Aprenda como levar dinheiro na viagem ao exterior

Como é que você vai levar dinheiro para sua viagem ao exterior? Existem, basicamente, 4 maneiras de se levar dinheiro para outros países sem sofrer com tributos ou com a insegurança.

Elas são as mais utilizadas pelos brasileiros nos dias atuais. Estamos falando do dinheiro em espécie, do cartão de crédito, do cartão de débito e do cartão de viagem pré-pago.

Você sabe qual é a melhor opção para você? O fato é que todas elas têm vantagens e desvantagens. E a nossa ideia é justamente citar essas características de cada opção para você saber qual é a melhor para você na sua próxima viagem ao redor do mundo.

Economia, Segurança e Praticidade

Então, já deu para ver que é muito importante saber quais são os prós e os contras para conseguir fazer a melhor escolha para a viagem.

Considerando que isso vai depender do destino para onde a gente está indo e também se a gente prioriza a economia, segurança ou praticidade.

As maneiras de levar dinheiro à outro país

Aprenda como levar dinheiro na viagem ao exterior

Então, vamos conhecer melhor cada uma dessas opções.

1 – A compra da moeda estrangeira

Você sempre tem a opção de comprar a moeda estrangeira no Brasil e levar em espécie para o exterior.

Vantagens

Inclusive, essa é uma das maneiras mais utilizadas pelos brasileiros. E, realmente, a gente tem pelo menos dois motivos positivos para isso.

O primeiro é economia de dinheiro – comprando a moeda estrangeira no Brasil, a gente paga imposto de 1,1% sobre o total – valor que é bem menor do que os 6,38% que a gente paga nas transações internacionais nos cartões.

A segunda vantagem é a praticidade – se você tiver dinheiro na mão fica muito mais fácil para fazer pequenas compras, como ir na padaria, na farmácia ou, então, de repente pagar um táxi.

Por isso, mesmo que você vá levar cartões para fazer a maior parte das compras é muito importante que você leve pelo menos uma pequena quantidade em dinheiro vivo para fazer essas compras menores sem pagar impostos.

Desvantagens

Por outro lado, a grande desvantagem do dinheiro em espécie é o risco! Se você perder dinheiro, simplesmente, você perdeu. Isso vale para casos de assaltos, por exemplo.

Aí, dificilmente você vai ter esse dinheiro de volta!

Portanto, é muito importante você pensar nisso antes da viagem. Pense, por exemplo, se o destino para onde você está indo é seguro e se você vai conseguir circular pelas ruas tranquilamente levando o dinheiro que você planejou para levar.

Outra coisa que é muito importante lembrar é que quantidade de dinheiro para levar é limitada. Geralmente, o valor máximo vai até R$ 10 mil ou o equivalente a moeda local.

Os valores acima disso devem ser declarados à Receita Federal ainda no aeroporto. E nas Casas de Câmbio do Brasil, a gente encontra com mais facilidade as moedas: euro, dólar, libra e moedas argentinas também.

Agora, se você estiver viajando para um destino que tem alguma outra moeda pode ser que o dinheiro em espécie não seja a sua melhor alternativa.

2 – O cartão de crédito

Em uma viagem ao exterior é o cartão de crédito que é visto como principal aliado para o pagamento de compras.

Vantagens

Ele é super cômodo para isso. Dá para liberar ele facilmente ao realizar as viagens internacionais: basta ligar para a central de atendimento do cartão e em poucos minutos ele vai estar liberado para o uso no exterior.

E também por que o cartão de crédito têm várias vantagens impressas nele. As principais são: segurança, praticidade e o fato de ser amplamente aceito em vários lugares do mundo.

Outro bom motivo para pensar em usar o cartão em outros países é que enquanto você faz as compras e está gastando o seu limite, você também está acumulando milhas ou pontos em algum programa de fidelidade.

Praticamente todos os cartões internacionais tem programas de pontos.

Desvantagens

Agora, se gastar demais você vai acabar gastando bem mais do que o planejado, o que não é nada bom. Por isso, muita atenção com o uso do cartão de crédito.

Uma das principais desvantagens de ter um cartão de crédito é aquele pode te fazer gastar mais, já que isso dificilmente acontece no dinheiro em espécie: você gasta apenas o que você tem.

3 – Cartão de Débito

Outra opção viável e possível para utilizar no exterior é o cartão de débito.

Aliás, não se esqueça de liberar o seu cartão de débito para saque no exterior, se essa for a sua escolha.

Isso é importante porque tem muita gente que se esquece de fazer isso no Brasil e quando viaja para o exterior tem que passar horas e horas no telefone – e uma ligação internacional não custa pouco.

Vantagens

A única diferença do cartão de débito em relação ao cartão de crédito é que você não vai estar sujeito à variação cambial porque o valor do câmbio vai ser exatamente aquele do dia em que você fez as compras.

E isso é bom, né? Você saberá exatamente quanto vai pagar de taxa.

Desvantagens

Só que assim como cartão de crédito, se você utilizar ele para as compras, você vai estar pagando o imposto de 6,38% – o que é bem alto.

Então, essa é uma desvantagem grande.

4 – Cartão Viagem (pré-pago)

A última maneira de utilizar o dinheiro no exterior é com o cartão de viagem pré-pago.

Essa é uma opção super fácil hoje em dia porque são várias as empresas que oferecem esse serviço. Geralmente, elas emitem um cartão, com bandeira e tudo. Daí, você faz uma “carga” dá para usar ele limite no exterior.

Vantagens

Acaba sendo uma forma melhor de organizar os gastos e não gastar mais do que se deve.

Fora isso, é aceito em vários países e você vai poder utilizar ele para compras em débito.

A grande vantagem é a segurança, como em todo cartão, já que dá para bloquear, por exemplo.

Desvantagens

Porém, além da comodidade, saiba que você também vai estar pagando o imposto de 6,38% sobre cada compra.

E, se por ventura, acabar sobrando um pouco de dinheiro dentro do cartão, você pode usar depois.

Em resumo, se você pensar exclusivamente em economia, a melhor maneira de fazer compras no exterior vai ser levando dinheiro em espécie. Só que você tem que pensar também nos riscos que pode estar correndo com ele.

Então, análise o que é melhor para você e faça a sua escolha.