Saiba como funciona a Nota Fiscal Paulista

ANÚNCIO

A Nota Fiscal Paulista é um programa que surgiu no estado de São Paulo há algum tempo e até hoje causa algumas dúvidas. O programa está em funcionamento, mas muita gente não sabe se é vantajoso ou não.

A ideia deste artigo é mostrar os principais pontos e trazer as principais dúvidas sobre o programa da Nota Fiscal Paulista. Assim, ao final da leitura você vai poder ter uma ideia sobre o programa e saber se vale a pena para você ou não.

ANÚNCIO

Saiba como funciona a Nota Fiscal Paulista

E, mesmo porque, se você mora no estado de São Paulo é bem possível que tenha ouvido alguma pergunta do tipo: “Vai CPF na nota”? Essa pergunta é feita pelos vendedores e donos de empresas e tem a ver, justamente, com a Nota Fiscal Paulista (NFP).

O que é a Nota Fiscal Paulista

O programa tem o objetivo de combater a sonegação de impostos no estado. Assim sendo, é bem simples entender como tudo funciona. Primeiro, saiba que ao optar por colocar o CPF na nota, o consumidor tem a chance de receber de volta parte do dinheiro.

ANÚNCIO

Mas, cuidado. Essa parte do dinheiro vem sobre o imposto que foi pago. E existe uma variação muito grande entre as porcentagens. Assim, para quem vende produtos, existe a obrigação de emitir a nota fiscal do produto e aí, ela pode pôr o CPF na nota.

É dessa forma que o governo quer evitar a sonegação dos impostos.

Os principais pontos importantes

Na teoria, tudo parece bem simples e fácil. Mas, na prática, muita gente ainda fica com dúvidas. E pensando nisso, a gente separou os principais pontos da Nota Fiscal Paulista para você conhecer. Isso vai te dar mais ideia sobre pedir ou não o CPF na nota.

O RASTREIO DOS DADOS

Um dos principais receios que as pessoas têm é que se pedirem a nota fiscal paulista, a Receita Estadual vai ter mais chance de “rastrear” as finanças da pessoa. E isso pode acontecer, mas a NFP é do estado e não federal, portanto, a Receita Federal não tem acesso. E, o governo garante que não há esse cruzamento de dados.

O VALOR SOBRE O IMPOSTO

Não é verdade que quanto maior for o valor da compra, maior o valor do dinheiro que voltará para o consumidor. A verdade é que a restituição é proporcional sim, mas nem todos os produtos tem o ICMS. E é esse imposto que reembolsa os consumidores. Para se ter uma ideia, roupas e sapatos restituem mais do que combustível.

O PERIGO DE INFORMAR O CPF

Mais um receio das pessoas é na hora de informar o número do CPF nas lojas. E a verdade é que é mesmo preciso ter cuidado com isso. O conselho é evitar falar o número alto demais para que outras pessoas não ouçam. Uma ideia é sempre ter um papel com os dígitos escritos e apresentar ao lojista, sem precisar falar em voz alta, por exemplo.

O CADASTRO NA NOTA FISCAL PAULISTA

Agora é verdade. Saiba que dá para fazer o cadastro na nota fiscal paulista. Só que você não tem que fazer isso para começar a participar. Isso porque a partir do momento em que você pede o CPF na nota, você já está, automaticamente, participando do programa.

Saiba como funciona a Nota Fiscal Paulista

OS SORTEIOS

Os sorteios é uma forma boa de conseguir uma grana extra. E tem sorteios na Nota Fiscal Paulista. Assim, em todas as compras, mesmo que você tenha pouco dinheiro restituído, você participar de sorteios em dinheiro. Se vencer, os créditos vão para o seu CPF. Aí, mais tarde você pode resgatar o dinheiro na sua conta corrente.

O RESGATE DA NOTA FISCAL PAULISTA

O resgate da nota fiscal paulista é feita a partir do cadastro no programa. Assim, você pode consultar o seu saldo e quando tiver acima dos R$ 25 você pode fazer o resgate em uma conta corrente ou poupança. Também dá para abater no valor do IPVA do seu carro ou moto. Você pode fazer o cadastro diretamente no site da NFP.

OS GOLPES

Por último, vamos falar sobre os golpes da Nota Fiscal Paulista, que também é um ponto que traz dúvidas na vida das pessoas. A verdade é que em todo lugar e em todo produto financeiro existe a possibilidade de golpes. Por isso, o ideal é tomar cuidado mesmo. A Secretaria da Fazenda não envia SMS informando sobre o programa, ok?

Bônus – nota fiscal paulistana

Agora sim, para terminar o conteúdo, a gente tem que falar sobre a nota fiscal paulistana, que é diferente da nota fiscal paulista. A nota fiscal paulistana ou nota do milhão da prefeitura de São Paulo e não do estado todo. Logo, a ideia é devolver parte do imposto também.

Com a sua atualização, que aconteceu recentemente, o programa se chama Programa Nota do Milhão e não faz mais o pagamento do reembolso para o imposto. Mas, ainda assim, tem vantagens. Quem pedir a nota recebe um cupom para participar de um sorteio de R$ 1 milhão. E há um limite de até 100 cupons para cada CPF em cada sorteio.

Para participar desses sorteios também é preciso fazer o cadastro online, no site da Nota Fiscal Paulistana – Nota do Milhão. Por lá também dá para conferir os resultados dos sorteios e saber se você foi o vencedor e é o novo milionário.

Já o programa da Nota Fiscal Paulista você já conhece porque falamos em toda parte inicial do artigo.

ANÚNCIO