As 30 Melhores Ações das Principais Bolsas de Valores do Mundo em 2017

ANÚNCIO

Todas as Bolsas de Valores ao redor do mundo podem influenciar e ser influenciadas umas pelas outras porque elas estão de acordo com uma conjuntura econômica global – com acontecimentos planetários e não apenas locais. Obviamente, as Principais Bolsas de Valores do Mundo tem mais importância.

Quem tem investimentos financeiros concentrados em ações, seja na Bolsa de Valores do Brasil ou de qualquer outro país, tem que ficar atento e informado sobre todas elas, com olhar analítico internacional. Neste artigo, separamos as 30 Melhores Ações para Investir em 2017, com dados atualizados.

ANÚNCIO

As Maiores Bolsas de Valores do Mundo em 2017

Porém, antes de listar as ações das empresas, vamos falar um pouco, bastante brevemente, sobre as Principais Bolsas de Valores do Mundo. Conheça o básico delas e entenda como cada uma se comporta no mundo de hoje.

NYSE (New York Stock Exchange)

É a 1ª colocada e não tinha com ser diferente, afinal, a Bolsa de Valores de Nova York foi criada em 1792 em Wall Street, um famoso centro financeiro, talvez o mais conhecido do planeta.

Em 20016, ela se juntou a Euronext e atualmente é administrada pela NYSE Euronext. A fusão resultou no 1º mercado de capitais pan-atlântico, que em pleno 2017 mantém um valor agregado de mais de 13,9 trilhões de dólares.

ANÚNCIO

NASDAQ (National Association of Securities Dealers Automated Quotations)

É um mercado acionário considerado o 2º maior do mundo em termos de valor agregado – 4,3 trilhões de dólares.

Como a NYSE, ele também fica em Nova York, porém a maioria das suas empresas listadas são consideradas de pequeno e médio porte de capitalização, o que contabiliza mais de 2,8 mil ações disponíveis, principalmente em setores de tecnologia.

TSE (Bolsa de Valores de Tóquio)

Fica, obviamente, no Japão e em termos de valor agregado soma 3,3 trilhões de dólares com mais de 2,4 empresas listadas.

A dinâmica é parecida com as outras bolsas mundiais, porém tem a questão do fuso-horário, ao passo que é a 1ª a abrir, podendo iniciar reações de âmbito global.

LSE (London Stock Exchange)

É a principal Bolsa de Valores do Reino Unido e uma das mais antigas do mundo. Ela fica em Londres e foi fundada em 1801 até 1914, sendo considerada a maior bolsa de valores do mundo.

Depois disso, as atividades de mercantilização de ações em Londres tiveram início apenas no século 17.

Os títulos, na ocasião, eram negociados em uma cafeteria, onde o corretor John Castaing publicava uma lista de preços dos produtos. Hoje, a Bolsa de Londres atinge um valor agregado de 3 trilhões de dólares.

Bolsa de Valores de Paris

Na verdade, é um grupo que reúne as Bolsas de Paris, Amsterdan, Bruxelas e Lisboa. O valor agregado é de 2,9 trilhões de dólares, sendo um mercado de extrema importância para a conjuntura econômica da Europa.

HKEx (Bolsa de Valores de Hong Kong)

É o 2º maior mercado de capitais da Ásia, mas apenas o 6º em termos de valor agregado – 2,8 trilhões de dólares. A listagem das empresas é feita além das organizações chinesas, algumas do exterior.

O 1º registro do mercado forma de ações é datado em 1891 e em 1941 com o nome de Bolsa de valores de Hong Kong.

Bolsa de Valores de Xangai

O valor agregado é de 2,6 trilhões de dólares.

A particularidade é que essa bolsa influência muito a relação comercial entre o Brasil e a China, já que algumas empresas brasileiras, principalmente do ramo de mineração, estão passíveis de sofrer forte influência do mercado chinês.

TSX (Bolsa de Valores de Toronto)

É o mercado de ações do Canadá e tem valor agregado de 2 trilhões de dólares. Ela tem ativos nacionais e estrangeiros. As negociações são mais expressivas em setores como de mineração, petróleo e gás.

B3 (Bolsa de Valores do Brasil)

É uma bolsa de valores respeitada no mundo, porém ainda não tem um valor agregado suficiente para ocupar as primeiras posições do ranking mundial. Conforme critérios, a nossa bolsa de valores fica na 13ª posição, com 726 bilhões de dólares em valor agregado.

Mas, a notícia não é tão ruim assim já que as expectativas são de ascensão, ainda mais se levarmos em conta que a economia brasileira é uma das maiores do mundo, sendo uma das principais da América do Sul, com a exportação de vários produtos, como Soja e Café.

O crescimento está nos números. Em 2016, a B3 (antiga BM&FBovespa) cresceu quase 3 vezes em 1 década e excedeu o valor de 930 trilhões de reais apenas na 1ª metade do ano. Além disso, o número de pessoas registradas na bolsa brasileira cresceu mais de 6 vezes em 14 anos.

As 30 Melhores Ações das Principais Bolsas de Valores do Mundo em 2017
Reprodução: Google

Como Funcionam as Bolsas de Ações ao Redor do Mundo

Esqueça essa ideia daquele salão enorme com várias pessoas gritando a fim de vender ou comprar ações. Hoje, tudo acontece através do meio eletrônico, o que é mais fácil, mais prático e mais confortável, do ponto de vista do investidor.

Uma Bolsa de Valores nada mais é do que um mercado onde ações são negociadas. A negociação pode acontecer de várias formas, mas desde que tenha instituições financeiras responsáveis, fundos de ações, investidores e outras peças que vão movimentar o tabuleiro.

No Brasil, quando ocorre uma negociação, a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBCL), faz o papel de agente de custódia e liquidação, registrando todos os dados das negociações e também de quem adquiriu tais papéis.

Na prática, o investidor envia a ordem de compra para a corretora e ela adquire a ação, enquanto a CBCL registra a transação. As ações devem ser negociadas entre as 10 e as 17 horas dos dias úteis, mas pode haver alterações.

As ações não são todas iguais – existe a Preferencial Nominativa (PN) e as Ordinária Nominativa (ON). Vamos falar sobre isso posteriormente.

Quanto as oscilações elas também acontecem de formas variadas e precisaremos de outro artigo para explicar todas elas. Saiba, no entanto, que qualquer bolsa de valores influencia a outra, no mundo inteiro, como já falamos.

Por fim, sobre as informações básicas das Bolsas de Valores, resta saber que é possível investir nela através de Fundos de Investimentos, Clubes de Investimentos ou Individualmente.

Para não alongarmos mais o artigo, vamos diretos às ações, as maiores apresentadas até aqui, no meio de 2017.

As 30 Melhores Ações de 2017

Os papéis preferenciais da mineradora que vamos citar abaixo renderam quase 27% enquanto que o Ibovespa registrou alta de 10,8%. Na média, são 201 milhões de dólares movimentados na Vale.

Na Argentina, a ação mais negociada foi de uma petroleira, a estatal YPF, que teve alta de 36,6% desde janeiro. O desempenho também ficou acima do Índice Merval, que ficou com ganhos de 31%.

Além desses, tiveram outros papéis que movimentar as bolsas de valores da América Latina. Confira agora! Tudo está separado por país, para que facilite a sua leitura.

Brasil

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • Vale                      Mineração                   201,6                                     26,77%
  • Petrobras               Petroleiro                    169                                        -10,49%
  • Itaú Unibanco        Financeiro                   136,1                                      17,24%
  • Bradesco               Financeiro                    95,2                                       18,79%
  • Ambev S/A            Indústria de Bebidas     70,2                                       18,96%

Argentina

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • YPF                     Petroleiro                           2,4                                       36,57%
  • Pampa                 Energético                         2,2                                      80,68%
  • Galicia                 Financeiro                          2,1                                       52,55%
  • Siderar                Siderúrgico                        915 mil                                 22,64%
  • Banco Macro        Financeiro                          882 mil                                 53,05%

Chile

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • Falabella            Varejo                                   11,3                             15,26%
  • Cencosud           Varejo                                   9,1                               3,33%
  • Sociedad           Mineração                               7,4                              44,82%
  • Enel Amerícas    Energético                              6,7                               22,54%
  • CAP                  Siderúrgico                             6,5                               44,77%

Colômbia

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • Bancolombia     Financeiro                        5,7                                 24,61%
  • Bancolombia     Financeiro                        5,7                                 22,18%
  • Ecopetrol          Petroleiro                         5,4                                 2,09%
  • Exito                Varejo                              3,3                                 3,96%
  • Suramericana    Financeiro                        3,1                                 10,03%

México

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • Walmart             Varejo                            36,5                                17,52%
  • America             Telecomunicações            33,8                                24,49%
  • Banorte             Financeiro                       32,8                                24,04%
  • Cemex               Indústria de Cimento       30,9                                  8,78%
  • Mexico               Mineração                       28,8                                  4,58%

Peru

Empresa              Setor          Volume/Milhões de Dólares    Desempenho no ano

  • Credicorp         Financeiro                      1,6                                      30,07%
  • Volcan              Mineração                      1                                        19,81%
  • Alicorp             Alimentício                      848 mil                               20,65%
  • Intercorp          Financeiro                      747 mil                                9,78%
  • Inretail             Varejo                            745 mil                                1,21%

Com informações da Exame e Mobilis

ANÚNCIO