Negativado? Saiba o que fazer para limpar o nome

ANÚNCIO

O seu nome está negativado? O seu nome está sujo na praça? Será que existe alguma coisa de positivo nisso? E o que fazer para regularizar a situação? Bem-vindo ao tema de hoje!

Atualmente, o Brasil tem muita gente com dívidas, isto é, muita gente com o nome negativado. Portanto, não se assuste, não crie pânicos, não jogue tudo do ar… Porque tem jeito! E abaixo você vai descobrir algumas informações importantes sobre estar inadimplente.

ANÚNCIO

Vamos aos números

O dado mais novo que temos é: 2/3 da população brasileira está inadimplente hoje em dia.

A partir disso, a gente conseguir tirar algumas orientações sobre o assunto. Por exemplo, basicamente, existem 2 tipos de situações dos inadimplentes.

O primeiro grupo é formado por aquelas pessoas que estão devendo mesmo. No sentido de que não deram conta de pagar a fatura do cartão de crédito ou as parcelas do empréstimo e acabaram atrasando. Aí, vem os juros e a dívida toda.

ANÚNCIO

O outro grupo está inadimplente também, só que no sentido de que não atrasou no pagamento das parcelas. Ele tem a dívida, como do financiamento de um carro ou de um imóvel, porém, esse grupo está pagando as contas dia a dia, mês a mês.

Portanto, aqui temos que diferenciar esse inadimplente do primeiro grupo.

Que é aquela pessoa que quando venceu a conta, ela não conseguiu pagar. Ou seja, é alguém que fez um compromisso com alguma empresa de pagar alguma coisa e não pagou.

Isso é importante de saber porque é este tipo de inadimplente que vai ficar com o nome sujo na praça. O outro, do outro grupo, que está pagando as parcelas, não vai ter o nome sujo até que continue pagando tudo em dia.

Os inadimplentes que vão ter o nome sujo

Em outras palavras, essa pessoa inadimplente não vai poder mais fazer alguns pedidos de crédito. Aliás, elas podem fazer, mas raramente o banco vai aceitar e aprovar.

Isso vale para financiamentos de carros, de motos, de veículos e até mesmo para a abertura de contas ou pedidos de cartão de crédito.

Outra desvantagem é que elas não vão poder acessar ao cheque especial também porque os bancos raramente deixam limites pré-disponíveis.

E, a gente sabe que não é necessariamente bom ficar pedindo crédito no mercado. No entanto, a pessoa inadimplente fica unicamente restrita à sua renda, que às vezes nem pode cair na conta bancária.

Aí, qual é a melhor dica, o que se deve fazer, como sair dessa? Para te ajudar nessa pergunta e também na resposta separamos várias dicas, que você acompanha abaixo.

Restabeleça o seu crédito no mercado

limpar o nome
Foto: (reprodução/internet)

Limpar o nome é a sua melhor saída. Aliás, a melhor alternativa para todo mundo que está inadimplente no mercado.

E existem vários bons motivos para isso. Primeiro, o fato de que a gente tem a mania de achar que o nome vai caducar, sabe? Sim, o seu nome pode até sair do Serasa ou do SPC, mas isso não quer dizer que a sua dívida esteja paga.

Aí, se você morrer, por exemplo, a dívida vai ficar para os seus herdeiros. Então, não é uma boa ideia ficar com o nome sujo por esse motivo.

E tem outros motivos também.

Aliás, imagine se todos na sociedade fizessem isso. E se não pagasse as suas contas?

Quem sabe você é um profissional liberal, quem sabe você é um prestador de serviço, quem sabe você tem um negócio… Aí, se todo mundo resolver esperar caducar o nome sujo algo vai dar ruim.

O que temos que saber é que temos que ter consciência de que temos que pagar as nossas contas.

Afinal, se a gente assumiu um compromisso temos que cumprir.

Pague as contas

Lembre-se que você tenha responsabilidade de ir atrás do seu dever.

Então, o que se deve fazer é procurar cada um dos credores e pagar essa conta, ok?

Você estará dando um bom exemplo para todos na sociedade. Mas, não é somente isso. E não somente para sua família e os seus filhos, mas você vai ter cumprido algo que prometeu.

E como você vai fazer isso?

Você vai fazer um orçamento e vai separar parte da sua renda para começar a pagar as suas contas.

Aí, sabendo quanto você pode pagar por mês, o próximo passo é procurar o seu credor, que geralmente é o banco ou uma empresa financeira ou as lojas.

Outra coisa inteligente de se fazer é começar a analisar a taxa de juros também. Porque você deve trocar uma dívida maior por uma menor, isto é, com juros mais baixos.

A renegociação

Entenda que para o seu credor também é interessante que você pague a conta. E, tanto é que hoje em dia tem muitos feirões limpa nome e renegociações de dívidas em todo mercado financeiro.

Em alguns casos pode até ser que o seu credor não cobre juros, ainda mais se você se dispor a pagar à vista ou em um prazo menor.

Portanto, você pode fazer isso agora mesmo: estude uma possível renegociação de dívidas.

Só que não esqueça que você vai ter que cumprir a sua parte também. Assim, além de você separar parte da sua renda para pagar a conta, a sua missão é encontrar a melhor forma de quitar o débito.

As alternativas

Por que não fazer uma hora extra? Por que não ajudar alguém que está precisando de uma mão de obra? Vender uns doces na praça? Fazer uns artesanatos? Vender uns produtos que não usa mais?

A recomendação da maioria dos especialistas é quitar a dívida logo para não ter mais a cobrança de juros. E, conseguir uma forma de ganhar dinheiro extra é uma ideia inteligente para isso.

Portanto, a renda extra é uma alternativa muito interessante para esse fim.

ANÚNCIO