O Novo Mercado na B3 – saiba se vale a pena e faz sentido para você

ANÚNCIO

Depois que chegou o Novo mercado na B3 muita coisa mudou para os investidores da renda variável. Não, não estamos falando de uma nova empresa ou de um novo IPO (Oferta Pública Inicial de Ações). A expressão está totalmente ligada à governança das empresas.

E se você não entendeu nada ainda, tudo bem. Inclusive, a gente vai explicar aqui de uma forma que seja muito simples para que todos entendam. Até mesmo quem ainda nem é investidor da bolsa de valores.

ANÚNCIO

Abaixo você vai ver o que é o Novo Mercado, os requisitos para estar nessa categoria e os benefícios de considerar papéis assim para a sua carteira de ações. Depois de tudo isso vai ficar bem fácil saber se isso vale a pena para você ou não.

O que é o Novo Mercado na B3

Esse tópico será um pouco mais curto porque ficar só na teoria pode ser chato para quem está lendo. Logo, vamos ser breves. Na melhor definição que encontramos, saiba que o Novo Mercado é uma referência para quem quer operar na bolsa de valores com segurança.

A ideia surgiu em 2000 e indica as empresas que alcançaram o mais alto nível de governança corporativa e de transparência. Logo, estar dentro do Novo Mercado é uma adesão voluntária, mas que quer dizer muita coisa para quem inste em empresas.

ANÚNCIO

Atualmente, a lista tem pouco mais do que 60 empresas que formam esse benchmark. Logo, resumidamente, o Novo Mercado tem as ações das empresas que melhor se comunicam com o mercado e com a administração também.

Quais os requisitos do Novo Mercado

Já sobre os requisitos, esse tópico será um pouco mais longo porque temos que falar sobre cada um deles. Afinal, para estar no Novo Mercado da B3, a empresa tem que estar em todos os requisitos que existem. Mas, também prometemos que seremos breves. Bora lá.

Tag Along

O tag along garante que em caso de venda do grupo de controle da empresa para outra, as ações que somam mais de 50% do todo devem ser garantidas aos acionistas. Ou seja, se uma empresa trocar de gestão, com o tag along, o investidor pode optar por vender as ações pelo mesmo preço de negociação.

Free Float

A próxima exigência do mercado é o free float. Ele garante uma manutenção mínima de 25% das ações da empresa em circulação. Ou seja, um único “dono” não poderá ter mais do que 75% de todas as ações da companhia listada na bolsa de valores. A única exceção é em caso de volume médio diário maior do que R$ 25 milhões. Assim, a porcentagem pode cair para 15%.

Conselho de Administração

A função de compliance é outra que é importante no Novo Mercado da B3. Assim, nada mais é do que uma auditoria interna através de um comitê, que tem o foco de trazer clareza sobre as informações passadas aos investidores. É algo focado na transparência e no controle de dados da companhia.

Oferta Pública de Aquisição de Ações

A realização da OPA é uma exigência do Novo Mercado. Assim, ela precisa ser aprovada pelo menos por 1/3 dos acionistas da empresa. A oferta tem que ter um valor justa. Obviamente, existem outros requisitos, mas para sermos breves, citamos os mais importantes/conhecidos.

Os benefícios das ações do Novo Mercado

Sendo assim, agora que já sabemos o que é o Novo Mercado da B3 e quais os requisitos que são exigidos para a participação dele, vamos falar das vantagens para os investidores. A primeira coisa é saber que, geralmente, são empresas com boa gestão.

E isso se explica pela clareza, segurança e até mesmo facilidade em conseguir as informações. Outra cosia é considerar que a partir de relatórios e a política de compliance, essas ações tendem a ter mais rentabilidade ao longo do tempo, no longo prazo.

Por último, também podemos considerar que desde quando ele foi criado, o Novo Mercado tem colaborado com a prevenção e diminuição do abuso de poder, erros de estratégia e até mesmo no conflito de interesses dentro das companhias.

Por isso, atualmente, o Novo Mercado é uma referência de transparência e credibilidade.

Será que vale a pena para você?

Conhecendo os principais pontos do Novo Mercado, fica mais fácil dizer se é uma boa ideia pensar nas empresas que estão nesse benchmark, correto? Assim, é um segmento de mercado que é considerado o mais importante.

Novo Mercado na B3

Após ele, a gente tem outros, como o Nível 1, o Nível 2, o Bovespa Mais e o Bovespa Mais Nível 2. Várias informações sobre esses segmentos estão disponíveis no site da B3. Inclusive, as regras para se ter uma estrutura de governança e respeitar os direitos dos acionistas.

E para fechar a matéria de vez, com certeza, uma das dúvidas que você tem é sobre as empresas que, atualmente, estão listadas no Novo Mercado da B3, correto? Como falamos acima, a lista atual está um pouco acima das 60 empresas.

Entre as principais, nós podemos citar: PetroRio, Linx, Duratex, Even, C&A, BR Properties, Vale, Odontoprev, Hapvida, Natura, Boticário, entre tantas outras.

ANÚNCIO