Onde o MEI deve guardar dinheiro para a aposentadoria?

ANÚNCIO

A aposentadoria é um dos objetivos de muita gente. Mas, no caso de quem é Microempreendedor Individual o assunto se torna mais importante – ele terá direito a um salário mínimo. Logo, fica a dúvida: onde o MEI deve guardar o dinheiro para a aposentadoria.

Agora, pode ser que você queira acumular uma renda suficiente para poder descansar e curtir a vida ou simplesmente ter uma velhice mais confortável. Na verdade, não vai importar muito o motivo, já que o foco do artigo é falar sobre as opções de investimentos possíveis.

ANÚNCIO

Se você não sabe, um MEI (Microempreendedor Individual) também tem esse direito de acumular dinheiro para o futuro. No entanto, existem algumas diferenças que precisam ser avaliadas.

Por exemplo, ele tem direito a aposentadoria mínima por idade. Por outro lado, saiba que ele não tem direito ao FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que é usado por muita gente para dar aquela forcinha durante a aposentadoria.

Tem mais coisas que você precisa saber sobre guardar dinheiro para sua aposentadoria. Por exemplo, onde juntar dinheiro para esse objetivo. Então, acompanhe esse conteúdo para saber tudo sobre o assunto que liga o MEI a um investimento a longo prazo.

ANÚNCIO

Como pedir a aposentadoria de MEI

Ao fazer seu cadastrado para se tonar um MEI, você deverá destinar o pagamento de 5% de um salário mínimo para garantir alguns direitos trabalhistas.

Dessa forma, você passará a ser uma pessoa assegurada pela Previdência Social, isso quer dizer que receberá a aposentadoria e outros benefícios, como auxílio doença ou auxílio maternidade. E até mesmo a pensão por morte, auxílio reclusão e aposentadoria.

No entanto, para poder ser contemplado com esses direitos, você terá que contribuir todo mês. Esse pagamento é feito com a guia DAS-MEI. Mas, aqueles empreendedores que atrasam suas parcelas dessas guias irão passar por alguns problemas no momento do resgate.

Os tipos de aposentadorias para o MEI

Quem consegue solicitar a aposentadoria como MEI será “comtemplado” apenas com 1 salário mínimo. Porém, nada impede de você buscar por outras alternativas, uma forma de completar os 20% de contribuição que a Previdência Social exige dos seus contribuintes.

Para você alcançar sua aposentadoria como microempreendedor individual, vamos lhe apresentar duas formais distintas, a aposentadoria por idade ou invalidez e a aposentadoria por contribuição.

Aposentadoria por idade ou invalidez – Assim como acontece com quem contribui para se aposentar pelo INSS será preciso respeitar alguns requisitos, que começa pela idade mínima para se aposentar.

Aposentadoria por contribuição – O empreendedor que busca a aposentaria através MEI precisa compreender que não será possível alcançar sua aposentadoria com seu tempo de contribuição ou Certidão de Tempo de Contribuição (CTC). Exceto se você pagar 15% a mais de subsídio para ter esse direito.

Montando a própria aposentadoria…

Agora que você sabe como pedir a aposentadoria do MEI e os tipos mais comuns que existem, parece não ter ficado muitas dúvidas de que o MEI deve guardar dinheiro para a aposentadoria, além desse benefício social, não é mesmo?

Obviamente, existem bons motivos para isso. Por exemplo, você poderá aplicar dinheiro com base no seu orçamento mensal e poderá escolher o ativo que mais lhe agrada: da renda variável até os mais simples, da renda fixa.

Sem contar ainda que os rendimentos serão melhores. Você só precisa entender que é necessário ser regular nesses investimentos. Logo, se eles acontecerem mensalmente, com certeza, você terá um bom patrimônio até se aposentar.

Aliás, tem outro ponto importante: o tempo de aposentadoria. Enquanto que no MEI você tem que esperar chegar na idade permitida, ao investir dinheiro você poderá usar os recursos quando quiser, ao completar 40 anos, por exemplo. Isso será escolha sua.

Mas, onde aplicar o dinheiro para esse objetivo?

E para finalizar, vamos a pergunta chave do artigo. O MEI tem direito a aposentadoria, mas não é muita grana. Então, dá para montar uma aposentadoria por conta própria. Até aqui tudo certo, né? Agora, resta saber onde aplicar o dinheiro.

Obviamente, há várias respostas para isso. Por exemplo, quanto você vai aplicar por mês? Qual é o seu prazo final? De um modo geral, quando a gente responde a essa pergunta, nós acabamos chegando a um dos ativos preferidos para essa meta: o Tesouro IPCA.

Conheça 4 bancos digitais para MEI – com ótimas notas no Reclame Aqui

E há motivos reais para isso. Primeiro que todos são para o longo prazo. Segundo que eles mantêm o seu poder de compra – já que rendem acima da inflação. Por último, ainda dá para falar que são os ativos mais seguros do país.

Atualmente, há ativos pensados em diferentes anos para o resgate, sendo: 2026, 2030, 2035, 2040, 2045 e 2055. Sendo assim, você pode calcular quando irá querer se aposentar e escolher o melhor ativo para você.

O Tesouro IPCA

Além do tempo de resgate, que é o prazo final do título, você também deve saber que eles se diferenciam entre os aportes iniciais, mensais, a taxa de rendimentos. No site do Tesouro você encontra todas essas informações.

MEI deve guardar dinheiro para a aposentadoria

Por exemplo, o mais rentável é o Tesouro IPCA 2055, que rende o IPCA e mais uma taxa fixa de 3,75%. O valor inicial para aplicar, que é o mesmo que o mensal, é de R$ 47,74.

ANÚNCIO