eu trabalho o dia todo e chego em casa disposto apenas à dormir”.
  • “Eu trabalho em um lugar que odeio”.
  • “Minha Vida é muito corrida e eu não consigo ficar disposto a fazer nada”.
  • “Eu não faço a mínima ideia de onde devo começar”.

Agora, se você não sabe exatamente o que são metas financeiras e objetivos financeiros, então, tem que ler esse artigo, que explicaremos tim por tim.

7 Dicas para Conseguir cumprir todas as Metas e Objetivos financeiros sem Falhar

Utilize a Facilidade da Tecnologia

Hoje em dia existem muitos aplicativos de celular que podem te ajudar nessa missão financeira de economizar dinheiro em todas as fases da vida – o controle de gastos é importante.

Só com esse controle você vai entender para onde está indo o seu dinheiro, o que pode ser reduzido, o que pode ser cortado, o que pode ser aumentado, o que pode ser revisto… Se você não tem noção dos gastos, perde-se todo fio da meada.

Gastos com a Diversão

Se o salário é curto, um dos primeiros gastos que precisam ser reduzidos é a diversão. Note que não estamos dizendo para você não fazer nada que é divertido, ao contrário, você precisa disso. Mas opte pelos programas gratuitos.

Por exemplo, prefira reunir os amigos em casa ao invés de irem a barzinhos e restaurantes caros. É disso que estamos falando, jovem!

Crie o Hábito de Pesquisar os Preços

Para quem quer economizar dinheiro em compras, essa é praticamente uma regra: pesquise os preços de tudo. Evite sair comprando tudo que vê pela primeira vez – além disso, nunca saia de casa para comprar algo sem saber o valor que se pode gastar para tal produto.

Custo benefício também é uma palavra de ordem nesse caso – existem bons produtos que tem qualidade alta e preço baixo, basta encontra-los.

Aproveite os Exercícios Físicos Gratuitos

Se você for trabalhar a pé ou de bicicleta, vai conseguir se exercitar sem gastar nada para isso – “matou dois coelhos com uma cajadada”, meu caro!

Mas, vamos supor que você não fez isso. Então, nesse caso, tem que prestar a atenção para não gastar muito dinheiro na hora de praticar atividades físicas – elas são importantes sim, mas não podem representar muito da sua renda se você está pensando em economizar dinheiro.

Leve em conta as Academias ao Ar Livre, os passeios aos finais de semana nos parques e praças, caminhadas rotineiras e diárias, a academia do seu condomínio, entre outras opções.

Crie um Orçamento Financeiro

Nessa planilha adicione todos os valores e gastos que possa ter com o carro: valor da aquisição o automóvel, manutenção, seguro, combustível. Não adianta ter um bom carro se ele não sair da garagem por falta de gasolina, não é?

O Horário que Você Abastece o Carro pode te fazer Economizar Dinheiro – Acredita?

Economize Dinheiro em Conjunto

Quando o casal está disposto a sonharem junto, com o mesmo objetivo, fica mais fácil apertar os cintos financeiros. Opte por um jantar especial em casa do que em restaurantes no aniversário de namoro, por exemplo.

A Realidade Financeira

O primeiro ponto é escolher uma casa que vá de acordo com a sua realidade financeira – você não precisa comprar uma cobertura na zona sul se não tiver dinheiro para isso. Mantenha o pé no chão.

Tenha uma Lista de Compras

Ir às compras sem uma lista é um dos maiores erros – vá sempre acompanhado com ela e não se desvie do que foi definido antes de sair de casa. Compre apenas o necessário!

Aproveite as Promoções

Nos supermercados existem algumas promoções que podem atender ao seu perfil – mas tome cuidado para não comprar produtos perecíveis em maio quantidade mesmo quando a família não é grande.

Abuse do DIY

DIY, para quem não sabe, é a moda do “do it yourself”. Ou seja, faça você mesmo. Essa é uma opção cada vez mais forte de fazer coisas bonitas e assegurar o poder financeiro baixo. Você pode fazer os próprios enfeites e as lembrancinhas.

Com informações do GuiaBolso e Sapo