Saiba o que é Cadastro Único dos Programas Sociais que atendem os cidadãos

ANÚNCIO

Você sabe o que é Cadastro Único? O programa é bem conhecido na vida de muitos brasileiros. Inclusive, daqueles que participam ou tem interesse em programas sociais. Mas, para que serve e como funciona o programa? É isso que vamos descobrir abaixo.

Para início de conversa, saiba que vários programas sociais usam o Cadastro Único (também chamado de CadÚnico) como forma de validação de cadastro. Entre eles, o Bolsa Família, a Carteira do Idoso e até mesmo o Minha Casa Minha Vida.

ANÚNCIO

Com isso, podemos dizer, logo no início do texto, que esse assunto é de extrema importância para muitos brasileiros. Até mesmo porque quando você descobre como ter o CadÚnico, você pode ter a chance de participar de vários programas sociais.

Para que serve o CadÚnico

Desde quando foi criado, o Cadastro Único tem o objetivo de ser uma ferramenta prática para que o Governo Federal tenha uma organização melhor dos seus serviços oferecidos no formato de programas sociais.

Dessa forma, fica mais simples acompanhar a situação das famílias que estão em situação de pobreza ou extrema pobreza, no que é chamado de baixa renda. A partir disso e das análises, também é possível criar novas políticas públicas de forma mais assertiva.

ANÚNCIO

De modo geral, a ideia é melhorar a vida das pessoas que estão em situações financeiras não agradáveis. Além do mais, atualmente, o cadastro serve como passo inicial para o cadastro em programas sociais que são oferecidos. Por exemplo, o Bolsa Família.

O Bolsa Família

O Bolsa Família é um dos programas sociais mais conhecidos. Sendo assim, nada mais é do que uma ajuda financeira, para o custo de vida, das pessoas que formam famílias de baixa renda. Logo, os beneficiários devem estar cadastrados no CadÚnico para receber o benefício.

Somente após o cadastro e aprovação dele é que o responsável poderá ir até um caixa eletrônico receber o dinheiro, que vem do programa. Aliás, a seleção de novas famílias acontece de forma mensal e todas devem estar cadastradas no CadÚnico.

Inclusive, o benefício do Bolsa Família poderá ser cortado ou interrompido se a família não atualizar os dados de 2 em 2 anos.

A inscrição no Cadastro Único

Um dos pontos mais importantes é descobrir como fazer a inscrição no Cadastro Único. Afinal de contas, será que qualquer brasileiro pode participar? A verdade é que existem algumas regras. Vamos falar sobre isso agora mesmo.

Para fazer o cadastro a família vai precisar ter uma pessoa responsável. É essa pessoa que vai responder às questões sobre a família toda. Inclusive, ela precisa morar na mesma casa e ter, ao menos, 16 anos completos.

O responsável também precisa ter um CPF válido e um Título de Eleitor sem pendências. Não existe exceção para homens e mulheres, mas a Caixa Econômica Federal considera que é preferencial que o responsável seja uma mulher.

Depois disso, considere que todos os integrantes da família devem ter ao menos um documento a ser apresentado de forma pessoal. Por exemplo, a certidão de nascimento, de casamento, o RG, o CPF ou o título de eleitor.

Além disso, saiba que no caso de famílias indígenas ou quilombolas, os responsáveis não precisam ter CPF e nem o título de forma obrigatória.

Comprar a casa própria no financiamento da Caixa é um bom negócio?

A renda familiar

A renda familiar é outro item que é muito importante para fazer parte do cadastro. Assim sendo, o Governo Federal só aceita famílias que são de baixa renda. E vamos explicar como fazer essa conta.

A regra diz que só devem estar cadastradas famílias que tenham até ½ salário mínimo por pessoal ou que ganham 3 salários mínimos de renda total mensalmente.

Então, você precisa somar todas as rendas da família e dividir pelo número de integrantes. O valor deve ser, no máximo, de ½ salário mínimo por pessoa. Sendo assim, considere que hoje em dia o salário mínimo está em R$ 1.045.

Por exemplo, para uma família de 5 pessoas a renda máxima aceitável para a família é de R$ 2.612,50. Agora, se você está pensando em burlar o sistema, saiba que o entrevistador CadÚnico é o profissional que faz todo monitoramento e consulta de dados para evitar fraudes.

Onde se inscrever

Saiba o que é Cadastro Único dos Programas Sociais que atendem os cidadãos

Agora que você sabe o que é o Cadastro Único, considere que você deve ir até um CRAS, que é o Centro de Referência em Assistência Social do seu município. Se você não sabe onde esse lugar fica, a dica é procurar ajuda nas prefeituras.

Para quem não sabe, o CRAs é uma unidade estatal da assistência social. Esse centro oferece serviços de todo o tipo no que é chamado de Proteção Social Básica do Sistema Único de Assistência Social.

Além disso, saiba que é muito importante sempre manter os dados atualizados no CadÚnico para não perder o direito a vários benefícios sociais do governo. Portanto, uma simples mudança de casa ou nascimento de um filho já merece a atualização do cadastro.

Para mais informações

Aliás, se você ainda tem dúvidas sobre o que é Cadastro Único ou sobre qualquer item desse assunto, saiba que a Caixa tem um canal de atendimento aberto ao público. O telefone direto e gratuito é o 0800-726-0207.

Você também pode encontrar uma agência da Caixa perto de você pelo site e fazer uma visita para tirar outras dúvidas sobre o programa.

ANÚNCIO