Lição Financeira Número 1 para quem quer cuidar do patrimônio !

PROPAGANDA

Você pode ainda não ter chegado à sua independência financeira, mas se já tem um patrimônio guardado (poupado e investido) é porque está no caminho certo. Então, vamos aprender, agora mesmo, o que é preciso fazer para cuidar desse dinheiro – e evitar burradas!

Agora, se você ainda não chegou nessa situação também pode ler o texto porque um dia vai chegar. E quando chegar vai saber exatamente o que fazer com o seu dinheiro, está bem? O conhecimento é gratuito aqui, então, bora aprender sobre a proteção do patrimônio.

PROPAGANDA

A ideia do caminho da independência financeira

O que fazer quando chegar lá e alcançar o seu objetivo financeiro? Vamos supor que o seu objetivo seja juntar um R$ 1 milhão e após isso, viver desses rendimentos mensalmente.

A pergunta que fica é: -“Como é feito o resgate desse dinheiro”?

Para você e para aqueles que ficam em dúvida sobre como será desfrutar da riqueza lá na frente, considere que existe um processo chamado de “consolidação da riqueza”, onde você deve montar uma estratégia de investimentos.

PROPAGANDA

A sua estratégia, de maneira geral e satisfatória, deve ser diversificada e balanceada. E isso quer dizer, por sua vez, algo como: uma parte vai para a renda fixa e outra parte vai para a renda variável.

E isso você faz aproveitando as oportunidades de ganho da economia e dos investimentos nos mercados financeiros. O objetivo passa a ser: acelerar chegar à sua independência financeira.

Aí, quando você chega à sua independência financeira, quando o total do seu patrimônio é o suficiente para gerar rendimentos que paguem suas contas mensais, você está com uma condição de liberdade muito maior.

A partir desse ponto, a recomendação é menos agressividade nos investimentos e menos exposição ao risco, o que também quer dizer mais proteção de patrimônio , ou seja, uma estratégia um pouco mais conservadora.

Agora, os investimentos deverão estar predominante em renda fixa!

Exceto se a sua independência financeira sugerir novos riscos para novos ganhos e novos objetivos.

Talvez você se proponha a atuar como investidor, acompanhar os mercados financeiros e se interesse por aumentar o seu patrimônio acompanhando os mercados. E com isso, comece a fazer negócios para aumentar ainda mais o seu patrimônio.

Mas, essa é só uma ideia.

A chegada à independência financeira

Lição Financeira Número 1 para quem quer cuidar do patrimônio !

O fato é que quando você alcança a sua independência financeira, você alcança muito mais do que a oportunidade de parar de trabalhar.

Você alcança a oportunidade de fazer o que mais lhe interessa e trabalhar com o que você gosta de fazer, o que te agrega valor a sua vida, por isso, chegar à independência financeira é uma grande oportunidade.

A grande preocupação de quem se aposenta, quando o assunto é as finanças e o alcance da independência financeira, é sobre o que faze para preservar os ganhos do patrimônio.

Para preservar os ganhos há um cuidado importante: contra a inflação!

O cuidado com a inflação

 se estivesse ganhando em dólar ou em euros, talvez a inflação fosse uma preocupação secundária. Só que no Brasil, que falamos em reais, essa tem que ser a sua principal preocupação e precaução também.

Então, a primeira preocupação é você avaliar quanto que é a inflação mensal no país.

Digamos que você tem um investimento de R$ 1 milhão e que rende 0,5% ao mês. Isso vai dar R$ 5 mil. Só que aí, temos o fato de que a inflação medida no mês foi de 0,2% – o equivalente a R$ 2 mil.

Isso significa que o seu ganho real, acima da inflação, será de apenas R$ 3 mil dos R$ 5 mil que você achou que estava rendendo.

De fato, você só poderá sacar R$ 3 mil dos R$ 5 mil que renderam o seu patrimônio.

O resultado é que é importante que você tenha um patrimônio que cresça com a inflação! Mas, para quem chegou lá a gente percebe que a grande preocupação é a inflação, fica outra pergunta interessante:

– “Qual indicador você usaria”?

Nenhum indicador é melhor do que a sua própria inflação, está bem?

Se você faz um bom controle do seu orçamento e se você contabiliza todos os seus gastos, quando algum tipo de gasto aumenta de preço você consegue balancear o seu orçamento economizando em outros gastos.

E se o total de gasto que você tem para se manter não aumenta, a sua inflação é zero.

Então, se o seu patrimônio cresceu de R$ 1 milhão para R$ 1 milhão e R$ 5 mil e não houve inflação naquele mês, você pode sim sacar os R$ 5 mil.

Agora, se o seu custo de vida aumentou de um mês para o outro, você segurará o rendimento do patrimônio proporcionalmente ao aumento do custo. Entende isso?

Só tem que perceber que tem que ser trabalhado esse patrimônio lá na frente para poder vencer a inflação de tempos em tempos.

Por exemplo, no dia a dia o trabalhador vence a inflação com aumento de salário. Já o aposentado não tem esse privilégio, infelizmente.

Então, na prática, ao preservar o seu patrimônio, entenda algo como não sacar a partir do seu rendimento e sim dele com o desconto do que ficou na inflação no período. Assim, você está tornando o seu patrimônio maior do que no mês anterior!

PROPAGANDA