25 Maiores Pagadoras de Dividendos do último ano e 8 indicações de Março

Março começou com novidades sobre o pagamento de dividendos. Por isso, fizemos um “bem bolado” aqui e vamos trazer as principais notícias dos últimos dias acerca desse tema. Temos também uma seleção das empresas que são as maiores pagadoras de dividendos e a indicação de uma carteira de investimentos para ganhar renda com os dividendos, feita pela XP Investimentos. Leia até o final.

Para dar continuidade à esse texto, vamos deixar as coisas bem claras: Dividendos são parte do lucro da empresa atribuídos aos acionistas. Assim, quando uma empresa tem lucro, a gestão pode optar por investir esse valor no negócio ou pagar dividendos aos acionistas, entenda, então, que é uma questão de escolha e não uma obrigatoriedade.

Com essa definição, sabe-se que a maioria das empresas opta por um meio termo entre investir uma percentagem e pagar o valor restante dos dividendos, o que pode acontecer na forma de dinheiro ou ações.

Conforme opinião dos especialistas, os dividendos podem compensar o preço de uma ação que não esteja muito movimentada, atribuindo um bom rendimento aos acionistas. Pensando assim, entra uma questão que pode ser observada: as empresas que estão em crescimento elevado, optam por não oferecer esses lucros, já que pegam o valor para usar na expansão do negócio.

“Ah, então, nesse caso… O Acionista deixa de ganhar”?

Não é bem assim. Porque, na verdade, se a estratégia dele for pensar no longo prazo da empresa, então, esse valor usado para expansão pode ter um aumento esperado do preço por ação. Esse é o maior diferencial do Mercado de Ações, tudo, em todos os casos, vai depender do seu ponto de vista e da sua estratégia… Entendeu?

Se você quer saber tudo sobre qual a melhor estratégia para usar e em quais momentos deve rever a estratégia… E se você quer saber também como investir sem risco na Bolsa de Valores… Bem, tudo isso está em um Workshop Gratuito e Online, produzido pelo Trovó. Faça, aproveite, é gratuito:

Workshop 100% Online e Gratuito: Risco Zero nos Investimentos

Quanto ao pagamento, normalmente, os dividendos são pagos conforme a declaração oficial do Conselho de Administração da Empresa. Há um hábito de pagamento semestral, sendo que uma menor parte opta por fazer pagamento único anual.

É importante saber que entre a data de declaração de dividendos e a data de pagamento de tal, pode levar um bom tempo. Confira a ordem cronológica dos acontecimentos:

  • Data de Declaração de Dividendos, quando o Conselho de Administração anuncia que haverá pagamento de Dividendos,
  • Data de Registro, dia em que a empresa determina oficialmente quem serão os titulares de participação qualificada,
  • Data Ex-Dividendos, é uma ininterrupção (normalmente de 3 dias)que detém as ações na empresa para ser incluída como acionista e receber dividendos. Isso acontece para evitar complicações relativamente à propriedade quando os dividendos são pagos,
  • Data de Pagamento, é o dia em que os dividendos serão pagos aos acionistas.

Confirma agora as notícias acerca dos Dividendos!!

Fleury vai distribuir 45,27 reais em dividendos para cada lote de 100 ações

O grupo anunciou a distribuição de 71,1 milhões de reais em dividendos a seus acionistas referentes às ações de 2016. Os investidores vão receber por lote de 100 papéis, o que dá um valor de 0,452742 reais por ação.

Assim, os investidores com papéis em carteira até o dia 14 de março terão direito à remuneração, que será feita no dia 28 deste mês. Já para a partir de 15 de março, os papéis ficam “ex-dividendos”.

Minas Máquina ficará ex-proventos e pagará até 42 reais por ação

O valor está valendo a partir do último dia 10, com uma base na cotação do papel do dia 7, o dividend yield será de 66%. Esse valor múltiplo mede a quantia da remuneração em relação ao valor atual do ativo. Com isso, os papéis ordinários (MMAQ3), deverá ter um dividendo de 30 reais por ativo.

Dividend Yield, abreviadamente DY, é uma expressão inglesa que traduzida literalmente significa rendimento do dividendo. É um índice criado para medir a rentabilidade dos dividendos de uma empresa em relação ao preço de suas ações. Este índice traz o benefício de poder comparar a rentabilidade dos dividendos entre empresas. É o rácio que corresponde a uma fração em que figuram em numerador os dividendos por ação e em denominador o preço unitário das ações. Ele exprime, portanto, uma parte da remuneração dos acionistas.

25 Maiores Pagadoras de Dividendos do último ano e 8 indicações de Março

Reprodução: Google

Os números são impressionantes, conforme opinião unanime dos especialistas do setor. No entanto, apesar de a empresa ter capital aberto e ser listada na bolsa de valores BM&FBovespa, a ação nunca foi negociada.

Ao todo, a empresa tem 5.408 papéis em circulação, sendo 1.582 ordinários e 3.826 preferenciais, dos quais a própria empresa detém quase 75% de seu capital, enquanto a Cofal tem 11% e os outros acionistas acumulam um total de menos de 8%.

A “Oi” ficará 10 anos sem pagar dividendos

Como já falamos, não que isso seja uma obrigação… Mas os dividendos deixa qualquer investidor feliz. E não é o que vai acontecer com os acionistas da Oi (OIBR4), que deverão ficar 10 anos sem receber a remuneração, conforme notícia da revista Veja. Ah, o motivo? O presidente da empresa, Marco Schroeder, deve apresentar o plano de recuperação judicial ao conselho de administração em breve.

Santander lista carteira de Dividendos para Março

A publicação teve 3 alterações, sendo que o banco deixou os papéis da AES Tietê e Comgás para dar espaço para os da BB Seguridade, conforme o relatório assinado por Ricardo Peretti, estrategista do Santander. Além disso, alguns pesos foram alterados, como os da Itaúsa e da Taesa, que subiram de 12 para 17%.

Sobre a BB Seguridade, o analista explicou que “boa parte, se não 100%, da queda da taxa de juros já tinha sido precificada pelo mercado, o que deixa a ação mais inerte às próximas quedas da Selic”, o que pode influenciar os ativos, que podem voltar a ganhar espaço na comparação com o Ibovespa.

A lista é indicada para “investidores com perfil moderado, que querem se expor ao mercado de ações com uma margem de segurança maior e menor volatilidade”. Clique aqui e descubra o seu perfil investidor!

Além dos já citados, a empresa listou também a Mahel Metal Leve, o Banco do Brasil, Alupar e a Telefônica Brasil, além da BM&FBovespa.

8 Recomendações de empresas que pagam Dividendos para março, conforme a XP

A performance satisfatória de fevereiro (+3,1%), fez com que a escolha dos analistas fosse a de manter a estrutura e apenas redistribuir alguns pesos. Além da adição dos ativos da AES Tietê. A inclusão deve-se à geração de caixa da empresa e a previsão de resultados positivos. A XP espera um dividend yield de 9,1% para 2017. Sendo assim, a recomendação ficou a seguinte:

  • Itaú Unibanco – ITUB4 – 20%
  • BB Seguridade – BBSE3 – 17%
  • Vivo – VIVT4 – 15%
  • CCR – CCRO3 – 15%
  • Cia de Transmissão – TRPL4 – 5%
  • BM&FBovespa – BVMF3 – 16%
  • Smiles – SMLE3 – 6%
  • AES Tietê- TIET11 – 6%

Economatica lista 25 maiores pagadoras de dividendos

As 25 ações listadas foram as que apresentaram os maiores dividend yields no último ano, conforme um levantamento da Economatica. Dividend Yield é uma forma de analisar se as ações das empresas são (ou não) atrativas.

O indicador é interessante, com certeza, no entanto, especialistas não cansam em afirmar que a essa não é a única referencia na hora de comprar uma ação. O correto é avaliar todos os fatores possíveis, tais como a geração de caixa, saúde financeira e condição de remuneração da companhia.

Empresa                                     Dividend Yield último ano em %

  1. Qualicorp                                11,69
  2. Estácio                                   11,57
  3. Braskem                                 10,30
  4. Cemig                                     9,09
  5. EDP                                        8,85
  6. Santander                               8,12
  7. Itaúsa                                     7,73
  8. Smiles                                    7,64
  9. MRV                                       6,32
  10. Itaú Unibanco                         6,14
  11. BB Seguridade                        5,69
  12. Bradesco PN                           5,55
  13. Cetip                                      5,54
  14. Engie Brasil                             5,24
  15. Cosan                                     5,16
  16. Telefônica                               5,16
  17. CCR                                        4,88
  18. Ecorodovias                            4,80
  19. Bradesco                                4,73
  20. Copel                                     4,46
  21. Hypermarcas                         4,23
  22. Banco do Brasil                      4,19
  23. JBS                                        3, 63
  24. BM&FBovespa                        3, 58
  25. Kroton                                   3,11

Com informações do iG, Infomoney e ADVFN