Viver de renda – saiba qual é o melhor investimento para aportes mensais

ANÚNCIO

Atualmente, é muito difícil encontrar alguém no mundo que não sonha ou nunca tenha pensado antes em viver de renda. Provavelmente, você já refletiu sobre isso também. Por isso, vamos estudar agora o melhor investimento para aportes mensais. Será que ele existe?

Resumindo a história toda aqui é o seguinte: estamos considerando ativos financeiros que podem receber aportes mensais e que, no acumulado do tempo, permite ao investidor viver de renda. Ou seja, faça o pagamento de juros suficiente para uma renda mensal.

ANÚNCIO

Interessante, não é mesmo? Agora, a verdade é que não tem um único melhor investimento do mundo. Tudo vai depender do seu perfil financeiro, do quanto você pode juntar mensalmente e ainda de quanto tempo você tem para realizar esse objetivo.

PREVIDÊNCIA PRIVADA

Vamos começar falando da previdência privada, que é um dos produtos bancários mais oferecidos pelos bancos. Inclusive, várias empresas têm parcerias com bancos para oferecer esse ativo pensado no longo prazo. Ela é sempre lembrada para a aposentadoria.

Resumidamente, a previdência dos bancos é para quem quer viver de renda sem ter sustos durante o tempo de acumulo do patrimônio. Ela é totalmente focada na aposentadoria. Portanto, para tempos superiores aos 20 ou 30 anos.

ANÚNCIO

As previdências funcionam como um ativo da renda fixa. Só que bem para o longo prazo. E a desvantagem é que não paga tão bem assim – ou seja, os rendimentos são baixos, mais baixos do que os concorrentes que serão citados a seguir.

Um ponto positivo é que o cliente poderá escolher como quer receber o dinheiro acumulado. Geralmente, dá para optar por uma renda mensal fixa por um tempo determinado ou dá para receber tudo de uma só vez também. Se o investidor falecer, os valores vão para os herdeiros.

TESOURO DIRETO

A próxima opção é sim considerada uma nova poupança para muita gente. E também há títulos para diversos prazos longos. Atualmente, temos para 2030, para 2040, para 2045 e para 2055. Todos são baseados no IPCA, ou seja, o investidor mantém o poder de compra.

De fato, dentro da renda fixa, o Tesouro Direto é uma das melhores opções do mercado. A garantia é dada pelo Governo e há várias opções de ativos. Logo, não há risco de perder dinheiro. Assim como a previdência, ele permite investimentos iniciais baixos.

Só que diferente da previdência, o Tesouro pode permitir a você um saque rápido se você precisar, o que pode não ser boa ideia em termos de rentabilidade. Se for pensado no longo prazo, considere que o ideal é sacar apenas no vencimento.

Você pode aplicar direto pelo site do Tesouro, pelo banco ou abrindo conta em uma corretora. Geralmente, as corretoras não cobram para isso. Mas, como a previdência, há taxas e impostos.

FUNDOS IMOBILIÁRIOS

Do lado do mercado acionário, primeiro vamos falar dos fundos imobiliários, mas não das ações. Esse é um tipo de ativo muito bom para a o longo prazo, que também permite viver de renda. E, na teoria, permite ao investidor aplicar em imóveis sem ter que comprar um.

Esses fundos funcionam como cotas, que podem ser compradas por valores bem menores do que comprar uma casa, terreno ou apartamento. Como todo fundo, os investidores se unem para esse mesmo objetivo e podem receber os dividendos, que são rendas recorrentes.

O que você precisa considerar, porém, é que o ganho é proporcional ao mercado e as cotas. Logo, não se trata de uma renda fixa e sim variável. Tanto é que é negociada na bolsa de valores. Por isso, você tem que ter conta em corretoras.

DIVIDENDOS

Agora, os dividendos das ações, que é a última indicação que pode ser o melhor investimento para aportes mensais. Ele também pode ser o melhor investimento para aportes mensais, mas se for pensado no longo prazo. O cuidado deve estar no fato de que não é renda fixa e sim variável.

Se o pensamento é gerar ganhos periódicos, saiba que os dividendos são opções para quem quer ganhar com a valorização dos papéis. Mas, o que é isso? Nada mais é do que quando as empresas compartilham os lucros com os acionistas.

Antes de tudo, saiba que diferente da previdência e do Tesouro, os dividendos e os fundos imobiliários exigem bem mais estudo e um comportamento mais agressivo e menos emocional. Por isso, essas opções não são indicadas para todos os investidores.

E a poupança?

Se você leu até aqui e não ouviu falar da poupança, saiba que ela é uma opção. Mas, está longe de ser a melhor do mercado. Apesar dela ser muito fácil, simples e isenta do imposto de renda, o pagamento dela é muito ruim.

melhor investimento para aportes mensais

E ela não deve ser pensada no futuro, como para a aposentadoria, já que há opções melhores (e você viu 4 delas acima, né). A poupança pode ser uma espécie de refúgio para quem quer ter um dinheiro de fácil acesso e para o curto ou médio prazo.

Além do que viver de renda na poupança é algo possível, mas bem menos comum do que no Tesouro ou na previdência ou com as ações. De qualquer modo, você pode considerar essa opção também, se acha que ainda não tem conhecimento para mudar.

Ah, curiosamente, saiba que viver de renda é algo que é muito possível hoje em dia. se antes era uma ideia que vinha de ricos, que tinha casas de aluguéis, hoje é um tipo de coisa que pode chegar a todas as pessoas. Até porque os investimentos podem ser baixos, mínimos, como no Tesouro, que parte dos R$ 30.

ANÚNCIO